oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

4 ( 1 )

2020 ( 5 )

2019 ( 19 )

2018 ( 45 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 74300 matches for " Saúde bucal "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /74300
Display every page Item
Oral health conditions among pregnant women attended to at a health care center in Manaus, Amazonas, Brazil =Condi es de saúde bucal de gestantes atendidas em uma unidade de saúde em Manaus, Amazonas, Brasil
Bressane, Larissa Borges et al.
Revista Odonto Ciência , 2011,
Abstract: Objetivo: Avaliar as condi es de saúde bucal de gestantes cadastradas no Programa de Humaniza o no Pré-natal e Nascimento (PHPN) na Unidade Básica de Saúde “Theomário Pinto Costa, situada na zona centro-sul de Manaus-AM”. Metodologia: A popula o estudada foi composta por 50 gestantes, independente do trimestre de gravidez. Para medir a prevalência de cárie utilizou-se o índice CPO-D e para gengivite foram utilizados índices de Placa e Sangramento Gengival. Por meio de um questionário estruturado foram investigadas as condi es socioecon micas, o acesso aos servi os odontológicos e a autopercep o em saúde bucal. Resultados: A popula o estudada apresentou 100% de prevalência de cárie com CPO-D médio de 10,0 sendo o componente P (dentes perdidos) predominante na composi o do índice (4,28). Das gestantes examinadas, 62% apresentaram inflama o gengival moderada e 64% apresentaram placa mínima. O grau de escolaridade apresentou a seguinte distribui o: 10% ensino fundamental completo; 20% ensino fundamental incompleto; 34% ensino médio completo; 6% ensino superior incompleto. Conclus es: Diante dos resultados obtidos, p de-se constatar que as condi es de saúde na popula o de gestantes estudadas foram desfavoráveis; entretanto, a maioria a considerou regular ou boa. Purpose: To evaluate the oral health conditions of pregnant women enrolled in the Prenatal and Birth Humanization Program of the Theomário Pinto Costa primary healthcare unit in the south-central zone of Manaus, Amazonas Methods: The population comprised 50 pregnant women, independent of pregnancy trimester. To assess the prevalence of dental caries, we used the DMFT Index, and for gingivitis, we used the Plaque Index and Gingival Bleeding Index. A questionnaire was used to investigate socioeconomic conditions, access to dental services and self-perception regarding oral health. Results: One hundred percent of the population presented with caries; the mean DMFT score was 10. 0, and the M component (missing teeth) was predominant (4. 28). Among the pregnant women examined, 62% presented with moderate gingival inflammation, and 64% presented with at least some plaque. With regard to educational level, 10% of the population had completed an elementary education, 20% had not completed an elementary education, 34% had completed a high school education, and 6% had not completed a university-level education. Conclusion: Considering the results, it can be seen that the oral health status of the population was unfavorable, although a majority considered their oral health to be normal or good.
Condi es de saúde bucal em pessoas de 60 anos ou mais no Município de S o Paulo (Brasil)
Rosa Antonio Galv?o Fortuna,Castellanos Fernandez Roberto Augusto,Pinto Vitor Gomes,Ramos Luiz Roberto
Revista de Saúde Pública , 1992,
Abstract: As condi es de saúde bucal no grupo populacional com 60 anos ou mais é estudada, na cidade de S o Paulo em 1989. Com base em dados referentes à cárie dental, doen as periodontais, necessidade e uso de prótese e prevalência de altera es em tecidos duros e moles, conclui-se que este grupo apresenta um nível muito precário de saúde bucal. Recomenda-se a defini o de política e de programas odontológicos específicos para a terceira idade.
Saúde bucal em adultos e idosos na cidade de Rio Claro, S o Paulo, Brasil
Silva Débora Dias da,Sousa Maria da Luz Rosário de,Wada Ronaldo Seichi
Cadernos de Saúde Pública , 2004,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi verificar prevalência de cárie, edentulismo, uso e necessidade de próteses totais em idosos e adultos no Município de Rio Claro, S o Paulo, Brasil. A amostra foi de 202 indivíduos, sendo 101 idosos (65 a 74 anos) e 101 adultos (35 a 44 anos). Os exames foram realizados por quatro examinadores, calibrados de acordo com critérios da Organiza o Mundial da Saúde. A porcentagem de edêntulos foi de 74,25% para os idosos e 8,91% para os adultos, sendo a média de dentes presentes de 3,19 e 22,10, respectivamente. O CPOD foi de 31,09 e 22,86 para os idosos e adultos, respectivamente. O maior componente do índice CPOD no grupo de idosos foi dentes perdidos (92,64%); para os adultos, foi dentes restaurados (57%), seguido de dentes perdidos (40,54%). Somente 1% dos adultos necessitava de próteses totais superiores e inferiores, já para os idosos estas necessidades foram de 48,5% e 45,5%, respectivamente. Mediante tais resultados, há necessidade de programas preventivos e educativos tanto para idosos como para adultos, a fim de que estes adultos cheguem à terceira idade com uma condi o de saúde bucal melhor que a relatada atualmente.
