All Title Author
Keywords Abstract


Pagamento por servi os ambientais aliando conserva o e Ecoturismo

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

A regi o de Itacaré, no sul da Bahia possui grande parte das suas trilhas, praias, lagoas e rios situados na área de Prote o Ambiental (APA) Itacaré Serra Grande. Nessa regi o encontram-se inúmeras pequenas propriedades rurais que perderam sua voca o agrícola com a crise cacaueira nos anos de 1990 e com as restri es consequentes da institui o da APA. Tais propriedades abrigam florestas de grande biodiversidade, que precisam ser preservadas das a es de ca adores, de extra es ilegais de madeira e dos impactos negativos de um turismo predatório. O trabalho de campo desenvolvido neste estudo objetivou realizar um diagnóstico para avaliar a possibilidade da cria o de um fundo para Pagamento de Servi os Ambientais (PSA) tendo o trade turístico como potencial doador e pequenos proprietários rurais vinculados a projetos socioambientais já em desenvolvimento, como beneficiários do mecanismo de pagamento. Foram entrevistados proprietários rurais para calcular a renda agrária de cada propriedade e verificar o custo de oportunidade do uso da terra. A partir do custo de oportunidade seria possível estabelecer o valor do pagamento e o montante necessário para a composi o do fundo. Com a finalidade de identificar a disponibilidade dos empreendedores locais a contribuir com o fundo, foram aplicados questionários de Valora o Contingente aos empreendedores turísticos locais. Tais questionários continham três tipos de quest es: abertas, para ordena o (ranking) e de alternativas. Na inten o de articular a necessidade de manter a riqueza biológica, o potencial turístico da regi o e melhorar a qualidade de vida dos proprietários rurais, este trabalho analisou, também, a disponibilidade de contribui o dos turistas e do trade turístico da regi o para a implanta o do projeto de PSA. Conclui-se que, é viável a implementa o de um fundo para pagamento de servi os ambientais devido a disponibilidade para contribui o por parte dos empreendedores e turistas. No entanto, como hipótese derivada do estudo, entendese que este mecanismo n o é suficiente para garantir a sustentabilidade ambiental da regi o, necessitando de a es complementares com o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para o setor.

Full-Text

comments powered by Disqus

Contact Us

service@oalib.com

QQ:3279437679

微信:OALib Journal