oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

4 ( 1 )

2019 ( 15 )

2018 ( 39 )

2017 ( 40 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 73631 matches for " distribuidores de sementes "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /73631
Display every page Item
DANOS MEC NICOS OCASIONADOS POR SISTEMAS DOSADORES DE SEMENTES MECHANICAL DAMAGE CAUSED BY SEED METERING SYSTEMS
Rogério de Araújo Almeida,Luiz Carlos Barcellos,Paulo Alcanfor Ximenes
Pesquisa Agropecuária Tropical , 2007, DOI: 10.5216/pat.v33i1.2391
Abstract: Avaliaram-se os efeitos de danos mecanicos ocasionados por cinco sistemas dosadores de sementes, em quatro culturas. Amostras das sementes foram coletadas antes e após passarem pelos sistemas dosadores e foram submetidas a testes de pureza, germina o e vigor. N o houve diferen a entre os efeitos de danos mecanicos ocasionados pelos sistemas dosadores empregados nas sementes de milho. Para as sementes de feij o, menores efeitos foram verificados quando da utiliza o dos dosadores pneumático a vácuo e copo dosador. O sistema rotor acanalado causou menores danos às sementes de arroz e os sistemas disco horizontal perfurado e copo dosador foram os que menos danificaram as sementes de soja. O sistema dosador pneumático a vácuo ocasionou o maior índice de dano mecanico nas sementes de soja. PALAVRAS-CHAVE: Semeadoras; distribuidores de sementes; rotor acanalado. Effects of mechanical damage caused by five seed metering systems were evaluated in four crops. Seed samples were collected before and after passing through the measuring systems and submitted to tests of purity, germination and vigor. There was no difference in the level of mechanical damage caused by the metering systems used for maize seeds. For common bean seeds, minor effects were verified when using the vacuum metering disk and the feed cup. The fluted feed system showed the best performance for rice seeds, and the horizontal perforated disk and feed cup systems exhibited the best results for soybean seeds. The vacuum metering disk system caused the highest level of mechanical damage to soybean seeds. KEY-WORDS: Planter machine; seed distributor; fluted feed.
Fungi Associated with Capororoca (Myrsine ferruginea) Myrsinaceae Fruits and Seeds Fungos Associados aos Frutos e Sementes de Capororoca (Myrsine ferruginea) Myrsinaceae
Suelen Santos Rego,álvaro Figueredo dos Santos,Antonio Carlos de Souza Medeiros
Pesquisa Florestal Brasileira , 2010, DOI: 10.4336/2012.pfb.58.87
Abstract: The objectives of this study were to identify the fungi associated with capororoca (Myrsine ferruginea Spreng) fruits and seeds from different lots and check the incidence of fungi between green and ripe fruits and seeds from these fruits. For fungi detection Blotter test (BT) method was utilized, being 400 fruits and 400 seeds each sample, and incubated at 20 oC ±1 oC, 12 h dark light/12 h complete dark, for seven days, followed by the evaluation of the fungi incidence (%). It was possible to verify the transmission of the fungus Alternaria sp., Cladosporium sp., Colletotrichum sp., Fusarium sp., Macrophomina sp. and Pestalotia sp. fruit for seeds. Evaluated in three lots, Pestalotia sp. had the highest percentage of incidence in the seeds. The fungal contamination in fruits were higher than in seeds, indicating that the seed treatment reduces the appearance of fungi. There were differences in the occurrence of fungi among the lots evaluated, and the lot from Colombo County had higher incidence of fungi. doi: 10.4336/2009.pfb.58.87 Os objetivos neste trabalho foram identificar os fungos associados aos frutos e sementes de capororoca (Myrsine ferruginea Spreng) obtidos de diferentes lotes e verificar a incidência de fungos entre frutos verdes e maduros e nas sementes obtidas destes frutos. Para a detec o de fungos utilizou-se o método de papel-filtro (PF), sendo 400 frutos e 400 sementes para cada amostra, incubadas sob 12 horas luz negra/12 horas escuro, na temperatura de 20 oC ± 1 oC durante sete dias, avaliando-se a incidência (%) de fungos. P de-se verificar a possível transmiss o dos fungos Alternaria sp., Cladosporium sp., Colletotrichum sp., Fusarium sp., Macrophomina sp. e Pestalotia sp. dos frutos para as sementes. Nos três lotes avaliados, Pestalotia sp. apresentou a maior percentagem de incidência nas sementes. A contamina o fúngica nos frutos foi maior que nas sementes, indicando que o beneficiamento das sementes reduz o aparecimento de fungos. Houve diferen a na ocorrência de fungos entre os lotes avaliados, sendo que o lote proveniente do Município de Colombo apresentou maior incidência de fungos. Doi: 10.4336/2009.pfb.58.87
