oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
The concept of resistance in Benjamin and Adorno O conceito de resistência em Benjamin e Adorno  [cached]
Natalia A. Morato Fernandes
Estudos de Sociologia , 2007,
Abstract: That work intends, with base in some texts of Theodor Adorno and of Walter Benjamin, to discuss the meaning of the “resistance” concepts and of “conformism” for such authors. These concepts are not elaborated in way explicit or systematic by both, to the opposite they are related subtlety the some aspects of the contemporary social life, as the disappearance of the experience, the decline of the narration, the loss of the sense of the history and the consequent suppression of the memory, the appearance of the cultural industry. Of that it sorts things out, explicit those concepts, especially when referred the those subjects, it helps us not only to understand the conception of Benjamin and Adorno, but also your judgements on the cultural scene of the beginning of the century - without, though, to intend to establish a model of what can be the resistance or the conformism. Keywords: Resistance. Conformism. Culture. Romances. School of Frankfurt. Este trabalho pretende, com base em alguns textos de Theodor Adorno e de Walter Benjamin, discutir o significado dos conceitos de “resistência” e de “conformismo” para tais autores. Esses conceitos n o s o elaborados de modo explícito ou sistemático por ambos; ao contrário, s o sutilmente relacionados a alguns aspectos da vida social contemporanea, como o desaparecimento da experiência, o declínio da narra o, a perda do sentido da história e a conseqüente supress o da memória, e o surgimento da indústria cultural. Dessa maneira, explicitar esses conceitos, especialmente quando referidos a essas quest es, ajuda-nos n o só a entender a concep o de Benjamin e de Adorno, mas também seus juízos sobre a cena cultural do início do século XX - sem, todavia, pretender estabelecer um modelo do que possa ser a resistência ou o conformismo. Palavras-chave: Resistência. Conformismo. Cultura. Romances. Escola de Frankfurt.
El lugar de las emociones en la constitución social de lo psíquico: el aporte de Vigotski
González Rey Fernando L.
Educa??o & Sociedade , 2000,
Abstract: O artigo analisa o lugar das emo es na constitui o social do psíquico, destacando, sobretudo, a contribui o de Vigotski. O texto enfatiza, particularmente, duas das idéias que mais impacto exerceram na reconstru o da psicologia por Vigotski: o desenvolvimento das fun es psíquicas na atividade e a media o dos signos na constitui o dessas fun es. O conceito de "situa o social do desenvolvimento" revela a preocupa o de Vigotski em integrar a riqueza dos processos internos, constituídos na história anterior do sujeito, com as influências que caracterizam cada um dos momentos sociais do desenvolvimento. Destaca-se também a importancia que a "vivência" e a categoria de "necessidade" têm no pensamento de Vigotski. Finalmente, é analisada a quest o da "personalidade" como constru o teórica que reconhece ontologicamente a subjetividade individual, entendida como um processo de um sujeito que existe socialmente.
Refúgio da liberdade: sobre o conceito de filosofia em Theodor Adorno = Refuge of freedom: about the concept of philosophy in Theodor Adorno  [PDF]
Schütz, Rosalvo
Veritas , 2012,
Abstract: A concep o de filosofia formulada por Adorno foi impulsionada principalmente pela sua rea o crítica a sistemas com pretens es totalitárias: nazismo, stalinismo e a sociedade produtora de mercadorias. A filosofia representa um refúgio para a liberdade diante dessas estruturas: ela dá voz ao n o-idêntico. A capacidade de subverter os ordenamentos conceituais e sociais é implícita ao próprio pensamento, que se articula na forma de constela es em devir. A aproxima o da dialética com o materialismo, concebido enquanto primazia do objeto, fortalece a filosofia na sua potencialidade crítica, na sua proximidade com a realidade e com a liberdade. Resulta daí uma filosofia renovada, simultaneamente aberta e comprometida com a verdade. A proposta deste artigo é apresentar a interdependência desses conceitos e apontar para a relevancia da concep o de filosofia que deles emerge. The philosophical conception formulated by Adorno was mainly driven forward by his critical reaction to systems with totalitarian pretensions, such as Nazism, Stalinism and the product manufacturing society. The philosophy represents a refuge for freedom facing these structures: it gives voice to the non-identical. The ability to subvert the conceptual and social order is implicit in the thought itself, which is expressed as constellations to come. The dialectic approach with materialism, as the primacy of the object, strengthens the philosophy in its critical potential, in its proximity to reality and freedom. The result is a renewed philosophy, both open and committed to the truth. The purpose of this paper is to show the interdependence of these concepts and point to the relevance of the philosophical concept that emerges from them.
A arte moderna como historicamente-sublime um comentário sobre o conceito de sublime na teoria estética de TH. Adorno  [cached]
Verlaine Freitas
Kriterion: Revista de Filosofia , 2013,
Abstract: O objetivo do texto é propor uma interpreta o do conceito de sublime na Teoria estética de Theodor Adorno, partindo do confronto com leituras significativas de outros comentadores, de modo a fornecer uma concep o que associe o movimento de transcendência e alteridade da forma estética à dinamica histórico-processual das obras. The objective of this paper is to propose an interpretation of the concept of sublime in the Aesthetic Theory of Theodor Adorno, starting with the confrontation with meaningful readings of other commentators, in order to provide a conception that links the movement of transcendence and otherness of the aesthetic form to the process-historical dynamics of the works.
