oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

4 ( 1 )

2020 ( 14 )

2019 ( 139 )

2018 ( 424 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 120419 matches for " Servi os de saúde mental/organiza o e administra o "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /120419
Display every page Item
Políticas de saúde mental e mudan as na demanda de servi os de emergência
Del-Ben Cristina M,Marques Jo?o M A,Sponholz Jr Alcion,Zuardi Antonio W
Revista de Saúde Pública , 1999,
Abstract: OBJETIVO: Verificar as mudan as ocorridas em um servi o de emergências psiquiátricas de um hospital universitário de Ribeir o Preto-SP (EP-RP), em fun o de mudan as nas políticas de saúde mental da regi o. MéTODOS: Os dados sobre os atendimentos foram colhidos em arquivos do EP-RP, período de 1988 a 1997. Foram estudadas as variáveis sexo, faixa etária, procedência e diagnóstico principal. Os dados sobre as mudan as nas políticas de saúde mental, na regi o, foram obtidos de documentos das secretarias de saúde do estado e do município. RESULTADOS: O aumento a cada ano do número de atendimentos realizados acompanhou o progressivo envolvimento do EP-RP na rede de servi os de saúde mental. Em 1995 a procura pelo servi o foi 2,3 vezes maior do que em 1988. Nesse período o atendimento no EP-RP deu apoio às mudan as nas políticas de saúde mental na regi o, que resultaram na redu o de 654 leitos psiquiátricos. Em 1996 e 1997 houve uma diminui o do total de atendimentos em cerca de 20% com rela o a 1995, acompanhando o aumento do número e da capacidade de atendimento dos servi os extra-hospitalares. A partir de 1990 o servi o passou a atender uma maior propor o de pacientes mais velhos, do sexo masculino, com diagnóstico de dependência de substancias e transtornos psicóticos e uma propor o menor de quadros n o psicóticos. CONCLUS ES: As mudan as observadas no EP-RP correlacionam-se com as das políticas de saúde mental na regi o de Ribeir o Preto, como a instala o da Central de Vagas Psiquiátricas, em 1990, a redu o de leitos psiquiátricos a partir de 1993 e a cria o e/ou amplia o de servi os extra-hospitalares a partir de 1995.
Aten o à saúde mental na rede básica: estudo sobre a eficácia do modelo assistencial
Amaral Márcia A. do
Revista de Saúde Pública , 1997,
Abstract: INTRODU O: Objetivou-se analisar a implementa o da política de saúde mental para a rede básica de saúde, no Município de Campinas, SP (Brasil). MATERIAL E MéTODO: Foi feito estudo epidemiológico descritivo de uma amostra de 150 pacientes egressos de um hospital psiquiátrico e encaminhados aos centros de saúde para continuidade do tratamento. Durante 4 meses após a alta, foi verificado o comparecimento dos pacientes às atividades, assim como a ocorrência de reinterna es. RESULTADOS: Foram encontrados 48,6% dos pacientes em alta hospitalar que n o demandaram atendimento nos centros de saúde e dos que o fizeram, 51,4% abandonaram o tratamento num período de 4 meses. A prevalência de reinterna es em 4 meses foi de 24,7%, sendo maior entre os pacientes com diagnóstico de psicoses. CONCLUS ES: Foram evidenciados problemas na implementa o da política de saúde mental para a rede básica relativos à defini o das políticas, à organiza o do processo de trabalho das equipes de saúde e aos resultados alcan ados. Foi referendado o diagnóstico de que a transforma o do modelo manicomial demanda a existência de novos equipamentos de reabilita o psicossocial e a articula o intersetorial para alcan ar seus objetivos de desospitaliza o e resgate da cidadania dos doentes mentais.
Prevalência de cárie dentária em crian as aos doze anos de idade, em localidades do Estado de S o Paulo, Brasil, período 1990-1995
Peres Marco A. de A.,Narvai Paulo C.,Calvo Maria C. M.
