oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Hipertexto e constru o do sentido  [cached]
Ingedore G. Villa?a Koch
Alfa : Revista de Linguística , 2007,
Abstract: O objetivo deste artigo é, partindo de um levantamento das principais características do hipertexto, discutir a quest o da constru o do sentido no hipertexto e, portanto, da sua coerência.
O cluster da constru o em Minas Gerais e as práticas de colabora o e de gest o do conhecimento: um estudo das empresas da Regi o Metropolitana de Belo Horizonte (MG) Resumo (Tese)  [cached]
Antonio Braz de Oliveira e Silva
Informa??o & Informa??o , 2007, DOI: 10.5433/1981-8920.2007v12n0p
Abstract: SILVA, Antonio Braz de Oliveira e. O cluster da constru o em Minas Gerais e as práticasde colabora o e de gest o do conhecimento: um estudo das empresas da Regi o Metropolitanade Belo Horizonte (MG). 2007. Tese (Doutorado em Ciência da Informa o) -Escola de Ciência da Informa o, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, BeloHorizonte, 2007.
Constru o de sentido das express es idiomáticas do inglês como língua estrangeira: uma abordagem da Lingüística Cognitiva  [cached]
Sandra Cristina Becker
Revista Brasileira de Linguística Aplicada , 2005,
Abstract: A presente investiga o objetiva delinear a rota cognitiva trilhada por falantes brasileiros da língua inglesa quando diante de express es idiomáticas em inglês. Os processos cognitivos postulados por Langacker (1987, 1990, 1991, 1999, 2000), tais como entrincheiramento - chamado de rotiniza o ou automatiza o, sele o, abstra o e perspectiva o, oferecem substrato teórico para este estudo. Fen menos básicos e gerais da Psicologia, essenciais para a linguagem, s o contemplados. De natureza qualitativa, esta pesquisa utilizou a técnica de protocolo verbal - think aloud - e envolveu 9 informantes. Os resultados mostraram o que parece constituir um inventário de ferramentas relacionadas com as opera es cognitivas ativadas na constru o de sentido. This investigation aims at tracking the cognitive route for meaning construction followed by English-speaking Brazilians when they face idiomatic expressions in English. Cognitive processes proposed by Langacker (1987, 1990, 1991, 1999, 2000), such as entrenchment - labeled routinization or automatization, - selection, abstraction and perspectivation provide theoretical ground for the present study. Basic and very general psychological phenomena that are essential to language are addressed. This qualitative research involved the tape-recording of interviews - Think aloud protocol - with 9 Brazilians. Results have shown what seems to be an inventory of resources related to the basic cognitive operations activated in meaning construction.
Impacto dos investimentos no desempenho das empresas brasileiras.
Graziela Fortunato,Bruno Funchal,André Pereira da Motta
Revista de Administra??o Mackenzie , 2012,
Abstract: Este artigo objetiva verificar como o desempenho das empresas de capital aberto, com a es negociadas na Bolsa de Valores de S o Paulo entre os anos de 1998 e 2007, é influenciado pelos investimentos de capital realizados pelas empresas. Trabalhos que investigam como os investimentos realizados pelas empresas afetam seu desempenho n o s o encontrados com facilidade e frequência na literatura (LI, 2004). Os trabalhos encontrados em publica es nacionais concentram-se em analisar o impacto da divulga o dos investimentos nas cota es das a es em bolsa, através da técnica de estudo de eventos (ANTUNES; PROCIANOY, 2003; FAMá; LUCCHESI, 2005; LYRA; OLINQUEVICTH, 2007; MCCONNELL; MUSCARELLA, 1985), havendo uma lacuna nas pesquisas sobre os investimentos realizados. Espera-se, por meio deste trabalho, reduzir a lacuna existente ao verificar o impacto dos investimentos do desempenho das empresas por meio de dados de painel. A técnica de análise de regress o em painel foi utilizada numa amostra de 508 empresas. Foram adotadas como proxys para o desempenho das empresas o valor de mercado e o lucro operacional (Ebit). Os resultados encontrados indicam que, pela métrica do mercado, os investimentos influenciam positivamente o desempenho das empresas; no entanto, pela métrica contábil, n o há evidências da existência de rela o. Os resultados obtidos sugerem, ainda, que as conclus es dos trabalhos de Lyandres, Sun e Zhang (2008) e Titman, Wei e Xie (2004) n o s o verificadas nas empresas brasileiras, visto que n o se encontrou rela o negativa entre os investimentos e o desempenho das empresas. Com esses resultados, espera-se fornecer subsídios que auxiliem tanto a constru o de cenários para precifica o e valuation das empresas, como também uma orienta o da qualidade da decis o de investimentos por parte de seus gestores.
