oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
PREVALENCE AND INFECTIOUS ETIOLOGY OF BOVINE MASTITIS IN THE MICROREGION OF CUIABá, MT, BRAZIL PREVALêNCIA E ETIOLOGIA INFECCIOSA DA MASTITE BOVINA NA MICRORREGI O DE CUIABá-MT  [cached]
Rodrigo Prado Martins,Josiane Aparecida Gon?alina da Silva,Luciano Nakazato,Valéria Dutra
Ciência Animal Brasileira , 2010,
Abstract: This study aims to verify the prevalence and infectious etiology of bovine mastitis in dairy farms of the microregion of Cuiabá, state of Mato Grosso, Brazil. One hundred eight cows belonging to herds from this microregion were examined. Afterwards, 279 milk samples from mastitic mammary quarters were submitted to microbiological examinations. Among the examined animals, 85.2% were carriers of mastitis in one mammary quarter at least. The percentile of mammary quarters affected by clinical and subclinical mastitis was 5.8 and 65% respectively. Corynebacterium sp. (27.6%) and Staphylococcus aureus (21.5%) were the major causative agents among the subclinical infections. Among the clinical cases, S. aureus (44.0%) and Corynebacterium sp. (12.0%) were more frequently isolated. Although the high prevalence of S. aureus and Corynebacterium sp. as mastitis causatives confirms the results obtained in studies developed in other Brazilian regions, the low prevalence of the genus Streptococcus in the cases analyzed disagrees to those records. KEY WORDS: Cuiabá-MT, bovine mastitis, microorganisms. Este trabalho teve como objetivo verificar a prevalência e etiologia infecciosa da mastite bovina em propriedades leiteiras da microrregi o de Cuiabá, estado de Mato Grosso. Foram examinadas 108 vacas pertencentes a rebanhos desta microrregi o. Em seguida, submeteram-se 279 amostras de leite provenientes de quartos mamários mastíticos a provas microbiológicas. Dos animais examinados, 85,2% eram portadores de mastite em pelo menos um quarto mamário. O percentual de quartos mamários afetados pela mastite clínica e subclínica foi de 5,8 e 65%, respectivamente. Quanto à etiologia, nos casos de mastite subclínica os agentes causais mais isolados foram Corynebacterium spp. (27,6%) e Staphylococcus aureus (21,5%). Dentre os casos de mastite clínica, isolaram-se com maior freqüência S. aureus (44,0%) e Corynebacterium spp. (12,0%). Embora a elevada prevalência de S. aureus e Corynebacterium spp. como causadores de mastites corrobore o verificado em estudos realizados em outras regi es do Brasil, a baixa prevalência de bactérias do gênero Streptococcus nos casos analisados difere do observado em tais relatos. PALAVRAS-CHAVES: Cuiabá-MT, mastite bovina, microrganismos.
CORRE O DA ESTENOSE DO DUCTO PAPILAR DE VACAS LEITEIRAS COM INSTRUMENTO CIRúRGICO EM FORMA DE LANCETA  [cached]
Jo?o Maurício Lucas Gordo,Luiz Ant?nio Franco da Silva,Kellen de Sousa Oliveira,Débora Pereira Garcia
Ciência Animal Brasileira , 2006,
Abstract: A estenose do ducto papilar é uma les o que causa dificuldade para a ordenha manual, e por isso é uma das principais causas de descarte de vacas leiteiras. Oitenta vacas, com idade variando de três a onze anos, no período entre 30 e 60 dias após parto, foram alocadas em três grupos assim constituídos: GI (controle) – 40 fêmeas sem estenose do ducto papilar; GII, 20 animais submetidos a procedimento cirúrgico, sem tratamento medicamentoso durante o período pós-operatório; GIII, 20 animais submetidos a procedimento cirúrgico, seguido da aplica o de gentamicina intramamária por sete dias. Para a corre o cirúrgica da estenose, utilizou-se um instrumento de a o inoxidável com cabo de 15 cm, provido de lamina em forma de lanceta, com dois centímetros em seu eixo longitudinal e um centímetro em seu eixo transversal e dotada de bordas laterais cortantes. As interven es cirúrgicas foram realizadas com os animais em posi o quadrupedal, com o teto repleto, e as incis es praticadas sempre em um único sentido e de uma só vez. Os animais foram avaliados, diariamente, por 60 dias, para observa o da recupera o e de possíveis complica es pós-operatórias. Durante esse período, observou-se, nos grupos II e III, recidiva de estenose do ducto papilar em dois animais, hemorragia em seis, presen a de mastite clínica em três, mastite sub clínica em dez, jato disperso em dois e incontinência láctea em um. N o houve diferen a significativa para a ocorrência de mastite clínica e subclínica. O procedimento cirúrgico foi eficaz em 87,5%dos animais operados e pode constituir-se em uma alternativa para corre o de estenose do ducto papilar em vacas leiteiras. PALAVRAS-CHAVE: Teto, estenose, cirurgia, bovino.
