oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

2020 ( 4 )

2019 ( 239 )

2018 ( 342 )

2017 ( 325 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 314322 matches for " Júlia Silveira Matos "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /314322
Display every page Item
Lucien Febvree a quádrupla heran a: aspectos teóricos do campo biográfico
Júlia Silveira Matos
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2007,
Abstract: Lucien Febvre marcou sua trajetória pelo estilo de pesquisa histórica, manuseio das fontes e forma inovadora de constru o biográfica. Seu método e estilo de fazer história muito se diferenciaram da tradi o intelectual existente em seu tempo. O método de investiga o histórica presente em seus artigos veiculados pela revista Annales foi reformulado por seus sucessores, com o passar das décadas e os novos problemas sociais surgidos, mas a obra de Febvre continua sendo referência para os historiadores atuais contendo ainda muito a ser desvelado, conforme proposto por André Burguière. Dessa forma, no presente artigo nos propomos analisar a heran a quádrupla no desenvolvimento de seu método de investiga o e proposta teórica para o campo de estudo da biografia.
A história estrutural: trajetória, conceitos e aplicabilidade
Júlia Silveira Matos
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2010,
Abstract: Na Fran a, o movimento posteriormente intitulado de Annalistes exerceu uma verdadeira hegemonia no processo de renova o dos métodos e problemáticas da História. Entretanto, suas reflex es permaneceram muito mais no campo da epistemologia do que propriamente da teoria histórica. Somente as gera es posteriores a Marc Bloch e Lucien Febvre, chamados os pais fundadores dos Annales, buscaram a sistematiza o de metodologias e esbo os de uma possível teoria, inspirada por diversas ciências – lingüística, geografia, psicologia, antropologia, sociologia, entre outras. A partir dessa percep o, propomos no presente artigo, debru ados sobre o texto-manifesto de Fernando Braudel “História e Ciências Sociais”, a discuss o do desenvolvimento das análises de cunho estrutural na história, n o apenas enquanto teoria, mas principalmente enquanto método, de forma que possamos perceber as possibilidades de aplica o da abordagem estrutural na pesquisa histórica.
Os intelectuais, a Alian a Liberal e as críticas ao personalismo: heran as da tradi o do pensamento político brasileiro
Júlia Silveira Matos
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2009,
Abstract: Neste artigo temos por objetivo comparar as críticas ao personalismo político brasileiro contidas em Terra desumana: a voca o revolucionária do presidente Arthur Bernardes, de Assis Chateaubriand, e Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda, de forma a percebermos como a proposta apresentada pela Alian a Liberal em fins de 1929 teria se utilizado em muito desses conjuntos de princípios e idéias defendidos por esses intelectuais. Ainda, de forma comparativa, buscamos perceber como essas obras se enquadram na tradi o do pensamento político brasileiro e remontam a quest es apresentadas nas obras A organiza o nacional, de Alberto Torres, e Popula es meridionais, de Oliveira Vianna.
O intelectual e a obra Raízes do Brasil: uma discuss o historiográfica
Júlia Silveira Matos
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2006,
Abstract: A obra de Sérgio Buarque de Holanda, desde sua morte, ganhou inúmeros intérpretes e questionadores que se dispuseram a analisar seu enigmático conceito de “Homem Cordial”. Entretanto, a maioria das análises hoje existentes considera sua obra Raízes do Brasil uma síntese da história do país, voltada à cultura brasileira, e desconsideram seu caráter político e questionador frente aos cordialismos que deterioram nossa política. No presente trabalho, apresentamos as interpreta es tradicionais da obra desse autor e como muitas vezes estas foram produzidas de forma descontextualizada.
Lutero como mito: a explora o do mito enquanto signo de linguagem
Júlia Silveira Matos
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2006,
Abstract: O presente artigo analisa a constru o do discurso do historiador Lucien Febvre em sua obra Martinho Lutero: um destino, publicada em 1927. Febvre estudou o indivíduo Lutero devido ao seu simbolismo em rela o à forma o dos conceitos, identidade e sentimentos coletivos. Dessa forma, segundo o autor, a imagem do indivíduo Lutero teria sido utilizada para a constru o de uma imagem coletiva. Conclui-se que essa obra foi o meio que o autorencontrou para estabelecer um diálogo com o povo germanico da Alsácia-Lorena, nos anos entre-guerras. Febvre fez nessa obra uma história do “n o-dito”, cabendo a nós desvendá-la.
Tradi o e modernidade na obra de Sérgio Buarque de Holanda
Júlia Silveira Matos
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2005,
Abstract: Sérgio Buarque de Holanda é considerado um dos maiores historiadores do nosso tempo, e sua obra, principalmente Raízes do Brasil, em seu conjunto, tornou-se referência na historiografia nacional. No entanto, Buarque de Holanda, ao produzir Raízes do Brasil, n o se prop s fazer um livro de história, mas uma obra que dialogasse com seu tempo e problemas sociais, fazendo, assim, uma história do tempo presente.
