oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Discursividade dialógico-polif nica na forma o de professores / Dialogical-polyphonic discursivity in teacher education  [cached]
Maria de Fátima Fonseca Guilherme de Castro
Bakhtiniana: Revista de Estudos do Discurso , 2009,
Abstract: Resumo: Numa abordagem inter/transdisciplinar que abrange a Linguística Aplicada,a Análise do Discurso de linha francesa e a Análise Dialógica do Discurso, investigo, neste trabalho, as discursividades sobre competência oral-enunciativa em língua inglesa construídas por alguns sujeitos quando ocupam os distintos lugares discursivos licenciandos (primeira sincronia – 1997) e licenciados (segunda sincronia – 2005) em Letras. Na forma o social de onde enunciam, em cada sincronia, os sujeitos constroem discursividades de forma a se inscreverem em forma es discursivas que coexistem permeadas por rela es dialógico-polif nicas(ressonantes, consonantes, dissonantes e dissentaneas) que, por sua vez, deixam vir à tona sua referencialidade polif nica. ABSTRACT: In an inter/transdisciplinary approach that involves Applied Linguistics,French Discourse Analysis and Dialogical Discourse Analysis, I investigate, in this paper, the discursivities about oral-enunciative competence in English constructed by some subjects when occupying distinct discursive places – undergraduates (fi rst synchrony – 1997) and graduates (second synchrony – 2005) majoring in Foreign Languages. In the social formation from where they enunciate, in each synchrony,the participants construct discursivities in a way that they inscribe themselves in discursive formations that coexist by dialogical and polyphonic relations (resonant, consonant, dissonant and dissent) that reveal their polyphonic referentiality.
O agente comunitário de saúde: constru o da identidade desse personagem híbrido e polif nico  [cached]
Nunes M?nica de Oliveira,Trad Leny Bonfim,Almeida Bethania de Araújo,Homem Carolina Ramos
Cadernos de Saúde Pública , 2002,
Abstract: O presente artigo analisa o processo de constru o de identidade dos agentes comunitários de saúde (ACS) a partir de sua inser o na equipe do Programa de Saúde da Família e da intera o com os moradores dos bairros onde atuam. Destacaremos dessa análise especialmente os aspectos que dizem respeito aos conflitos de interpreta es, as rela es de poder que se estabelecem entre os usuários do programa na constru o identitária do ACS a partir de três perspectivas: aquela que vem inscrita na forma o oficial desses agentes, aquela produzida pelo próprio agente acerca de si mesmo e da sua prática e aquela veiculada pela comunidade. Pode-se dizer que o fato de ser o ACS uma pessoa que convive com a realidade e as práticas de saúde do bairro onde mora e trabalha, e ser formado a partir de referenciais biomédicos, faz deste um ator que veicula as contradi es e, ao mesmo tempo, a possibilidade de um diálogo profundo entre esses dois saberes e práticas.
Processos midiáticos e constru o das novas religiosidades: dimens es discursivas  [cached]
Ant?nio Fausto Neto
Galáxia , 2008,
Abstract: As interroga es do campo religioso sobre suas rela es com o campo midiático, e a sua colabora o para o desenvolvimento destas estratégias constituem uma problemática que tem se desenrolado nos íoltimos 40 anos por meio de alguns momentos importantes para o entendimento do tema das polí-ticas de comunica o. Neste artigo,pretendemos sistematizar algumas quest es e observa es que est o sendo examinadas no contexto de pesquisa sobre o papel dos processos midiáticos na constru o de novas formas de religiosidades hoje.Abstract: The questions about the relationship between Religious and media are related with the strategies on politics of communication. The aim of this article is to think about questions and observations concerned on media process related with new forms of Religion practices.
LULA VS ALCKMIN: DISCURSIVE CONSTRUCTIONS OF THE VEJA PERIODIC LULA VERSUS ALCKMIN: CONSTRU ES DISCURSIVAS NO PERIóDICO DE VEJA
Cicília de Sousa Fraz?o
REMark : Revista Brasileira de Marketing , 2009, DOI: 10.5585/remark.v7i2.1319
Abstract: This work is carried out an analysis of the cover of the 1980 edition of the magazine Veja, published on November 01, 2006, in the election campaign of 2006 – second round, focusing on the image of President Luiz Inácio Lula da Silva and Geraldo Alckmin. Try to understand the imagetic and verbal speech expressed in covers and its constraints on social and discursive formation, through the investigations of the mechanisms of construction of the iconic and verbal text and reveal the effects of meaning constructed in covers. Based on a theoretical support, to seek to understand of how the effect depends on the codes produced by a culture and how they are mobilized by the media to construct or deconstruct a politician′s image facing society Neste trabalho, realiza-se uma análise da capa da edi o 1980, da revista Veja, publicada em (1o nov. 2006), na campanha eleitoral de 2006 – segundo turno, enfocando a imagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckmin. Busca-se compreender o discurso imagético e o verbal expresso nas capas e suas coer es nas forma es sociodiscursivas, por meio das investiga es dos mecanismos de constru o do texto ic nico e do verbal, e desvendar os efeitos de sentido construídos nas capas. Com base em um respaldo teórico, procura-se entender de que modo o sentido depende dos códigos produzidos por uma cultura e como s o mobilizados pela mídia para construir ou desconstruir a imagem de um político perante a sociedade.
