全部 标题 作者
关键词 摘要


Achados oculares em crian as de zero a seis anos de idade, residentes na cidade de S o Caetano do Sul, SP

Keywords: Triagem de massa , Ambliopia , Erros de refra o , Estrabismo , Fatores socioecon micos , Participa o comunitária , Lactente , Pré-escolar , Crian a

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

OBJETIVO: Determinar a prevalência de erros refrativos, estrabismo, ambliopia e anisometropia nas crian as pertencentes à popula o em estudo, utilizando dois métodos de rastreamento (triagem na escola e triagem durante o dia da vacina o contra a poliomielite). MéTODOS: Foram examinadas 2.640 crian as, residentes da cidade de S o Caetano do Sul, entre zero e seis anos de idade, divididas em duas amostras (A e B). A amostra A consistiu de 476 crian as que foram examinadas por dez oftalmologistas e onze técnicos oftálmicos, durante o Dia Nacional de Vacina o (20 de junho de 1998) contra a Poliomielite. A amostra B consistiu de 2.164 crian as que freqüentavam escolas municipais, entre quatro e seis anos de idade e foram examinadas por dois oftalmologistas durante o ano de 1998. RESULTADOS: Na amostra A, a prevalência de estrabismo foi de 3,36% e de anisometropia foi de 1,26%. O principal tipo de erro refrativo encontrado foi a hipermetropia < 2D. Necessitaram de prescri o óptica 14,11% das crian as. Em rela o à amostra B, a prevalência de estrabismo foi de 1,43%. Nas crian as que falharam na triagem, a prevalência de ambliopia foi de 1,39%, 2,8% de anisometropia e necessitaram de prescri o óptica, 56,48%. O principal tipo de erro refrativo encontrado foi o astigmatismo hipermetrópico composto. CONCLUS O: Embora em município com perfil socioecon mico privilegiado, a prevalência de estrabismo, anisometropia, ambliopia e erro refrativo n o foi inferior à relatada na literatura. Com rela o à metodologia de rastreamento, o Dia Nacional de Vacina o contra a Poliomielite mostrou-se eficiente ferramenta metodológica já que houve grande participa o da popula o alvo.

Full-Text

comments powered by Disqus