oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

2013 ( 24 )

2012 ( 146 )

2011 ( 145 )

2010 ( 125 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 982 matches for " Rede urbana "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /982
Display every page Item
SERVI?OS URBANOS EM REDE E CONTROLE PúBLICO DO SUBSOLO: NOVOS DESAFIOS à GEST?O URBANA
SILVA, RICARDO TOLEDO;MACHADO, LENIRA;
S?o Paulo em Perspectiva , 2001, DOI: 10.1590/S0102-88392001000100012
Abstract: o artigo trata das principais atribui??es de competências estabelecidas pela constitui??o federal e mostra que, embora exista o apoio de princípios constitucionais para um papel pró-ativo dos municípios e das entidades supramunicipais ? regi?es metropolitanas, aglomera??es urbanas e microrregi?es ?, essa a??o n?o ocorre na prática.
Topologia dos backbones de internet no Brasil / Internet backbone topology in Brazil
Marcelo Paiva da Motta
Revista Sociedade & Natureza , 2012,
Abstract: Este artigo visa reafirmar o papel do espa o no estudo das Novas Tecnologias de Informa o e Comunica o (NTICs). Examinamos a topologia dos backbones de internet no Brasil usando as ferramentas matemáticas da teoria dos grafos. Através do cálculo de índices de centralidade (proximidade e intermedia o), bem como de outras técnicas quantitativas, as redes físicas que comp em a internet s o relacionadas à rede urbana preexistente, mostrando que em suas características gerais o funcionamento n o subverte a geografia econ mica do país, a despeito do ideário antigeográfico suscitado por parte da literatura sobre os impactos da tecnologia.
SETE LAGOAS: A DIN MICA FUNCIONAL DE UMA CIDADE MéDIA E SUA INSER O NA REDE URBANA DE MINAS GERAIS
Marly Nogueira
Boletim Goiano de Geografia , 2005,
Abstract: A cidade de Sete Lagoas é uma típica cidade média deMinas Gerais e, apesar de estar t o próxima da terceiramaior regi o metropolitana do Brasil, desenvolveu umarespeitável autonomia em rela o à metrópole belohorizontina.Partindo de indaga es tais como àquelasque se referem aos objetivos, à gênese e à dinamicados processos socioespaciais que explicam a atual inser ode Sete Lagoas na rede urbana mineira, é quese desenvolveu esse trabalho. A posi o geográfica decontato de duas grandes regi es fision micas e socioespaciaismineiras – as Gerais (o Sert o) e as Minaspode, certamente, constituir e explicar, numa primeiraaproxima o, a posi o de relativa centralidade urbanaconquistada por Sete Lagoas em sua regi o. Entretanto,outros fatores tais como os agentes sociais e suas estratégiase o modo como tais agentes se aproveitaramdessa posi o geográfica para forjar aquela autonomia,s o cruciais para tornar inteligível a socioespacialidade ea inser o de Sete lagoas na rede urbana mineira, na atualidade.O estudo desses processos constitui o escopodesse trabalho. Trata-se de uma tentativa de continuartrilhando uma tradi o da Geografia Urbana brasileira – oestudo da cidade e sua hinterlandia –, tendo em vistao relativo abandono que a temática sofreu nos estudosurbanos brasileiros.
A dinamica recente do segmento de rede urbana no Tocantins: as implica es da constru o de Palmas para Porto Nacional
Kelly Bessa,Vane?a Ribeiro Corado
Geotextos : Revista da Pós-Gradua??o em Geografia da Universidade Federal da Bahia , 2011,
Abstract: No Estado do Tocantins, a dinamica recente da rede urbana revela altera es significativas, reflexo das transforma es políticas, econ micas e socioculturais por que vem passando essa regi o, sobretudo, depois da separa o política do Estado de Goiás e da inser o na Amaz nia Oriental em 1989. Nesse contexto, a pesquisa objetiva elucidar como ocorrem os processos de diferencia o entre Porto Nacional e Palmas, ou seja, compreender as implica es da constru o de Palmas, a capital projetada, para Porto Nacional, um dos principais centros do antigo norte goiano, hoje Tocantins, considerando os papéis urbano-regionais e os processos de re-hierarquiza o.
