oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Suscetibilidade de genótipos de feij o ao vírus-do-mosaico-dourado
Lemos Leandro Borges,Fornasieri Filho Domingos,Silva Tiago Roque Benetoli da,Soratto Rogério Peres
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2003,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a suscetibilidade de diversos genótipos de feij o ao vírus-do-mosaico-dourado (VMDF), transmitido pela mosca branca (Bemisia tabaci). A semeadura foi realizada na época da seca e das águas, com e sem aplica o do inseticida granulado Aldicarb (3,0 kg ha-1 do i.a.) no sulco de semeadura. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados disposto em esquema fatorial 14x2, representado por genótipos e inseticida, respectivamente, com quatro repeti es. A maior infesta o de mosca-branca e incidência do vírus ocorreu na época da seca, causando prejuízos à produ o do feijoeiro. Os genótipos apresentaram diferentes graus de suscetibilidade ao vírus e ao inseto vetor. Os genótipos mais tolerantes foram IAPAR 57, IAPAR 65, IAPAR 72, nix, Aporé e 606 (5)(214-17). A aplica o do inseticida sistêmico controla o vetor em ambas as épocas de cultivo, proporcionando aumentos da produtividade.
UTILIZATION OF THE BEFENTHRIN IN CHEMICAL CONTROL OF WHITE FLY (Bemisia tabaci, Genn. 1889) IN BEAN CROPS AVALIA O DO BEFENTHRIN NO CONTROLE DA MOSCA BRANCA (Bemisia tabaci, Genn. 1889) EM FEIJOEIRO
Ant?nio Lopes da Silva,Valquíria Rocha dos Santos Veloso,Ildeu Matias do Nascimento,Jaison Pereira de Oliveira
Pesquisa Agropecuária Tropical , 2007, DOI: 10.5216/pat.v23i1.2623
Abstract: The white fly (Bemisia tabaci), an important pest of bean crops, is known as vector of golden-yellow-mosaic virus in many regions in Brazil. In order to determine the efficiency of the befenthrin to control the white fly, a field experiment was carried out in Goiania, State of Goiás, Brazil. The treatments and dosage in grams of active ingredient by ha were: befenthrin (2.5; 3.75; 5.0 and 6.25), metamidophós (420.0 and 600.0) and untreated check. Results obtained by this test permitted to conclude that befenthrin at experimented doses, presented similarity of control to the other used compound in different estimations realized, with control average superior to 96.0%. Com o objetivo de avaliar a eficiência do Befenthrin 25 CE, nas dosagens de 2,5 ; 3,75; 5,00 e 6,25g i.a/ha, no controle químico da mosca branca (Bemisia tabaci Genn., 1889) em feijoeiro, foi conduzido um experimento no Campo Experimental da Escola de Agronomia da Universidade Federal de Goiás - Goiania, safra 91/92, utilizando como produto padr o o Metamidophós 600 BR nas dosagens de 420 e 600g i.a/ha. As pulveriza es foram realizadas nos 7°, 14°, 21° e 28° dias após a emergência das plantulas, utilizando-se um pulverizador costal a CO2 com bico D3 gastando-se 250 litros de calda por ha. Dois dias após a última pulveriza o foi realizada a avalia o de eficiência, contando-se o número de ninfas vivas em 10 folíolos/parcela e, 10 dias após, fez-se a contagem do número de plantas com sintomas de “mosaico dourado” por parcela. Pelos resultados obtidos, conclui-se que o Befenthrin nas dosagens de 5,0 e 6,25g i.a./ha controlou eficientemente a praga, igualando-se ao metamidophós na dosagem de 600g i.a/ha, com a vantagem de menor toxicidade para mamíferos e também sob o ponto de vista ecológico, pois a dose utilizada i.a, é 100 vezes menor.