Ocorrência, etiologia infecciosa e fatores de risco associados à mastite bovina na microrregi o Itabuna-Ilhéus, Bahia Occurrence, infectious etiology and risk factors associated with bovine mastitis in microrregion Itabuna-Ilhéus, Bahia  [cached]
Uillians Volkart de Oliveira,Gide?o da Silva Galv?o,Ant?nio Roberto Ribeiro da Paix?o,Alexandre Dias Munhoz
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2010,
Abstract: O objetivo neste estudo foi avaliar a ocorrência, etiologia infecciosa e os fatores de risco associados à mastite em 187 vacas, provenientes de 10 propriedades leiteiras localizadas na microrregi o Itabuna-Ilhéus no estado da Bahia. Tanto as vacas quanto as propriedades foram selecionados de forma n o-aleatória, e foram escolhidas 20% das vacas em lacta o de cada propriedade. O teste de escolha para identifica o preliminar da mastite subclínica foi o California Mastitis Test, e o diagnóstico da mastite clínica foi realizado pela observa o de sinais de inflama o no úbere e a presen a de altera es macroscópicas no leite. Das vacas em lacta o, 74 (39,57%) estavam com mastite e 90% das propriedades analisadas tinham pelo menos um animal positivo. Os fatores de risco observados, para a ocorrência de mastite, foram a utiliza o do bezerro ao pé durante a ordenha (p<0,0001) e ordenha mecanica como fator de prote o à assistência veterinária Os agentes etiológicos isolados em um total de 106 amostras de leite foram Staphylococcus aureus (42,85%), Corynebaterium spp. (42,85%), Staphylococcus-coagulase negativos (36,19%), Pseudomonas spp.(16,19%), Escherichia coli (15,23%), Bacillus spp.(15,23%) Streptococcus spp.(13,33%), Klebsiela spp. (1,9%), Proteus spp. (0,95%). Conclui-se que a significativa ocorrência de mastite nos rebanhos estudados deve-se a condi es de manejo inadequadas, como o mau uso da ordenha mecanica, o que permite a prolifera o e dissemina o de microrganismos, principalmente os denominados “contagiosos”. Logo, a ado o de boas práticas de manejo e de medidas profiláticas, assistidas por um médico-veterinário permitirá a diminui o dessa enfermidade nos rebanhos. The objective in this study was to evaluate the occurrence, infectious etiology and risk factors associated with mastitis in 187 dairy cows from ten farms in the Microrregion Itabuna-Ilheus from the state of Bahia, Brazil. Both cows were selected as the properties of a non-random, being selected 20% of lactatin cows from each farm. The test of choice for preliminary identification of subclinical mastitis was the California Mastitis Test, the diagnosis of clinical mastitis was carried out by the observation of signs of inflammation in the udder and the presence of gross changes in milk. Of lactating cows, 74 (39.57%) were positive for mastitis and 90% of the farms analyzed had at least one positive animal. About the risk factors, it was verified that the use of the foot calf during nursing (p <0.0001), presence of mechanical milking and the presence of the veterinarian as protect
Varia??o da contagem de células somáticas em vacas leiteiras de acordo com patógenos da mastite
Souza, G.N.;Brito, J.R.F.;Moreira, E.C.;Brito, M.A.V.P.;Silva, M.V.G.B.;
Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , 2009, DOI: 10.1590/S0102-09352009000500001
Abstract: the influence of mastitis pathogens on variation of milk somatic cell count (scc) was evaluated. three thousand nine hundred eighty-seven milk samples were colected from 2,657 dairy cows in 24 herds located in the states of minas gerais and rio de janeiro. the milk samples were used to scc and identification of mastitis pathogens. descriptive statistics, t test for independent samples, and generalized linear model were used to data analysis. the generalized linear model identified the effects of herd, animal within herd, parity, year season, intramammary infection, and infection caused by streptococcus agalactiae and streptococcus spp. except s. agalactiae as significant on scc variation. the effect of animal within herd was higher than the effect of herd. s. agalactiae was the pathogen responsible for higher scc increasing and presented the average of 1,520,000 cells/ml. the specific effect on scc variation was observed in the study.