Evaluaciones biométricas y germinación de las semillas de Coa u (Triplaris surinamensis Cham)
Cheila Deisy ferreira,Patrícia Carneiro Souto,Assíria Maria Ferreira da Nóbrega Lúcio,Jacob Silva Souto
Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia , 2012, DOI: 10.5777/paet.v5.n1.09
Abstract: O presente estudo objetivou caracterizar fisicamente frutos e sementes e avaliar a eficiência de diferentes métodos de supera o de dormência de modo a acelerar e uniformizar a germina o em sementes de coa u (Triplaris surinamensis Cham), em condi es de laboratório. Efetuou-se a biometria de 100 frutos e sementes. As variáveis analisadas foram o comprimento, largura e espessura dos frutos e das sementes utilizando-se um paquímetro digital. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado com oito tratamentos e quatro repeti es. As sementes foram submetidas aos seguintes tratamentos: T1= testemunha; T2= escarifica o manual com lixa; T3= imers o em água à 80 °C por 10 minutos; T4= imers o em água à 80 °C por 5 minutos; T5= imers o em água à 80 °C por 1 minuto; T6= imers o em água fria por 24 horas; T7= imers o em água fria por 48 horas e T8= imers o em água fria por 72 horas. Os resultados indicam que as sementes apresentam maior variabilidade nas suas características biométricas em rela o à variável comprimento. A semente de “coa u” n o apresenta dormência, pois a semente n o tratada mostrou resultado semelhante à escarificada e submersa em água fria. Com rela o à velocidade de germina o o melhor resultado foi com as sementes n o tratadas. Este estudio tuvo como objetivo caracterizar físicamente los frutos y semillas y evaluar la eficacia de distintos métodos para romper la dormencia con el fin de acelerar y uniformar la germinación de semillas de coa u (Triplaris surinamensis Cham), bajo condiciones de laboratorio. Se realizó la biometría de frutos y semillas. Las variables estudiadas fueron la longitud, anchura y espesor de frutos y semillas usando un calibrador digital. El dise o experimental fue completamente aleatorizado con ocho tratamientos y cuatro repeticiones. Las semillas fueron sometidas a los siguientes tratamientos: T1 = testigo T2 = escarificación manual con papel de lija, T3 = sumersión en agua a 80 °C durante 10 minutos, T4 = sumersión en agua a 80 °C durante 5 min, T5 = sumersión en agua a 80 °C durante 1 min., T6 = sumersión en agua fría durante 24 horas, T7 = sumersión en agua fría durante 48 horas y T8 = sumersión en agua fría durante 72 horas. Los resultados indican que las semillas tienen una mayor variabilidad en sus características biométricas con respecto a la variable longitud. La semilla de "coa u" no presenta dormencia, pues la semilla sin tratar mostró un resultado similar a la escarificada y a la sumergida en agua fría. En cuanto a la velocidad de germinación el mejor resultado fue con las semillas no tratadas.
Identifica??o e características culturais de espécies do gênero Aspergillus isoladas de sementes de feij?o no Estado da Paraíba
Benicio, Vanilde;Araújo, Egberto;Souto, Francisca Maria de;Benicio, Maria José;Felismino, Délcio C.;
Fitopatologia Brasileira , 2003, DOI: 10.1590/S0100-41582003000200011
Abstract: the fungi aspergillus flavus, a. fumigatus, a. lucknowensis, a.niger, a.ochraceus and a. parasiticus were isolated from common bean (phaseolus vulgaris) seeds produced and stored by growers in the state of paraíba, brazil. these fungi were identified according to cultural characteristics on czapek-agar medium and the structures viewed under compound microscope. the development of each fungal species on potato-dextrose-agar (pda) medium presented differences for colony diameter, curve and rate of growth according to the seed samples from which were obtained.
