oalib

Publish in OALib Journal

ISSN: 2333-9721

APC: Only $99

Submit

Search Results: 1 - 10 of 3152 matches for " Bibliotecário "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /3152
Display every page Item
Conversando com bibliotecários

Talking with librarians p. 7-9
Gra?a Maria Fragoso
Revista ACB , 2005,

Abstract: Reflex es referente à profiss o do bibliotecário na Sociedade do Conhecimento sobre qual será a posi o do bibliotecário diante dela, sobre se a máquina substituirá o homem, sobre se haverá uma espécie de competitividade entre homem e máquina e, finalmente, sobre se a máquina supera as fun es do homem. Abstract: Reflections about the librarians profession at the Kwonledge Society: which will be his position, if and how the machine will the machine will substitute the man, if will be a competitive enviromental impact between man and machine and how the machines will surpassable the men functions. Keywords: Librarian; Libraries; Librarian – competencies
Editorial, Bibliotecário: contexto de mudan a e inova o necessária, v.14, n.2, 2009
Marli Dias de Souza Pinto
Revista ACB , 2009,
Abstract: Bibliotecário: contexto de mudan a e inova o necessáriaO bibliotecário executa uma das profiss es mais antigas da humanidade e vivencia mudan as significativas para acompanhar os avan os de toda ordem, bem como de novas demandas informacionais das organiza es e das pessoas.A mudan a é tida como processo natural ao longo da existência das organiza es e também das bibliotecas. Os fatores que impulsionam as organiza es e as bibliotecas a adotar uma postura diferente s o conseqüências: da abertura de mercado globalizado, da velocidade do processamento da informa o, das altera es significativas nas demandas informacionais das pessoas, da gest o da informa o e do conhecimento, dentre outras.Nesta oportunidade aproveito o espa o significativo de elabora o de conhecimentos científicos proporcionado pela Associa o Catarinense de Bibliotecários (ACB), por meio de seu periódico nesse semestre de 2009, e, por acreditar ser conveniente, apontar uma afirma o de Peter Drucker o pai da Gest o que escreveu que a melhor maneira de “prever o futuro é criá-lo”.Aproprio-me da cita o de Drucker para cumprimentar a ACB na pessoa de sua Comiss o Editorial e os bibliotecários que apresentam artigos nessa edi o da Revista, todos com abordagem ou assuntos inovadores na área tais como: compartilhamento de experiência vivenciados em biblioteca, servi os de alta relevancia na dissemina o e recupera o de informa o, a es de inclus o desenvolvido em laboratórios de acessibilidade, fatores de satisfa o dos bibliotecários relacionados a abordagem ergon mica e também termo ambientais, requisito de criatividade na presta o de servi os e no desenvolvimento de produtos, despertar do leitor e incentivo a leitura e a preserva o documental e técnicas de prolongamentos de vida útil do documento.Sabe-se que para se adequar ao perfil inovador o profissional precisa muito mais do que conhecimento e habilidades, mas um repensar pontualmente sobre suas atitudes interpessoais significativas de envolvimento, comprometimento, trabalho em equipe, para dar visibilidade profissional, devido a área ser multidisciplinar.Neste contexto, e em raz o da configura o de uma sociedade do conhecimento, a ferramenta tecnológica, representada nesse momento pela internet, é vista como alternativa ao atual modelo de comunica o nas organiza es inovadoras. Sendo a informa o e o conhecimento passaportes essenciais, possibilita que o processo de inova o ocorra em qualquer área de conhecimento.As altera es estruturais s o fundamentais, repercutem e desafiam os bibliotecários a trabalharem com rapidez
Quem é o bibliotecário? Qual sua forma ao? E, quais sao suas distintas fun oes no mercado de trabalho?
Lic. Patrícia Martins Pereira
Revista Latina de Comunicación Social , 1998,
Abstract: Ao apresentarmos nossa escolha pela gradua o em Biblioteconomia, num país e em uma capital, onde bibliotecas, profissionais da informa o (bibliotecários), acervos e qualidade da informa o, encontram-se em estado de "Indigente social", termo sempre utilizado por mim. Chegamos a ser desconsiderados por nossa escolha acadêmica/ Profissional, onde é colocado que: desviamos de um curso bastante concorrido, ou que somos ressentidos por falta de cultura.
O perfil do bibliotecário empreendedor

Entrepreneur librarian profile p.27-46
Daiana Lindaura Conti,Maria Carolina Carlos Pinto,Delsi Fries Davok
Revista ACB , 2009,

Abstract: Este artigo foi desenvolvido por meio de pesquisa bibliográfica e tem o objetivo de apresentar o perfil do bibliotecário empreendedor. Nessa linha, busca caracterizar o bibliotecário empreendedor, discorrendo sobre a sua atua o em organiza es e como profissional aut nomo e empreendedor de seu próprio negócio. Pode-se constatar que o campo do empreendedorismo nas áreas da biblioteconomia e da gest o da informa o é vasto e que existem inúmeras oportunidades para os bibliotecários empreenderem. Todavia, s o necessárias mudan as nos perfis desses profissionais, que precisam cada vez mais ter vis o multidisciplinar, agregando continuamente novas competências e habilidades para que assim estejam aptos a competir no mercado de trabalho
Consultor de informa o: servi os prestados por empresas de consultoria nas áreas de biblioteconomia e gest o da informa o