Retratos do programa saúde da família em constru es discursivas de usuários Retratos del programa salud de la familia en construcciones discursivas de usuarios Pictures of the family health program in discourse constructions of its users  [cached]
Pedro de Oliveira Filho,Thelma Maria Grisi Vel?so,Ismaela Macedo Coelho,Audizélia dos Santos Araújo
Psicologia: Ciência e Profiss?o , 2012, DOI: 10.1590/s1414-98932012000300007
Abstract: Neste trabalho, analisa-se a constru o discursiva do Programa Saúde da Família (PSF), de seus profissionais e usuários, em relatos de usuários dos bairros do Pedregal e do Catolé (Campina Grande/ PB). Foram obtidos 16 depoimentos orais de usuários do programa, que foram submetidos ao método de análise de discurso desenvolvido pelos teóricos da Psicologia social discursiva. Nessa abordagem teóricometodológica, de orienta o construcionista, privilegia-se, em termos analíticos, a fun o do discurso (ou seja, suas a es e seus efeitos) e as estratégias retóricas utilizadas em seu uso. Os relatos analisados constroem duas imagens contraditórias do PSF. Em alguns depoimentos, ele aparece como satisfatório e superior ao modelo anterior. Em outros, às vezes em um tom negativo, ele é retratado como ineficaz e pior do que o modelo anterior. Os profissionais do PSF s o descritos, em cada um dos depoimentos, com termos e express es muito semelhantes àqueles usados para descrever o programa. Já os usuários s o apresentados, nesses relatos, como pessoas pobres, humildes, sofredoras, sem condi es de pagar por um servi o particular. Esses discursos nos remetem à complexidade e aos desafios enfrentados no processo de implementa o e efetiva o das políticas públicas em nosso país. En este trabajo, se analiza la construcción discursiva del Programa Salud de la Familia (PSF), de sus profesionales y usuarios, en relatos de usuarios de los barrios del Pedregal y del Catolé (Campina Grande/PB). Fueron obtenidas 16 declaraciones orales de usuarios del programa, que fueron sometidos al método de análisis de discurso desarrollado por los teóricos de la Psicologia social discursiva. En ese abordaje teórico-metodológica, de orientación construcionista, se privilegia, en términos analíticos, la función del discurso (o sea, sus acciones y sus efectos) y las estrategias retóricas utilizadas en su uso. Los relatos analizados construyen dos imágenes contradictorias del PSF. En algunas declaraciones, aparece como satisfactorio y superior al modelo anterior. En otros, a veces en un tono negativo, es retratado como ineficaz y peor que el modelo anterior. Los profesionales del PSF son descritos, en cada una de las declaraciones, con términos y expresiones muy semejantes a aquellos usados para describir el programa. Ya los usuarios son presentados, en esos relatos, como personas pobres, humildes, sufridoras, sin condiciones de pagar por un servicio particular. Esos discursos nos remiten a la complejidad y a los desafíos enfrentados en el proceso de implementación y efectivación de las po
Cr nica esportiva brasileira: histórico, constru o e cronista The brazilian sports chronicle: history, construction and the sports chronicler Crónica deportiva brasile a: histórico, construcción y cronista  [cached]
Felipe Rodrigues da Costa,Amarílio Ferreira Neto,Antonio Jorge Gon?alves Soares
Pensar a Prática , 2007, DOI: 19806183/rpp.v10i1.198
Abstract: A cr nica há muito tempo tem sido utilizada nos meios de comunica o, sobretudo no jornalístico. Na área esportiva brasileira, a cr nica aborda as diferentes modalidades, principalmente o futebol, que servirá como referência para a discuss o do nascimento da cr nica na Fran a, da sua constru o como gênero literário, da chegada ao Brasil e seu desenvolvimento como gênero nacional e do papel do cronista na sua transforma o. Este artigo faz uma revis o da literatura para construir o histórico da cr nica no Brasil, associando o futebol à “nacionaliza o” e difus o desse gênero narrativo. PALAVRAS – CHAVE: futebol – cr nica esportiva - cronista The chronicle has long been used in the media, especially in journalism. In the Brazilian sports field, the chronicle has tackled the many sports categories, mainly football, which will be used as a reference for the discussion on the origins of the chronicle in France, its construction as a literary genre, its arrival in Brazil and its development as a national genre, as well as the role of the chronicler in transforming the genre. This article