oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

2013 ( 9 )

2012 ( 28 )

2011 ( 28 )

2010 ( 21 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 209 matches for " Novas tecnologias. "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /209
Display every page Item
Reestrutura o produtiva e variabilidade do trabalho: uma abordagem da ergonomia
Abrah?o Júlia Issy
Psicologia: Teoria e Pesquisa , 2000,
Abstract: Este artigo é um estudo teórico que discute a pertinência de incorporar no escopo de um projeto de automa o/informatiza o dos postos de trabalho o conceito de variabilidade. Neste sentido, ressalta a contribui o da ergonomia ao processo de introdu o de novas tecnologias que, além de modificar a natureza do trabalho, a produtividade afeta, muitas vezes a saúde do trabalhador. A variabilidade do trabalho, decorrente da diferen a entre a prescri o e a realidade, pode ser compreendida considerando: (a) as características do trabalhador, ressaltando a no o de variabilidade inter e intra individual, e (b) a organiza o do trabalho, onde destaca-se a variabilidade dos equipamentos/materiais e dos procedimentos. Ao considerar as variabilidades na concep o de um projeto ou na situa o de inova o tecnológica, propicia-se uma melhoria das condi es de trabalho, flexibilizando e reduzindo a polariza o imposta pelo trabalho prescrito, cuja referência é, geralmente, um operário médio, bem treinado, que trabalha em um posto estável.
Carr, Nicholas. The shallows: what the internet is doing to our brains. Paperback edition. Nova York: Norton, 2011. 280 p.
Francisco Rüdiger
Comunica??o, Mídia e Consumo , 2012,
Abstract: O trabalho resume as principais teses e examina criticamente os problemas de fundamenta o do relato sobre o suposto efeito da mídia digital na reconfigura o do pensamento moderno, conforme apresentado por Nicholas Carr, em seu livro The Shallows (2010/2011).
Vers o completa
Revista Ciberlegenda
Ciberlegenda , 2011,
Abstract:
Internet: auxílio à educa o
Michele Marques Baptista
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2004,
Abstract: Este trabalho tem por objetivo enfocar o relacionamento da Internet com o processo educativo, assim como suas perspectivas para o futuro. Traz uma vis o sistematizada dos desafios que a educa o enfrenta, quando precisa redefinir suas fun es, formas de organiza o e valores, face às transforma es tecnológicas e aos recursos disponíveis na Internet para busca e troca de informa es. Para a educa o, a Internet é uma excelente ferramenta de ensino, tanto pelo que já representa em termos de recursos, quanto por seu imenso potencial a ser ainda explorado.
Redefinition of the role of schools and teachers in contemporary society A redefini o do papel da escola e do professor na sociedade atual
Amanda de Oliveira Ferreira,Maycon Jefferson José de Souza
Vértices , 2010,
Abstract: Due to changes caused by the new information and communications technologies in present society, teachers are facing another challenge: to understand how these changes affect education and modify their role in the classroom. This article aims to show changes in society as a result of the new technologies and how they modify the role of schools and teachers, emphasizing that this challenge requires teachers to admit the existence of a new society built after the rise of new technologies. Diante das mudan as provocadas pelas novas tecnologias da informa o e da comunica o, na sociedade atual, os professores encontram-se frente a mais um desafio: entender como estas mudan as afetam a escola e modificam seu papel na sala de aula. Este artigo pretende apontar as mudan as ocorridas na sociedade em decorrência das novas tecnologias e como elas modificam a fun o da escola e do professor na sociedade, sempre ressaltando que esse desafio requer primeiramente dos docentes admitir a existência da nova sociedade construída após a chegada das inova es tecnológicas.
Aprendizagens e novas tecnologias
Pedro Demo*
Roteiro , 2011,