Condi es de saúde bucal do idoso: revis o de literatura
Nicolau Silveira Neto,Luciele Raquel Luft,Micheline Sandini Trentin,Soluete Oliveira da Silva
Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano , 2007,
Abstract: O envelhecimento caracteriza-se por ser um processo natural e gradual, capaz de produzir limita es e altera es no funcionamento do organismo tornando o indivíduo mais vulnerável às doen as. Essas mudan as poderiam ser minimizadas com atitudes preventivas. Segundo os últimos dados do censo demográfico, houve um aumento no número de idosos, bem como da estimativa de vida desta popula o no Brasil. Esse fato justifica a necessidade do atendimento à saúde deste grupo de forma mais ativa, já que a popula o idosa tem sido sistematicamente excluída das programa es de saúde bucal em nível coletivo. Assim, enfatiza-se a atua o da classe odontológica de modo a organizar e desenvolver pesquisas e a es que ampliem o acesso aos servi os para melhorias das condi es de vida da popula o. O objetivo deste trabalho é fazer uma revis o sobre as condi es de saúde bucal do idoso, analisando os aspectos fisiopatológicos, a influência das condi es sistêmicas em seu aspecto bucal, bem como o impacto na qualidade de vida nessa parcela da popula o.
Auto-avalia o da saúde bucal entre adultos e idosos residentes na Regi o Sudeste: resultados do Projeto SB-Brasil, 2003
Matos Divane Leite,Lima-Costa Maria Fernanda
Cadernos de Saúde Pública , 2006,
Abstract: O objetivo deste estudo foi verificar quais fatores de predisposi o e facilita o, da condi o de saúde bucal, de necessidade de tratamento e de comportamento est o associados à auto-avalia o da saúde bucal entre adultos (35-44 anos) e idosos (65-74 anos) residentes na Regi o Sudeste do Brasil. Fizeram parte deste trabalho 3.240 pessoas participantes do Projeto SB-Brasil/Regi o Sudeste. As características daqueles que avaliaram a sua saúde bucal como ótima ou boa foram comparadas às daqueles que avaliaram como regular, ruim ou péssima. No modelo final, as características independentemente associadas à melhor auto-avalia o da saúde bucal entre os adultos foram renda domiciliar per capita > R$ 181,00, n o necessidade atual de tratamento odontológico, município de residência com mais de 50 mil habitantes e visita ao dentista há > 3 anos. Entre os idosos foram: renda domiciliar per capita > R$ 181,00, n o necessidade atual de tratamento odontológico e possuir entre 1 a 19 dentes. Nossos resultados confirmam estudos de outros países, mostrando a existência de associa es entre auto-avalia o e fatores de predisposi o e facilita o, condi o de saúde bucal, necessidade de tratamento e comportamento.
Ideologia, fetiche e utopia na saúde: uma análise a partir da saúde bucal
Figueiredo Gustavo de Oliveira,Brito Dyla Tavares de Sá,Botazzo Carlos
Ciência & Saúde Coletiva , 2003,
Abstract: No artigo pretendemos caracterizar 3 conceitos essenciais para se compreender a produ o de necessidades humanas, como a saúde, seu escalonamento na esfera de valores socialmente construídos e as rela es de poder usualmente escondidas quando se trata do adoecer humano. Ao abordar o termo fetiche, tomamos o conceito de Marx sobre o fetichismo da mercadoria, e partimos ent o dessa perspectiva para caracterizar a express o "fetichismo odontológico". Depois, fazemos uma reflex o sobre ideologia, um conceito carregado de historicidade e, por isso, polêmico. Partimos, entretanto, já da vis o dialética marxista, quando Marx e Engels ressignificaram o que seria ideologia. Concluímos com uma análise do conceito de utopia, que consideramos, no sentido sociológico, a express o de grupos contra-hegem nicos num movimento de crítica à ideologia. Focalizamos a "utopia da saúde bucal" como um movimento de constru o de propostas alternativas com a finalidade de transformar a realidade. O objetivo é constituir uma base de conhecimento que, mesmo bastante limitada, permita analisar a realidade sob um ponto de vista alternativo àquele que estamos habituados, para que assim possamos compreender que o que se faz necessário n o s o mudan as em métodos ou instrumentos, nem em maneiras de agir, mas a compreens o de uma história mais real e menos natural.
Mutila o dentária: concep es de trabalhadores rurais sobre a responsabilidade pela perda dentária
Mendon?a Teresa Cristina
Cadernos de Saúde Pública , 2001,
Abstract: O desdentamento no Brasil é uma prática instituída pelas instancias de Saúde Bucal como cuidado sanitário. Este artigo apresenta a quest o da perda de dentes, investigada em uma área rural de um município da Bahia, localizado no polígono das secas. A autora examina o desdentamento como fato corriqueiro entre os membros desse segmento rural, apoiada no discurso como elemento básico de informa o. Seu objetivo principal é analisar as representa es sobre a boca, reveladas a partir das experiências individuais, assim como as associa es feitas pelos atores sobre práticas corporais (bucais), decorrentes da realidade social onde eles se encontram imersos, sendo a partir daí colocada a responsabilidade individual da perda dentária, assim como a do Estado e a dos praticantes da Odontologia.
