oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Sarcoidose pediátrica: relato de caso  [cached]
FORTUNA FABRíCIO PICCOLI,FISCHER GILBERTO BUENO
Jornal de Pneumologia , 2000,
Abstract: Relata-se um caso típico de sarcoidose pediátrica com apresenta o de doen a granulomatosa pulmonar e acometimento sistêmico, revisando aspectos clínicos, diagnósticos e particularidades da apresenta o da doen a nesta faixa etária, com ênfase na freqüentemente difícil diferencia o com a tuberculose.
Aspectos da prote o cerebral em pacientes submetidos a tromboendarterectomia pulmonar com hipotermia profunda e parada circulatória intermitente
HUEB Alexandre C.,JATENE Fabio B.,PêGO-FERNANDES Paulo M.,JATENE Marcelo B.
Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular , 2000,
Abstract: INTRODU O: A tromboendarterectomia pulmonar é utilizada como método bem estabelecido para aliviar a hipertens o pulmonar nos casos de tromboembolismo pulmonar cr nico. A dificuldade que se apresenta é conciliar o tempo relativamente exíguo de parada circulatória total (PCT) hipotérmica com a completa desobstru o das artérias pulmonares, sob pena de danos neurológicos. CASUíSTICA E MéTODOS: No período de mar o de 1998 a abril de 1999 (13 meses), 8 pacientes, 5 do sexo masculino, 1 de cor negra, com idade variando entre 25 a 56 anos (média 46,2 anos) e com diagnóstico angiográfico de tromboembolismo pulmonar, foram submetidos a tromboendarterectomia pulmonar uni ou bilateral por tromboembolismo pulmonar cr nico (TEP). Instalado o circuito extracorpóreo e incisada a artéria pulmonar, procede-se à PCT e, aproximadamente a cada 20 minutos de procedimento, intermitentemente, o fluxo da circula o extracorpórea (CEC) é restabelecido a 14o C por um período de 15 minutos objetivando-se a reperfus o cerebral e corpórea. Sucessivas paradas circulatórias total s o realizadas e tantas quanto forem necessárias até a remo o de todos os trombos da artéria pulmonar. RESULTADOS: N o foram registrados óbitos no transoperatório. Um paciente faleceu no 30o dia de pós-operatório (PO) devido a broncopneumonia que evoluiu para sepse. Os 8 pacientes foram submetidos a CEC e PCT hipotérmica, sendo que em 5 (62,5%) foram necessárias 4 PCT e em 3 (37,5%) apenas 3 PCT, com média de 3,6 PCT. O tempo total de CEC variou de 210 a 255 minutos, com média de 225 minutos. O tempo de PCT hipotérmica variou de 58 a 88 minutos, com média de 76,7 minutos e o período de PCT por paciente variou de 18 a 24 minutos, com média de 20,5 minutos. Em todos os pacientes foram realizadas tomografias de cranio, que n o revelaram nenhuma altera o anat mica, assim como o exame físico n o revelou déficit motor ou rebaixamento do sensório. CONCLUS O: Acreditamos ser esta uma técnica promissora, capaz de oferecer tranqüilidade para o cirurgi o e seguran a para o paciente em termos de prote o do sistema nervoso central.
Sarcoidose renal  [cached]
AQUINO MARIA ENEDINA CLAUDINO DE,SALES ROBERTA KARLA BARBOSA DE,SANTOS JOSé ANT?NIO FREIRE DOS,RéGIS ANA LIDIA
Jornal de Pneumologia , 2001,
Abstract: Em uma mulher de 62 anos, branca, em avalia o pré-operatória de facectomia, foram detectadas altera es urinárias, tendo sido firmados os diagnósticos de calculose renal esquerda e exclus o renal homolateral. No pré-operatório da nefrectomia foram evidenciados processo pulmonar intersticial bilateral e adenopatia torácica, cuja investiga o foi adiada para após a cirurgia. No rim retirado foram detectados granulomas epitelióides n o necrotizantes, o mesmo ocorrendo posteriormente em biópsia transbr nquica. A paciente foi tratada com metilprednisolona, com discreta melhora pulmonar, o que n o ocorreu com a fun o renal. O diagnóstico final foi de sarcoidose com envolvimento pulmonar, ganglionar torácico e renal.