Revista de Saúde Pública , 1997,
Abstract: INTRODU O: A cárie dentária é a doen a de maior prevalência da cavidade bucal gerando graves conseqüências econ micas e sociais. Estudos de prevalência de cárie dentária devem ser realizados periodicamente para o adequado planejamento das a es e servi os de saúde bucal. Assim, objetivou-se realizar estudo para conhecer a prevalência da cárie dentária em municípios do Estado de S o Paulo, Brasil, medida através do índice CPO-D, na idade-índice de 12 anos, no período 1990-1995. MATERIAL E MéTODO: Foram utilizados dados produzidos originalmente por secretarias ou departamentos municipais de saúde, obtidos através de instrumento concebido para essa finalidade, encaminhado aos 625 municípios do Estado de S o Paulo, agrupados segundo o seu tipo e a regi o geográfica a que pertencem. RESULTADOS: Do total de 625 municípios, 237 (37,9%) atenderam à solicita o de informa es e 125 (20,0%) dispunham de dados sobre o CPO-D, correspondendo a cerca de 5 mil crian as de 12 anos examinadas. O estudo revelou que em apenas 4,0% dos municípios a prevalência de cárie dentária é baixa, sendo alta ou muito alta em cerca de 80,0%. A varia o nos valores do índice CPO-D ficou entre 1,3 e 13,6 e a média estimada para o Estado de S o Paulo foi 4,8. Constatou-se ainda que os "grandes" municípios registraram 54,6% das suas popula es enquadrando-se nas categorias de baixa ou moderada prevalência de cárie enquanto nos "pequenos" municípios 87,8% da popula o correspondiam às faixas de alta ou muito alta prevalência de cárie. CONCLUS ES: A pesquisa evidenciou que os servi os municipais de saúde bucal, no estado de S o Paulo, pouco tem se utilizado dos recursos básicos que a epidemiologia pode oferecer, indicando a necessidade de uma adequada forma o de profissionais de saúde bucal na área de epidemiologia, em especial aqueles que exercem atividades de coordena o de servi os.
Organiza o de servi os de emergência hospitalar: uma revis o integrativa de pesquisas
Ana Lídia de Castro Sajioro Azevedo,Ana Paula Pereira,Carolina Lemos,M?nica Franco Coelho
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2010,
Abstract: A organiza o de servi os de urgência/emergência propicia elementos para assistência qualificada integral e contínua aos usuários. Trata-se de revis o integrativa de literatura com objetivo de sintetizar produ o científica latino americana sobre organiza o dos servi os de urgência/emergência hospitalar no período de 1988 a mar o de 2010. Os dados foram coletados em base eletr nica (LILACS) e registrados em instrumento específico. A amostra totalizou 41 publica es. Os artigos foram agrupados por similaridade de conteúdo: aspectos estruturais do sistema de saúde, 12 artigos (29,3%), aspectos estruturais hospitalares, 10 artigos (24,4%) e qualidade da assistência, 19 artigos (46,3%). O crescimento do número de acidentes, violência urbana e insuficiente estrutura o da rede de servi os de saúde s o fatores que têm contribuído decisivamente para a sobrecarga dos servi os de urgência/emergência. O conhecimento desta realidade é de importancia fundamental, no sentido de valorizar as necessidades de reestrutura o do atual sistema de saúde, na perspectiva de consolida o dos princípios do SUS.
Implica es de custo financeiro e recursos humanos em assistência odontológica no Brasil segundo o modelo escandinavo
Traebert Jefferson L.
Revista de Saúde Pública , 1996,
Abstract: Objetivou-se detectar e analisar as implica es em custos e recursos humanos em odontologia de uma hipotética aplica o dos conceitos escandinavos de aten o odontológica no Brasil. Duas sociedades foram escolhidas para serem estudadas: Suécia, país da Escandinávia, e Santa Catarina, Estado da regi o Sul do Brasil. A análise teórica dessas implica es foi realizada a partir da determina o das necessidades de recursos humanos em odontologia, considerando-se os altos índices de doen as bucais no Estado brasileiro. Utilizou-se o programa de software "Health Through Oral Health" da Organiza o Mundial da Saúde-Federa o Dentária Internacional (1989). Os resultados mostraram alto custo financeiro e a necessidade de se aumentar em até 85% o recurso humano disponível para atuar em saúde bucal no Estado de Santa Catarina. Concluiu-se que os princípios de alta provis o de recursos humanos e financeiros, característicos do modelo escandinavo, n o serviriam para serem adotados por Santa Catarina e, extensivamente, pelo Brasil.