reviews the available literature in order to build the history of the chronicle in Brazil and associates football to the nationalization and spread of this narrative genre. KEYWORDS: football – sports chronicle - chronicler La crónica, desde hace mucho tiempo se ha utilizado en los medios de comunicación, fundamentalmente en el periodístico. En el área deportiva brasile a, la crónica aborda las diferentes modalidades, principalmente el fútbol, que servirá como referencia para la discusión del nacimiento de la crónica en Francia, de su construcción como género literario, de su llegada a Brasil y su desarrollo como género nacional y del papel del cronista en su transformación. Este artículo hace una revisión de literatura para construir el histórico de la crónica en Brasil, asociando el fútbol a la “nacionalización” y difusión de este género narrativo. PALABRAS – CLAVES: fútbol – cr nica deportiva - cronista
A constru o do plano da clínica e o conceito de transdisciplinaridade
Passos Eduardo,Barros Regina Benevides de
Psicologia: Teoria e Pesquisa , 2000,
Abstract: O artigo toma o conceito de transdisciplinaridade para propor um confronto entre as no es de campo e plano da clínica. Após a discuss o da utiliza o do conceito de campo no ambito da Psicologia, focaliza-se o tema da clínica para pensar sua sintonia com o pensamento contemporaneo. Defende-se a idéia que toda clínica é transdisciplinar, apoiando-se em contribui es teóricas como as da filosofia de Gilles Deleuze e a biologia da autopoiese de Humberto Maturana e Francisco Varela.
Historia polifónica. Un homenaje a Peter Burke
Moscoso Sarabia, Javier,Lucena Giraldo, Manuel,Marcaida, José Ramón
Arbor : Ciencia, Pensamiento y Cultura , 2010,
Abstract:
El repertorio polifónico de la colegiata de Orihuela según un inventario de mitad del siglo XVI  [cached]
Rodríguez García, Esperanza
Anuario Musical , 2008,
Abstract: Information about the musical chapel in the collegiate church of Orihuela is scarce. Nonetheless the existence of an inventory of polyphonic music dated before 1562 sheds some light on the repertory of the musical chapel in the mid-sixteenth century. The content of the inventory raises, in addition, some general questions regarding the repertory of Spanish ecclesiastical institutions in the mid-sixteenth century. On the one hand, the large number of printed items poses questions on the role of printing in Spain; on the other hand, the high proportion of non-Spanish works gives proof of the penetration of the international repertory in Spanish ecclesiastical institutions.The appendix gives new data of some chapelmasters of Orihuela collegiate church and cathedral in the sixteenth century. La información sobre la capilla musical de la colegiata de Orihuela es escasa. Sin embargo, la existencia de un inventario de música polifónica compilado antes de 1562 muestra el repertorio polifónico de la capilla a mitad del siglo XVI. El contenido del inventario plantea algunas cuestiones generales sobre la música en las instituciones eclesiásticas espa olas. De un lado, la elevada cantidad de música impresa suscita refl exiones sobre el papel de la imprenta musical en Espa a; de otro, la alta proporción de piezas no espa olas muestra la penetración del repertorio internacional en las capillas espa olas. El apéndice fi nal proporciona datos sobre algunos de los maestros de capilla de la colegiata y catedral de Orihuela en el siglo XVI.
Constru o identitária da Bahia
Cristina Teixeira Vieira de Melo
Linguagem em (Dis)curso , 2006,
Abstract: Neste artigo, focalizamos a rela o entre linguagem e constru o de identidade. Com base em ferramentas teóricas e metodológicas da Análise do Discurso, analisamos as estratégias lingüístico-discursivas usadas pelo governo baiano em sua campanha publicitária de 2002, cuja assinatura anunciava: “Bahia um estado de espírito, um Estado de vanguarda”. Nessa campanha, a Bahia é representada através de três matrizes discursivas básicas: lugar de beleza natural incomparável; terra de gente alegre, festiva e trabalhadora e local onde o desenvolvimento acontece por meio das parcerias estabelecidas entre governo do Estado e empresariado. A partir da análise do ethos dos atores discursivos postos em cena (governo, empresários e trabalhadores), bem como da sele o verbal e lexical, apontamos aspectos relativos a como se arquiteta, na mídia, a constru o da identidade baiana.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.