Aduba o e inseticidas no controle de Empoasca kraemeri e Bemisia tabaci, em cultivares de feijoeiro semeados no inverno
Boi?a Jr. Arlindo Leal,Santos Terezinha Monteiro dos,Mu?ou?ah Marcus Juabre
Scientia Agricola , 2000,
Abstract: Vários fatores influenciam a produtividade da cultura do feijoeiro, dentre estes podem ser citados as pragas, merecendo destaque, a cigarrinha verde, Empoasca kraemeri Ross & Moore (Hemiptera: Cicadellidae) e principalmente a mosca branca, Bemisia tabaci (Gennadius) (Hemiptera: Aleyrodidae), que prejudica o feijoeiro pela transmiss o do vírus do mosaico dourado. Este trabalho avalia o efeito de cultivares de feijoeiro, aduba o e inseticidas nas popula es de E. kraemeri e B. tabaci na época de semeadura "de inverno". Os genótipos utilizados foram IAPAR MD-806, IAPAR MD-808, IAC-Carioca e Bolinha. Avaliaram-se, dos 7 aos 56 dias após emergência das plantas, o número de ninfas e adultos de cigarrinha verde e mosca branca, percentual de ataque de cigarrinha e número de plantas com sintomas de mosaico dourado. Na colheita, foram avaliados o número e peso de vagens por planta, o número de gr os por planta e peso de gr os (kg ha-1). Os danos de cigarrinha verde e os sintomas de mosaico dourado foram menos intensos em IAPAR MD-806 e IAPAR MD-808 em rela o ao Bolinha e IAC-Carioca. A aduba o n o influenciou o número médio de adultos de cigarrinha verde nos genótipos de feijoeiro. As aplica es de inseticidas e adubo proporcionaram menores números médios de adultos de mosca branca nos genótipos de feijoeiro quando avaliados em conjunto aos 56 dias após emergência das plantas.
Influência do sistema de irriga??o na incidência e nas perdas ocasionadas pelo Mosaico Dourado do Feijoeiro
Lima, Joyce Silva;Assun??o, Iraildes P.;Teodoro, Iêdo;Lima, Gaus S.A.;Michereff, Sami Jorge;
Tropical Plant Pathology , 2011, DOI: 10.1590/S1982-56762011000100008
Abstract: one of the most severe diseases in common bean (phaseolus vulgaris l.) is golden mosaic caused by bean golden mosaic virus (bgmv, genus begomovirus, family geminiviridae). this study aimed to evaluate the influence of different irrigation systems on the incidence and losses caused by bgmv in common bean. the experiment consisted of the evaluation of three irrigation systems (drip, sprinkler and micro sprinkler), installed as 225m2 strips in the experimental area of the federal university of alagoas, rio largo, al. each strip contained 12 plots of 1m2 each, with 20 plants per plot. the experiment was conducted over two seasons: october 2006 to january 2007 and october 2007 to january 2008. the incidence of golden mosaic was evaluated by visual inspection of symptomatic plants, and the asymptomatic plants were tested for the presence of begomoviruses by pcr. for yield evaluations, the weight of mature grains from all plants was quantified, and the average weight per plant in each plot was calculated. the results indicate that drip and sprinkler irrigation resulted in the highest (62.31%) and lowest (16.74%) incidence, respectively, of golden mosaic. there was no correlation between the incidence of golden mosaic and yield. however, healthy plants yielded three times more grain than diseased plants.
Análise molecular de segmento do RNA2 de comovirus isolados de soja no estado do Paraná  [cached]
SOUTO ELIEZER R.,ALMEIDA áLVARO M. R.,BIANCHINI ANéSIO,SARTORI FáBIO
Fitopatologia Brasileira , 2002,
Abstract: Nas áreas produtoras de feij o (Phaseolus vulgaris) do Estado do Paraná observa-se anualmente a ocorrência do vírus do mosaico em desenho do feijoeiro (Bean rugose mosaic virus, BRMV), principalmente em infec es mistas com o vírus do mosaico dourado do feijoeiro (Bean golden mosaic virus, BGMV), acarretando maior severidade de sintomas e causando perdas na produ o. Recentemente constatou-se a presen a do vírus do mosaico severo do caupi (Cowpea severe mosaic virus, CPSMV) associado a sintomas de queima do broto em planta es de soja (Glycine max) na regi o de Londrina, sendo este um fato novo no Estado. Neste trabalho, parte do RNA2 de dois comovirus isolados de soja no Paraná foram clonados e sequenciados, sendo 600 pares de bases (pb) do BRMV-PR e 594 pb do CPSMV-PR. Posteriormente, as seqüências correspondentes de aminoácidos foram comparadas com seis seqüências de vírus do gênero Comovirus depositadas no GenBank. Com base nestes dados observou-se que o segmento do RNA2 do isolado CPSMV-PR apresentou homologia de 85% com parte de uma seqüência já conhecida do RNA2 do CPSMV, enquanto que o segmento do RNA2 do isolado BRMV-PR apresentou homologia de 39% com o CPSMV, e de 44% com o Bean pod mottle virus (BPMV). Este trabalho apresenta pela primeira vez dados de sequenciamento parcial do BRMV, o que poderá contribuir para sua completa caracteriza o molecular e para o estabelecimento de estratégias para obten o de plantas resistentes ao vírus.