Consultant of information: services rendered by consulting business in areas of library science and information management p.253-278
Manoelle Cristine Dalri Milano,Delsi Fries Davok
Revista ACB , 2009,

Abstract: O artigo aborda um levantamento em sites de empresas de consultoria na área de Biblioteconomia, estabelecidas no mercado nacional, com vistas a identificar as lacunas existentes no rol de servi os oferecidos. O rol de servi os oferecidos pelas empresas foi analisado em rela o às áreas e atividades de atua o do bibliotecário, especificadas na classifica o brasileira de ocupa o (CBO). Enfoca a atua o do bibliotecário como gestor da informa o contratado por organiza es de todos os tipos, sendo a pe a fundamental para a gest o do conhecimento, bem como consultor informacional
O moderno profissional da informa o: o bibliotecário e seu perfil face aos novos tempos
Jussara Pereira Santos
Informa??o & Informa??o , 1996, DOI: 10.5433/1981-8920.1996v1n1p
Abstract:
Ensina-se corretamente o que se ensina a quem vai ser bibliotecário? p.49-54
Francisco das Chagas de Souza
Revista ACB , 2005,
Abstract: Trata-se de questionamento, à luz de uma vis o crítica, com a finalidade de evidenciar a natureza da atividade bibliotecária permitindo demonstrar que o procedimento adotado para a forma o do bacharel em biblioteconomia, especialmente no Brasil, n o o prepara para compreender, tanto a natureza de sua atividade profissional – seu papel social – quanto as formas suficientes para dar maior sentido humanístico à sua atua o na sociedade.
O bibliotecário, a crian a e a literatura infantil: algumas pondera es

The librarian, the child and the children literature: general aspects
Clarice Fortkamp Caldin
Revista ACB , 2005,

Abstract: A descoberta da infancia proporcionou um tipo de literatura a ela direcionado. Como possui características especiais, enfrenta certo preconceito de alguns literatos. A literatura infantil desenvolveu-se século XVII, assumiu o compromisso com a pedagogia no século XVIII, foi marcada pelo interesse crescente nos estudos psicanalíticos no final do século XIX e início do século XX e, nos dias atuais, apresenta uma nova proposta estética e cultural. O bibliotecário e a crian a podem contar com aliados, os concursos, as feiras e os catálogos de autores na sele o de livros infantis de qualidade. Abstract: As childhood is discovered a kind of the literature generated to attend it. Some writers were bias to it due to it’s special characteristics . The infant literature was developed in century XVII, assumed the commitment wtih the pedagogy in century XVIII, was marked by the increasing interest in the psychoanalitic studies in the end of century XIX and benning of century XX, and, in the current days, presents a new proposal aesthetic and cultural. The librarian and the child can count with allies like authors catalogue, authors prize in the input’s books literature selection. Keywords: Infant literature; Children. p. 111-128
Bibliotecário, um empreendedor social: atividades desenvolvidas na faculdade S o Francisco de Assis

Librarian, a social entrepreneur: activities developed in S o Francisco de Assis college p.192-205
Josiane Fonseca da Cunha
Revista ACB , 2009,

Abstract: O presente artigo apresenta o histórico das atividades sociais praticadas pela Faculdade S o Francisco de Assis desde o ano de 2004 até a presente data. Para tanto, faz um resgate e relata um pouco da participa o e do esfor o dos colaboradores e da Dire o da Faculdade que, juntos, contribuíram com institui es carentes de Porto Alegre e regi o metropolitana, doando alimentos, brinquedos e alegria para algumas pessoas, em sua maioria crian as. Além disso, aborda o momento em que a biblioteca também come ou a fazer parte das atividades e a importancia desse apoio no pleno desenvolvimento das mesmas, principalmente na cria o da pe a teatral “Bonde da Bicharada”, criada pela bibliotecária, e que tem no elenco os colaboradores da biblioteca, bem como dos demais setores da Faculdade
Arquivos de cartórios: a situa o em Florianópolis
Evandro Jair Duarte,Luciane Adami Bonezi,,Marcelo Cavaglieri,Suzana Zulpo Pereira
Revista ACB , 2007,
Abstract: [Portuguese]Os cartórios surgiram no Brasil em 1874. S o organiza es técnicas e administrativas destinadas a garantir a publicidade, autenticidade, seguran a e eficácia dos atos jurídicos. O arquivo de um cartório é constituído por documentos que servem de prova de transa es com valor legal, sendo considerado o centro da institui o. Para que os documentos de um arquivo estejam classificados, ordenados e armazenados em local adequado, é imprescindível o trabalho de profissional com conhecimentos em Arquivologia. Com base nisto, fez-se uma pesquisa nos cartórios do município de Florianópolis para constatar se há profissionais habilitados atuando nas unidades pesquisadas e se existe uma sala específica para o armazenamento dos documentos.[English]Founded in 1874 in Brazil, Notary’s offices are technical and administrations organizations destined to assure the publicity, authenticity, safety and efficacy of a juridical acts. The archive of notary’s office is constituted by important documents that are transaction’s proof with lawful value, being considered the center of these institutions. In order to an archive’s documents be classified, arranged and laid up in appropriate place, is indispensable the work of a professional with knowledge in archivology. Thus, a research was carried out at the town’s notary’s office at Florianópolis to verify if there are qualified professionals working in the units under research as well as a specific place room for laying up the documents.
Page 1 /3152
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.