oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Taxa de natalidade de vacas e desempenho de bezerros sob desmama antecipada no Pantanal
Catto Jo?o Batista,Afonso Euripedes
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2001,
Abstract: Para avaliar o efeito da desmama antecipada na taxa de natalidade, e no desempenho de bezerros criados em pastagem nativa, 79 vacas aneloradas, primíparas e multíparas, foram divididas em dois grupos homogêneos, e os bezerros foram desmamados na idade de 4 a 6 meses e suplementados (grupo A), ou aos 7 a 9 meses, e n o-suplementados (grupo B). A natalidade foi maior no grupo A (81,5%) do que no grupo B (13,1%) (P<0,001). N o houve diferen a nas taxas de natalidade entre vacas multíparas (80,9 e 82,3%) e primíparas (18,1 e 6,2%) dos grupos A e B, respectivamente (P>0,58). No final da esta o seca, os bezerros do grupo A pesaram, em média, 5,4 kg menos que os bezerros do grupo B (P<0,009).
Desempenho até a desmama de bezerros Nelore e cruzas com Nelore  [cached]
Cubas Antonio Carlos,Perotto Daniel,Abrah?o José Jorge dos Santos,Mella Sílvio Carlos
Revista Brasileira de Zootecnia , 2001,
Abstract: Foi analisado o desempenho ponderal pré-desmama de bezerros Nelore (N), Guzerá x N (GN), Red Angus x N (RN) e Marchigiana x N (MN), oriundos de um experimento de cruzamentos realizado na Esta o Experimental do IAPAR de Paranavaí, nascidos no período de 1985 a 1998, produzidos por meio de insemina o artificial, em duas esta es anuais de nascimento (janeiro a abril e julho a dezembro). Foi utilizado o método dos quadrados mínimos para análise de 721 observa es de pesos ao nascimento (PNT) e 686 de pesos à desmama (PDS) e ganho médio diário de peso do nascimento até a desmama (GMD_ND). Para PNT, o efeito de classe de datas julianas com intervalos de dez dias entre classes mostrou-se mais útil para explicar varia es de épocas de nascimento do que o mês de nascimento, cuja influência foi muito grande para PDS e GMD_ND. Para as três características avaliadas, houve importante efeito (linear e quadrático) da idade da vaca (dias) m e do bezerro, bem como dos efeitos fixos de ra a do touro ou grupo genético, ano de nascimento do bezerro e sexo do bezerro. A intera o grupo genético x sexo do bezerro foi efeito importante para PNT, PDS e GMD_ND. O efeito aleatório de touro dentro de grupo genético foi importante para PNT, PDS e GMD_ND. As médias dos quadrados mínimos e respectivos erros-padr o, sempre na seqüência N, GN, RN e MN, foram: 28,5 ± 0,38 kg, 29,0 ± 0,44 kg, 29,4 ± 0,46 kg e 31,3 ± 0,47 kg, para PNT; 141,3 ± 1,47 kg, 147,6 ± 1,61 kg, 167,5 ± 1,72 kg e 162,0 ± 1,89 kg, para PDS; 0,510 ± 0,007 kg, 0,540 ± 0,008 kg, 0,627 ± 0,008 kg e 0,583 ± 0,009 kg, para GMD_ND.
Mosca-dos-chifres, Haematobia irritans: comportamento e danos em vacas e bezerros Nelore antes da desmama
Bianchin Ivo,Alves Rafael G. O.
Pesquisa Veterinária Brasileira , 2002,
Abstract: Estudaram-se o comportamentos e os danos causados pela mosca-dos-chifres em vacas e bezerros Nelore antes da desmama. Foram utilizados dois grupos de 60 animais cada um, sendo um grupo com infesta o natural de moscas e o outro sem moscas, por quatro anos consecutivos. Observou-se que o número de moscas das vacas n o ultrapassou a média de 80 moscas/animal, em todos os anos experimentais. A maioria das vacas (83%) apresentou poucas moscas, enquanto a minoria (17%) teve maior quantidade. Os bezerros foram pouco infestados pelas moscas. Chuvas acima de 100 mm em curto espa o de tempo diminuíram a infesta o de moscas. O ganho de peso das vacas tratadas com inseticida (sem infesta o por moscas) bem como os seus bezerros foi maior do que as vacas controle, porém n o foi estatisticamente significativo (P>0,05). A percentagem média de prenhez, nos quatro anos, das vacas tratadas foi 15% superior a das n o tratadas e esta diferen a foi causada provavelmente pela infesta o de moscas nos touros.