Uma proposta para a aplica o do treeplan na presta o de servi os na indústria da constru o civil  [cached]
Marcelo Hazin Alencar,Ana Paula Cabral Seixas Costa,Adiel Teixeira De Almeida
Sistemas & Gest?o , 2009,
Abstract: A estrutura o das empresas prestadoras de servi os na constru o civil é um fato que vem se destacando ao longo dos últimos anos. A preocupa o com o cumprimento do planejamento dos servi os, por parte dos contratantes, é um ponto importante dessa estrutura o. As mudan as significativas na indústria da constru o civil se devem, sobretudo, à ado o de programas de certifica o da qualidade, programas de qualifica o de m o-de-obra, assim como ao conhecimento de novos processos e novas ferramentas. Nesse sentido, este artigo prop e a utiliza o de uma ferramenta para auxílio na tomada de decis o referente ao atendimento de servi os n o planejados.
COMPETITIVIDADE DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS BRASILEIRAS:
Antunes Júnior Antonio Valle Antunes Júnior,Marcelo Klippel
Revista da Micro e Pequena Empresa , 2011,
Abstract: Este artigo descreve uma metodologia de interven o para aumentar o desempenho das Micro e Pequenas Empresas Industriais – MPEI. O desenvolvimento de métodos robustos para a interven o em MPEI representa uma necessidade ainda n o desenvolvida no Brasil. Para a constru o do referencial teórico que suporta a metodologia proposta, o artigo sugere a utiliza o dos princípios, técnicas e método derivados de três disciplinas básicas: Administra o de Empresas, Economia Industrial e Engenharia de Produ o. Desta forma, o objetivo do artigo consiste na proposi o de um Método Global de Interven o, utilizando os mais modernos princípios, métodos e técnicas vinculados às três disciplinas básicas, buscando aumentar a competitividade das Micro e Pequenas Empresas Industriais do País.
De "filho do dono" a dirigente ilustre: caminhos e descaminhos no processo de constru o da legitimidade de sucessores em organiza es familiares De hijo del propietario a distinguido líder: caminos y descaminos en el proceso de construcción de la legitimidad de sucesores en empresas familiares From owner's son to distinguished manager: successes and failures in the process of constructing successors' legitimacy in family-owned organizations  [cached]
Janete Lara de Oliveira,Ana Luiza Albuquerque,Rafael Diogo Pereira
Revista de Administra??o (S?o Paulo) , 2013,
Abstract: No ambito de uma empresa familiar, a problemática da sucess o é reconhecida teoricamente como um dos momentos mais delicados por que passa esse tipo de empresa. Contudo, a sucess o, como um processo social no qual o herdeiro-sucessor terá de construir sua legitimidade, n o tem recebido um enfoque mais aprofundado pelas pesquisas recentes no Brasil. Nesse sentido, neste trabalho tem-se por objetivo analisar o processo de constru o da legitima o dos sucessores de duas organiza es familiares mineiras. Buscar-se-á apreender esse processo por meio dos desafios, das dificuldades e dos conflitos vivenciados pelos sucessores ao longo de sua trajetória na organiza o. Embora sem a pretens o de preencher tal lacuna, neste estudo pretende-se analisar a complexa problemática apresentada pelo processo de legitima o na perspectiva da família, da gest o e da propriedade. Para tal, adotou-se uma abordagem qualitativa, operacionalizada por meio de estudo de caso, o que permitiu a apreens o das especificidades da dinamica e do processo de legitima o em cada empresa estudada. Os resultados indicam que a empresa efetivamente se constitui como uma instancia de socializa o primária, pela qual perpassa a ideia de comprometimento com a continuidade do negócio da família. Além disso, nos casos estudados identificaram-se caminhos distintos por meio dos quais se processou a legitima o, o que refor a a ideia de esse ser um processo de constru o social. El tema de la sucesión es teóricamente reconocido como uno de los momentos más delicados por los que pasa la empresa familiar. Sin embargo, la sucesión - considerada como un proceso social en que el heredero sucesor tendrá que construir su legitimidad - no ha sido objeto de estudios más detallados en recientes investigaciones realizadas en Brasil. En ese sentido, se tiene como objetivo en el presente trabajo analizar el proceso de construcción de la legitimidad de los sucesores en dos empresas familiares del estado de Minas Gerais. Se pretende ampliar la comprensión de este proceso por medio de la observación de los retos, dificultades y conflictos que experimentan los sucesores a lo largo de su carrera en la organización. Aunque sin pretender rellenar esta laguna, en el estudio se analizan las complejas cuestiones que plantea el proceso de legitimación en la perspectiva de la familia, de la gestión y de la propiedad. Para ello, se adoptó un enfoque cualitativo, mediante un estudio de caso de dos empresas familiares, lo que permitió comprender las especificidades de la dinámica y del proceso de legitimación de cada empresa es
Análise compara tiva sobre informa es voluntárias divulgadas: o social disclosure das empresas latinoamericanas listadas na Nyse  [cached]
AndréiA Carneiro Vaz,Rodrigo de Souza Gon?alves,Jorge Katsumi Niyama,Andréa De Oliveira Gon?alves
Revista de Educa??o e Pesquisa em Contabilidade , 2010,
Abstract: O processo de tomada de decis es deve estar amparado por informa es contábeis que retratam a situa o real das empresas (SCOTT, 1941; HENDRIKSEN; Van BREDA, 1999). Dessa forma, a discuss o acerca da extens o das informa es voluntárias, sobretudo de natureza social, gera dúvidas sobre o que e quanto deve ser divulgado, tendo em vista que n o há parametros previamente definidos (VANSTRAELEN; ZAZERSKI; ROBB, 2003). Nesse sentido, este artigo analisa quais as assimetrias existentes no social disclosure das empresas latino-americanas listadas na Nyse. A metodologia da pesquisa é descritiva, documental e quanti-qualitativa (GIL, 1999). Foram analisadas 48 empresas de sete países latino-americanos. Os resultados apontam para uma assimetria significativa no nível de social disclosure entre as empresas analisadas, sobretudo comparando as empresas brasileiras que obtiveram o maior nível de evidencia o com os demais países. Conclui-se que o caminho de uma possível harmoniza o do social disclosure entre as empresas dos países analisados é um grande desafio, sobretudo no sentido de buscar parametros mínimos que norteiem os preparadores de relatórios a produzirem informa es que contribuam no processo decisório.
