oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Any time

2013 ( 47 )

2012 ( 167 )

2011 ( 87 )

2010 ( 89 )

Custom range...

Search Results: 1 - 10 of 1135 matches for " Grandes usuários "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /1135
Display every page Item
Fatores associados às interna es hospitalares no Brasil
Castro M?nica Silva Monteiro de,Travassos Cláudia,Carvalho Marília Sá
Ciência & Saúde Coletiva , 2002,
Abstract: O objetivo foi identificar fatores associados às admiss es hospitalares no Brasil, analisando se essa utiliza o é eqüitativa e identificando características associadas aos grandes usuários. A PNAD/1998 foi analisada, utilizando regress o logística e regress o logística multinomial, com pesos normalizados e técnicas estatísticas para corre o do efeito de desenho. O modelo teórico utilizado foi o Comportamental de Andersen. No modelo ajustado por necessidade de saúde e fatores capacitantes, pessoas com menor renda apresentaram maior chance de se internar; o contrário ocorreu no modelo ajustado somente por necessidade de saúde. Todas as variáveis de necessidade mostraram-se menos relacionadas ao uso nas pessoas com duas interna es, em compara o com aquelas com mais do que duas interna es. N o houve associa o entre variáveis sociais e ocorrência de duas interna es, mas essa associa o ocorreu para três ou mais interna es. A redu o das desigualdades sociais nos aspectos que "capacitam" ao uso de admiss es hospitalares reduziria as desigualdades neste uso. Um sistema de saúde que ofere a um "servi o de uso regular", além de baixo ou nenhum pagamento no ato do consumo, seriam medidas de impacto positivo na eqüidade do consumo de servi os hospitalares no Brasil.
(Re)Conhecendo o perfil do usuário de crack de Santa Cruz do Sul
Edna Linhares Garcia,Dulce Grasel Zacharias,Gabrielly Winter,Julyana Sontag
Barbarói , 2012,
Abstract: O presente artigo se origina da pesquisa intitulada “A realidade do crack em Santa Cruz do Sul –RS”, que investigou aproblemática psicossociale suas implica es individuais, coletivas e familiares nomunicípio. Apresenta-se aqui um recorte nos dados alcan ados, que se refere ao perfil dos usuários desta substancia. Baseada numametodologia quantitativa e qualitativa, foram aplicadasentrevistas semi-estruturadas emsujeitos que estavam vinculados aosservi os de tratamento (ESF, CAPSia, CAPS AD, CT e Hospitais de referência), e a outros espa os comunitários, totalizando 200 entrevistas, sendo 100 com familiares e 100 com usuários de drogas. A amostra dos usuários de crack foi constituída por 87% do sexo masculino, a maioria entre 19e 32 anos de idade (61%),com o ensino fundamental incompleto (51%). Constata-se que o uso de drogas se inicia na adolescência, entre os 10 e 15 anos de idade (62%), e que estes usuários trazemhistórico de dependência química na família. Decorre daí a importancia de analisar estes dados e repensar as políticas públicas de preven o e tratamento. Abstract This article comes from the research “The reality of crack in Santa Cruz do Sul –RS”, which has investigated the psychosocial issuesrelated to the use of crack and its individual, social and familiar implications in the mentioned city. In this article, we decided to describe the profile of the users of this substance. Based on a qualitative and quantitative methodology, through interviews performed in the treatment services (ESF, CAPSia, CAPS AD, CT and reference hospitals), as well as among the community in the total of 200 interviews, being 100 with families and 100 with drug users. The sample of crack users consisted in 87% mail, most of them between 19 and 32 years of age (61%), and incomplete elementary school (51%). We noticed that the use of drugs starts in the adolescence, most between 10 and 15 years of age (62%), and these users have a history of drug addiction in the family. It follows the importance of analyzing this data and think about public policies for prevention and treatment.
Centro de Multimeios Poeta Alberto de Moura: conhecendo seu ambiente através da análise de sua comunidade escolar na cidade de Ipaumirim-Ceará
Vanildo Pontes Pereira
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2011,
Abstract: A pesquisa aborda o conhecimento dos usuários do centro de multimeios poeta Alberto de Moura, da cidade de Ipaumirim-Ceará, sobre seu ambiente e suas atividades oferecidas a sua comunidade escolar. Tem o objetivo de estudar, na percep o dos usuários, o contexto geral do centro de multimeios para conhecer e vivenciar a realidade nesse ambiente de conhecimento. Sua análise é feita através de estudo referencial e estudos de usuários. A pesquisa proporcionou uma avalia o dos principais pontos que a biblioteca escolar precisa melhorar; o mesmo também proporcionou uma nova característica presente numa biblioteca escolar, a experiência de fazer um trabalho coletivo, onde a participa o mútua da comunidade escolar era presente na realiza o do objetivo do artigo.
