oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

2013 ( 12 )

2012 ( 24 )

2011 ( 12 )

2010 ( 14 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 118 matches for " modelagem "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /118
Display every page Item
A Utiliza o da Modelagem Computacional Qualitativa no Estudo do Sistema Predador-Presa
Thiéberson Gomes,Laércio Ferracioli
Revista Brasileira de Informática na Educa??o , 2009,
Abstract: Este artigo apresenta resultados relacionados ao desenvolvimento de atividades de modelagem expressiva com o Ambiente de Modelagem Computacional Qualitativo WorldMaker no estudo de um tópico em Ciências. O fen meno abordado foi a dinamica de popula es de predadores e presas vivendo juntos e interagindo em um ambiente isolado. Para realizar este estudo foi desenvolvido um Curso de Extens o com estudantes universitários das áreas de ciência e tecnologia. Os resultados mostram que os estudantes foram capazes de construir modelos do sistema proposto e, também, mostram algumas habilidades e dificuldades apresentadas por eles no processo de constru o do modelo neste ambiente de modelagem.
Simula o dos efeitos das mudan as do uso da terra na dinamica de carbono no solo na bacia do rio Piracicaba
SILVEIRA ANDRéA MARIA,VICTORIA REYNALDO LUIZ,BALLESTER MARIA VICTORIA,CAMARGO PLíNIO BARBOSA DE
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2000,
Abstract: Neste trabalho teve-se como objetivo testar o modelo CENTURY para simular os efeitos das mudan as de uso da terra nos teores de carbono no solo e na produ o primária líquida na bacia do rio Piracicaba, SP. O modelo foi parametrizado e as simula es foram realizadas considerando-se áreas de florestas, pastagens e cana-de-a úcar, dada a sua importancia econ mica. Os resultados obtidos indicaram que a altera o do uso/cobertura do solo provoca a diminui o do estoque de carbono do solo. As simula es realizadas na transi o de uma floresta para cana-de-a úcar indicaram um decréscimo de 28% no estoque de carbono nos primeiros 12 anos, e diminui o de 42% com 50 anos de cultivo do solo com essa gramínea. Na simula o da transi o de uma floresta para pasto, seguida do cultivo da cana-de-a úcar, verificou-se que na primeira mudan a (floresta-pastagem) a perda de carbono foi de 24%, enquanto na segunda altera o (pastagem-cana) a perda foi de 22%. Com rela o à produ o primária, os resultados obtidos de floresta (6,6 t ha-1 ano-1), cana-de-a úcar (77, 82, 80 t ha-1 ano-1) e pasto (6,5 t ha-1 ano-1), mostraram-se similares aos valores observados no campo por outros autores.
Práticas contemporaneas de geocomputa o aplicadas ao ambiente urbano digital Contemporary pratices in geocomputing applied to digital urban environment
Otávio Martins Peres,Mauricio Couto Polidori
Urbe : Revista Brasileira de Gest?o Urbana , 2011,
Abstract: A dinamica espa otemporal urbana é um processo de difícil apreens o, pela elevada quanti-dade de fatores presentes na cidade e na paisagem que integra, pelas suas estreitas rela es e diferentes escalas. Para esse enfrentamento, a ciência urbana demanda novas ferramentas que contemporaneamente ganham em rigor geoespacial, possibilidades representativas, e simulta-neamente passam a envolver a variável temporal. Associando conceitos e práticas da ciência do espa o, da modelagem urbana e dos sistemas computacionais, o objetivo do trabalho é trazer à tona um conjunto de instrumentos para abordar o ambiente urbano de modo digital, possibilitados a partir de recursos das geotecnologias. O trabalho apresenta aplica es de dife-rentes sistemas de informa es geográficas (SIG) no campo da ciência, dos servi os e para auxiliar no suporte à tomada de decis es. Da convergência entre as geotecnologias, das cida-des visuais e da geocomputa o, ambientes urbanos do presente, passado e futuro podem ser virtualmente replicados em ambientes digitais, permitindo avan os nos campos analítico e experimental, e podem ser auxiliares na produ o de conhecimento a respeito do fen meno urbano.