COMPATIBILIDADE DO INSETICIDA THIAMETHOXAM COM FUNGICIDAS UTILIZADOS NO TRATAMENTO DE SEMENTES DE FEIJOEIRO COMPATIBILITY OF THE INSECTICIDE THIAMETHOXAM WITH FUNGICIDES APPLIED TO COMMON BEAN SEEDS  [cached]
Rosana Gon?alves Barros,Massaru Yokoyama,Jefferson Luis da Silva Costa
Pesquisa Agropecuária Tropical , 2007, DOI: 10.5216/pat.v31i2.2484
Abstract: A mosca-branca (Bemisia argentifolli Bellows & Perring) tem causado sérios prejuízos em muitas áreas produtoras de feij o no Brasil. O dano indireto através da transmiss o do vírus do mosaico dourado é um dos fatores limitantes na produ o do feij o, podendo causar perdas de até 100%. Uma das medidas recentemente desenvolvidas para o controle desta praga é o tratamento das sementes com inseticida. Neste trabalho foi testada a compatibilidade do inseticida thiamethoxam com alguns dos fungicidas utilizados para tratamento de sementes de feij o destinadas ao plantio (difenoconazole, fludioxonil e carboxin). As variáveis utilizadas na avalia o foram: porcentagens de germina o, de sanidade das sementes e de eficiência de controle da mosca-branca. Considerando todas as variáveis, constatou-se que n o houve incompatibilidade do inseticida com os fungicidas utilizados. Os tratamentos thiamethoxam+carboxin e thiamethoxam+fludioxonil foram os que apresentaram maior eficiência no controle de fungos incidentes em sementes e da mosca-branca em plantulas até os onze dias após a emergência. PALAVRAS-CHAVE: Mosca-branca; Bemisia argentifolli; fungos de sementes; controle químico. The white fly (Bemisia argentifolli Bellows & Perring) causes serious damage to the common bean crop in Brazil. The indirect damage through the transmission of bean gold mosaic virus can cause losses of up to 100%. One measure recently developed to control this pest is insecticide seed dressing. In this study, the compatibility of the insecticide thiamethoxam with the fungicides used for dry beans seed dressing was tested. These treatments included the fungicides difenoconazole, fludioxonil and carboxin. The variables evaluated were germination, seed health and white fly control efficiency. Considering these variables it was observed that the insecticide was compatible with the fungicides studied. The treatments thiamethoxam+carboxin and thiamethoxam+fludioxonil were the most efficient in controlling seed-borne fungi as well as white fly on plants. KEY-WORDS: White fly; Bemisia argentifolli; seed fungi; chemical control.
Surto epidemiológico do vírus do mosaico amarelo do piment o em tomateiro na regi o serrana do Espírito Santo  [cached]
Maciel-Zambolim Eunize,Costa Helcio,S. Capucho Alexandre,ávila Ant?nio C. de
Fitopatologia Brasileira , 2004,
Abstract: Este trabalho relata a ocorrência de um surto epidemiológico causado pelo vírus do mosaico amarelo do piment o (Pepper yellow mosaic virus - PepYMV) em tomateiro (Lycopersicon esculentum) 'Alambra' na regi o serrana do Estado do Espírito Santo. Os sintomas consistiam de mosaico, definhamento e redu o de produ o. Visando a caracteriza o do agente causal foram realizados estudos sorológicos por ELISA, observa es ao microscópio eletr nico e determina o da gama parcial de hospedeiros. Ao microscópio eletr nico de transmiss o foram observadas, em amostras de tomateiro, partículas alongadas e flexuosas e inclus es cilíndricas típicas de vírus do gênero Potivirus. O PepYMV foi confirmado como agente causal por ELISA indireto. Levantamentos realizados em campos de cultivo demonstraram que a dissemina o do vírus é muito rápida. Este é o primeiro relato da ocorrência do PepYMV na cultura do tomate no Brasil, causando sérios danos.
