oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Search Results: 1 - 10 of 6954 matches for " significado do trabalho "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /6954
Display every page Item
RECOMPOSI O DA RELA O SUJEITO -TRABALHO NOS MODELOS EMERGENTES DE CARREIRA
Pedro F. Bendassolli,Pedro F. Bendassolli,Pedro F. Bendassolli
Revista de Administra??o de Empresas , 2009,
Abstract: Nosso objetivo neste artigo é analisar a recomposi o da rela o sujeito-trabalho presente em modelosemergentes de carreira concebidos na confluência de tradi es sociológicas, psicológicas e gerenciais.Utilizamos o termo recomposi o, pois esses modelos têm em comum a partilha de um humor de épocaque se generalizou especialmente nos últimos quarenta anos, consistindo em enfatizar a fragiliza o,a precariza o, a desmontagem e a consequente necessidade de transforma o dos modelos de carreiratradicionais, calcados em torno da no o de emprego herdada da sociedade industrial. Apresentamose analisamos os pressupostos centrais de oito modelos emergentes de carreira e questionamos como, apartir deles, sujeito, trabalho e organiza es s o reelaborados em resposta à desinstitucionaliza o doemprego observada no mesmo período em que eles foram propostos. Concluímos propondo que os modelosemergentes de carreira s o dispositivos discursivos cuja crítica pode nos trazer informa es valiosassobre as ambiguidades e tens es do trabalho na atualidade.
Em Busca do Significado do Trabalho: relato de um estudo qualitativo entre executivos In search of the meaning of the work: overview of a qualitative study among executives En Busca del Significado del Trabajo: relato de un estudio cualitativo entre ejecutivos
CODA, Roberto,FONSECA, Glaucia Falcone
Revista Brasileira de Gest?o de Negócios , 2004,
Abstract: RESUMO O presente artigo é fruto de um estudo realizado junto a um grupo de executivos, que teve por objetivo compreender o significado atribuído ao trabalho. A pesquisa foi conduzida segundo a abordagem qualitativa, com base na Fenomenologia. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas individuais, adotando-se para o processo analítico, o método proposto por Giorgi (1985), composto de quatro passos e que parte dos depoimentos da experiência vivida para chegar à compreens o do fen meno. Os resultados obtidos indicaram que o trabalho assume para cada indivíduo, um significado, uma fun o, relacionada aos seus desejos e necessidades, o que o transforma, portanto, num instrumento para realiza o dessas pessoas. O estudo permitiu ainda a identifica o de 10 categorias de significado, que v o ao encontro dos resultados obtidos pelo Meaning of Working – MOW (1987) – sobre o tema. Constatou-se também que à medida que o trabalho consegue cumprir sua fun o, ou seja, quando é provido de significado para o indivíduo, há um sentimento de gratifica o e prazer, o que leva à reflex o sobre a importancia de estudos sobre o Significado do Trabalho, cujos resultados beneficiam: 1) os profissionais, pois as investiga es levam a um questionar-se e, portanto, à busca de um maior conhecimento dos próprios desejos e necessidades, com conseqüente envolvimento com as atividades mais significativas; 2) as empresas, que podem buscar um maior ajuste entre os objetivos organizacionais e as expectativas dos indivíduos, resultando em qualidade, sinergia e eficácia. ABSTRACT The present article is derived from of a study accomplished in a group of managers which objective aimed at understanding the meaning attributed by them to the work they perform. The research has been conducted according to a qualitative approach, based on Phenomenology. The collection of data was obtained through individual interviews, adopting as analytical process the method proposed by Giorgi (1985), involving four steps, and starting with verbal reports about living experiences to get to the understanding of the phenomenon. The results obtained indicated that, for each individual, work assumes a different meaning, a function related to his wishes and needs, transforming the work itself in an instrument for their self-actualization. The study also allowed the identification of 10 categories of meaning: 1) a means for taking part in something, belonging; 2) independence, autonomy; 3) an instrument for the transformation of society, of the organization; 4) a means for building something; 5) knowledge, en
Debates sobre a centralidade do trabalho e a participa o na informalidade
Breno Bittencourt Santos,Marina Félix de Melo
International Journal on Working Conditions , 2011,
Abstract: Tradicionalmente, relaciona-se o trabalho, ou a ausência deste, com a posi o que os indivíduos ocupam no sistema de estratifica o social, fazendo com que a posi o social dos indivíduos seja determinada em fun o de sua posi o profissional. Neste contexto de mudan as do mundo do trabalho, o chamado terceiro setor da economia, que compreende principalmente o setor de servi os, passou a tornar-se uma categoria analítica privilegiada de análise, fazendo com que autores como Cacciamali (2000), Dedecca (1997), Barbosa (2008), Borges (2007), Druck (2007), entre outros, debrucem-se sobre as novas (e precárias) formas de trabalho na contemporaneidade para analisar como o trabalho vem a abandonar o seu formato clássico para existir sob novas formas, muito embora permanecendo como elemento central da organiza o social.