A instala o da UFRB, a a o do Programa Monumenta e o turismo étnico na reestrutura o urbana e no cotidiano de Cachoeira-BA: Notas preliminares de pesquisa
Wendel Henrique
Geotextos : Revista da Pós-Gradua??o em Geografia da Universidade Federal da Bahia , 2009,
Abstract: No Rec ncavo Baiano cidades médias e pequenas, antigos centros da economia urbana e regional, após décadas de estagna o econ mica e esvaziamento populacional recebem aten o do Estado através de programas e a es que visam resgatar o desenvolvimento econ mico perdido para os novos nós da rede urbana desta regi o. Em Cachoeira (32.252 habitantes) programas e a es federais e estaduais, envolvendo uma grande quantidade de investimentos, est o sendo implementados na reestrutura o urbana (requalifica o e refuncionaliza o do casario histórico) e na gera o de renda e emprego através do incentivo aos servi os e comércios ligados ao ensino superior e ao turismo, como o campus da recém criada Universidade Federal do Rec ncavo da Bahia (Ministério da Educa o), o Programa Monumenta (Ministério da Cultura) e o Projeto de Turismo étnico (Ministério do Turismo). Os novos moradores de Cachoeira, bem como os estudantes universitários que passam o dia na cidade, geralmente possuem maior renda e acabam levando a um aumento expressivo dos valores cobrados para aquisi o e aluguel de imóveis. Há modifica o na estrutura do emprego e na constru o de infraestruturas para atender as novas fun es e servi os. Constatamos processos de exclus o social/econ mica e segrega o de parte da popula o, que fica, assim, à margem do desenvolvimento socioecon mico que se pretende, além de ocasionar modifica es profundas no cotidiano dos moradores.
Estudos sobre a rede urbana: os precursores da teoria das localidades centrais Study concerning urban network: pioneers of the theory of central place
Kelly Bessa
Geotextos : Revista da Pós-Gradua??o em Geografia da Universidade Federal da Bahia , 2012,
Abstract: Dentre os estudos sobre redes urbanas, destacam-se aqueles que dizem respeito à hierarquia de seus centros. Uma das bases teóricas mais ricas e conhecidas é a “teoria das localidades centrais”, formulada por Walter Christaller e publicada em 1933. Nesse contexto, o presente trabalho tem por finalidade apresentar as contribui es dos estudos sobre a hierarquia dos centros urbanos que antecederam a obra clássica do citado autor. Ressalta-se que tais estudos foram, posteriormente, aprofundados por Christaller, por meio de extensa compila o bibliográfica, que resultou na plena sistematiza o da temática da organiza o espacial dos centros urbanos, ainda nos anos de 1930, segundo sua hierarquia. Within studies concerning urban networks those that refer to hierarchies of their centers stand out most. One of the richest and best known bases is the “theory of central place” formulated by Walter Christaller and published in 1933. In this context this study aims at presenting contributions to the study of hierarchies in urban centers which antecede the classic above mentioned study. It is noteworthy that these studies were, later, more profoundly examines by Christaller through a extensive bibliographic collection, which resulted in full systemization of the theme of space organization of urban centers, already in the 1930s, according to his hierarchy.
Configura o da rede urbana do Brasil
Diana Meirelles da Motta,Cesar Ajara
Revista Paranaense de Desenvolvimento , 2001,
Abstract: This study aims at analysing the current configuration and evolution trends of the Brazilian urban system. It focuses on the transformation occurred in Brazilian cities during the growth process - demographically, functionally and spatially. It also aims at contributing to the definition of support strategies for establishing and implementating a national urban policy as well as subsidizing sector and region policies. The work includes the following studies: “Influence of Cities”, “Types of Brazilian Municipalities” and “Urban Agglomerations for Statistics Purposes”, all of them from the Brazilian Institute of Statistics and Geography - IBGE. It comprehends national and regional economic processes in the 1980’s and 1990’s, which are the basis of the urban system structure and development. The analysis resulted in three basic main basic products: “Urban System Hierarchy”, “Urban and Regional Systems” and “Brazil Urban Agglomerations”. Este artigo sumariza os resultados do estudo Caracteriza o e Tendências da Rede Urbana do Brasil, o qual tem por objetivo analisar a atual configura o e as tendências de evolu o da rede urbana, enfocando as transforma es ocorridas no processo de crescimento demográfico, funcional e espacial das cidades brasileiras. é também sua finalidade contribuir para a defini o de estratégias de apoio à formula o e à execu o da política urbana nacional, bem como subsidiar as políticas setoriais e territoriais. Esse trabalho incorporou os estudos Regi es de Influência das Cidades, Tipologia dos Municípios Brasileiros e Aglomera es Urbanas para Fins Estatísticos, elaborados no ambito do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e abrangeu os processos econ micos gerais e regionais nas décadas de 80 e 90 que est o na base da estrutura o e do desenvolvimento da rede urbana. A análise resultou em três produtos referenciais básicos: a hierarquia da rede urbana, os sistemas urbano-regionais e as aglomera es urbanas do Brasil.
