All Title Author
Keywords Abstract


II - Morbidade hospitalar por les es e envenenamentos

Keywords: Inquéritos de morbidade , Ferimentos e les es/diagnóstico , Envenenamento/diagnóstico

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

As Autoriza es de Interna o Hospitalar (AIHs) hoje, no Brazil, representam aproximadamente 80% do total das interna es do País e se tornaram de fácil acesso com a dissemina o das bases de dados através de CD-ROM. Esse fato permite que se tenha um desenho, próximo do real, da morbidade que leva à hospitaliza o. Fazem parte dessa morbidade, as les es e envenenamentos quer pela gravidade ou freqüência. Dada a sua importancia, foram estudadas as interna es de um mês do ano de 1994, por essas causas, segundo algumas características epidemiológicas e de servi o, como dados demográficos, diagnóstico, tempo de permanência e mortalidade. Verificou-se que as les es e envenenamento têm sido responsáveis por 5 a 6% das interna es do País, sendo preponderante no sexo masculino e, entre esses, foi a primeira causa de interna es nos grupos etários de 15 a 29 anos. As mulheres somente os ultrapassam após os 65 anos. Quando analisadas segundo o tipo verifica-se que as fraturas s o as mais freqüentes (37,5%) e dentre elas, as faturas dos membros s o a quase totalidade. Dentre os ferimentos as localiza es mais freqüentes s o m o, antebra o, cabe a e pesco o. Considerando-se a idade e a maior preponderancia no sexo masculino, pressup e-se tratar de acidentes do trabalho ou do transito. Nas queimaduras chama a aten o a grande ocorrência nas crian as menores de 5 anos, o que leva os autores a lamentar a inexistência da informa o sobre as causas desses acidentes, impedindo a possibilidade de a es de preven o desses acontecimentos.

Full-Text

comments powered by Disqus

Contact Us

service@oalib.com

QQ:3279437679

微信:OALib Journal