Crescimento de seis espécies nativas na regi o central do estado do Rio Grande do Sul / Growth of six native species in the central area of the state of Rio Grande do Sul
Gerson Luiz Selle,Elisabete Vuaden
Ambiência , 2010,
Abstract: Este trabalho visa reunir informa es sobre pesquisas realizadas, na regi o central do estado do Rio Grande do Sul, sobre crescimento de espécies arbóreas nativas adultas. Foram reunidos dados de revis o sobre pesquisas com Ocotea pulchella, Tabebuia impetiginosa, Astronium balansae, Cordia trichotoma, Cedrela fissilis e Cabralea canjerana. Os resultados obtidos referentes à Ocotea pulchella indicam que a modelagem do crescimento em diametro e volume comercial sem casca, o incremento corrente anual e o fator de forma podem ser estimados pela fun o Quadrática, sendo que o modelo de Backman apresentou o melhor ajuste. Também é correto afirmar que as árvores no estrato superior da floresta apresentaram tendências de crescimento diamétrico superiores às árvores do estrato médio. Para a espécie ipê-roxo, o modelo de Backman ajustou bem o diametro à altura do peito, volume comercial, incremento corrente anual em percentagem do volume comercial e fator de forma comercial. Quanto ao pau-ferro, pelo método Stepwise, foi possível desenvolver modelos que descrevem bem o crescimento em diametro, incremento corrente anual e volume comercial, para árvores dominantes e dominadas. Para o louro-pardo, a fun o Quadrática ajustou melhor os dados do crescimento em diametro, fator de forma comercial, tem como modelo a fun o, enquanto o incremento corrente anual em percentagem do volume comercial tem seu melhor ajuste feito pelo modelo de Backman. A pesquisa com cedro, feita na regi o central do Rio Grande do Sul, apresentou uma metodologia simples e eficaz para modelar à forma da copa da espécie, sendo possível a formula o de alguns modelos, como o de volume, manto da copa e grau de esbeltez. Quanto à canjerana é possível afirmar que a metodologia de substitui o da cronossérie por uma série diamétrica produzem resultados aproveitáveis para a percep o de várias rela es morfométricas da canjerana, podendo-se afirmar que existem rela es estatísticas significativas entre diversas variáveis morfométricas para a espécie. The present work seeks to gather information on accomplished research in the central area of the state of Rio Grande do Sul, on growth of native arboreal adult species. It was considered data from research on Ocotea pulchella, Tabebuia impetiginosa, Astronium balansae, Cordia trichotoma, Cedrela fissilis and Cabralea canjerana. The results obtained referring to Ocotea pulchella indicate that the growth in diameter and commercial volume without peel can be determined by the Quadratic function and, for the annual average increment, as well as the form factor
Modelagem aplicada aos processos digestivos e metabólicos do suíno
Lovatto Paulo Alberto,Sauvant Daniel
Ciência Rural , 2001,
Abstract: Esse estudo bibliográfico descreve os princípios mais importantes da modelagem aplicada aos processos digestivos e metabólicos do suíno. Essa forma de modelagem se apóia, sobretudo, em dois princípios matemáticos: a linearidade e a n o-linearidade, sendo representada essencialmente pelas leis de a o de massa e de Michaelis-Menten, respectivamente. Os modelos foram classificados em explicativos, temporais e paramétricos. Os explicativos descrevem a forma de integra o do conhecimento, podendo ser empíricos ou mecanicos. Os temporais definem a forma de integra o do conhecimento em fun o do tempo, podendo ser estáticos ou dinamicos. Os paramétricos associam os parametros temporais e explicativos, podendo ser deterministas ou estocásticos. Os modelos de crescimento foram integrados em níveis mais subjacentes que os de digest o. Os princípios metabólicos que envolvem o anabolismo e o catabolismo tissulares, bem como as vias de utiliza o dos nutrientes foram melhor estudados nos tecidos proteicos. A presente revis o mostra que os modelos de digest o e de metabolismo já desenvolvidos s o dinamicos, deterministas e empíricos. Na maioria dos casos, esses modelos representam parcialmente os fen menos digestivos e metabólicos do suíno. Os novos modelos devem integrar as formas paramétricas estocásticas, o que os aproxima mais d realidade da cinética celular nos seres vivos, considerando os nutrientes desde a ingest o até sua utiliza o em nível molecular.