PERFIL DOS USUáRIOS DE SUBST NCIAS PSICOATIVAS DO CAPS AD EM 2000 E 2009, CAMPOS DOS GOYTACAZES, RJ
Luciana de Sousa Siqueira Batista,Manoel Batista,Patrícia Constantino
Perspectivas Online : Biológicas e Saúde , 2012,
Abstract: O crescente consumo de substancias psicoativas (SPAs) é complexo problema de saúde coletiva,demandando a constru o de políticas e a es que viabilizem a preven o e reabilita o psicossocial dosusuários abusivos ou dependentes. O presente artigo se configura como estudo descritivo, de naturezaquantitativa que objetivou tra ar o perfil sociodemográfico da popula o total de usuários de SPAs do CAPSad, fazendo uma análise comparativa entre os anos 2000 (ano de inaugura o) e 2009 e, identificar se aspropostas de interven o(estratégias) acompanharam as altera es no perfil nesses nove anos. Foramcoletados dados dos prontuários e codificados no Excel. Perfil encontrado: verificou-se a prevalência de:homens, solteiros, sem filhos, com idade entre 21 a 40 anos, usuários de álcool, com baixa escolaridade, eparcela desempregada. A maioria nasceu em Campos dos Goytacazes, residindo na regi o norte, tendoacessado o CAPSad por encaminhamento profissional, com baixa permanência no tratamento e significativopercentual de interna o em hospital psiquiátrico. Algumas altera es em 2009: crescimento do percentualde mulheres e adolescentes, das ocupa es informais e da demanda judicial, com expressivo consumo decrack associado a outras SPAs. Surgimento de interna es em outras Institui es: CRIAAD(Centro deRecursos Integrados de Atendimento ao Adolescente), Instituto Padre Severino, PU Psiquiátrico esignificativo percentual em Hospital Geral. Conclus o: Grave problemática no uso de SPAs, principalmentecrack, com prejuízos à saúde e vida dos usuários, sugerindo-se novas estratégias frente às demandasemergentes: implanta o de grupo de mulheres, equipe interdisciplinar específica para o trabalho comadolescentes, sistematiza o de dados para elabora o de protocolos de atendimento com equipes da REDE,facilitando avalia o das interven es, proposta de implanta o do CapsadIII (24 horas). Apesar daslimita es, espera-se que os resultados possam subsidiar melhor reestrutura o dos prontuários e novosestudos, otimizar o cuidado com os usuários e contribuir para o fortalecimento de uma rede articulada deservi os, que garanta-lhes a assistência e participa o em todos os níveis de aten o.
RESPEITO à CIDADANIA: PROVENDO ACESSIBILIDADE WEB NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE (UFS)
SILVA, Q. A. D.,NUNES, M. A. S. N.,OLIVEIRA, A. A.
Revista GEINTEC : Gest?o, Inova??o e Tecnologias , 2012,
Abstract: O acesso à informa o facilitado pelas Tecnologias de Informa o e Comunica o (TIC) é um dos principais elementos da sociedade do conhecimento, sendo visto como possibilidade de inclus o social. Entretanto, alguns indivíduos possuem necessidades, permanentes ou temporárias, que os limitam no acesso às informa es disponibilizadas, mantendo-os à periferia da sociedade. Este trabalho tem como objetivo discutir a acessibilidade na Web, discutindo os principais padr es, as diretrizes e técnicas para o projeto de webapps acessíveis. Como também, expor o conceito de tecnologias assistivas e como elas adequam às funcionalidades computacionais ao internauta com necessidades especiais auxiliando-o na navega o. Por fim, descrever um estudo de caso realizado no site da POSGRAP – UFS objetivando viabilizar à comunidade Sergipana à inclus o provendo acessibilidade aos produtos e servi os da UFS.
CRITéRIOS DA USABILIDADE: Um auxílio à qualidade do software
Simone Vasconcelos Silva
Vértices , 2010,
Abstract: Um produto de software de qualidade é aquele que satisfaz as necessidades de seus usuários. Este artigo descreve uma abordagem da qualidade do produto de software baseada em uma das suas características – a usabilidade, ou seja, a qualidade na intera o entre os usuários e o software. Este artigo pretende, a partir do julgamento dos critérios da usabilidade pelos próprios usuários, demonstrar que a prioridade de tais critérios depende diretamente da área de aplica o do produto de software.
Análise dos recursos públicos aplicados no restaurante universitário de uma institui o federal de ensino superior
Francisca Aparecida de Souza,César Augusto Tiburcio Silva
Revista Gest?o Universitária na América Latina : Revista GUAL , 2011, DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4n2p01
