oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Adaptabilidade e estabilidade de cultivares e híbridos de milho no Nordeste brasileiro no ano agrícola de 1998
Carvalho Hélio Wilson Lemos de,Leal Maria de Lourdes da Silva,Cardoso Milton José,Santos Manoel Xavier dos
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2001,
Abstract: Durante o ano agrícola de 1998, na Regi o Nordeste do Brasil, foram realizados experimentos em rede, em blocos casualizados com três repeti es, envolvendo a avalia o de 25 cultivares (cultivares e popula es) e de 30 híbridos de milho em dezenove e dezesseis ambientes, respectivamente, objetivando conhecer adaptabilidade e estabilidade dessas cultivares para fins de recomenda o. Os híbridos apresentaram maiores rendimentos, em média, 21,4% mais que as cultivares. Nos ensaios envolvendo cultivares e popula es, o híbrido Cargill 909, utilizado como testemunha, teve um rendimento superior, tanto nos ambientes desfavoráveis quanto nos favoráveis. As cultivares AL 30, BR 5028, BR 106, BR 5011, BR 5033, Sintético Dentado, Sintético Duro e a popula o CMS 50 expressaram boa adapta o e estabilidade de produ o no Nordeste brasileiro. Nos ensaios envolvendo híbridos, Dina 1000, Cargill 333 B, Dina 270, Braskalb XL 360, Master, AG 1051, AG 4051 e Pioneer 3041 apresentaram maior adapta o com estabilidade de produ o nos ambientes considerados. Para recomenda o específica a ambientes favoráveis destacaram-se os híbridos AG 4051 e Pioneer X 1296 B. Apesar de n o se encontrarem híbridos com adapta o específica a ambientes desfavoráveis, a recomenda o de materiais com maiores rendimentos nesses ambientes é de interesse para o agricultor, a exemplo do Dina 1000, Cargill 333 B e Braskalb XL 360.
Estabilidade de cultivares de milho em três ecossistemas do Nordeste brasileiro
CARVALHO HéLIO WILSON LEMOS DE,LEAL MARIA DE LOURDES DA SILVA,SANTOS MANOEL XAVIER DOS,MONTEIRO ANT?NIO AUGUSTO TEIXEIRA
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2000,
Abstract: No decorrer dos anos agrícolas de 1995, 1996 e 1997, doze genótipos de milho (Zea mays, L.) foram avaliados em 75 ambientes do Nordeste brasileiro, distribuídas nos ecossistemas dos Tabuleiros Costeiros, Agreste e Sert o, em blocos ao acaso, com três repeti es, visando conhecer a estabilidade de produ o desses materiais. As produtividades médias alcan adas foram altas, atestando o potencial do Nordeste brasileiro para a produ o do milho. Os Tabuleiros Costeiros se apresentam como uma nova regi o para explora o competitiva do milho. Os híbridos mostraram melhor adapta o que as cultivares, sobressaindo o BR 3123, com melhor rendimento, apesar de ser mais exigente, nas condi es desfavoráveis, nos três ecossistemas. Os híbridos, à exce o do BR 2121, mostraram boa estabilidade de produ o nos ambientes considerados (R2>80%). Entre as cultivares de melhor adapta o, apenas a BR 106 mostrou baixa estabilidade nesses ambientes (R2=75%). Para o Nordeste brasileiro, a cultivar BR 5033 se aproximou do genótipo ideal proposto pelo modelo.
Adaptabilidade e estabilidade de produ??o de cultivares de milho no nordeste brasileiro
Carvalho, Hélio Wilson Lemos de;Santos, Manoel Xavier dos;Leal, Maria de Lourdes da Silva;Pacheco, Cleso Ant?nio Pato;Cardoso, Milton José;Monteiro, Ant?nio Augusto Teixeira;
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 1999, DOI: 10.1590/S0100-204X1999000900008
Abstract: twenty five cultivars of maize (zea mays l.) were evaluated in 1994, in twelve different environments of the northeast region of brazil. the trials were arranged in randomized block designs with three replications aiming to obtain knowledge concerning to the adaptability and yield stability of the cultivars in each environment. the significant effects related to environment, cultivars and cultivars x environments interaction gave the evidence of outstanding differences among that parameters. the hybrids showed better performance than the varieties, yielding in average 22.5% higher in relation to the environmental variations. only the cargill 505 and ag 510 hybrids showed poor adaptability in unfavorable environments. taking in account the means presented by the varieties, cms 39 was the most adjusted to the optimal genotype proposed in the model. none of the materials studied gave a determination coefficient (r2) lower than 80%, indicating a good production stability.
