All Title Author
Keywords Abstract


Rela o entre baixo peso ao nascer e a polui o do ar no Município de S o Paulo

Keywords: Recém-nascido de baixo peso , Polui o do ar , Modelos lineares , Morbidade

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

OBJETIVO: A polui o do ar tem sido investigada como possível determinante do baixo peso ao nascer. O objetivo do estudo foi verificar o efeito da polui o do ar sobre o peso ao nascer. MéTODOS: Foram analisados todos os partos de m es residentes no Município de S o Paulo, nos anos de 1998 a 2000. Estimaram-se as prevalências de baixo peso ao nascer conforme características do recém-nascido, da m e e do parto. Apenas os distritos mais centrais de S o Paulo foram incluídos, totalizando uma amostra de 311.735 nascimentos. Para avalia o do efeito da polui o do ar foram excluídos os prematuros, gemelares e analisados somente os nascimentos das áreas mais centrais da cidade. Os elementos poluentes analisados foram oz nio (O3), dióxido de enxofre (SO2), dióxido de nitrogênio (NO2), partículas em suspens o (PM10) e monóxido de carbono (CO). O efeito da exposi o materna à polui o do ar no peso ao nascer foi avaliado por meio de regress o linear e logística. RESULTADOS: Do total analisado, 4,6% dos recém-nascidos apresentaram menos de 2.500 g ao nascer. A exposi o materna ao CO, PM10 e NO2 durante o primeiro trimestre de gesta o mostrou associa o estatisticamente significante com a diminui o no peso do recém-nascido. CONCLUS ES: Os resultados refor am que a exposi o materna à polui o do ar no primeiro trimestre de gesta o pode contribuir para o menor ganho de peso do feto.

Full-Text

comments powered by Disqus