oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

2019 ( 32 )

2018 ( 206 )

2017 ( 240 )

2016 ( 262 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 67383 matches for " Peri ideōn "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /67383
Display every page Item
El argumento de lo uno sobre muchos del peri ideōn
González Varela,José Edgar;
Revista latinoamericana de filosof?-a , 2010,
Abstract: in metaphysics a.9 aristotle classifies as "less accurate" three of the platonic arguments for ideas surveyed in his treatise on ideas (peri ideōn). the standard interpretation of the peri ideōn claims that these arguments are less accurate because they are only valid to postulate aristotelian universals, but not to postulate ideas. in this paper i intend to call into question this interpretation with respect to one of these arguments: the one over many argument. i claim that this argument, although not valid to postulate ideas, it is not valid either to postulate aristotelian universals. this argument is valid only for a conclusion that is neutral between platonism and aristotelianism about universals: that there are other entities apart from the particulars.
El argumento de lo uno sobre muchos del peri ideōn
José Edgar González Varela
Revista Latinoamericana de Filosofía , 2010,
Abstract: En Metafísica A.9 Aristóteles clasifica como "menos rigurosos" a tres de los argumentos platónicos a favor de las Ideas examinados en su tratado Sobre las Ideas (Peri ideōn). La interpretación estándar del Peri ideōn sostiene que estos argumentos son menos rigurosos porque sólo son válidos para postular universales aristotélicos, pero no para postular Ideas. En este trabajo me propongo poner en cuestión esta interpretación con respecto a uno de estos argumentos: el argumento de lo uno sobre muchos. Sostengo que este argumento, si bien no es válido para postular Ideas, tampoco lo es para postular universales aristotélicos. éste es válido sólo para afirmar una conclusión neutral entre platonismo y aristotelismo sobre universales: que hay entidades distintas de las cosas particulares. In Metaphysics A.9 Aristotle classifies as "less accurate" three of the platonic arguments for Ideas surveyed in his treatise On Ideas (Peri ideōn). The standard interpretation of the Peri ideōn claims that these arguments are less accurate because they are only valid to postulate Aristotelian universals, but not to postulate Ideas. In this paper I intend to call into question this interpretation with respect to one of these arguments: the one over many argument. I claim that this argument, although not valid to postulate Ideas, it is not valid either to postulate Aristotelian universals. This argument is valid only for a conclusion that is neutral between Platonism and Aristotelianism about universals: that there are other entities apart from the particulars.
Prevalência de nódulos de tireóide detectados por ecografia em mulheres após os 40 anos
Furlanetto T. W.,Peccin S.,Schneider M. A. de O.,Zimmer A. dos S.
Revista da Associa??o Médica Brasileira , 2000,
Abstract: Nódulos de tireóide s o uma condi o clínica comum e em seu diagnóstico diferencial inclui-se o cancer de tireóide. Como o cancer de tireóide é raro, é importante conhecer a prevalência de nódulos de tireóide em grupos fortemente pre-dispostos para dimensionar seu impacto e adequar estratégias diagnósticas. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de nódulos de tireóide diagnosticados por ecografia em mulheres na maturidade. MéTODOS: Entre agosto de 1996 e dezembro de 1997 foram avaliadas, de forma consecutiva, pacientes do sexo feminino com idade de 40 anos ou mais que realizavam ecografia no Servi o de Radiologia do HCPA. Foram excluídas as mulheres encaminhadas para exame de tireóide. As 207 pacientes examinadas tiveram média de idade de 54,7 anos (mediana: 53 anos com mínimo de 40 e máximo de 86 anos). Cento e vinte e três (59,4%) apresentaram tireóide normal e 82 (39,6%) tiveram alguma altera o na glandula. CONCLUS ES: Altera es nodulares foram encontradas em 73 (35,3%) mulheres, e 35 (16,9%) portavam nódulos tireoidianos com 1 cm ou mais. As mulheres sem nódulos de tireóide eram mais jovens (53,1 ± 10,7 anos) que as que apresentavam nódulos tireoidianos (58,2 ± 10,6 anos), p=0,001 e houve aumento do número de quaisquer nódulos (p=0.001) ou de nódulos maior que 1 cm (p=0.007) com o aumento da idade. Assim sendo, nódulos de tireóide s o muito comuns em mulheres com 40 anos ou mais, a sua prevalência aumenta com a idade nesse grupo etário, e eles s o potencialmente palpáveis (maiores que 1 cm) em 1 em cada 6 mulheres nesta faixa etária. é importante que tenhamos esses dados em mente quando indicamos avalia o ecográfica da tireóide em mulheres com 40 anos ou mais.
