oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Biodiversidade, biotecnologia e saúde  [cached]
Garcia Eloi S.
Cadernos de Saúde Pública , 1995,
Abstract: Este artigo apresenta a importancia da biodiversidade, da biotecnologia a da saúde e discute vários aspectos dos problemas biológicos, ambientais e o dilema ético, relacionados com a expans o e a explora o dos recursos naturais em raz o das quais espécies de plantas e animais têm sido extintas. Por outro lado, o conhecimento da biodiversidade tem possibilitado a identifica o e a utiliza o de novos recursos naturais para a melhoria da vida do homem neste planeta. é importante que nossos pesquisadores se envolvam na luta pela preserva o do ecossistema tropical. Os programas de explora o da biodiversidade devem estar baseados em sólidos conhecimentos científicos e favorecer ecológica e economicamente a sociedade.
VEGETA O REMANESCENTE NAS áREAS PRIORITáRIAS PARA CONSERVA O DA BIODIVERSIDADE EM GOIáS: PADR ES DE DISTRIBUI O E CARACTERíSTICAS  [cached]
Fabio Lobo,Laerte Ferreira Guimar?es
Boletim Goiano de Geografia , 2008,
Abstract: Estima-se que entre 40 a 55% do bioma Cerrado, a principal fronteira agrícola do país, já tenham sido desmatados. No caso de Goiás, levantamentos recentes apontam em 35% as forma es savanicas e florestais remanescentes, sendo que, deste total, apenas 12% encontram-se de alguma forma protegidos. Neste sentido, em 2004, a Agência Goiana do Meio Ambiente (AGMA) concluiu o projeto Identifica o de áreas Prioritárias para Conserva o da Biodiversidade, através do qual foram selecionadas 40 áreas (~ 82.297 km2) ambientalmente relevantes, sensíveis e/ou vulneráveis. Neste artigo, os padr es de distribui o e características da vegeta o remanescente destas áreas (~ 34.155 km2) foram investigados. Nossos resultados indicam que aproximadamente 48% da cobertura remanescente nestas áreas situam-se a até 500m das drenagens principais, o que ressalta a importancia das áreas de prote o permanente como corredores naturais da biodiversidade. Igualmente importante, é a significativa correla o (r = 0,6) entre a propor o de remanescentes e a intensidade de pobreza nas áreas prioritárias.
De “O Nome da Rosa” ao “O Código Da Vinci” verdade, mentira, autoritarismo e individualismo na dissemina o da informa o
Patrícia Zeni Marchiori
Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informa??o , 2006,
Abstract: Apresenta uma leitura de dois best sellers contemporaneos sob o ponto de vista da dissemina o da informa o. Discutem-se os conceitos de verdade, a busca da verdade, o acesso à informa o, as motiva es e critérios individuais que se sobrep em à necessidade, valida o e uso da informa o. Considerando-se que o universo pessoal representa a fronteira do entendimento e da aceita o da informa o como verdade, pelo menos três dimens es concorrem para o acesso à informa o, e s o afetadas pelas novas tecnologias. Tais tecnologias respaldam uma nova ordem de comunica o, cuja tendência crescente é a de transferir a responsabilidade plena sobre o processo de busca e uso da informa o para o consumidor, acarretando leituras n o convencionais sobre critérios de qualidade da informa o e o surgimento de uma nova categoria de direitos civis: o direito intelectual.
Biodiversidade, biotecnologia e saúde
Garcia, Eloi S.;
Cadernos de Saúde Pública , 1995, DOI: 10.1590/S0102-311X1995000300025
Abstract: this article presents the significance of biodiversity, biotechnology and health and discusses many aspects of biological and environmental problems as well as the ethical dilemma related to expansion and exploitation of natural resources, which promoted a decline in biological diversity. in addition, knowledge of biodiversity has allowed for identification and use of new natural resources, useful for improving the quality of human life on earth. it is important that our researchers engage themselves in the fight for preservation of the tropical ecosystem. programs to exploit biodiversity must be based on solid scientific knowledge and favour society both ecologically and economically.