Reabilita o profissional: o coletivo como ferramenta de re-significa o
Poersch, Ana Luísa,Ramos, Márcia Ziebell,Silva, Rosane Neves da
Psico , 2010,
Abstract: O presente trabalho é fruto de uma experiência de interven o em estágio curricular do curso de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Estágio este com ênfase em Saúde do Trabalhador e realizado em um hospital geral, abrangendo, dentre outras atividades, um grupo com trabalhadores afastados do trabalho em Reabilita o Profissional. Relata-se aqui uma interven o neste coletivo, embasada na no o de Grupo-Dispositivo (Barros, 1997), na qual, através de uma Oficina Terapêutica construída pelos próprios participantes, s o possibilitados questionamentos e movimentos que permitiram re-significar os modos de produzir a rela o entre trabalho e subjetividade.
Vis es sobre o trabalho em transforma o
Toni Míriam de
Sociologias , 2003,
Abstract: No artigo, considera-se que as transforma es que têm marcado nossas sociedades a partir da crise e reestrutura o do capitalismo desde as últimas décadas do século XX repercutem fortemente sobre as rela es de trabalho, desordenando as rela es que conformaram o Estado de Bem-Estar Social e reordenando-as sob a égide da regula o pelo mercado. Considerando o papel central atribuído ao trabalho em nossas sociedades, torna-se relevante discutir as diferentes interpreta es sobre os fen menos emergentes no mundo do trabalho - desde enfoques que apontam para o "fim do trabalho" até os que defendem a permanência da centralidade do trabalho -, refletindo sobre suas implica es sociais. Ressalta-se que o processo veloz de difus o tecnológica em voga vem precarizando as rela es de trabalho, ampliando inseguran as e vulnerabilidades e sendo fonte crucial de desigualdade social. Encerra-se o artigo com reflex es sobre o evolver do mundo do trabalho, propondo um olhar crítico a posi es extremadas sobre o tema e ressaltando as repercuss es desfavoráveis acarretadas pelas muta es em curso, no sentido de advertir sobre conseqüências sociais n o desejadas.
Uma abordagem da Psicologia do Trabalho, na presen a do trabalh
Carlos Eduardo Carrusca Vieira,Vanessa Andrade Barros,Francisco de Paula Antunes Lima
Psicologia em Revista , 2007,
Abstract: O pr e s ent e a r t i g o di s cut e fundament o s e pr e s supo s i e sf r e qüent ement e ut i l i z ado s c omo pont o de pa r t ida pa r a acompreens o dos fen menos ligados ao trabalho, que o colocamcomo um mero “apêndice”. Com base na discuss o dos conceitosde trabalho prescrito e trabalho real, dos marcos teóricometodológicos da ergonomia, ergologia e da psicologia materialista,o texto aponta as implica es problemáticas de tais perspectivas eapresenta a abordagem da Psicologia do Trabalho, para a qual aexperiência do trabalho real e dos trabalhadores se configura comoc a t e g o r i a c e n t r a l n a c o m p r e e n s o d a s u b j e t i v i d a d e , d odesenvolvimento do sujeito e dos processos de saúde/doen a, comoa concebe Yves Clot. Relata-se aqui a experiência do projeto depesquisa/extens o “Conex es de Saberes sobre o Trabalho”,realizado na perspectiva metodológica da “Comunidade CientíficaAmpliada” e do “Dispositivo Dinamico a Três Pólos”. Discutemse os fatores que conduzem ao assédio moral, que, analisado sob aó t i c a d o “ t r a b a l h o r e a l” , é r e c o n f i g u r a d o c omo “a s s é d i opsicossocial”.
Aonde vai o Trabalho Humano?
Henrique Rattner
Revista Espa?o Acadêmico , 2010,
Abstract: Foi este o título de um livro baseado em pesquisa na indústria francesa, do sociólogo Georges Friedmann, publicado no início da década dos cinqüenta do século passado. Logo depois, Friedmann publicou outra pesquisa em livro intitulado “O trabalho em migalhas” (Le travail em mièttes), no qual analisa criticamente o fracionamento das opera es de trabalho e o come o da automa o, ambos ilustrados no inesquecível filme de Charles Chaplin, “Tempos Modernos”.