Adaptabilidade e estabilidade de cultivares e híbridos de milho no Nordeste brasileiro no ano agrícola de 1998
Carvalho, Hélio Wilson Lemos de;Leal, Maria de Lourdes da Silva;Cardoso, Milton José;Santos, Manoel Xavier dos;Carvalho, Benedito Carlos Lemos de;Tabosa, José Nildo;Lira, Marcelo Abdon;Albuquerque, Marcondes Maurício;
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2001, DOI: 10.1590/S0100-204X2001000400006
Abstract: for the agricultural year of 1998, data from a network of experiments using a randomized block design with three replications for 25 corn cultivars and 30 hybrids cultivated in nineteen and sixteen different environments, respectively, were analysed, aiming to obtain knowledge concerning to adaptability, and yield stability of cultivars in each environment. the hybrids showed an average performance 21.4% higher than the cultivars. in the experiments involving cultivars and populations, the cargill hybrid 909 utilized as control, had a higher yield either under unfavorable or favorable environments. the yield of al 30, br 5028, br 106, br 5011, br 5033, "sintético dentado", "sintético duro" cultivars and the cms 50 population expressed good adaptation and yield stability under northeastern brazil conditions. in the experiments with hybrids, dina 1000, cargill 333 b, dina 270, braskalb xl 360, master, ag 1051, ag 4051 and pioneer 3041 expressed adaptation and yield stability higher than the other hybrids tested under the different environmental conditions. at favorable environmental conditions, the hybrids ag 4051 and pioneer x 1296 b were the best ones. even though no hybrids were specifically indicated for unfavorable environment, the recommendation of materials showing higher yields at unfavorable environments are interesting for the corn grower. this is the case of the dina 1000, cargill 333 b and braskalb xl 360.
Adaptabilidade e estabilidade de comportamento de cultivares de milho em treze ambientes nos tabuleiros costeiros do nordeste brasileiro
Carvalho, Hélio Wilson Lemos de;Santos, Manoel Xavier dos;Leal, Maria de Lourdes da Silva;Pacheco, Cleso Antonio Pato;Tabosa, José Nildo;
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 1999, DOI: 10.1590/S0100-204X1999001200008
Abstract: the potential of the brazilian northeast coastal tablelands for corn production and the adaptability and stability of sixteen corn cultivars were evaluated at thirteen environments of this region in 1994/95 on a randomized block design experiment with three replications. the large potential of this coastal strip for corn production was evidenced by the obtained yield, highlighting the hybrids, on the coastal tablelands of piauí, sergipe and bahia states, where corn would become a major crop option for the growers. pooled variance analysis showed significant difference for environments and cultivars, and the interactions environment x cultivar, which were inconsistent. hybrids had better adaptation than varieties and populations; they are recommended for higher input situations. the ag 510 hybrid showed good adaptation to low and high input conditions, and therefore is recommended for both situations. the br 5011, br 5028, br 106 and br 5033 varieties had reasonable yields and are suitable for small and medium corn growers.