Pequenas cidades e especializa es funcionais: o caso de Santa Fé - PR / Small cities and functional specialization: The case of Santa Fé - PR
Tania Maria Fresca,Léia Aparecida Veiga
Revista Sociedade & Natureza , 2011,
Abstract: O objetivo do presente trabalho é discutir papéis das pequenas cidades brasileiras no que diz respeito ao processo de especializa o funcional. O recorte espacial é a rede urbana norte-paranaense a partir da década de 1970, quando inúmeras transforma es de ordem econ mico-social incidiram na rede urbana e de forma singular em algumas pequenas cidades, provocando altera es em seus papéis, como no caso da cidade de Santa Fé. Por intermédio de iniciativas locais, agentes sociais em meio às transforma es na agropecuária norte-paranaense concretizaram possibilidades emanadas do todo na forma de presta o de servi os especializados em fotografias e filmes de formaturas, com gênese em 1980 quando foi instalado o primeiro estabelecimento. A lucratividade dessa primeira empresa instalada na cidade criou a perspectiva de implanta o de novos estabelecimentos do ramo seja por ex-funcionários ou ex-sócios seja por outros agentes sociais locais oriundos de outras atividades econ micas após a década de 1980. Em 2010 a cidade possuía 48 estabelecimentos especializados em fotografias e filmes de formaturas. Essa especializa o funcional na pequena cidade de Santa Fé, complexifica sua inser o na rede urbana norte - paranaense, bem como em outras redes, cujas intera es espaciais tornaram-se amplas mediante a instala o de filiais/franquias em vários estados brasileiros.
Segrega o socioespacial, dinamica populacional e rede urbana na cidade de Parintins/AM
Thiago Pimentel Marinho,Tatiana Schor
Geografares , 2009,
Abstract: Este artigo visa discutir a segrega o socioespacial nas cidades da Amaz nia Brasileira tendo como ponto de partida a cidade de Parintins, no estado do Amazonas, mas específico na periferia que representa a área de expans o da cidade. A análise da segrega o socioespacial se dá a partir da constru o de mapas temáticos gerados por dados disponibilizados pelos IBGE e do estudo detalhado de três bairros. Os mapas temáticos est o relacionados à renda dos domicílios, condi es de moradia, e dinamica populacional. Esses dados proporcionaram fazer uma análise dos processos de Segrega o Socioespacial, Dinamica Populacional e Rede Urbana na cidade de Parintins.
Reality and challenges of the brazilian metropolitan urban areas: socioeconomic diagnoses and management structure Brasil metropolitano: uma configura o heterogênea
Rosa Moura,Paulo Roberto Delgado,Marley V. Deschamps,Nelson Ari Cardoso
Revista Paranaense de Desenvolvimento , 2003,
Abstract: This study aims at analyze the reality of metropolitan regions and their challenges in the Brazilian federation, with a socioeconomic and management structure diagnosis. At first, referring exclusively to officially instituted ones, it describes the two distinct stages of institutionalization process, pointing the recent motivation for increasing units, despite of pertinence to the concept of metropolis. O artigo sumariza um diagnóstico socioecon mico e institucional das regi es metropolitanas brasileiras, salientando seus grandes desafios. Inicialmente, refere-se àquelas unidades oficialmente instituídas, historiando os estágios do processo de institucionaliza o e o aumento recente das unidades instituídas, nem sempre guardando pertinência ao conceito de metrópole.
Page 1 /982
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.