oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

2020 ( 1 )

2019 ( 42 )

2018 ( 63 )

2017 ( 53 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 30794 matches for " Fernando Henrique Taques "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /30794
Display every page Item
Altman’s Bankruptcy Prediction Model: Test on a Wide Out of Business Private Companies Sample  [PDF]
Mauricio Takahashi, Fernando Henrique Taques, Leonardo Basso
iBusiness (IB) , 2018, DOI: 10.4236/ib.2018.101002
Abstract: This study tests the accuracy of the Altman bankruptcy prediction model for a wide private companies’ sample that went bankrupt in the years 1985 to 2013. Financial ratios used in the model calculations, Z’-Score (Altman’s Z for private companies) also provide useful information on the solvency and probability of bankruptcy for privately held companies from the sample. The findings do not support the assertion that the Z’-Score can be generalized to countries and sectors different from industrial sector. The general number of bankruptcies may be an antecedent variable to certain economic and/or financial crises, but the results indicate a correct identification of bankruptcy risk only to two thirds of the sample of companies.
The 2007-08 Financial Crisis from a Marxist View  [PDF]
Fernando Henrique Taques, Henrique Pavan Beiro De Souza, Douglas Alcantara Alencar
Modern Economy (ME) , 2017, DOI: 10.4236/me.2017.89074
Abstract: The international financial crisis in the American economy in 2008 brought again to the fore an economic discussion on the origin of crises. Previously, only the 1929 accident had such magnitude, putting in discussion the economic policies adopted until then, raising the economic debate between several economic schools of thought. The effects of the crisis were notorious about the financial markets, but also hit hard the real economy, especially the productive sector, such as industry and services. Indeed, the consequences on employment, income and on the level of trade were not only felt by the American economy, but also in other countries. Starting from this context, this article aims to describe the propelling elements and the forms of theoretical manifestation of the crises under a marxist perspective, seeking to understand the origins of this phenomenon from the marxist stream, as well as discourse about the 2008 crisis and its developments on the American economy. Therefore, it makes use of economic indicators on the evolution of prices and sale of real estate in the United States, growth rate of gross domestic product and employment and income between 2000 and 2010. The methodology also includes the arguments on the capital bearer of interest and fictitious capital in addition to the role of the rate of profit, exposed in the Marxist conception of the origin of financial crises. As a result, it can be seen that the fictitious capital dominates economic and political relations so that the crisis has its origin on capital and not in the productive sphere.
A política externa do Brasil no início de um novo século: uma mensagem do Presidente da República
Cardoso, Fernando Henrique;
Revista Brasileira de Política Internacional , 2001, DOI: 10.1590/S0034-73292001000100001
Abstract: the article defines the foreign policy of the president fernando henrique cardoso regarding three changes in brazil: 1. from an authoritarian regime to democracy; 2. market liberalization; 3. monetary stabilization. it questions what should be the next steps in foreign policy in a scenario of growing transnational flux and interdependence.
Decreto n° 3.276, de 6 de Dezembro de 1999
Cardoso Fernando Henrique
Educa??o & Sociedade , 1999,
Abstract:
CETICISMO E PRINCíPIOS EPISTêMICOS
Fernando Henrique Faustini Zarth
Griot : Revista de Filosofia , 2012,
Abstract: A identifica o e análise de princípios epistêmicos têm possibilitado ganhos significativos no estudo do ceticismo nas últimas décadas, isso n o significa que estejamos próximos de um consenso sobre quais princípios devem ser aceitos. Entendendo p como qualquer proposi o que geralmente admitiríamos saber, como “aqui há uma m o”, e sk como alguma proposi o incompatível, como “estou sendo enganado por um gênio que me induz a crer em coisas que n o existem”, o argumento can nico para o ceticismo acadêmico pode assim ser formalizado: (1) Se S está justificado ao crer que p, ent o S está justificado ao crer que ~sk; (2) S n o está justificado ao crer que ~sk, logo, (3) S n o está justificado ao crer que p. Implicitamente, pode-se notar: o cético advoga que a rela o epistêmica tida com uma proposi o deve ser preservada nas proposi es decorrentes dessa e, uma vez falho o cumprimento dessa exigência, resulta-se inescapavelmente no ceticismo. Para resolver essa quest o, alguns filósofos rejeitaram o ceticismo negando a premissa (1). Outros, como Klein, concedem (1) ao cético, porém negam sua conclus o, apontando que este falha em sua defesa de (2). Discute-se aqui a viabilidade dessas alternativas.
Análise e memória (recorda es de Enzo Faletto) Analysis and memory (recollections of Enzo Faletto)
Fernando Henrique Cardoso
Tempo Social , 2007, DOI: 10.1590/s0103-20702007000100011
Abstract:
FRAGMENTA O DO DIREITO INTERNACIONAL E LAW MAKING
Fernando Henrique Castanheira
Revista da SJRJ , 2010,