Aten o primária em diabetes no Sul do Brasil: estrutura, processo e resultado
Assun??o Maria Cecília F,Santos Iná da Silva dos,Gigante Denise P
Revista de Saúde Pública , 2001,
Abstract: OBJETIVO: Descrever e avaliar a estrutura, o processo e o resultado do cuidado do paciente diabético atendido em nível primário de aten o à saúde em Pelotas, RS. MéTODOS: O delineamento foi transversal. Foram estudados todos os 32 postos de saúde e 61 médicos que atendem pacientes diabéticos nesses locais. Foi identificada uma amostra de 378 pacientes que tiveram consulta médica nos postos. Os pacientes foram entrevistados em casa, e sua glicemia capilar, press o arterial e índice de massa corporal foram avaliados e comparados a padr es. Componentes da estrutura e do processo de atendimento foram comparados a padr es recomendados ao manejo de pacientes diabéticos. RESULTADOS: A maioria dos servi os carece de aproximadamente todos os requerimentos mínimos. A aferi o da press o arterial foi o item do exame físico mais relatado na visita inicial. Como plano de tratamento na consulta inicial, cerca de 85% dos médicos relataram prescrever dieta, e 72% exercício físico. Todos os médicos relataram solicitar glicemia de jejum, e 60% hemoglobina glicosilada na monitoriza o laboratorial dos pacientes. O controle da doen a variou de 6% a 11%, conforme os diferentes parametros utilizados. CONCLUS ES: A rede pública de saúde está deficiente, mas existe potencial de melhoria dos três aspectos (estrutura, processo e resultado) através de treinamento em servi o e seguimento de normas-padr o.
Avalia o da situa o atual dos Servi os Residenciais Terapêuticos no SUS
Furtado Juarez Pereira
Ciência & Saúde Coletiva , 2006,
Abstract: Os Servi os Residenciais Terapêuticos (SRTs) para egressos de longas interna es psiquiátricas vêm se consolidando como estratégia eficaz para a desinstitucionaliza o de pacientes internados há anos em hospitais psiquiátricos. No entanto, o número destes equipamentos está aquém do necessário, se considerada a clientela potencial de beneficiários. No presente artigo, buscamos identificar e discutir quest es determinantes do descompasso entre clientela potencial e oferta dessas residências nos diferentes municípios do País. Para isso, consideramos o que dizem importantes atores sociais, como gestores e trabalhadores da assistência, por meio da análise de textos por eles escritos ou que registram seus respectivos debates realizados sobre o presente tema. Concluímos que os fatores estabelecidos, desde o início, como alvo principal da reforma psiquiátrica - a necessidade de transforma o das mentalidades em rela o à loucura e a implica o dos gestores municipais - s o ainda atuais e determinariam os entraves para a expans o dos SRTs no Brasil.
Abandono de tratamento e recidiva da tuberculose: aspectos de episódios prévios, Campinas, SP, Brasil, 1993-1994
Oliveira Helenice B de,Moreira Filho Djalma de C
Revista de Saúde Pública , 2000,
Abstract: OBJETIVO: Os indivíduos que retornam ao tratamento da tuberculose, seja por abandono prévio ou recidiva, têm-se acumulado nas unidades de saúde, trazendo sérias dificuldades aos doentes e aos servi os. Assim, foi estabelecida a seqüência desse retorno e os aspectos de episódios prévios em pacientes readmitidos, avaliando as irregularidades quanto aos aspectos relacionados ao paciente, à medica o e à organiza o dos servi os. MéTODOS: Estudo descritivo das características pessoais, de tratamentos prévios e de retomada do tratamento de 108 pacientes na categoria de abandonos prévios e 88 na de recidivas, para a cidade de Campinas, SP, Brasil, nos anos de 1993 e 1994. Na análise estatística, foram utilizados intervalo de confian a de 95% para qui-quadrado com corre o de Yates, teste exato de Fisher, e qui-quadrado de Mantel-Haenszel para compara es com estratifica o. RESULTADOS: A seqüência do retorno ao tratamento mostrou reitera o do índice de abandono (63%), sendo menor, mas ainda muito elevado, na categoria das recidivas (28,4%). Apenas 34,1% dos recidivantes n o apresentaram irregularidades em tratamento prévio. CONCLUS ES: Elevada propor o de tratamentos reiniciados e tratamentos prévios inadequados pode propiciar resistências medicamentosas. Esfor os devem ser dirigidos para melhorar a eficiência das unidades de atendimento ao paciente com tuberculose, pois várias irregularidades s o decorrentes de "falência" na rotina dos servi os.