Problemas na premuniza o de melancia para o controle do mosaico causado pelo Papaya ringspot virus  [cached]
DIAS PAULO R. P.,REZENDE JORGE A. M.
Fitopatologia Brasileira , 2001,
Abstract: Neste trabalho estudou-se a prote o de melancia (Citrullus lanatus) com estirpes fracas do Papaya ringspot virus, estirpe melancia, em condi es de casa de vegeta o e em campo. Os resultados mostraram que a prote o foi eficiente em ambos os testes. Nos testes em campo porém, as plantas protegidas da cultivar Crimson Sweet tiveram uma redu o no peso médio de frutos por planta de, aproximadamente, 50% e 10,8%, em compara o às plantas n o protegidas que estavam sadias, no primeiro e no segundo teste, respectivamente. O mesmo fato ocorreu com a cultivar Crimson Tide, na qual se registrou uma redu o de 36,4%, aproximadamente, em um único teste. Além da redu o na produ o, outro problema encontrado na premuniza o da melancia foi a necessidade de duas inocula es sucessivas das mudas, em dias consecutivos, para aumentar a freqüência de plantas infetadas.
Fases larvais do mexilh?o dourado Limnoperna fortunei (Dunker) (Mollusca, Bivalvia, Mytilidae) na Bacia do Guaíba, Rio Grande do Sul, Brasil
Santos, Cíntia P. dos;Würdig, Norma L.;Mansur, Maria C. D.;
Revista Brasileira de Zoologia , 2005, DOI: 10.1590/S0101-81752005000300029
Abstract: since the end of 1998 a small invasive bivalve, the golden mussel limnoperna fortunei (dunker, 1857), originating from southeast asia, is present in southern brazil. it was probably brought not intentionally in ballast water to the guaíba basin in rio grande do sul state. in this environment, the golden mussel is causing macrofouling very rapidly with grate financial loss and damages to the native fauna and flora. quali-quantitative samplings twice a month were performed during one year in the guaíba lake, at veludo beach (30°12'35"s, 51°11'68"w) southward of the municipality of porto alegre. each time, 30 litters of water were filtered through plankton net with a mash opening of 36 mm. the different larval stages with the length parameters were briefly described. different stages were recognized: five without valves and four valved. the first one recognized as a ciliated stage develops into the trocophora (length from 80 μm to 125 μm) with four distinct stages. the valved stages include: the "d" - shaped (length 120 μm to 150 μm), the straight-hinged veliger (length 150 μm to 190 μm), umbonated-veliger (length 190 μm to 220 μm) and pediveliger (length 220 μm to 250 μm). when pos-larvae or plantigrades (length about 300 μm), they secrete the byssus thread that permit fixation on the subtract. larvae were present during all the samplings with strong october-december peaks.
Eficiência de ninfas e adultos de Aphis gossypii Glov. na transmiss o do vírus do mosaico das nervuras do algodoeiro  [cached]
Michelotto Marcos Doniseti,Busoli Antonio Carlos
Bragantia , 2003,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência de transmiss o do vírus do mosaico das nervuras, por ninfas e adultos de Aphis gossypii Glov., em duas cultivares de algodoeiro e registrar a evolu o dos sintomas da doen a. O trabalho foi realizado em casa de vegeta o do Departamento de Fitossanidade da FCAV/UNESP, em Jaboticabal (SP). Ninfas e adultos ápteros criados em plantas infectadas da cultivar CNPTA ITA 90 foram transferidos para as plantas de algodoeiro das cultivares Coodetec 402 e CNPA ITA 90, com dois pares de folhas verdadeiras, onde permaneceram por 96 e 48 horas respectivamente. Para verificar a evolu o da doen a nas plantas, os sintomas foram avaliados até 60 dias após o confinamento dos afídeos, baseando-se numa escala de notas visuais. Os sintomas da doen a foram inicialmente observados 25 dias após a inocula o pelos afídeos e se intensificaram com o desenvolvimento das plantas. A transmiss o do vírus foi realizada mais eficientemente pelos adultos ápteros, do que pelas ninfas.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.