Abstract: Este artigo prop e uma análise sobre as implica es políticas do processo de fragmenta o do Direito Internacional no Pós-Guerra Fria. O objetivo é refletir as rela es desse processo com o law making do Direito Internacional e propor alguns questionamentos fundamentais. Busca-se uma análise n o restrita à dogmática jurídica, mas que leve em considera o as estruturas e rela es de poder subjacentes aos discursos e às interpreta es deste debate. O texto sugere alguns elementos para um diagnóstico sobre a inser o dos atores internacionais na forma o da agenda do Direito Internacional. E, dessa forma, contribuir para a constitui o de fundamentos teóricos que permitam pensar os efeitos produzidos pela normatividade jurídica contemporanea sobre os objetivos e as estratégias de a o dos diversos atores no campo jurídico internacional.
Las conferencias de cúpula iberoamericanas
Fernando Henrique CARDOSO
América Latina Hoy , 2009,
Abstract: RESUMEN: En 2003, los Jefes de Estado y Gobierno de la comunidad iberoamericana encargaron al ex presidente brasile o Fernando Henrique Cardoso la tarea de conducir un esfuerzo de reflexión sobre el sistema de Conferencias Iberoamericanas. Cardoso organizó y presidió un grupo de trabajo integrado por representantes de alto nivel de diversos países y, en los primeros meses de 2003, condujo un amplio ejercicio de consultas en la región. Sobre esa base, presentó las conclusiones del grupo en la XIII Cumbre Iberoamericana de Jefes de Estado y de Gobierno, llevada a cabo en Santa Cruz de la Sierra, Bolivia, el 15 noviembre de 2003. En este artículo se reproducen dichas conclusiones precedidas por una introducción especial de Cardoso. ABSTRACT: In 2003, the Chiefs of State and Government of the Ibero-American community commissioned former Brazilian president Fernando Henrique Cardoso to lead a collective effort aimed at renewing the system of Ibero-American Summit Conferences. Cardoso organized and presided over a task force composed of high level specialists from various countries, and during the first months of 2003 led a wide round of consultations across the region that led to a final report. It was presented to the XIII Ibero-American Summit, held in Santa Cruz de la Sierra, Bolivia, on November 15, 2003. The report is reproduced here, introduced by a special piece wrote by Cardoso himself.
Uma revis o bibliográfica sobre a utiliza o do Nintendo Wii como instrumento terapêutico e seus fatores de risco
Fernando Henrique Sousa
Revista Espa?o Acadêmico , 2011,
Abstract: A Nintendo lan ou em 2006 o Nintendo Wii, um console de videogame doméstico que permite ao usuário a sensa o do movimento de diferentes esportes. O Nintendo Wii, utiliza o wii remote, que capta os movimentos realizados pelo usuário ao movê-lo, por meio de três aceler metros embutidos e de uma camera infravermelho, além do sistema de vibra o e um pequeno alto-falante que emite sons mais simples e próximos para medir os movimentos da m o em três dimens es, como o bater da espada, o som de um tiro ou até raquetes de tênis. Os sensores do wii remote captam todo o movimento do corpo do jogador, o que desperta o interesse de algumas entidades e Fisioterapeutas na utiliza o do Nintendo Wii com o objetivo da reabilita o. Este trabalho teve como objetivo relatar a utiliza o do Nintendo Wii como ferramenta terapêutica na Fisioterapia e os ricos da utiliza o deste recurso sem a supervis o de um profissional da saúde capacitado na sua utiliza o como instrumento de reabilita o. Foi realizada revis o bibliográfica em bases de dados disponíveis na internet (Pubmed e Scielo) e publica es em periódicos e em anais de congressos científicos. Conclui-se que a utiliza o do Nintendo Wii na reabilita o motora oferece informa es para uma próspera área de atua o; no entanto, o número restrito de pesquisas sugere que se realize um maior número de pesquisas científicas e estudos de caso utilizando o Nintendo Wii como instrumento de reabilita o.
Afinal, existe algum aspecto positivo no modelo da Escola Tradicional?
Fernando Henrique Protetti
Revista Espa?o Acadêmico , 2010,
Abstract: O artigo apresenta elementos de reflex o sobre o campo da educa o escolar, relativo às distintas teorias pedagógicas e suas concep es sobre o processo do trabalho educativo. Objetiva-se compreender a rela o entre o modelo pedagógico da Escola Tradicional e o debate existente com outras perspectivas pedagógicas, na procura de responder a quest o que corresponde ao título do artigo: afinal, existe algum aspecto positivo no modelo pedagógico da Escola Tradicional? Inicialmente, realiza-se a exposi o do modelo pedagógico da Escola Tradicional, na defini o dos elementos singulares do seu método de ensino. No segundo momento, investigam-se as diferentes críticas recebidas pela Escola Tradicional por meio da exemplifica o de duas teorias pedagógicas, Escola Nova e Pedagogia das Competências, com a inten o de identificar as características comuns que envolvem ambas as críticas, a partir da tese que versa sobre a existência de “pedagogias negativas”, a nega o de tudo aquilo a que se refere à Educa o Tradicional. Finalmente procura-se responder através desta investiga o a seguinte quest o: a partir da considera o de que todas as críticas recebidas figuram a Escola Tradicional como um modelo pedagógico atrasado e anacr nico, será possível a existências de algum aspecto positivo nesta concep o de trabalho educativo?
Page 1 /30794
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.