EFICáCIA DE MéTODOS PARA INCREMENTAR A GERMINA O EM SEMENTES DE JURUBEBA (Solanum paniculatum L.) EFFECTIVENESS OF METHODS TO INCREASE THE GERMINATION RATE OF JURUBEBA (Solanum paniculatum L.) SEEDS
José Garcia,Tamiel Khan Baiocchi Jacobson,Jo?o Gaspar Farias,Raquel de Fátima Boaventura
Pesquisa Agropecuária Tropical , 2008, DOI: 10.5216/pat.v38i3.4846
Abstract: Sementes de jurubeba (Solanum paniculatum) foram colhidas de bagas maduras de arbustos matrizes, cultivados em Goiania (GO), em novembro de 2002. Destes frutos, foram separadas amostras de sementes puras, que foram submetidas aos seguintes tratamentos: lavagem das sementes em água corrente por cinco minutos; lavagem das sementes em água corrente por cinco minutos, mais imers o em solu o de detergente (15 mL/100 mL H2O) por cinco minutos, seguida de lavagem em água corrente por dois minutos; lavagem das sementes em água corrente por cinco minutos, imers o em solu o de detergente (15 mL/100 mL H2O) por cinco minutos, seguida de imers o em solu o de hipoclorito de sódio (15 mL NaClO/100 mL H2O) durante cinco minutos e de lavagem em água corrente por dois minutos; testemunha (sementes intactas). A seguir, as sementes foram submetidas ao teste de germina o, utilizando-se quatro repeti es de 25 sementes por tratamento, em delineamento inteiramente casualizado. Concluiu-se que o emprego de detergente e hipoclorito de sódio aumenta a porcentagem de germina o das sementes, embora os tratamentos com estes produtos n o diferiram (p > 0.05) da simples lavagem das sementes em água corrente. PALAVRAS-CHAVE: Tecnologia de sementes; dormência. Seeds from ripe jurubeba berries (Solanum paniculatum) were collected from mother shrubs at the Alternative Medicine Hospital, in Goiania, Goiás State, Brazil, in November 2002. Samples of pure seeds were detached from the collected fruits and submitted to the following treatments: 1- washing under running water for five minutes; 2- washing under running water for five minutes, immersion in domestic detergent solution (15 mL/100 mL H2O) for five minutes, and washing under running water for two minutes; 3- washing under running water for five minutes and immersion in domestic detergent solution (15 mL/100 mL H2O) for five minutes, followed by immersion in sodium hypochlorite solution (15 mL NaClO/100 mL H2O) for five minutes, and washing under running water for two minutes; 4- control (intact seeds). Four replications of 25 seeds per treatment were submitted to a germination test. A completely randomized design was used for statistical analysis. It was possible to conclude that the use of detergent and sodium hypochlorite increases the germination percentage in jurubeba, although it does not differ significantly (p > 0,05) from washing the seeds under running water. KEY-WORDS: Seed technology; dormancy.
Identifica o e características culturais de espécies do gênero Aspergillus isoladas de sementes de feij o no Estado da Paraíba
Benicio Vanilde,Araújo Egberto,Souto Francisca Maria de,Benicio Maria José
Fitopatologia Brasileira , 2003,
Abstract: A partir de sementes de feij o (Phaseulus vulgaris) armazenadas no estado da Paraíba, foram isolados os fungos Aspergillus flavus, A. fumigatus, A. lucknowensis, A.niger, A.ochraceus e A. parasiticus. Os fungos foram identificados com base nas características culturais exibidas em meio de Czapek-Agar e morfológicas através de microscópio ótico composto. No oitavo dia de crescimento em meio de BDA, cada espécie apresentou diferen as quanto à curva de crescimento, taxa de crescimento durante o período de incuba o e diametro das col nias no oitavo dia de acordo com a procedência das amostras de sementes.
Conserva o de três genótipos de feij o (Phaseolus vulgaris L.) do grupo carioca em armazenamento refrigerado e em atmosfera controlada
Brackmann Auri,Neuwald Daniel Alexandre,Ribeiro Nerinéia Dalfollo,Freitas Sérgio Tonetto de
Ciência Rural , 2002,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi de avaliar o efeito do armazenamento refrigerado (AR) e de atmosfera controlada (AC), sobre a cor do tegumento, germina o, umidade do gr o, ocorrência de pragas e facilidade de cozimento de três genótipos de feij o do grupo carioca (?Carioca?, ?Pérola? e a linhagem M91-012). O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com três repeti es, com os seguintes tratamentos: ar em temperatura ambiente (convencional); armazenamento refrigerado a 0masculineC (AR); fluxo de N2 1,1 (AC em temperatura ambiente). Após 9 e 19 meses de armazenamento, a cor do tegumento dos três genótipos de feij o apresentou o mesmo comportamento, sendo que o fluxo de N2 manteve a colora o do tegumento mais clara (L*) e o ar ambiente ocasionou maior escurecimento do tegumento dos gr os. A cv. Carioca armazenada em ar ambiente apresentou a menor germina o aos 9 meses. Já na segunda avalia o (19 meses), verificou-se menor germina o para os três genótipos no armazenamento convencional. A umidade do gr o diminuiu em todos os genótipos em AC. Somente ocorreu dano por insetos no feij o armazenado em ar ambiente, sendo significativo apenas na cv. Carioca após 9 meses e, após 19 meses, foi significativo para os três genótipos. Os menores tempos de cozimento para o feij o foram obtidos com o armazenamento em AC e AR a 0°C.