Abstract: Pretendo aqui, muito preliminarmente, reunir alguns argumentos favoráveis à multiplicidade de oportunidades de aprender que o aluno pode encontrar hoje em ambientes de aprendizagem mediados por novas tecnologias. Centro-me principalmente na desconstru o de algumas resistências pedagógicas (EVANS, 2001) ainda persistentes entre nós como “transmiss o de conteúdos”; agarramento a uma única teoria; fixa o na aula instrucionista; extirpa o/endeusamento de processos avaliativos, etc. Procuro ver, em um vasto ambito de ofertas teóricas, componentes atualmente ressaltados na discuss o tecnológica em vigor, com o objetivo de indicar oportunidades de reconstru o muito aproveitável de autores e clássicos, uma vez que aprender bem n o foi algo inventado pelas novas tecnologias; sempre existiu e os grandes pedagogos tiveram consciência disso, insinuando infinitas maneiras de aprender bem (DEMO, 2008). As novas tecnologias proporcionam oportunidades ainda mais ampliadas, em meio também a enormes riscos e desacertos. O que menos interessa aqui é incidir em panaceias tecnológicas, bem a gosto do consumismo neoliberal. Interessa, porém, explorar novas oportunidades de aprendizagem, bem mais centradas na atividade dos alunos, flexíveis, motivadoras e capazes de sustentar processos de autoria e autonomia.
Novas tecnologias nas comunidades rurais: TV e internet na col nia do RS
Kenia Maria Menegotto Pozenato,Loraine Slomp Giron
Conex?o : Comunica??o e Cultura , 2008,
Abstract: O objetivo deste artigo é o de apresentar os resultados preliminares do Projeto Cultura e Comunica o: o efeito das novas tecnologias (TV, Internet) nas comunidades rurais do RS (1985-2005). Foi estudada a regi o de minifúndios de Caxias do Sul, Flores da Cunha e Farroupilha, entre 1985 e 2005, quando avan am a telefonia, a eletrifica o e a transmiss o televisiva na zona rural do Rio Grande do Sul. Seu objeto s o as mudan as socioecon micas ocorridas na pequena propriedade rural da Regi o Nordeste do Rio Grande do Sul e a possível influência das novas tecnologias no modo de vida de seus habitantes, com o objetivo de verificar as principais transforma es no meio rural, ocasionadas pela influência dos meios de comunica o na moda, no modo de falar, no consumo, nos valores éticos e morais e por fim nas rela es familiares.
SEM MEDO DE [O]USAR: Inclus o digital em campos
Maria Mussa Tavares Maria Mussa Tavares Gomes
Vértices , 2010,
Abstract: O debate em torno das modifica es trazidas pelas novas tecnologias tem mostrado que o conhecimento é, cada vez mais, apontado como fator determinante para o estabelecimento ou supera o de desigualdades, de cria o ou elimina o de empregos, de propaga o ou concentra o de bem-estar. Apesar disso, o ingresso na Sociedade da Informa o é uma realidade distante da maioria da popula o mundial. Com o objetivo de debater o conceito de inclus o digital e possíveis modos de efetivá-la, s o examinadas, neste trabalho, duas experiências de inclus o digital em Campos dos Goytacazes: o Projeto Informática Cidad e o Navegar é Preciso.
A rela o do público jovem com o rádio na atualidade
Rodrigo Lúcio Cardoso,Cristianne Maria Famer Rocha
Comunica??o, Mídia e Consumo , 2011,
Abstract: A rela o do jovem com os meios de comunica o está se modificando principalmente devido à introdu o das novas tecnologias na sociedade contemporanea. A fim de analisar a rela o do público jovem com o rádio, foi aplicado um questionário em 349 sujeitos (jovens de 15 a 24 anos, das classes A e B, residentes em Porto Alegre, RS), no período de janeiro a maio de 2010. Dentre as principais conclus es, destacamos que o rádio se configura, na atualidade, como um “veículo de movimento”, ouvido principalmente no carro ou no celular/mp3 player.
Será o ensino escolar supérfluo no mundo das novas tecnologias?
Jorge, Maria Tereza Soler;
Educa??o & Sociedade , 1998, DOI: 10.1590/S0101-73301998000400006
Abstract: the aim of this essay is to contribute to the discussion on the directions of teaching under the perspective of the resistance to the neoconservative ideas presented by the rules of capitalism under its "globalized" form. it draws a landscape in which the extraordinary potentialities of humanization and socialization of the individual given by the technological and cientific development are set against his growing loneliness and individualism in the social relationships and points to the need of opposing the aims of teaching proposed by the leading ways of thinking in our times - that is, the making of the worker and/as a consumer fit to the new technologies. it confronts this trend in education with a totally opposed view: education as a way of emancipating man.
Page 1 /209
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.