Demandas de saúde mental: percep o de enfermeiros de equipes de saúde da família Demandas de salud mental: percepción de enfermeros de equipos de salud de la familia Demands of mental health: nurses' perceptions of family health teams
Jacqueline de Souza,Margarita Antonia Villar Luis
Acta Paulista de Enfermagem , 2012, DOI: 10.1590/s0103-21002012000600005
Abstract: OBJETIVO: Descrever como s o identificadas e acolhidas as necessidades de saúde mental (SM) por equipes de saúde da família, conforme a concep o de enfermeiros. MéTODOS: Estudo exploratório, descritivo de caráter qualitativo. Utilizaram-se entrevistas semiestruturadas junto a cinco enfermeiros e a interpreta o foi norteada pelas preconiza es do Ministério da Saúde Brasileiro sobre a inclus o das a es de SM na aten o básica. RESULTADOS: Identificou-se que a falta de indicadores no Sistema de Informa es da Aten o Básica (SIAB) afeta o planejamento das a es de SM e que outras doen as cr nicas, como diabetes e hipertens o, s o prioritárias para as equipes. As a es de SM vêm sendo incorporadas gradativamente no processo de trabalho das equipes de saúde da família, e a consultoria de psiquiatria exerce importante papel nisso. CONCLUS O: Reconhece-se a necessidade de educa o permanente, revis o do SIAB e, sobretudo, cria o de projetos terapêuticos sistematizados e à disposi o para novos modos de cuidar. OBJETIVO: Describir cómo identifican y acogen las necesidades de salud mental (SM) los equipos de salud de la familia, conforme la concepción de enfermeros. MéTODOS: Estudio exploratorio, descriptivo de carácter cualitativo. Se utilizaron entrevistas semiestructuradas aplicadas a cinco enfermeros y la interpretación fue norteada por lo que preconiza el Ministerio de Salud Brasile o sobre la inclusión de las acciones de SM en la atención básica. RESULTADOS: Se identificó que la falta de indicadores en el Sistema de Informaciones de la Atención Básica (SIAB) afecta a la planificación de las acciones de SM y que otras enfermedades crónicas, como la diabetes e hipertensión, son prioritarias para los equipos. Las acciones de SM vienen siendo incorporadas gradualmente en el proceso de trabajo de los equipos de salud de la familia, y la consultoría de psiquiatría ejerce un papel importante en eso. CONCLUSIóN: Se reconoce la necesidad de educación permanente, revisión del SIAB y, sobre todo, creación de proyectos terapéuticos sistematizados y la disposición para nuevos modos de cuidar. OBJECTIVE: To describe how the needs of mental health (MH) of family health teams are identified and embraced, according to the conception of the nurses. METHODS: This was an exploratory, descriptive study, of qualitative character. We used semi-structured interviews with five nurses, and interpretation was guided by proclaimations of the Brazilian Ministry of Health about the inclusion of the actions of MH in primary care. RESULTS: We identified that the lack of indicators i
Campanha nacional de detec??o de casos suspeitos de diabetes mellitus no Brasil: relatório preliminar
Barbosa,Romero Bezerra; Barceló,Alberto; Machado,Carlos Alberto;
Revista Panamericana de Salud Pública , 2001, DOI: 10.1590/S1020-49892001001100005
Abstract: the ministry of health of brazil is implementing a national plan for the reorganization of health care for hypertension and diabetes mellitus, with the aim of reducing the morbidity and mortality associated with diabetes. this plan is divided into four stages, one of which was a national campaign to detect suspected diabetes cases that was carried out in march and april 2001. this was the first survey of its kind carried out by public health services in brazil, and the preliminary results are described in this article. out of a total of 5 507 participating municipalities, 4 446 of them (81%) submitted data to the ministry of health. twenty million people were tested (71% of the target population), and 3.3 million of them were identified as possibly having diabetes. the campaign will contribute towards restructuring the systematic and resolution-oriented care that the national, public unified health system provides to diabetics. the preliminary results confirm that diabetes is one of the main health problems in brazil. priority should be given to preventing type 2 diabetes.
Page 1 /120419
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.