Alopecia cicatricial da sarcoidose  [cached]
Teixeira Giane Pereira Giro,Paula Luciana Vieira de,Sousa Maria Auxiliadora Jeunon de,Succi Isabel Cristina Brasil
Anais Brasileiros de Dermatologia , 2003,
Abstract: Os autores apresentam um caso de alopecia cicatricial associada a les es papulosas na face e no tronco, com quatro anos de evolu o. O diagnóstico de sarcoidose foi confirmado pelo exame histopatológico. Durante o seguimento, a paciente desenvolveu les es pulmonares. A alopecia cicatricial é complica o rara da sarcoidose e se confunde, clinicamente, com outras dermatoses, entre elas o lúpus eritematoso discóide e o líquen plano pilar.
Sarcoidose laríngea: Revis o de literatura  [cached]
Moraes, Bruno Teixeira de,Neves, Luciano Rodrigues,Brasil, Osíris de Oliveira Camponês do,Pedroso, José Eduardo de Sá
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2011,
Abstract: Introdu o: A sarcoidose laríngea é uma doen a granulomatosa que representa um desafio em rela o ao diagnóstico e o tratamento. Método: Nesta revis o s o abordados todos os aspectos da doen a, incluindo etiologia, manifesta es clínicas em adultos e crian as, diagnóstico e tratamento, a partir da base de dados Medline, Lilacs e Scielo, incluindo-se artigos de língua inglesa e portuguesa publicados no período de 1973 a 2008. Comentários Finais: Apesar dos avan os ocorridos na investiga o e tratamento da sarcoidose, é uma doen a que ainda se mantém sem etiologia e fisiopatologia definidas, constituindo um diagnóstico de exclus o pela ausência de exames específicos e por sua provável origem multifatorial. O acometimento laríngeo, apesar de raro, é suspeitado principalmente diante de história prévia de sarcoidose sistêmica, e a pesquisa dos diagnósticos diferenciais deve ser extensa para n o passarem desapercebidas doen as graves como neoplasias malignas.
Imunofenotipagem e remodelamento da matriz extracelular na sarcoidose pulmonar e extrapulmonar
Silva, Pedro Henrique Ramos Quintino da;Parra, Edwin Roger;Zocolaro, William Sanches;Narde, Ivy;Rodrigues, Fabíola;Kairalla, Ronaldo Adib;Carvalho, Carlos Roberto Ribeiro de;Capelozzi, Vera Luiza;
Jornal Brasileiro de Pneumologia , 2012, DOI: 10.1590/S1806-37132012000300007
Abstract: objective: to investigate the significance of cellular immune markers, as well as that of collagen and elastic components of the extracellular matrix, within granulomatous structures in biopsies of patients with pulmonary or extrapulmonary sarcoidosis. methods: we carried out qualitative and quantitative evaluations of inflammatory cells, collagen fibers, and elastic fibers in granulomatous structures in surgical biopsies of 40 patients with pulmonary and extrapulmonary sarcoidosis using histomorphometry, immunohistochemistry, picrosirius red staining, and weigert's resorcin-fuchsin staining. results: the extrapulmonary tissue biopsies presented significantly higher densities of lymphocytes, macrophages, and neutrophils than did the lung tissue biopsies. pulmonary granulomas showed a significantly higher number of collagen fibers and a lower density of elastic fibers than did extrapulmonary granulomas. the amount of macrophages in the lung samples correlated with fvc (p < 0.05), whereas the amount of cd3+, cd4+, and cd8+ lymphocytes correlated with the fev1/fvc ratio and vc. there were inverse correlations between tlc and the cd1a+ cell count (p < 0.05), as well as between dlco and collagen/elastic fiber density (r = -0.90; p = 0.04). conclusions: immunophenotyping and remodeling both showed differences between pulmonary and extrapulmonary sarcoidosis in terms of the characteristics of the biopsy samples. these differences correlated with the clinical and spirometric data obtained for the patients, suggesting that two different pathways are involved in the mechanism of antigen clearance, which was more effective in the lungs and lymph nodes.