INCêNDIOS FLORESTAIS NO PARQUE NACIONAL DA SERRA DA CANASTRA: DESAFIOS PARA A CONSERVA O DA BIODIVERSIDADE
Marcelo Brilhante de Medeiros,Nilton Cezar Fiedler
Ciência Florestal , 2004,
Abstract: A ocorrência de grandes incêndios florestais em Unidades de Conserva o no Brasil pode ser considerada uma grave amea a para a conserva o da biodiversidade e manuten o de processos ecológicos. A propens o ao fogo no Parque Nacional da Serra da Canastra (PNSC), localizado no sul de Minas Gerais, caracterizado pela predominancia de vegeta o de campos nativos, juntamente com uma cultura de centenas de anos de utiliza o incorreta de queimadas para manejo agropecuário na regi o, têm ocasionado incêndios de difícil controle. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar as ocorrências de incêndios florestais no Parque Nacional da Serra da Canastra e fornecer subsídios para redu o desses índices. Consideramos que esta avalia o deve ter a conserva o da biodiversidade como elemento principal de discuss o sobre a melhor forma de manejo de fogo para a Unidade de Conserva o. A coleta de dados foi feita através da avalia o dos relatórios de ocorrência de incêndios florestais disponíveis na Unidade no período de 1987 a 2001 e visitas de campo. Os resultados mostraram que a maior parte das causas de incêndios no Parque Nacional da Serra da Canastra (50%) é de origem humana, apesar do grande número de incêndios causados por raios (44%). Entre as causas humanas, a maior parte é criminosa, originada por incendiários (47%). Há uma elevada concentra o de incêndios causados por raios na esta o chuvosa e transi o seca-chuva e uma concentra o de incêndios de causa humana durante a esta o seca, principalmente entre junho e outubro. No entanto, os incêndios de raio normalmente queimam pequenas áreas (menores de 500 ha), enquanto que os de causa humana s o mais catastróficos, atingindo áreas maiores. Para a redu o dos incêndios florestais no interior do Parque, é fundamental o controle do fogo através de a es de preven o, pouco disseminadas na regi o, principalmente através de educa o ambiental e isolamento de combustíveis (aceiros).
Organiza o da Biodiversidade: Didáticas para Ensino de Ciências  [cached]
Vanusa Tubbs de Souza,Juliana Arag?o Soares,Ronaldo Figueiró,Denise Celeste Godoy de Andrade
Revista Práxis , 2012,
Abstract: A diversidade biológica refere-se à variedade de formas de vida presente na terra, ou seja, a diversidade deespécies que constituem os ecossistemas de uma regi o. Há uma crescente discuss o a respeito da abordagembiodiversidade em livros didáticos de ensino de ciências. Apesar dos avan os da tecnologia no Brasil, o livrodidático continua sendo um dos principais motivadores de aprendizagem, tendo em vista que outras fontes deestudo como revistas científicas, disponibilizam conteúdos inovadores, auxiliando no conhecimento dessa temática.Pelo fato da biodiversidade representar um assunto imprescindível para o ensino, devido ao índice elevadode degrada o ambiental que vem afetando a diversidade biológica. Acredita-se que a consciência a cerca dessetema é minúscula. Portanto, a abordagem da biodiversidade apresentando uma fácil linguagem, pode despertarnos alunos, conscientiza o em rela o à preserva o do meio ambiente. O objetivo desse estudo foi abordar abiodiversidade em vários de seus aspectos, principalmente no que se refere à didática do ensino de ciências. Osaspectos foram abordados através de referenciais bibliográficos, dispositivos sobre os seres vivos envolvendo asua prote o e aos recursos naturais. Concluímos que existe certo consenso, na literatura considerada, de que abiodiversidade pode assumir distintos papéis didáticos. Com rela o à conceitua o da didática, identificamosum progressivo aprofundamento das idéias, ao mesmo tempo em que estas se tornaram mais precisas atribuídasao ensino, pela riqueza de situa es que favorecem o aprendizado.
Servi os e fontes de informa o eletr nicas: mudan as verificadas através de um estudo das áreas de biologia molecular e biotecnologia
Isabel Merlo Crespo
Revista ACB , 2007,
Abstract: [Portuguese]O artigo descreve a influência e as mudan as geradas pelas fontes e servi os de informa o eletr nicos, como o periódico científico, bases de dados e recursos de texto integral, para a busca e localiza o e acesso de informa o por um grupo pesquisadores. Identifica o uso e aceita o que estes recursos possuem e também aborda o reflexo sobre as bibliotecas. Desenvolve-se a partir de uma pesquisa qualitativa, com a aplica o de entrevistas com quest es abertas, realizada com docentes/pesquisadores das áreas da Biologia Molecular e da Biotecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Entre os resultados verificados ressalta-se o uso intensivo de periódicos científicos eletr nicos, de bases de dados, altera es no uso das bibliotecas e a unifica o do processo de busca, localiza o e acesso da informa o. [English]This article describes the influence and the changes generated by electronic information sources and services, scientific papers and data banks for example, for the search and access of information process by a group of researchers. Identifies the use and acceptance of this resources and the reflexes upon libraries and informational services. Is based on qualitative research and open interviews with Molecular Biology and Biotechnology teachers/researchers from Universidade Federal do Rio Grande o Sul. Among the verified results the most important are the intensive use of electronic scientific papers, data bank, changes in the use of libraries and the unification of information search, find and access process.