Resposta fisiológica de sementes de palmeiras ao envelhecimento acelerado
Negreiros Gisele de Freitas,Perez Sonia Cristina Juliano Gualtieri de Andrade
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2004,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade fisiológica de sementes de quatro espécies da família Palmae submetidas ao envelhecimento acelerado. Sementes recém-colhidas de cada uma das espécies foram expostas às condi es de envelhecimento acelerado em camara a 45oC e 100% de UR, durante os períodos de 0 (controle), 12, 24, 36 e 48 horas. Sementes de Euterpe edulis e Dypsis lutescens foram sensíveis ao tratamento, sendo a germina o totalmente suprimida após 12 horas de permanência na camara. As espécies Roystonea oleracea e Phoenix reclinata apresentaram sementes mais resistentes que as outras espécies, mas redu o gradativa do vigor, de acordo com o aumento do período de exposi o às condi es de envelhecimento; o período de 48 horas foi crítico para determinados parametros de vigor avaliados.
Efeitos imediatos e latentes de tratamentos térmico e químico em sementes de Brachiaria brizantha cultivar Marandu
Martins Leila,Silva Walter Rodrigues da
Bragantia , 2003,
Abstract: O objetivo da pesquisa foi o de estudar os efeitos, particularmente sobre a dormência, de tratamentos térmico e químico em sementes de Brachiaria brizantha cv. Marandu. Sementes, com taxas de dormência superiores a 25% e pureza física acima de 98%, foram submetidas às temperaturas de 65, 70, 75 e 80 degreesC durante 5, 10 e 15 horas e à imers o em H2SO4 (98%, 36N) por 15 minutos. No início e no fim do armazenamento de seis meses, realizado em ambiente n o controlado de laboratório, as sementes foram avaliadas por meio dos testes de germina o, de tetrazólio (viabilidade), de primeira contagem de germina o, de comprimento da parte aérea das plantulas, de emergência das plantulas e de índice de velocidade de emergência. Tratamentos térmicos específicos equiparam-se ao de H2SO4 ao reduzir a taxa de dormência das sementes sem provocar deteriora o fisiológica latente; a aplica o de 70degreesC por 15 horas destaca-se positivamente em rela o à de H2O4 e aos demais tratamentos térmicos.
DETEC O DE FUNGOS PATOGêNICOS EM SEMENTES DE ACáCIA-NEGRA (Acacia mearnsii De Wild)
Flávia Elise Meneghini dos Santos,Rita de Cassia Sobrosa,Ivan Francisco D. Costa,Maisa Pimentel Martins Corder
Ciência Florestal , 2000,
Abstract: A presen a de fungos pode reduzir a capacidade germinativa de um lote de sementes, causar a morte de plantulas ou transmitir doen as para plantas adultas. é necessário conhecer os agentes, as causas e as conseqüências decorrentes da contamina o por fungos patogênicos. Desse modo, o presente estudo teve como objetivo identificar os fungos associados às sementes de Acacia mearnsii De Wild, armazenadas a 5°C, por um período de 12 meses. Foram utilizadas sementes de acácia-negra oriundas de plantio comercial, aos 4 anos de idade cuja procedência é áfrica do Sul. As sementes foram colhidas em três épocas distintas: (i) quando com frutos verdes e/ou pigmentados; (ii) quando com frutos negros e início de abertura das vagens; (iii) quando com sementes coletadas no solo, após a dispers o natural, sendo empregadas como testemunha. Os fungos associados às sementes foram: Botryodiplodia sp., Botrytis sp. (família Moniliaceae), Cladosporium sp.(família Dematiaceae), Cylindrocladium sp., Fusarium sp., Penicillium sp., Pestalotia sp., Rhizoctonia sp., Trichoderma sp. e outros fungos n o identificados. De maneira geral, a autoclavagem das sementes promoveu maiores taxas de germina o e a elimina o de fungos associados. As sementes, que apresentaram maior contamina o por fungos, foram aquelas oriundas da coleta no solo. Os fungos de solo observados, que poderiam ocasionar danos em plantulas no viveiro e, simultaneamente, estarem associados à gomose em acácia-negra, foram: Botrytis sp., Cylindrocladium sp.
Page 1 /73631
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.