Antibioticoterapia para controle da mastite subclínica de vacas em lacta o
Reis S.R.,Silva N.,Brescia M.V.
Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , 2003,
Abstract: Avaliou-se a eficiência da antibioticoterapia como estratégia para o controle de mastite subclínica em animais em lacta o. Foram tratados 83 tetos infectados de 31 animais de três propriedades leiteiras, divididos em dois estádios da lacta o:15 a 100 dias (grupo I) e 101 a 200 dias (grupo II), com aplica o intramamária de 250mg de cefacetril sódico (cefalotina). A droga permaneceu 24 horas dentro dos quartos do úbere dos animais tratados. Vinte e oito tetos de 14 animais infectados foram mantidos como controle, sem tratamento. Os grupos tratados e controle foram avaliados nos dias zero, 14, 25 e 40 após o tratamento por meio de provas de California Mastitis Test (CMT), contagem de células somáticas (CCS), isolamento e identifica o de patógenos e produ o leite. Staphylococcus aureus e Staphylococcus coagulase-negativo foram os microrganismos mais isolados (43,1%), seguidos por Bacillus spp, Corynebacterium bovis, Streptococcus uberis e Escherichia coli. Quatorze dias após o tratamento houve redu o de 61,4% das infec es intramamárias e acentuada diminui o da CCS e de rea es positivas ao CMT nos animais tratados, nos dois estádios da lacta o. Entre os dias 25 e 40 após tratamento as diferen as n o foram significativas (P> 0,05). Ocorreram recidivas ou reinfec es nos tetos tratados. O aumento de produ o de leite n o foi significativo entre os animais tratados (P> 0,05). A antibioticoterapia durante a lacta o n o foi efetiva para o controle das mastites subclínicas, mesmo em animais que apresentaram alta contagem de células somáticas.
Occurrence of filamentous fungi in Simulium goeldii Cerqueira & Nunes de Mello (diptera: simuliidae) larvae in central Amazonia, Brazil
Fonseca, Quézia Ribeiro;Sarquis, Maria Inez de Moura;Hamada, Neusa;Alencar, Yamile Benaion;
Brazilian Journal of Microbiology , 2008, DOI: 10.1590/S1517-83822008000200016
Abstract: the family simuliidae is the host of simbiontes fungi that inhabit the digestive tracts of arthropods. this paper reports the presence of fungi in simulium goeldii cerqueira & nunes de mello larvae in amazonia. we observed that the larvae are a good component of aquatic systems to isolate filamentous fungi.