Meanings attributed to labor and their implications in contemporary organizations
Romilda Ramos de Araújo,Maria Iolanda Sachuk
Rege : Revista de Gest?o , 2007,
Abstract: Mudan as ocorridas no mundo do trabalho têm alterado substancialmente as rela es de trabalho e as rela es socioculturais-econ micas. Conseqüentemente, alteram-se também os sentidos que v o sendo atribuídos ao trabalho e, por conseguinte, imp em-se aos indivíduos novas percep es, novas formas de agir, pensar e sentir o seu fazer. Assim, este artigo tomou como análise a própria categoria trabalho como um universo de significados, cuja transforma o no tempo e na história traz implica es aos modos de viver e subjetivar. O objetivo principal do artigo consistiu em analisar os sentidos do trabalho presente nas organiza es contemporaneas e suas implica es na constitui o do homem enquanto sujeito, visto que o debate que envolve o mundo do trabalho é um dos temas essenciais da contemporaneidade. O enfoque metodológico pautou-se, eminentemente, por um estudo teórico sobre a rela o homem-trabalho, na busca por compreender os sentidos que foram e continuam sendo atribuídos a essa dimens o significativa da vida humana. Com o intuito de propiciar uma vis o o mais totalizante possível, recorreu-se a diferentes áreas do conhecimento, tais como Sociologia, Psicologia e Ciências Sociais, para apreender os sentidos do trabalho e as ideologias subjacentes a ele em diferentes contextos históricos. Changes in the labor system have substantially transformed work, economic, social and cultural relationships. New meanings attributed to labor have imposed different perceptions, feelings, thoughts and actions on the subject. Considering the importance of the world of labor as a current subject, the labor system as a whole was analyzed in contemporary organizations to understand its impact on ways of thinking and living. A theoretical study of the relationship between man and labor was made in an effort to comprehend the meanings that continue to be associated with this important dimension of human activity. To achieve a most comprehensive historical outlook, the meanings of labor and underlying ideologies were studied from the perspective of disciplines such as Psychology, Sociology and Social Sciences.
TESTE DO CAPM CONDICIONAL DOS RETORNOS DE CARTEIRAS DOS MERCADOS BRASILEIRO,ARGENTINO E CHILENO, COMPARANDO-OS COM O MERCADO NORTE-AMERICANO
Elmo Tambosi Filho,Fábio Gallo Garcia,Joshua Onome Imoniana,Luiz Maurício Franco Moreiras
Revista de Administra??o de Empresas , 2010,
Abstract: Este trabalho investigou a rela o entre subjetividade e seguran a do trabalho no setor de manuten o de uma empresa deminera o de grande porte. Verificou que a experiência com um grupo de mútua ajuda pode ser usada como instrumento demelhoria da seguran a do trabalho. Foi estudado um grupo de mútua ajuda denominado Programa Hoje N o, composto por35 trabalhadores do setor de manuten o. Os métodos empregados foram entrevistas conforme os modelos da psicodinamicado trabalho e da psicossociologia, além da clínica do trabalho e da análise ergon mica do trabalho. Com as técnicas do ProgramaHoje N o, aplicadas no grupo, o número de acidentes foi reduzido até atingir valores nunca alcan ados em 11 anos.
Subjetividade e seguran a do trabalho: a experiência de um grupo de mútua ajuda
Gilbert Cardoso Bouyer,Gilbert Cardoso Bouyer
Revista de Administra??o de Empresas , 2010,
Abstract: Este trabalho investigou a rela o entre subjetividade e seguran a do trabalho no setor de manuten o de uma empresa deminera o de grande porte. Verificou que a experiência com um grupo de mútua ajuda pode ser usada como instrumento demelhoria da seguran a do trabalho. Foi estudado um grupo de mútua ajuda denominado Programa Hoje N o, composto por35 trabalhadores do setor de manuten o. Os métodos empregados foram entrevistas conforme os modelos da psicodinamicado trabalho e da psicossociologia, além da clínica do trabalho e da análise ergon mica do trabalho. Com as técnicas do ProgramaHoje N o, aplicadas no grupo, o número de acidentes foi reduzido até atingir valores nunca alcan ados em 11 anos.
Page 1 /6954
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.