Fatores ambientais que afetam o desempenho do nascimento à desmama de bezerros angus criados no Rio Grande do Sul  [cached]
Cardoso Fernando Flores,Cardellino Ricardo Alberto,Campos Leonardo Talavera
Revista Brasileira de Zootecnia , 2001,
Abstract: Os objetivos deste estudo foram determinar a importancia dos efeitos de idade da vaca (IV), sexo (S) e idade do bezerro (ID), mês de nascimento (M) e a intera o entre idade da vaca e sexo (IV*S) sobre o peso ao nascer (PN) e o ganho do nascimento à desmama padronizado para 205 dias (G205), de bovinos Angus, e estimar fatores de corre o para esses efeitos. Foram utilizados os registros de 40.915 animais, dos quais 12.706 tinham pesagem ao nascer, coletados pelo Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne -- PROMEBO, durante os anos de 1974 a 1997. Os dados foram analisados pelo PROC MIXED do SAS, por meio de um modelo que incluiu os efeitos de época de nascimento (outono ou primavera), grupo de contemporaneos, M, IV, S, ID (linear e quadrática), IV*S e o efeito aleatório do touro. Todos os efeitos fixos foram aninhados dentro de época de nascimento. A partir das médias ajustadas de PN e G205, foram estimadas equa es de regress o para IV*S e M. A inclus o do grupo de contemporaneos no modelo estatístico n o elimina os efeitos sazonais no decorrer do ano e fatores de corre o para data juliana do nascimento s o apresentados. O ajuste pelo ganho médio diário n o corrige adequadamente o efeito de ID sobre G205, devendo-se considerar os desvios da linearidade desse efeito nas avalia es genéticas. Diferentes fatores de corre o para IV e ID s o propostos para bezerros nascidos no outono e na primavera, pois a magnitude desses efeitos depende da época de nascimento.
Componentes de (co)variancia e parametros genéticos para caracteres produtivos à desmama de bezerros Angus criados no Estado do Rio Grande do Sul
Cardoso Fernando Flores,Cardellino Ricardo Alberto,Campos Leonardo Talavera
Revista Brasileira de Zootecnia , 2001,
Abstract: Foram estimados componentes de (co)variancia e parametros genéticos para peso ao nascer (PN), ganho do nascimento à desmama (G205) e escores de conforma o (CD), precocidade de termina o (GD), musculatura (MD) e tamanho (TD) à desmama, utilizando-se registros de desmama de 40.915 bezerros Angus, criados no Estado do Rio Grande do Sul, sul do Brasil. Desses, 12.706 tinham pesagem ao nascer e 11.863, avalia o completa para escores visuais (EV). Os dados foram analisados por meio de um modelo animal, em análises uni e multivariadas, e os componentes de variancia estimados pela máxima verossimilhan a restrita. As herdabilidades aditivas diretas estimadas foram 0,29; 0,25; 0,18; 0,19; 0,19; e 0,21, respectivamente, para PN, G205, CD, GD, MD e TD. A herdabilidade materna para G205 foi 0,16 e a correla o entre efeito genético direto e materno, -0,51. Essa correla o negativa indica antagonismo entre esses efeitos e provocou decréscimo na herdabilidade total para G205, que foi 0,18. A contribui o do ambiente permanente da vaca para a variancia fenotípica esteve entre um mínimo de 0,05 para PN e máximo de 0,12 para G205. A correla o genética entre PN e G205 foi --0,06, mostrando que estes caracteres s o independentes geneticamente. As correla es genéticas encontradas entre G205 e EV foram entre 0,71 e 0,86 e de EV entre si, 0,58 a 0,91. Essas associa es positivas entre os escores visuais e destes com o crescimento na fase pré-desmama favorecem a sele o conjunta destes caracteres, por meio de índices de sele o.