Contabilidade Ambiental: A Evidencia o nas Demonstra es Financeiras das Empresas Listadas na BM&FBOVESPA  [cached]
Débora Pool da Silva Freitas,,Walter Nunes Oleiro
Reunir : Revista de Administra??o, Contabilidade e Sustentabilidade , 2011,
Abstract: Para garantir longevidade e sucesso das institui es em meio aos desafios de novos mercados, um dos requisitos essenciais atualmente é a correta utiliza o dos recursos naturais e a divulga o das a es que identifiquem sua preserva o, manuten o e corre o. Nesse sentido, a pesquisa objetiva identificar de que forma as empresas listadas na BM&FBOVESPA evidenciaram as variáveis da Gest o Ambiental (GA) no conjunto das Demonstra es Financeiras do ano 2008. A pesquisa se classifica como documental aplicada, descritiva com abordagem qualitativa e quantitativa. Para tanto, foram analisados os relatórios financeiros de 40 empresas listadas no nível I de GC listadas na BM&FBOVESPA. Seguindo um roteiro elaborado conforme a norma brasileira de contabilidade, verificou-se o grau de correspondência das informa es evidenciadas pelas empresas pesquisadas com o estabelecido na norma. Observaram-se algumas evidencia es de natureza ambientais, entretanto n o foi encontrada nenhuma evidencia o nas pe as contábeis. Todas as evidencia es foram apresentadas no relatório da administra o, demonstrando que as empresas ainda n o utilizam a contabilidade e a gest o ambiental como ferramentas úteis e importantes nos aspectos relativos ao meio ambiente.
ANáLISE COMPARATIVA DA CAUSALIDADE DE MEDIDAS DE DESEMPENHO DAS EMPRESAS DA BM&FBOVESPA NO PERíODO DE 2000 A 2010  [cached]
Silvana Dalmutt Kruger,Sérgio Murilo Petri
Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ , 2013,
Abstract: Este estudo tem por objetivo analisar a rela o de causalidade entre as medidas de desempenho EVA, LPA, ROE, ROA, VM com o MVA das empresas listadas na BM&FBovespa no período de 2000 a 2010, visando constatar a eficiência da utiliza o dessas medidas como métricas para a análise e acompanhamento do desempenho dos negócios das empresas pesquisadas. A pesquisa se justifica pela relevancia da mensura o do desempenho empresarial e da necessidade de informa es que evidenciem a gera o de valores aos acionistas e a valoriza o das a es. O estudo tem como amostra 196 empresas listadas na BM&FBovespa, com dados do período de 2000 a 2010 disponíveis na base do Economática . De posse dos dados foi utilizado uma estimativa econométrica de painel dinamico, no qual acompanhou-se ao longo do tempo 196 empresas durante dez períodos. Para analisar a rela o entre as variáveis explicativas com o MVA utilizou-se o estimador GMM de Arellano e Bond (1991) e do teste de causalidade de Granger para evidenciar estatisticamente o sentido de causa entre as variáveis estudadas. Os resultados alcan ados permitem-nos identificar a rela o bidirecional de causalidade entre o desempenho do EVA com o MVA das empresas, bem como, os resultados evidenciaram a rela o de causalidade bidirecional entre as variáveis LPA e VM com o MVA das empresas. No entanto n o foi possível confirmar a rela o de causalidade entre o ROA e o ROE com o MVA das empresas da amostra por meio do teste de Causalidade de Granger. Os achados provocam a discuss o sobre a eficiência da utiliza o de indicadores tradicionais de desempenho e medidas baseadas na gera o de valor a partir do custo de capital.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.