All Title Author
Keywords Abstract

Publish in OALib Journal
ISSN: 2333-9721
APC: Only $99

ViewsDownloads

Relative Articles

DIVULGA O DO RISCO OPERACIONAL EM CORPORA ES MULTINACIONAIS BANCáRIAS: COMPARA O ENTRE SUBSIDIáRIAS BRASILEIRAS E MATRIZES ESTRANGEIRAS [doi: 10.5329/RECADM.20070601006]

Transferência, desenvolvimento e reconhecimento de competências organizacionais em subsidiárias de empresas multinacionais brasileiras Transference, development and recognition of organizational competences in subsidiaries of Brazilian multinationals

ESTRATéGIAS DE TRANSFERêNCIA DE CONHECIMENTO EM MULTINACIONAIS BRASILEIRAS: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE AS SUBSIDIáRIAS ADQUIRIDAS E AS GREENFIELD

EVIDêNCIAS COMPARATIVAS EM EMPRESAS BRASILEIRAS E ESTRANGEIRAS NA TRANSFERêNCIA DE CONHECIMENTO NO FRANCHISING

ESTRATéGIAS IDIOSSINCRáTICAS OU UNIFORMES: UMA ANáLISE DAS MULTINACIONAIS DOS PAíSES DO BRIC

Estratégias das empresas do setor cal adista diante do novo ambiente competitivo: análise de três casos

P&D EM FILIAIS DE EMPRESAS MULTINACIONAIS INSTALADAS NO BRASIL

MULTINACIONAIS BRASILEIRAS E INVESTIMENTO EXTERNO DIRETO: uma revis o da pesquisa nacional

Qualification and innovation: aspects of internal and external development in brazilian multinationals Capacitación e innovación: aspectos del desarrollo interno y externo en las multinacionales brasile as Capacita o e inova o: aspectos do desenvolvimento interno e externo nas multinacionais brasileiras

ESTRATéGIAS DE INOVA O TECNOLóGICA DAS SUBSIDIáRIAS ESTRANGEIRAS NO BRASIL: estudo comparativo das primeiras e últimas entrantes

More...

A INFLUêNCIA DO AMBIENTE COMPETITIVO NAS ESTRATéGIAS DAS SUBSIDIáRIAS ESTRANGEIRAS DE MULTINACIONAIS BRASILEIRAS

Keywords: ambiente competitivo , estratégias de regionaliza o , subsidiárias de empresas multinacionais

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

O problema a ser tratado no artigo é “como as subsidiárias estrangeiras de empresas multinacionais brasileiras avaliam o ambiente externo nos países em que atuam? ”Além disso, qual a influência do ambiente competitivo na cria o de valor das subsidiárias de multinacionais brasileiras? O objetivo é diagnosticar os atributos da perspectiva ambiental, identificar quais s o importantes e sugerir estratégias para as empresas. Foram analisadas por survey 66 subsidiárias em 22 países, divididos entre membros da OCDE (42%) e, posteriormente, regionais (45%). O Modelo Diamante, de Porter, e a Teoria das Multinacionais Regionais, de Rugman, foram usados como referencial teórico. As inferências estatísticas embasaramos seguintes resultados: existe uma avalia o diferenciada e mais positiva do ambiente competitivo para as subsidiárias localizadas em países da OCDE e em países distantes geograficamente do Brasil; existe associa o entre o ambiente externo e a cria o de valor no exterior, sendo que o dos países-membros da OCDE é mais forte e positivo para as competências de inova o (P&D), ao passo que o ambiente externo de subsidiárias regionais ou em países n o-membros da OCDE é mais fraco, o que n o sustenta a forma o de cria o de valor.

Full-Text

comments powered by Disqus