Adorno e a Racionaliza o da Música: Do Desencantamento do Mundo ao Encantamento do Conceito  [PDF]
Rafael Rodrigues Garcia
PERI , 2010,
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo apresentar a concep o adorniana de racionaliza o da música, tratando-a como um setor privilegiado da raz o. Desta forma, pretendemos mostrar como os processos que o autor descreve em rela o aos progressos da raz o ocorrem de maneira semelhante na música, permitindo-nos ent o perceber que ela passa pelos momentos de desencantamento em rela o ao mundo – abandono da teoria dos afetos – e encantamento do conceito – consolida o do sistema tonal como segunda natureza. Para tanto ser o utilizados tratados musicais e textos menores escritos entre os séculos XVI e XVIII.
O conceito de liberdade na dialética negativa de Theodor Adorno
Chaves, Juliana de Castro;
Psicologia & Sociedade , 2010, DOI: 10.1590/S0102-71822010000300004
Abstract: this theoretical article discusses some ideas of theodor adorno about freedom, as part of the critical theory of society, developed by the frankfurt school. this discussion aims to provide some tools to social psychology, since this theme has not been frequently discussed. in order to carry out this theoretical research, adorno's major work, negative dialectics, was selected inasmuch as it approaches this issue more profoundly. adorno points out the maleficence of freedom restraint due to individual, metaphysical, material, ontological, or empirical criteria. for him, although freedom is experienced by the individual, it possesses a close connection with mankind, since it is related to ethical, private, and universal matters. after all, freedom is the principle that should guide moral actions.
O conceito de esclarecimento em Horkheimer, Adorno e Freud: apontamentos para um debate
Souza, Mauricio Rodrigues de;
Psicologia & Sociedade , 2011, DOI: 10.1590/S0102-71822011000300004
Abstract: this article analyses the concept of enlightenment in horkheimer, adorno and freud. therefore, it traces a parallel between two of the most representative works of these authors in terms of cultural criticism: the concept of enlightenment and the future of an illusion, respectively. although an initial approach might suggest different theoretical perspectives, we emphasize that they can be taken as complementary in defense of a more adequate using of conceptual thought.
Conceito de liberdade em Vigotski The concept of freedom in Vigotski′s theory  [cached]
Gisele Toassa
Psicologia: Ciência e Profiss?o , 2004, DOI: 10.1590/s1414-98932004000300002
Abstract: Este texto sintetiza os fundamentos do conceito de liberdade vigotskiano, procurando elucidar suas conex es a partir das investiga es do autor sobre linguagem, vontade, fun es psíquicas superiores, pensamento e imagina o. Discutem-se, ainda, os antecedentes filosóficos presentes no seu conceito de liberdade e se esbo a uma análise das condi es concretas necessárias para a livre-escolha em tempos de aliena o. This text summarises the fundamental points of Vygotsky′s freedom concept, with the intention of elucidating its connections within his investigations concerning language, will, high mental functions, thought and imagination. We also discuss the philosophic antecedents related to freedom’s concept and outline an analysis of the concrete conditions for free choices inside an alienation epoch.
O social e o cultural na obra de Vigotski
Sirgado Angel Pino
Educa??o & Sociedade , 2000,
Abstract: Este texto constitui um ensaio de análise de duas categorias teóricas consideradas fundamentais para uma leitura compreensiva da obra de Vigotski : o social e o cultural. O texto toma como ponto de partida o Manuscrito de 1929, onde o autor esbo a essas quest es, objeto de uma elabora o posterior. A análise do significado que essas categorias têm para Vigotski é feita por meio do conceito de história proposto pelo autor, o qual revela a matriz que lhe serve de referência das suas análises: o materialismo histórico e dialético. Analisadas essas duas categorias, s o discutidas duas quest es decorrentes delas e que constituem o núcleo central da obra do autor: a natureza social-cultural das fun es mentais superiores que, segundo o autor, s o rela es sociais internalizadas, e o mecanismo semiótico que explica a convers o dessas rela es sociais em fun es da pessoa.
As duas faces do conceito hegeliano de liberdade e a media o da categoria do reconhecimento =The two faces of the hegelian concept of freedom and the mediation of the category of recognition  [PDF]
Ramos, Cesar Augusto
Veritas , 2010,
Abstract: O objetivo deste artigo é examinar o estatuto teórico do conceito hegeliano de liberdade como “estar consigo mesmo no seu outro”, bem como a media o da categoria do reconhecimento na rela o entre a face objetiva e subjetiva que este conceito retrata. Nessa perspectiva, rela es n o legítimas de domina o e coer es s o rejeitadas em nome de um conceito intersubjetivo de liberdade. Pretende-se, também, destacar os elementos importantes na filosofia hegeliana para compreender o sentido da liberdade na constitui o de uma teoria social, a qual pode ser formulada na sua aproxima o com o republicanismo, no debate contemporaneo da filosofia política e moral.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.