Nódulos de tireóide: valor da ultra-sonografia e da biópsia por pun o aspirativa no diagnóstico de cancer
Peccin Simone,Furlanetto Tania Weber,Castro José Augusto Sisson de,Furtado álvaro Porto Alegre
Revista da Associa??o Médica Brasileira , 2003,
Abstract: Os nódulos de tireóide s o um problema clínico comum e a pun o aspirativa por agulha fina (PAAF) é o principal exame utilizado para seu diagnóstico diferencial. Recentemente, foi demonstrado que algumas características ultra-sonográficas dos nódulos est o associadas a um maior risco de cancer. Entretanto, n o encontramos estudos que avaliassem o desempenho dos dois exames de forma comparativa e/ou complementar. OBJETIVO: Avaliar o desempenho da ultra-sonografia (US), da PAAF e de sua combina o no diagnóstico de cancer em nódulos de tireóide. MéTODOS: Oitenta pacientes com nódulos únicos ou dominantes, com indica o cirúrgica, foram selecionados dentre 289 pacientes com nódulos tireoidianos atendidos entre mar o de 1995 e julho de 1997. Os pacientes foram submetidos à PAAF e à US de tireóide por um dos autores. A PAAF foi considerada positiva quando os achados citológicos eram suspeitos ou diagnósticos de cancer. A US foi considerada positiva quando os nódulos apresentavam pelo menos um dos seguintes achados: microcalcifica es, hipoecogenicidade ou halo ausente. PAAF e US foram combinados em paralelo (o resultado positivo em qualquer um dos dois exames era considerado indicativo de malignidade) e em série (somente o resultado positivo de ambos os testes indicava presen a de malignidade). RESULTADOS: A sensibilidade e a especificidade da PAAF na detec o do cancer em nódulos de tireóide foram, respectivamente, 87% e 62%, e a sensibilidade e a especificidade da US foram, respectivamente, 81% e 70%. A combina o em série dos dois exames (PAAF e US) resultou em sensibilidade de 69% e especificidade de 91%, e a combina o em paralelo (PAAF ou US) apresentou sensibilidade de 94% e especificidade de 52%. CONCLUS O: A US pode ser útil na avalia o dos nódulos de tireóide, alternativamente ou em combina es com a PAAF. Como o resultado da US depende da experiência do operador e das características do equipamento, s o necessários estudos em diferentes centros para o seu uso na prática clínica.
Efeito oxidativo do óxido nítrico e infertilidade no macho
Carvalho Onofre Ferreira de,Ferreira Jo?o Danilo de Jesus,Silveira Nusa de Almeida,Freneau Gustavo Eduardo
Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial , 2002,
Abstract: A capacidade de fertiliza o dos espermatozóides é dependente, entre outros fatores, da sua motilidade e da integridade de sua membrana. As substancias oxidativas, quando produzidas em excesso no organismo, em particular no líquido seminal, comprometem a motilidade do espermatozóide e a sua viabilidade em promover a fertiliza o. Um dos agentes oxidantes capazes de promover estes efeitos é o óxido nítrico (ON), responsável pela media o em vários processos fisiológicos. O uso de terapias antioxidantes no tratamento de alguns tipos de infertilidade deve ser feito com cautela, pois uma inibi o muito severa poderá comprometer as taxas de ON e, conseqüentemente, irá influenciar outros mecanismos fisiológicos dependentes de sua concentra o.
Incidência de malignidade na doen a nodular da tiróide com baixa suspeita clínica: estudo observacional prospectivo por dois anos numa coorte de 50 pacientes
Yamazaki Claudia A.,Mamone M. Concei??o C.,Ikejiri Elza S.,Hidal Jairo T.
Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia , 2004,
Abstract: OBJETIVOS: Verificar a ocorrência de les es malignas em pacientes com nódulos tiroidianos clinicamente benignos e o valor da repeti o da citologia aspirativa da tiróide (PAAF). MéTODOS: Estudo observacional prospectivo por 2 anos em coorte de 50 mulheres com nódulos tiroidianos clinicamente benignos, com exame clínico, ultra-sonografia (US) e PAAF inicial, seguidas por acompanhamento clínico, US e repun o dos mesmos nódulos (PAAF2). RESULTADOS: A palpa o n o é bom método para o seguimento dos nódulos quando comparada ao US. O quadro clínico foi parametro de confian a, pois 47/50 pacientes (94%) evoluíram sem malignidade durante o seguimento. PAAF1 e PAAF2 concordaram em 33/39 pacientes quando PAAF1 foi negativa (85%); 11 pacientes foram operadas, 8 por PAAF suspeita e 3 por aumento do volume nodular durante o seguimento. O anátomo-patológico (AP) foi benigno nas les es suspeitas (8 adenomas e 3 bócios colóides). Houve 2 casos de microcarcinoma papilífero n o invasivo em área distante dos nódulos e 1 caso de carcinoma papilífero n o invasivo em bócio multi-nodular. CONCLUS ES: Houve concordancia entre características clínicas de benignidade com PAAF, US e acompanhamento clínico ou cirurgia; numa paciente encontramos carcinoma papilífero. O US deve ser considerado em pacientes com suspeita de nódulos de tiróide ao exame clínico; na maioria das vezes quando o resultado da PAAF1 é negativo para malignidade, o segundo exame citológico confirma o primeiro.
Pun o de tireóide: valor da associa o de duas técnicas
Torres Maria Roseneide S.,Rosas Rosalina Jenner,Leon Jr Emmanuel P. de,Nóbrega Neto Sebasti?o H.
Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia , 2003,
Abstract: Os nódulos tireoidianos têm elevada prevalência na popula o geral. O objetivo desse estudo foi avaliar o grau de associa o das técnicas de pun o aspirativa e n o-aspirativa e comparar a citologia obtida pelas duas técnicas. Foram selecionados 61 pacientes portadores de nódulo tireoidiano, que foram submetidos à pun o pelas duas técnicas, guiadas por ultra-sonografia. Os esfrega os foram analisados por dois citopatologistas independentes, conforme 5 critérios que avaliam a qualidade do material. N o houve diferen a significativa entre as técnicas quanto à soma dos pontos dos critérios, quando estes foram analisados juntos ou isoladamente (p>0,05). A concordancia entre as técnicas foi muito baixa (k=0,13). N o houve diferen a entre as técnicas quando foram comparadas as somas dos critérios conforme os dois patologistas (p>0,05). A técnica n o-aspirativa foi superior à técnica aspirativa nos nódulos hiperecogênicos (p<0,05). As técnicas fornecem material de qualidade semelhante e a associa o das duas técnicas diminui falhas diagnósticas.
Incidentalomas de tiróide: compara o dos achados ultra-sonográficos com o diagnóstico citopatológico
Mazzuco Tania L.,Canalli Maria Heloísa B.S.,Coral Marisa Helena C.,Garzel Júnior Ivo S.
Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia , 2001,
Abstract: Nódulos tireoideanos impalpáveis, descobertos principalmente por ultra-sonografia (USG), s o denominados "incidentalomas". Sua importancia, além da alta prevalência, está na possibilidade da detec o de "carcinoma oculto". Este trabalho objetiva estudar características ultra-sonográficas dos incidentalomas de tiróide confrontadas com diagnóstico citopatológico obtido pela pun o-biópsia aspirativa por agulha fina (PBAAF) guiada por USG. Realizou-se um estudo transversal descritivo dos nódulos tireoideanos classificados como "incidentalomas", cujos pacientes, sabidamente portadores dos mesmos por exames prévios, foram submetidos à PBAAF-USG, de janeiro/1996 a maio/1998, em clínica radiológica. Os estudos ultra-sonográfico e citopatológico foram realizados pela mesma equipe médica, considerando-se a citopatologia como padr o-ouro. Nódulos > 1,5cm foram excluídos. No período de estudo, 110 nódulos foram examinados (95 pacientes, alguns portadores de nódulos múltiplos). à citopatologia, 74% dos nódulos eram benignos, 10% malignos e 16% com citodiagnóstico de les o indeterminada (desconsiderados da análise estatística). Os nódulos malignos apresentaram predomínio das seguintes características à USG: conteúdo sólido (100%), margens irregulares (54%) e microcalcifica es (54%), com diferen as estatisticamente significantes dos benignos. Em 72% dos nódulos malignos, havia pelo menos 3 das 5 características indicativas de malignidade: hipoecogenicidade, conteúdo sólido, halo ausente, margem irregular e microcalcifica es. A maioria dos incidentalomas estudados foi benigna. As características ultra-sonográficas - conteúdo sólido, margens irregulares e microcalcifica es, principalmente quando associadas, devem ser valorizadas ao se investigar malignidade.
Morphological alterations in hemal nodes in splenectomized cattle
Bassan, N.;Vasquez, F.;Vinuesa, M.;Cerrutti, P.;Bernardi, S.;
Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , 1999, DOI: 10.1590/S0102-09351999000500009
Abstract: pelo estudo das altera??es morfológicas nos nódulos hemolinfóides, averiguou-se a compensa??o da deficiência imunológica transitória em bovinos esplenectomizados. houve aumento acentuado de tamanho dos nódulos hemolinfóides dois meses após a esplenectomia. além disso, ocorreu aumento significativo na espessura da zona intermediária dos nódulos hemolinfóides, bem como hiperplasia celular porém sem modifica??o na popula??o e distribui??o das células. as células b foram detectadas na zona central dos folículos, enquanto que as cd4+ se assentaram no córtex, na área interfolicular e nos cord?es da zona intermediária. as células m2+ estavam dispersas no tecido cordonal e as cd8+ coraram-se de modo similar às células cd4+.
Morphological alterations in hemal nodes in splenectomized cattle
Bassan N.,Vasquez F.,Vinuesa M.,Cerrutti P.
Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , 1999,
Abstract: Pelo estudo das altera es morfológicas nos nódulos hemolinfóides, averiguou-se a compensa o da deficiência imunológica transitória em bovinos esplenectomizados. Houve aumento acentuado de tamanho dos nódulos hemolinfóides dois meses após a esplenectomia. Além disso, ocorreu aumento significativo na espessura da zona intermediária dos nódulos hemolinfóides, bem como hiperplasia celular porém sem modifica o na popula o e distribui o das células. As células B foram detectadas na zona central dos folículos, enquanto que as CD4+ se assentaram no córtex, na área interfolicular e nos cord es da zona intermediária. As células M2+ estavam dispersas no tecido cordonal e as CD8+ coraram-se de modo similar às células CD4+.
Page 1 /67383
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.