COMPARA O DE EQUA ES VOLUMéTRICAS AJUSTADAS COM DADOS DE CUBAGEM E ANáLISE DE TRONCO
Cláudio Thomas,César Martins Andrade,Paulo Renato Schneider,César Augusto Guimar?es Finger
Ciência Florestal , 2006,
Abstract: Este trabalho teve como objetivo comparar estimativas de volume com casca, obtidas com equa es originadas partindo de dados da cubagem com casca e análise de tronco sem casca respectivamente. A base de informa es para o desenvolvimento deste estudo foi obtida em povoamentos de Pinus taeda L. no município de Ponte Alta do Norte, Santa Catarina, sendo composta de duzentos e quarenta árvores cubadas com casca em diferentes idades, as quais foram selecionadas aleatoriamente e distribuídas por classe de diametro. Outra fonte de dados foi obtida com a análise de tronco sem casca de trinta árvores-amostra, distribuídas entre médias e dominantes. Foram testados modelos matemáticos para cada fonte de dados, afim de selecionar o de melhor ajuste e precis o, com base no critério de sele o do Valor Ponderado dos Escores dos Parametros Estatísticos (VP). O resultado do VP revelou a equa o de Schumacher-Hall como mais adequada na estimativa do volume para as respectivas fontes de dados. A compara o entre as estimativas de volume dos modelos ajustados, partindo de dados da cubagem com casca e da análise de tronco sem casca, foi realizada com o teste Qui-quadrado, que demonstrou n o haver diferen a significativa entre elas, permitindo afirmar que é possível obter o volume com casca com base em uma equa o gerada com dados de volume sem casca, obtidos pela análise de tronco.
INVESTIGA O RETROSPECTIVA DO CRESCIMENTO VOLUMéTRICO DE PAU-FERRO (Astronium balansae)
César Augusto Guimar?es Finger,Paulo Renato Schneider,Rute Berger,Jackson Roberto Eleotério
Ciência Florestal , 2002,
Abstract: RESUMO O crescimento em volume de árvores de pau-ferro (Astronium balansae) de uma floresta nativa e de um reflorestamento com doze anos de idade foi estudado pela técnica de análise de tronco. O exame das fatias transversais permitiu somente quantificar o crescimento das árvores oriundas de reflorestamento, por causa da inexistência de cerne nas sec es transversais. Os dados de crescimento foram modelados por meio do procedimento "Stepwise" de regress o, fornecendo equa es de alta precis o e ajuste para descrever o crescimento e incremento médio e corrente anual para uma árvore do estrato dominante e outra do estrato dominado. No período observado, n o foi possível identificar o ponto de máximo incremento em raz o da pouca idade das árvores.
Relation between higher heating value and elemental and mineral biomass plant components Rela o entre o poder calorífico superior e os componentes elementares e minerais da biomassa vegetal
Thiago de Paula Protásio,Lina Bufalino,Gustavo Henrique Denzin Tonoli,Allan Motta Couto
Pesquisa Florestal Brasileira , 2011, DOI: 10.4336/2012.pfb.66.113
Abstract: The aims of this work were to evaluate the correlation, to adjust and select simple and multiple linear statistical models between elemental components (carbon, hydrogen and oxygen) and ash content with higher heating value for plant biomass; to use the principle components analysis for the creation of an energetic development index and to adjust a linear model between energetic development index and higher heating value. Eight types of biomass were used. Three linear and nine multiple statistical models were adjusted. The best models were selected based on the significance of coefficients, adjusted determination coefficient, estimative standard error, coefficient of variation, linearity of parameters, normality, presence of heterocedasticity and lack of error correlation. The variance inflation factor was determined for linear multiple models. High correlation between the variables studied was found. Models 1, 3 and 11 were considered most adequate. Practical use of model 2 is not possible. Principle components analysis was efficient in obtaining an energetic development index of lignocellulosic residues and it may be used for solving multicollinearity found between variables considered. doi: 10.4336/2011.pfb.31.66.113 Os objetivos do trabalho foram avaliar a correla o, ajustar e selecionar modelos estatísticos lineares simples e múltiplos entre os componentes elementares (carbono, hidrogênio e oxigênio) e o teor de cinzas com o poder calorífico superior da biomassa vegetal; utilizar a análise de componentes principais para a cria o de um índice de desempenho energético e ajustar um modelo linear entre o índice de desempenho energético e o poder calorífico superior. Utilizaram-se oito tipos de biomassa. Foram ajustadas equa es referentes a três modelos estatísticos lineares simples e nove múltiplos. Os melhores modelos foram selecionados com base na significancia dos seus coeficientes, no coeficiente de determina o ajustado, no erro padr o da estimativa, no coeficiente de varia o, na linearidade dos parametros, na normalidade, na presen a de heterocedasticidade e ausência de autocorrela o dos erros. Para os modelos lineares múltiplos, determinou-se o fator de infla o de variancia. Encontrou-se alta correla o entre as variáveis. Os modelos 1, 3 e 11 foram considerados os mais adequados. A utiliza o prática do modelo 2 foi impossibilitada. A análise de componentes principais foi eficiente na obten o de um índice de desempenho energético dos resíduos lignocelulósicos e pode ser utilizada para contornar a multicolinearidade encontrada entre as var