Conven o sobre a Diversidade Biológica (CDB): a necessidade da revis o do seu texto substituindo o termo “recursos genéticos” por “recursos biológicos” nos arts 1, 9, 15, 16 e 19  [cached]
Vladimir Garcia Magalh?es
Revista Eletr?nica do Curso de Direito da UFSM , 2006, DOI: 10.5902/198136946762
Abstract: O presente trabalho analisa o texto da Conven o sobre a Diversidade Biológica (CDB) e a necessidade de suaaltera o, sugerindo nova reda o para os artigos 1, 9, 15, 16 e 19, com a substitui o nestes dispositivos, do termorecursos genéticos por recursos biológicos, de modo a incluir todas as demais moléculas biológicas de valor econ mico ecientífico, real ou potencial, presentes na biodiversidade, principalmente no que se refere ao acesso e à reparti o debenefícios, tendo em vista a salvaguarda dos interesses dos países em desenvolvimento ou subdesenvolvidos, detentores damaior parte da biodiversidade no planeta, via de regra países,
LA BIOTECNOLOGíA COMO VISIóN DE EMPRESA VISáO DA EMPRESA AS BIOTECNOLOGIA VISION OF THE COMPANY AS BIOTECNOLOGY  [cached]
CARLOS A GONZALES,JUAN M VILLA LATORRE,JESúS E BRAVO
Biotecnología en el Sector Agropecuario y Agroindustrial , 2010,
Abstract: Con el fin de alcanzar un desarrollo sostenible la biotecnología se presenta como una herramienta eficaz que permite plantear diferentes soluciones a problemas como la pérdida de productividad agrícola, contaminación, nuevas plagas, enfermedades, disminución de áreas verdes y biodiversidad, mediante la aplicación de tecnologías innovadoras, al mismo tiempo crea numerosas oportunidades de negocios, mediante la transferencia de conocimientos la cual es realizada por medio de acuerdos formales entre empresa y universidad, o mediante el establecimiento de nuevas empresas dedicadas a la biotecnología fundadas por académicos emprendedores. Esta iniciativa es apoyada por el gobierno colombiano el cual creó el Sistema Nacional de Ciencia y Tecnología que fomenta el desarrollo de nuevas empresas biotecnológicas. A fim de alcan ar o desenvolvimento sustentável da biotecnología é apresentada como urna ferramenta poderosa que permite sugerir solu es diferentes para problemas como a perda de produtividade agrícola, a polui o, novas pragas e doen as, redu o de áreas verdes e da biodiversidade, através da aplica o de tecnologías inovadoras. Ao mesmo tempo, cria inumeras oportunidades de negocio através da transferência de conhecimentos que é realizada através de acordos formáis entre empresas e universidades, ou através da cria o de novas empresas de biotecnología dedicada fundada por empresarios acadêmica. Esta iniciativa é apoiada pelo governo colombiano, que criou o Sistema Nacional de Ciencia e Tecnología, que estimula o desenvolvimento de novas empresas de biotecnología. In order to achieve sustainable development the biotechnology represents tool effective that allow to establish different solutions to problems like the loss of agricultural productivity contamination, new plagues, illnesses, decrease of green areas and biodiversity by means of the application of innovative technologies, at the same time create numerous opportunities of bussiness, by means of the transfer of knowledge which is carried out by means of formal agreements between company and university or by means of the establishment ofnew dedicated companies to the biotechnology been founded for academic venturesome. This initiative is supported by the Colombian government which I believe the National System of Science and Technology that foments the development ofnew biotechnical companies.
EXPANS O DA FRONTEIRA AGRíCOLA: A INTENSIFICA O DA PECUáRIA BOVINA NO ESTADO DE GOIáS
Dayse Mysmar Tavares Rodrigues,Fausto Miziara
Pesquisa Agropecuária Tropical , 2008,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi identificar fatores quepossam explicar a espacializa o da atividade pecuária na regi ocentral do Brasil, a partir de meados da década de 1970, com aexpans o da fronteira agrícola. Para tanto, é estudado o caso doEstado de Goiás. Por meio de um inovador modelo baseado nateoria da renda fundiária, é possível identificar as variáveisfundamentais desse processo: localiza o, topografia e fertilidade.A análise dos dados permitiu constatar que a variável "localiza o"é a que melhor explica a espacializa o da agropecuária nesseEstado.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.