Amiloidose pulmonar: aspectos na tomografia computadorizada  [cached]
Marchiori Edson,Souza Jr. Arthur Soares,Ferreira Angela,Azevedo Karla Confessor
Radiologia Brasileira , 2003,
Abstract: Neste trabalho foram estudados os aspectos tomográficos observados em cinco pacientes com diagnóstico de amiloidose pulmonar confirmado histopatologicamente. Dois deles apresentaram a forma traqueobr nquica da doen a e mostraram nodula es e forma o de placas nas paredes traqueais, com calcifica es. Dois tinham a forma parenquimatosa difusa, um deles com opacidades reticulares e nodulares subpleurais, e o outro com espessamento nodular de septos interlobulares e consolida es parenquimatosas. Ambos apresentavam calcifica es de permeio às les es. O último paciente tinha a forma nodular da doen a, com nódulos de contornos regulares em ambos os pulm es, com calcifica es. Os aspectos tomográficos observados, embora n o patognom nicos, s o muito sugestivos do diagnóstico de amiloidose.
Isquemia pulmonar embólica: aspectos clínicos e experimentais  [cached]
Jatene Fabio Biscegli,Bernardo Wanderley Marques
Revista da Associa??o Médica Brasileira , 2003,
Abstract: A isquemia está freqüentemente relacionada a mecanismos embólicos e esta oclus o arterial mecanica n o é sempre seguida de conseqüências isquêmicas severas porque mudan as na circula o br nquica suprem as áreas sem fluxo sangüíneo. No entanto, ocorre o fen meno de remodela o vascular, também relacionado a níveis elevados de press o arterial pulmonar, principalmente no tromboembolismo pulmonar cr nico. Modelos experimentais têm sido produzidos para estudar a rela o entre a oclus o arterial mecanica, a hipertens o pulmonar e a remodela o vascular, entretanto mais avalia es sistemáticas s o necessárias para se entender esta rela o no parênquima pulmonar isquêmico e n o isquêmico.
Dissec o da artéria pulmonar e hipertens o pulmonar Pulmonary hypertension and pulmonary artery dissection  [cached]
Ricardo de Amorim Corrêa,Luciana Cristina dos Santos Silva,Cláudia Juliana Rezende,Rodrigo Castro Bernardes
Jornal Brasileiro de Pneumologia , 2013,
Abstract: A dissec o da artéria pulmonar é uma complica o fatal da hipertens o pulmonar de longa dura o que se manifesta como dor torácica aguda e lancinante, dispneia progressiva, choque cardiogênico ou morte súbita. Sua incidência é subestimada, e as op es terapêuticas s o ainda limitadas. O aparecimento de uma dor torácica aguda ou nova, choque cardiogênico ou morte súbita em pacientes portadores de hipertens o pulmonar deve alertar para o diagnóstico de dissec o da artéria pulmonar. Pulmonary artery dissection is a fatal complication of long-standing pulmonary hypertension, manifesting as acute, stabbing chest pain, progressive dyspnea, cardiogenic shock, or sudden death. Its incidence has been underestimated, and therapeutic options are still scarce. In patients with pulmonary hypertension, new chest pain, acute chest pain, or cardiogenic shock should raise the suspicion of pulmonary artery dissection, which can result in sudden death.
Circula o coronária dependente do ventrículo direito na atresia pulmonar com septo interventricular íntegro. Ausência da origem das artérias coronárias da aorta
Rivera Ivan Romero,Moises Valdir Ambrósio,Silva Celia Camelo,Abujamra Pedro
Arquivos Brasileiros de Cardiologia , 1998,
Abstract: S o descritos os aspectos clínicos, ecocardiográficos e angiográficos de um neonato de sexo masculino, com cinco dias de vida e diagnóstico de atresia pulmonar com septo interventricular íntegro. Tanto o ecocardiograma como a aortografia mostraram ausência da origem das artérias coronárias da aorta. O ecocardiograma bidimensional e, posteriormente, a ventriculografia direita identificaram as artérias coronárias, originando-se no ventrículo direito. N o houve contrasta o retrógrada da aorta ou do tronco pulmonar quando contrastadas as artérias coronárias. Este é o primeiro caso relatado com diagnóstico ecocardiográfico pré angiografia, e é um exemplo da necessidade de se avaliar as artérias coronárias em pacientes com atresia pulmonar e septo ventricular íntegro.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.