Isolation of Prototheca spp. from cows with mastitis, bulk tanks milk and in the environment of the animals/ Isolamento de Prototheca spp. de vacas com mastite, de leite de tanques de expans o e do ambiente dos animais  [cached]
Aline Artioli Machado Yamamura,Ernst Eckehardt Müller,Lucienne Garcia Pretto-Giordano,Mariana Cosenza
Semina : Ciências Agrárias , 2007,
Abstract: The dairy cattle mammary gland infections cause serious economic losses to dairy farmers due to the decrease in milk production, therapeutic procedures and culling of chronic infected animals. High incidence of mastitis in herds also alters both the composition and the quality of the milk. Mastitis pathogens can also cause infections and poisoning in humans. In the last years, emphasis has been given to intramammary infections caused by the genus Prototheca which, besides their zoonotic characteristics, are considered mastitis pathogens of persistent infection and are refractory to traditional therapeutic procedures. The objective of this work was the isolation and identification of Prototheca spp. from milk samples collected from bulk tanks and milk cans, cows presenting mastitis and the dairy herd environment. Milk samples were collected from 81 bulk tanks and milk cans of 81 dairy herds. Prototheca zopfii was identified in milk samples in 10 dairy herds. From these, eight dairy herds were studied regarding Prototheca spp. mastitis and environmental occurrence as well as the main mastitis bacterial agents. Bacteria, algae and yeasts were isolated from 324 milk samples from 197 cows. P. zopfii was isolated in three dairy herds from eleven milk samples from five cows with clinical and subclinical mastitis. In these dairy herds with positive isolation of P. zopfii the agent was isolated from the herd environment, excrements of the calves and teat cup rubbers. The results of this work demonstrate the importance of isolation in bulk tanks as an indicative of Prototheca spp. presence in dairy herds. As infec es da glandula mamária de vacas leiteiras acarretam sérios prejuízos ao produtor pela diminui o da produ o leiteira, tratamento e descarte de animais com infec es cr nicas. Elevada incidência de mastite no rebanho também altera a composi o e qualidade do leite. Agentes de mastite podem causar infec es ou intoxica es no homem. Nos últimos anos tem-se dado ênfase às infec es intramamárias por algas do gênero Prototheca, agentes de infec es persistentes e refratárias à terapêutica tradicional além do caráter zoonótico. Este trabalho teve como objetivo o isolamento e identifica o de Prototheca spp. De amostras de leite coletadas em tanques de expans o e lat es, de vacas com mastite e do ambiente dos animais. Foram coletadas 81 amostras de leite de tanques e lat es de 81 propriedades. Prototheca zopfii foi identificada em amostras de tanques de 10 propriedades. Dessas propriedades foram estudadas oito quanto à ocorrência de Prototheca spp. no ambie
Juridical culture and religion: a dialogue with Gizlene Neder and Gisálio Cerqueira Filho, my friends!
Carlos Serra
Diálogos , 2010, DOI: 10.4025/dialogos.v11i3.52
Abstract: This paper aims to analyze the thinking of Neder and Cerqueira Filho on Juridical Culture and Religion. The hypothesis is the fact that both authors can be considered outsiders. Se pretende establecer un diálogo con los autores Gizlene Neder y Gisálio Cerqueira Filho, respecto de temas como la Cultura Jurídica y la Religión. Se afirma que los autores trabajan esta temática con un enfoque teórico-metodológico flexible y que, en realidad, son intelectuales outsiders. Pretende-se estabelecer um diálogo com os autores Gizlene Neder e Gisálio Cerqueira Filho a respeito de temas como a Cultura Jurídica e a Religi o. Sustenta-se que os autores trabalham esta temática sob um approach teórico-metodológico flexível e que na verdade, s o intelectuais outsiders.