Adaptabilidade e estabilidade de cultivares de milho-pipoca na regi o centro-sul do Brasil
Vendruscolo Eliane Cristina Gruszka,Scapim Carlos Alberto,Pacheco Cleso Ant?nio Patto
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2001,
Abstract: Este trabalho teve como objetivo estudar a adaptabilidade e estabilidade de cultivares de milho-pipoca avaliadas pela Embrapa-Centro Nacional de Pesquisa de Milho e Sorgo, no ano agrícola 1991/92. Foram avaliadas 15 cultivares em 19 locais quanto à produtividade, e em 15 locais quanto ao índice de capacidade de expans o (ICE) na regi o centro-sul do Brasil. As cultivares GO 100P, MF 1001, Pirapoca-Amarela, Pirapoca-Branca e Colorado Pop 1, foram mais promissoras, pois apresentaram boas médias de produtividade (1.700 a 2.100 kg/ha de gr os) e razoáveis ICE (17 a 21 mL/mL). Quanto à variável produtividade, as cultivares Pirapoca-Amarela e Colorado Pop 1 apresentaram-se adaptadas a ambientes favoráveis, e foram estáveis. As cultivares MF 1001, Pirapoca-Branca e GO 100P, demonstraram capacidade satisfatória no aproveitamento dos estímulos ambientais, e foram estáveis. Todas foram estáveis em rela o ao ICE, e as cultivares MF 1001, Colorado Pop 1, Pirapoca-Amarela e Pirapoca-Branca demonstraram capacidade satisfatória no aproveitamento dos estímulos ambientais. A cultivar GO 100P foi melhor adaptada para ambientes favoráveis.
Adaptabilidade e estabilidade de cultivares de alfafa em rela o a diferentes épocas de corte  [cached]
Ferreira Reinaldo de Paula,Botrel Milton de Andrade,Ruggieri Ana Claúdia,Pereira Ant?nio Vander
Ciência Rural , 2004,
Abstract: O experimento foi conduzido na Esta o Experimental de Zootecnia de Sert ozinho-SP. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com 3 repeti es, sendo a parcela constituída de 5 fileiras de 5m de comprimento, espa ados 0,2 m. Avaliou-se a produ o de matéria seca de 35 cultivares de alfafa em 29 cortes realizados no período de outubro/1996 a mar o/1999. O estudo da adaptabilidade e estabilidade das cultivares ao longo dos 29 cortes, foi realizado por meio das metodologias de Eberhart e Russell e Lin e Binns. Verificou-se a existência de intera o cultivares x cortes, demonstrando que o comportamento relativo das cultivares n o era o mesmo nos diferentes cortes. Das 35 cultivares avaliadas, 14 apresentaram adaptabilidade geral (b1i ou = 1) e boa previsibilidade ( s2di = 0), segundo a metodologia de “Eberhart e Russell”. Das 10 cultivares que apresentaram maior adaptabilidade e estabilidade (menores Pi), segundo a metodologia de Lin e Binns sete também apresentaram adaptabilidade geral e boa previsibilidade segundo a metodologia de Eberhart e Russell. As cultivares SW 8210, Victoria SP, MH 15, 5888, Araucana, BR 1 e BR 3 foram as que apresentaram maior adaptabilidade e estabilidade de comportamento, pelos dois métodos utilizados.
Avalia o de metodologias de adaptabilidade e estabilidade de cultivares milho = Evaluation of methodologies of adaptability and stability in corn cultivars
Edilson Romais Schmildt,Adriel Lima Nascimento,Cosme Dami?o Cruz,Jaqueline Aparecida Raminelli Oliveira
Acta Scientiarum : Agronomy , 2011,
Abstract: Este trabalho objetivou comparar três metodologias para análise de adaptabilidade e estabilidade de produtividade. Foi avaliada a produtividade de cultivares de milho do ensaio nacional da Embrapa, centro, nas safras agrícolas 2004/2005, 2005/2006 e 2006/2007,determinando-se a adaptabilidade e estabilidade pelos métodos de Lin e Binns com decomposi o (CRUZ; CARNEIRO, 2006); Annicchiarico com decomposi o (SCHMILDT; CRUZ, 2005) e um método proposto baseado no método de Annicchiarico com decomposi o. Foram propostos a utiliza o do erro-padr o da média ao invés do desvio-padr o, no cálculo da variabilidade dos ambientes para cada cultivar e também o aumento do nível de confian a, de 75 para 95%. Percebeu-se que os resultados de indica o de cultivares pelos três métodos apresentaram alta correla o de Spearman (p < 0,01). A metodologia proposta, apresenta as vantagens de valorizar mais os desvios apresentados entre os ambientes, por levar em considera o o número de ambientes e também por apresentar menor nível de significancia, possibilitando menor erro do tipo I. A metodologia proposta