All Title Author
Keywords Abstract


A descentraliza o da saúde no Estado de Mato Grosso, Brasil: financiamento e modelo de aten o

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

O presente trabalho analisa o financiamento do sistema público de saúde no Brasil, o Sistema único de Saúde, no Estado de Mato Grosso, buscando identificar o modelo assistencial que vem se conformando a partir de 1994. Para isso, foram estudados 16 municípios, selecionados segundo porte, envolvimento com o Sistema único de Saúde e nível sócio-sanitário. Observou-se que entre 1994 e 1998 a contrapartida financeira municipal e as transferências para atendimentos ambulatoriais foram as responsáveis pela eleva o dos gastos com saúde. Contudo, o modelo de assistência à saúde que vem se definindo em grande parte dos municípios mato-grossenses se volta cada vez mais para a assistência individual, curativa, especializada e com alta incorpora o tecnológica. Aponta para isso o fato de que, em rela o à assistência ambulatorial, os maiores incrementos de recursos financeiros aconteceram no segmento de complementa o diagnóstica e terapêutica de média e alta complexidade, atingindo até 300% em alguns municípios. Como os recursos para a saúde s o escassos e o modelo de assistência adotado por muitos municípios ainda desloca recursos da aten o primária à saúde para o segmento de aten o de maior complexidade, acredita-se que a inviabilidade financeira do SUS é uma possibilidade que n o pode ser descartada. Embora o universo de estudo tenha se limitado ao Estado de Mato Grosso, certamente situa es parecidas est o se configurando em inúmeros municípios brasileiros e, provavelmente, também em municípios de outros países latino-americanos, nos quais a descentraliza o foi incorporada como uma das estratégias de reforma do Estado.

Full-Text

comments powered by Disqus

Contact Us

service@oalib.com

QQ:3279437679

微信:OALib Journal