Utiliza o de casca de jabuticaba (Plinia SP.) como adsorventes na remo o de cromo (VI): planejamento fatorial, cinética e estudo de equilíbrio
Rafaéla Candido Oliveira da Silva,Rafaela Oliveira,Raquel Dalla Costa da Rocha
Tecno-Lógica , 2012,
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar da capacidade de remo o de íons Cromo (VI) de uma solu o aquosa sintética por meio do processo de adsor o utilizando cascas de jabuticaba (Plinia sp.). Neste experimento foi realizado um experimento fatorial 23 com triplicata no ponto central a fim de determinar o as melhores condi es do processo de adsor o. As variáveis de entrada utilizadas para avalia o foram: quantidade de adsorvente (0,1 – 0,5 g), pH inicial (5,0 – 6,0) e tempo de experimento (5 – 10 minutos). A variável resposta utilizada foi a eficiência na remo o dos íons (%). O maior valor de eficiência observado neste estudo ocorreu com maior quantidade de adsorvente e pH e o menor tempo de experimento com um valor de 54%. Os estudos cinéticos permitiram verificar a adsor o máxima, que foi obtida entre 5 e 10 minutos, atingindo a sua capacidade máxima de satura o, apresentando duas fases, uma fase inicial (rápida) contribuindo significativamente para a capta o de equilíbrio e outra fase mais lenta pouco significativa. Nos estudos de equilíbrio, o modelo de Langmuir foi o melhor ajuste aos dados experimentais da biomassa casca de jabuticaba, sendo a quantidade máxima de adsor o de 174,16 mg g-1. Abstract The objective of this study was to evaluatethe ability of removing ions Chromium (VI) an aqueous syntheticthrough the adsorption process using Jabuticaba (Plinia sp.) peel.This experiment was performed a 23 factorial experiment withtriplicate central point in order to determine the best conditions ofthe adsorption process. The input variables used to evaluate were:amount of adsorbent (0.1 – 0.5 g) initial pH (5.0 – 6.0) and time of the experiment (5 – 10 minutes). The dependent variable usedis the efficient removal of ions (%). The highest efficiency in thisstudy was observed with higher pH and lower sorbent and theexperimental period with a value of 54%. Kinetic studiesevidenced the maximum adsorption, which was obtained from 5to 10 minutes, reached its maximum capacity saturation, withtwo phases, an initial phase (fast) contributes significantly to theuptake equilibrium phase and a slower negligible. In the balancestudies, the Langmuir model was the best fit to experimental datajabuticaba biomass, being the maximum amount of adsorption of174.16 mg g-1.
Fun es densidade de probabilidade para a estimativa da distribui o diamétrica em povoamento de Eucalyptus sp na regi o centro-sul do Paraná Probability density functions for estimating the diameter distribution in Eucalyptus sp stand in the center-south of Paraná
Thiago Floriani Stepka,Gerson dos Santos Lisboa,Sonia Maria Kurchaidt
Ambiência , 2011,
Abstract: Este estudo teve por objetivo ajustar as distribui es Normal, Gama, Beta, Weibull e Polinomial para avaliar a aderência aos dados de um povoamento de Eucalyptus sp localizado no município de Rebou as, Paraná. As aderências dos dados foram testadas utilizando o teste de Kolmogorov-Smirnov. Somente as distribui es Gama, Beta e as Polinomiais do 5o e 6o graus foram aderentes pelo teste de Kolmogorov-Smirnov. A distribui o Polinomial do 6o grau foi a mais precisa seguida da Polinomial do 5o grau, Gama e Beta. Apesar das distribui es Polinomial do 5o grau, Gama e Beta terem sido aderentes, somente a Polinomial do 6o grau conseguiu representar a distribui o bimodal da distribui o real.AbstractThis study aimed at adjusting Normal, Gamma, Beta, Weibull and Polynomial distributions to assess adherence to data from a stand of Eucalyptus sp. in the municipality of Rebou as (PR). Adherence of the data was tested according to Kolmogorov- Smirnov. Only Gamma distributions, Beta and Polynomial of 5th and 6th degree were adherent according to the Kolmogorov-Smirnov test. Polynomial distribution of 6th grade was the most accurate, followed by Polynomial of 5th degree, Gamma and Beta. Despite Polynomial distributions of 5th degree, Gamma and Beta having been adherent, only the polynomial of 6th degree could represent a bimodal distribution of the real distribution.
Page 1 /118
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.