apresenta os resultados numéricos do índice de confian a de mesmo valor que os resultados do método de Annicchiarico com decomposi o quando o número de ambientes em compara o for igual a seis. The aim of this study was to compare three methodologies which analyze adaptability and stability of corn cultivars. It evaluated the productivity of corn cultivars of the national experiment of Embrapa, center, regarding the crops 2004/2005, 2005/2006 and 2006/2007, in order to determine the adaptability and stability, by the methods of Lin and Binns with decomposition (CRUZ; CARNEIRO, 2006), Annicchiarico with decomposition (SCHMILDT; CRUZ, 2005) and by another method proposed based on the Annicchiarico method with decomposition. The use of the average standard error instead of the standard deviation in the calculation of the variability of environments for each cultivar, as well as for the increasing of the confidence level of 75 to 95% was proposed. It was noticed that the results of indication of cultivars by the three methods showed Spearman’s high correlation (p < 0.01). The new method presents advantages: it values the deviations between the environments by taking into account the number of environments and presenting the lowest level of significance (allowing lowest type I error). The proposed methodology presents the numerical results of the confidence index equal to the results of the Annicchiarico method with decomposition when the compared number of environments is
Produtividade, adaptabilidade e estabilidade fenotípica de cultivares de tomateiro sob diferentes condi es de ambiente  [cached]
Gualberto Ronan,Braz Leila Trevizan,Banzatto David Ariovaldo
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2002,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi estudar o desempenho produtivo, adaptabilidade e estabilidade fenotípica de seis genótipos de tomateiro na regi o de Marília, SP. Os experimentos foram conduzidos em nove ambientes (seis sob condi es de cultivo protegido e três sob condi es de céu aberto), com seis genótipos (Carmen, Diva, Donador, Graziela, Vita e HE-295), em blocos casualizados, com quatro repeti es. Ocorreram diferen as significativas entre ambientes, e a média geral dos cultivos protegidos superou a dos cultivos a céu aberto quanto à produtividade, apesar de a média geral dos cultivos a céu aberto ser superior quanto ao peso médio de frutos. As cultivares, à exce o de HE-295, demonstraram alta estabilidade, merecendo destaque as cultivares Carmen, Donador e Vita, que tiveram rendimento médio superior ao da média geral, adaptabilidade geral e comportamento previsível em todos os ambientes estudados. Quanto ao peso médio dos frutos, as cultivares Diva e Vita foram as únicas que mostraram ampla adaptabilidade a todos os ambientes, comportamento previsível, além de apresentarem peso médio do fruto superior ao da média geral.
Adaptabilidade e estabilidade de genótipos de milho avaliadas por meio do modelo de regress o  [cached]
Hamawaki Osvaldo Toshyiuki,Santos Patrícia Guimar?es
Ciência Rural , 2003,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a estabilidade e a adaptabilidade de cultivares de milho utilizando a metodologia de CRUZ et al. (1989). Foram avaliadas cultivares de ciclo precoce e normal, em dois ensaios conduzidos por três anos agrícolas em Capinopólis-MG, em quatro épocas de semeadura. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com três repeti es, cada parcela foi constituída de quatro linhas de cinco metros, espa adas de 90 cm. Foram obtidos dados de produtividade de gr os e empregada a metodologia de Cruz para estimar os parametros de adaptabilidade e estabilidade das cultivares de milho. A cultivar ideal preconizada por Cruz, média alta, e variancia dos desvios de regress o próximo ou igual a zero, n o foi encontrada entre os materiais avaliados. Também n o foi identificado nenhum material menos exigente nos ambientes desfavoravéis. De maneira geral, o material que mais se destacou foi o híbrido G 551, com média alta, boa resposta à melhoria do ambiente e de comportamento estável. A variedade BR 106 apresentou desempenho igual e até mesmo superior aos de alguns híbridos comerciais.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.