O cinema e as interpreta es do Brasil: de Machado a Frei Betto
Júlia Silveira Matos
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2008,
Abstract: O cinema nacional e internacional recorreu e continua a recorrer à inspira o e auxílio de obras consagradas ou polêmicas para compor seus substratos. No Brasil, filmes baseados em livros, como Tropa de elite ou mesmo Batismo de sangue, que aqui se analisa mais detidamente, n o s o novidade. No entanto, é interessante perceber como o cinema nacional tem servido como fonte para novas, ou velhas, interpreta es do Brasil e de suas estruturas sociais, político-econ micas e administrativas. Esse viés do cinema brasileiro acabou por configurar uma quarta tendência interpretativa do Brasil, que podemos chamar de denunciante. Esta se utiliza, para constituir sua crítica e denúncia dos problemas nacionais, tanto de substratos literários quanto de históricos. Assim, o cinema brasileiro tem se debru ado sobre a literatura e a história nacional para apresentar sua mensagem. Apresenta-se neste artigo a análise de dois filmes baseados em livros: Memórias póstumas de Brás Cubas, proveniente da literatura machadiana, e Batismo de sangue, baseado na obra de denúncia escrita por Frei Betto.
Essay: Memória (lembran a), esquecimento e representa o em uma cinebiografia do século XX: “nós que aqui estamos por vós esperamos”
Júlia Silveira Matos
Revista Tempo, Espa?o e Linguagem , 2011,
Abstract: When we look back we realize that twentieth century seems a ghost that every day lost in the seas of our forgetfulness. His memory is kept by the records of your files, books, films and documentaries. With precisely this aim of maintaining and even more criticism and analysis of the memory on the last century, in 1998, filmmaker Marcelo Masag o wrote the screenplay, produced and directed the documentary “We’re here for you to expect.” But how to analyze and study a film that does not purport to be a historical film or a documentary? Production that is actually presented as a biopic of the century. The commitment of the historian front of the cinema as a source, which may be rich in multiple meanings, is to realize that his criticism can not limit what is in the movie, but all that “surrounds and which communicates necessarily” (IRON, 1976:203). In other words, historical analysis of the document film should be concerned with the interrelationship of the work with its relational context. Thus, in this paper we analyze the relationship between the central argument of Marcelo Masag o and their philosophical production as a means to understand remaking of memory (memory), representing the past, the present analysis, the establishment of his criticism to “possible forgetfulness “of society and its new representation of the historical trajectory of the twentieth century.
A contru o do canal de Suez e a forma o do conflito: a for a de paz brasileira na Faixa de Gaza
Francisca Carla Santos Ferrer,Júlia Silveira Matos
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2006,
Abstract: Apesar de ocorrerem ainda inúmeros conflitos, após 1945 as na es uniram-se em busca de paz. A ONU passou a intervir em conflitos armados sempre que achasse necessário para a manuten o da paz. Entretanto, o imperialismo havia deixado suas marcas em diversos países da áfrica, que após a Segunda Guerra Mundial se lan aram na luta por independência. Este foi o caso de Suez. No presente artigo apresentamos nossa análise sobre a forma o do conflito árabe-israelense na Faixa de Gaza e da efetiva participa o brasileira, como for a de paz enviada pela ONU, na Guerra dos Seis Dias.
Gest?o de recursos humanos em bibliotecas universitárias: reflex?es
Silveira, Júlia Gon?alves da;
Ciência da Informa??o , 2009, DOI: 10.1590/S0100-19652009000200010
Abstract: the results of a literature review about human resources management at university libraries are brought out here for the purpose of knowing the present situation presented by some scholars in this area, as well as contributing to the betterment of the performance of managers of information units operating in this academic context. the reality studied through selected works for analysis suggests changes in the positions concerning the performance of managers of the national university libraries, as well as in the way of how the organizations take into consideration their subsystems. it is recommended that both the librarians and university institutions take up a more effective position as regards investments in activities of capacity, improvement and qualification. so better conditions should be held for implementing services and products of scientific and technological information fitting better for the demands and needs of especially the academic community. it is furthermore suggested that the university library managers may take up a more effective attitude in relation to the political and humanitarian positions before the new economic world order, in which social, cultural and haman aspects are placed in a second plan.
Page 1 /314322
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.