Efeito de fatores ambientais sobre escores de avalia o visual à desmama e estimativa de parametros genéticos, para bezerros da ra a charolês  [cached]
Kippert Carlos Junior,Rorato Paulo Roberto Nogara,Campos Leonardo Talavera,Boligon Arione Augusti
Ciência Rural , 2006,
Abstract: Para avaliar a influência de alguns fatores de ambiente sobre escores de avalia o visual à desmama em animais da ra a Charolês e estimar parametros genéticos, foram utilizadas informa es coletadas pelo PROMEBO durante os anos de 1994 a 2002. As características estudadas foram os escores de conforma o (C), precocidade (P), musculatura (M) e tamanho (T) à desmama. Inicialmente foi realizada uma análise de variancia, para verificar quais fatores apresentavam efeito significativo sobre as características em estudo. O modelo considerou como fixo, o efeito de grupo de contemporaneos (GC), constituído por fazenda, sexo, esta o e ano de nascimento e, como covariáveis, a idade da vaca ao parto (IV), a idade do bezerro à desmama (ID) e a data juliana de nascimento (DJ), além do efeito residual, como aleatório. Todos os efeitos incluídos no modelo foram significativos para os escores visuais (P<0,05), exceto DJ, para M, P e C. A partir das médias ajustadas de C, P, M e T, foram estimadas equa es de regress o para IV, ID e DJ. Observou-se que vacas que pariram aos 7-8 anos tiveram bezerros com escores visuais maiores. Com rela o à idade à desmama, verificou-se que animais desmamados mais tardiamente receberam Escores Visuais mais elevados. Com rela o à data juliana de nascimento, constatou-se que bezerros nascidos em junho foram favorecidos em seus escores, quando comparados com animais nascidos em dezembro ou janeiro. Os parametros genéticos foram estimados pelo método da Máxima Verossimilhan a Restrita livre de derivada, utilizando um modelo animal, considerando como fixo o efeito de GC e, como covariáveis, IV, ID e DJ e, como aleatórios, os efeitos genéticos aditivos diretos e maternos e o residual. As estimativas de herdabilidade encontradas e respectivos erros padr es, para os efeitos genéticos diretos, foram 0,37 (0,09), 0,35 (0,09), 0,33 (0,09),e 0,27 (0,09), respectivamente, para C, M, P e T. Os resultados evidenciam que as avalia es para escores visuais devem levar em considera o os efeitos fixos estudados e existe a possibilidade de inser o destas características em programas de melhoramento genético, desde que ocorra redu o do componente de variancia ambiental, através de um melhor controle do ambiente.
Efeito da Idade da Vaca ao Parto e da Data Juliana de Nascimento sobre Características Pré-desmama de Bezerros da Ra a Gir  [cached]
Pelicioni Luciele Cristina,Pascoa Lillian,Muniz Carolina Amália de Souza Dantas,Queiroz Sandra Aidar de
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002,
Abstract: Objetivou-se com este trabalho estimar a influência da idade da vaca ao parto (IDV) e da data juliana de nascimento (DJN) sobre o peso à desmama (PD) e a média do ganho diário no período pré-desmama (GMD) de bezerros Gir, determinando fatores de corre o para estes efeitos. Foram analisados 10.685 e 18.339 dados de PD e GMD de bezerros Gir, provenientes do Arquivo da Associa o Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), pertencentes a 1229 e 1979 grupos contemporaneos (GC), respectivamente. PD e GMD foram pré-ajustados para o efeito da idade do bezerro à desmama. O efeito de IDV sobre PD e GMD foi modelado como polin mio segmentado quadrático-quadrático-quadrático, com "nós", ou pontos de jun o aos 4,1; 12,7 e 4,0; 8,2 anos, respectivamente, para machos e como polin mio segmentado quadrático-quadrático, com "nó", ou ponto de jun o aos 3,8 anos, para fêmeas sobre as duas características. A DJN foi modelada como um polin mio segmentado quadrático-quadrático com "nó" aos 126 dias para PD e 167 dias para GMD. Os resultados mostraram que a determina o dos fatores de corre o para IDV deve ser feita, separadamente, para machos e fêmeas e, para DJN, deve-se considerar cada esta o do ano, para que as diferen as entre elas sejam bem observadas. Os fatores de corre o para o efeito da idade da vaca variaram de 0,94750 a 1,08033 sobre PD e 0,91714 a 1,07689 sobre GMD, para machos, e de 0,90937 a 1,07415 sobre PD e 0,96055 a 1,14007 sobre GMD, para fêmeas. Para o efeito de DJN, a amplitude foi de 0,9256 a 1,0340 sobre PD e 0,9112 a 1,0551 sobre GMD.