Abstract: O objetivo do estudo é a análise dos recursos públicos aplicados no Restaurante Universitário de uma Institui o Federal de Ensino Superior e a verifica o da opini o dos usuários do servi o de alimenta o. é um estudo de caso, que envolveu a pesquisa documental de relatórios dos sistemas de informa es da institui o e do Sistema de Informa es da Administra o Financeira do Governo Federal. Foi apurado e analisado o resultado financeiro, o custo unitário da refei o, a evolu o do funcionamento do restaurante e a verifica o da satisfa o de seus usuários. Os resultados mostram uma atividade deficitária o que evidencia dependência financeira de recursos públicos federal, além dos gerados internamente pela institui o. No período analisado, foram aplicados R$ 42,1 milh es no restaurante, sendo que a receita gerada pelo restaurante foi de R$ 6,4 milh es. A opini o dos usuários, verificada por meio de questionário, evidencia a satisfa o da maioria em rela o à “qualidade do alimento” e “pre o da refei o”. O resultado do teste estatístico do qui-quadrado-χ2 ,considerando os respondentes que têm bolsa alimenta o, denota-se a associa o significativa (Р = 0,001) entre a “qualidade do alimento” e a “variedade do cardápio”.
Estudo etnográfico da satisfa o do usuário do Programa de Saúde da Família (PSF) na Bahia
Trad Leny Alves Bomfim,Bastos Ana Cecília de Souza,Santana Edyara de Morais,Nunes M?nica Oliveira
Ciência & Saúde Coletiva , 2002,
Abstract: O presente estudo consiste em uma avalia o qualitativa de satisfa o de usuários em áreas cobertas pelo Programa de Saúde da Família/PSF, situadas em cinco municípios da Bahia. Foram consideradas nesta avalia o as seguintes dimens es: cognitiva, relacional, organizacional e profissional; vistas também sob o ponto de vista das equipes de saúde da família. Tendo em vista as críticas apontadas pela literatura quanto às limita es metodológicas em estudos que avaliam a satisfa o de usuários, notadamente vieses ligados à desejabilidade social ou à redu o do processo subjetivo de avalia o a respostas do tipo sim/n o em questionários fechados, privilegiamos neste caso estratégias metodológicas de cunho etnográfico. A partir da técnica de grupos focais, os usuários expressaram sua percep o sobre o programa e os servi os oferecidos pelas equipes, ao tempo que revelavam suas necessidades e expectativas de satisfa o das mesmas.
Estudo de usuários de web e-mail: a busca pela informa o através dos portais eletr nicos
Gabrielle Francinne de Souza Carvalho
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2009,
Abstract: Este trabalho tem como objetivo analisar dois tipos de abordagem – tradicional e alternativa – utilizadas nos estudos de usuário. Para isso, adotou-se os instrumentos de coleta de dados adequados a cada tipo de abordagem: o questionário, na abordagem tradicional, e a entrevista, na abordagem alternativa. Percebeu-se que o primeiro n o permite estabelecer um diálogo mais estreito com o usuário, devido à limita o das respostas, uma vez que já estavam definidas. Já a entrevista possibilitou conhecer com mais detalhes as necessidades informacionais de cada usuário e como se efetiva seu processo de busca e uso. Assim, verificou-se através de quais portais eletr nicos os usuários buscam essa informa o, procurando entender se esses portais s o os mesmos que possuem vinculados os provedores de seus e-mails, visto que esses portais eletr nicos deveriam possibilitar também o suprimento de suas necessidades informacionais. Concluiu-se que a maioria dos sujeitos desta pesquisa n o utiliza, por diversos motivos, seus provedores de e-mail principal para buscar informa o. A partir dos resultados, observou-se que a primeira abordagem n o reconhece as necessidades individuais de cada usuário, limitando-se à objetividade de um tratamento estatístico. Em contrapartida, a segunda abordagem reconhece a subjetividade e as necessidades desses usuários.
Construindo a possibilidade da participa o dos usuários: conselhos e conferências no Sistema único de Saúde
Cortes Soraya Maria Vargas
Sociologias , 2002,
Abstract: O artigo discute o trabalho de autores que afirmam existir dificuldades em criar canais participatórios nos países em desenvolvimento em geral, e na América Latina em particular, devido à fraqueza de suas institui es políticas e sociedades civis. Na área da saúde, as iniciativas para promover a participa o teriam resultado em fracasso. Argumenta-se, em contrapartida, que a experiência brasileira, com os conselhos e as conferências de saúde, n o confirma integralmente tais afirma es. O artigo também examina as origens históricas, a cria o e o papel político-institucional desses fóruns, no contexto da reforma do sistema brasileiro de saúde. Ao final, o artigo analisa os determinantes do sucesso de um processo participatório em conselhos e conferências de saúde.
Page 1 /1135
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.