Fluorose dental: fic??o epidemiológica?
Moysés,Samuel Jorge; Moysés,Simone Tetu; Allegretti,Ana Cristina Vidal; Argenta,Melissa; Werneck,Renata;
Revista Panamericana de Salud Pública , 2002, DOI: 10.1590/S1020-49892002001100008
Abstract: objective. to review the scientific literature concerning dental fluorosis and to evaluate its occurrence among children attending public schools in the city of curitiba, which is in the state of paraná in brazil. methods. we reviewed the international literature on fluorosis that was published between 1998 and 2001, focusing on systematic critical reviews that were listed in such electronic bibliographical sources as medline, lilacs, the cochrane library, and scielo public health. in addition, in 2000 we carried out a cross-sectional study with 12-year old schoolchildren (n = 1 494) in curitiba. results. our literature review found that there is still much controversy regarding the benefits associated with fluoride supplementation and the impact of fluorosis. in our cross-sectional study with the curitiba schoolchildren, we found a fluorosis prevalence of 23% for grade 2, 3, 4, or 5 on the dean index. the observed fluorosis had little impact on the biopsychosocial health of the children studied, as shown by the multivariate logistic regression analysis. that analysis showed that the presence of fluorosis was not significantly associated with dissatisfaction with tooth color. however, there was an association between the independent variable of place of residence (sanitary district within curitiba) and fluorosis (p = 0.00), in both the bivariate and multivariate analyses. conclusions. based on our results, we concluded that dental fluorosis is not now a crucial epidemiological problem for the population studied in curitiba. any initiatives to control fluorosis should take into account the population's perception of the problem. nevertheless, it is still extremely important to monitor the levels of fluoride in drinking water.
Fluorose dental: fic o epidemiológica?
Moysés Samuel Jorge,Moysés Simone Tetu,Allegretti Ana Cristina Vidal,Argenta Melissa
Revista Panamericana de Salud Pública , 2002,
Abstract: Objetivo. Revisar a literatura a respeito da fluorose dental e avaliar sua presen a em escolares da rede pública da Cidade de Curitiba, Paraná, Brasil. Métodos. Realizamos uma revis o da literatura internacional, com ênfase nas revis es críticas sistemáticas listadas em fontes eletr nicas (Medline, Lilacs, Biblioteca Cochrane e Scielo Saúde Pública) e publicadas entre 1998 e 2001. Além disso, realizamos um estudo transversal, no ano de 2000, com escolares de 12 anos (n = 1 494). Resultados. A literatura mostra que ainda existe controvérsia acerca do impacto da fluorose e dos benefícios da suplementa o de flúor. Em nosso estudo, observamos uma prevalência média de fluorose de 23%, incluindo os níveis 2, 3, 4 e 5 do índice de Dean. A fluorose observada teve pouco impacto sobre a saúde biopsicossocial dos escolares estudados, como mostrou a análise multivariada com regress o logística, que revelou que a presen a de fluorose n o se associou significativamente ao inc modo com a cor dos dentes. Houve, contudo, associa o entre o local de residência (variável independente) e a presen a de fluorose (P= 0,00), tanto na análise bivariada como na multivariada. Conclus es. é possível concluir que a fluorose dental, por ora, n o constitui um problema epidemiológico relevante para a popula o estudada, e que as iniciativas para controlar a fluorose devem levar em conta a autopercep o do problema da fluorose pela própria popula o. Mesmo assim, ainda é de extrema importancia o monitoramento rigoroso dos teores de flúor na água de abastecimento.
A saúde bucal em pauta: análise de registros dos Conselhos Municipais de Saúde de municípios pertencentes à 17a Regional de Saúde do Estado do Paraná, Brasil
Alves-Souza Rosani Aparecida,Saliba Orlando
Cadernos de Saúde Pública , 2003,
Abstract: O presente estudo teve como objetivo a análise das interven es em saúde bucal, registradas em atas de reuni es, de 15 Conselhos Municipais de Saúde, próprios de municípios pertencentes à 17a Regional de Saúde do Estado do Paraná. A análise documental deu-se a partir da identifica o das temáticas em saúde, com ênfase na categoriza o por assunto das interven es em saúde bucal. Os resultados evidenciaram os registros relativos à programa o e organiza o da presta o de servi os, seguida pelo or amento em saúde, como sendo os mais freqüentes do conjunto de temáticas analisadas. P de-se identificar, em 90 atas das 591 estudadas, o total de 134 registros de interven es em saúde bucal. Por meio da análise desses últimos, percebeu-se que as interven es em saúde bucal eram relatos de a es já concretizadas, desprovidas de características propositivas quando analisadas sob a dimens o do planejamento em saúde. Sinaliza-se para a necessidade da categoria odontológica de adquirir um maior padr o de representatividade nesses espa os, de forma a possibilitar vínculos importantes no processo de planejamento e de fortalecimento da saúde bucal enquanto direito de cidadania.
Page 1 /74300
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.