Substitui o do milho em gr o moído pela polpa cítrica na desmama precoce de bezerros leiteiros  [cached]
Schalch Fernando José,Schalch Edison,Zanetti Marcus Antonio,Brisola Marcelo Landim
Revista Brasileira de Zootecnia , 2001,
Abstract: O presente trabalho foi realizado com o objetivo de estudar a substitui o do milho em gr o moído pela polpa cítrica no concentrado de 28 bezerros da ra a holandesa (PC) durante a fase de aleitamento. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, sendo os blocos formados de acordo com a ordem de chegada dos animais. Os animais foram abatidos ao final do experimento. Foram empregados quatro tratamentos: 0, 15, 30 e 45% de polpa cítrica na ra o, em substitui o ao milho. Todos os animais receberam o colostro por três dias na fazenda de origem. Além do concentrado, os bezerros receberam diariamente quatro litros de leite integral no primeiro mês, divididos em duas refei es, e três litros no segundo mês, em uma única refei o. O concentrado foi oferecido aos bezerros a partir do quarto dia de vida. Todos os bezerros foram mantidos em abrigos individuais. Os parametros avaliados foram: ganho de peso diário, consumo de matéria seca, convers o alimentar, aumentos da altura na cernelha e do perímetro torácico, volume e peso dos compartimentos estomacais, desenvolvimento papilar, contagem de protozoários, pH ruminal e incidência de diarréias. N o houve diferen a significativa entre tratamentos para os parametros estudados. Concluiu-se que a polpa cítrica pode substituir o milho em gr o moído na dieta peletizada contendo 5% de leite em pó, para bezerros desmamados precocemente, com bons resultados.
Fatores ambientais sobre escores de avalia o visual à desmama em bezerros angus criados no Rio Grande do Sul  [cached]
Cardoso Fernando Flores,Cardellino Ricardo Alberto,Campos Leonardo Talavera
Revista Brasileira de Zootecnia , 2001,
Abstract: Os objetivos deste estudo foram determinar a importancia dos efeitos de idade da vaca (IV), sexo (S) e idade do bezerro (ID), mês de nascimento (M) e a intera o entre idade da vaca e sexo (IV*S) sobre escores de avalia o visual (EV) para conforma o (CD), precocidade (GD), musculatura (MD) e tamanho (TD) à desmama, de bovinos Angus, e estimar fatores de corre o para esses efeitos. Foram utilizados 11.863 registros coletados pelo Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne - PROMEBO, durante os anos de 1989 a 1997. Os dados foram analisados por meio do PROC MIXED do SAS. O modelo incluiu os efeitos de grupo de contemporaneos, M, IV, S, ID (linear e quadrático), IV*S e o efeito aleatório do touro. A partir das médias ajustadas de CD, GD, MD e TD, foram estimadas equa es de regress o para M e IV*S. Os EV apresentaram resposta aos efeitos de IV, S e ID similar à do ganho de peso na fase de desmama. A idade do bezerro foi o fator responsável pelas maiores varia es n o-genéticas nos EV. Fatores de corre o para ajuste de IV, ID e data juliana do nascimento foram propostos.
An appraisal on the origin of the Veda  [PDF]
Ram Chandra Paudel
Bodhi: An Interdisciplinary Journal , 2009, DOI: 10.3126/bodhi.v3i1.2818
Abstract: Veda is considered to be the foundational pillar of Vedic philosophical tradition and culture. The emergence of Vedas precedes the recorded history of man. A commonly held view is that they emerged from the innermost core of Brahma's consciousness at the beginning of creation. Various evidences have been put forward to establish that since Veda is one of the most ancient scriptures, it is the means through which humans can achieve worldly success as well as transcend the materialistic existence through realization of Brahman : the ultimate truth. According to the scholars of Vedas, Brahman is a symbol of Sat-Chit- Ananda (Existence-Consciousness-Bliss) and this is the synonym of Vedas. DOI: 10.3126/bodhi.v3i1.2818 Bodhi Vol.3(1) 2009 p.120-124
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.