Preliminary study of homeopathic treatment of subclinical mastitis evaluated through somatic cells count (SCC) and California mastitis test (CMT) Estudio preliminar del tratamiento homeop tico de la mastitis subl -nica evaluado mediante recuento de c lulas som ticas (SCC) y California Mastitis Test (CMT) Estudo preliminar do tratamento homeop tico da mastite subcl -nica avaliado por contagem de c lulas som ticas (SCC) e California Mastitis Test (CMT)  [cached]
Zilda Cristiani Gazim,Orlando Seiko Takemura,Luiz Cl????udio Monteiro da Silva,Carlos Massambani
International Journal of High Dilution Research , 2008,
Abstract: The present paper presents the results of homeopathic treatment of 25 Holstein breed cows aged 3 to 8 years old diagnosed with subclinical mastitis through California Mastitis Test (CMT). Animals were divided into 3 groups according with infection level. A homeopathic complex was developed on the grounds of clinical aspects, including Phosphorus 30x, Phytolacca 30x, Silicea 30x, Sulphur 30x, Belladona 30x, Bryonia alba 30x, Pulsatilla 30x, Calendula 30x and biotherapic of Staphylococcus aureus 200x. The remedy was added to salt and was administered to cattle 100g/cow/day for 75 days. CMT were carried out every 2 weeks to control incidence and severity of mastitis; somatic cells count (SCC) was performed at the beginning and the end of treatment. CMT showed significant improvement in regression of infection level all throughout the study; final SCC showed decrease in 82% of animals, signaling thus efficacy of the homeopathic treatment. Keywords: Subclinical mastitis; Dairy cows; Homeopathy; California Mastitis Test, Somatic Cells Count. Estudo preliminar do tratamento homeop tico da mastite subcl -nica avaliado por contagem de c lulas som ticas (SCC) e California Mastitis Test (CMT) Resumo Este artigo apresenta os resultados do tratamento homeop tico de 25 vacas ra §a Holstein entre 3 e 8 anos de idade diagnosticadas com mastite subcl -nica atrav s do California Mastitis Test (CMT). Os animais foram divididos em 3 grupos de acordo com o n -vel da infec § £o. Foi preparado um complexo homeop tico com base nos achados cl -nicos, composto de: Phosphorus 30X, Phytolacca 30x, Sulphur 30x, Belladona 30x, Bryonia alba 30x, Silicea 30x, Pulsatilla 30x, Calendula 30x s 30X, Phytolacca 30x, Sulphur 30x, Belladona 30x, Bryonia alba 30x, Silicea 30x, Pulsatilla 30x, Calendula 30x e bioter pico de Staphylococcus aureus 200x. O complexo foi acrescentado no sal e administrado na dose de 100g/vaca/dia. O CMT foi realizado a cada 2 semanas a fim de monitorar a incid ancia e gravidade da mastitie; a contagem de c lulas som ticas (SCC) foi realizada ao in -cio e no final do tratamento. Os valores do CMT mostraram melhora significativa no sentido de regress £o do n -vel da infec § £o ao longo do estudo; o valor final da SCC diminuiu em 82% dos animais, apontando para a efic cia do tratamento homeop tico. Palavras-chave: Mastite subcl -nica; Vacas leiteiras; Homeopatia; CMT, contagem de c lulas som ticas. Estudio preliminar del tratamiento homeop tico de la mastitis subl -nica evaluado m
Mastite Puerperal: Estudo de Fatores Predisponentes  [cached]
Sales Acilegna do Nascimento,Vieira Graciete Oliveira,Moura Maria do Socorro de Queiroz,Almeida Suelly Pinto Teixeira de Morais Araújo
Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia , 2000,
Abstract: Objetivos: conhecer as características clínicas e bacteriológicas da mastite, classifica o e tratamento. Métodos: as pacientes foram inquiridas sobre dados pessoais, pré-natal, atendimento no parto, no puerpério e quadro clínico. A mastite foi classificada pelos critérios de Vinha. Nos casos que evoluíram para abscesso, foi realizada análise bacteriológica, utilizando-se o meio de cultura caldo de enriquecimento Tryptone Soya Broth. Resultados: das 70 lactantes, 57% eram primíparas, 57% com idade entre 20 e 29 anos e 51% com 1o grau incompleto. A renda era menor que um salário mínimo em 63% dos casos. Exerciam atividade domiciliar sem apoio em 66% dos casos. Em 50%, as mamas n o foram examinadas. No pré-natal n o tiveram orienta o sobre aleitamento e ordenha em respectivamente 50% e 58% dos casos. Em 63% o parto n o foi em hospitais Amigos da Crian a. Ocorreu ingurgitamento em 46% e fissura mamilar em 47% dos casos. Na classifica o citada: 44% eram do tipo lobar, 39% ampolar e 17% glandular. No material de cultura houve crescimento de Staphylococcus aureus em 55%. Conclus es: fatores como baixa escolaridade, baixa renda, atividade familiar sem apoio, primiparidade e falta de orienta o s o fatores de risco para o aparecimento da mastite.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.