oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Plantinga’s epistemology of religion: some questions = A epistemologiadareligi o deplantinga: algumas quest es  [PDF]
Oliveira, Rogel Esteves de
Veritas , 2012,
Abstract: Este artigo levanta algumas quest es e obje es à epistemologia da religi o de Alvin Plantinga. Na Parte I, temos um n o-crente falando (um agnóstico sobre Deus, espíritos e coisas semelhantes). Ele de fato é um epistemólogo e n o está muito confortável com a epistemologia reformada de Plantinga. Na Parte II, temos um crente crist o, e as quest es, portanto, ser o da perspectiva de alguém que está dentro, que sinceramente acredita nos principais ensinamentos da religi o crist . N o queremos dar a entender por tais quest es, entretanto, que a abordagem de Plantinga é errada. Ela somente necessita de alguns esclarecimentos. This paper raises some questions and objections to Alvin Plantinga’s epistemology of religion. In Part I, we have a non-believer speaking (an agnostic about God, spirits or the like). She is in fact an epistemologist and is not very comfortable with Plantinga’s reformed epistemology. In Part II, we have a Christian believer, and the questions will therefore be from the perspective of someone who is inside, who sincerely believes the main teachings of Christian religion. We do not mean by those questions, however, that Plantinga’s approach is wrong. It only needs some clarifications.
TEDLOCK, Barbara. A mulher no corpo de xam : o feminino na religi o e na medicina. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2008. ISBN: 978-85-325- 2384-6. 352 p.  [cached]
Sabrina Alves
REVER : Revista de Estudos da Religi?o , 2011,
Abstract: Resenha do livro A mulher no corpo de xam : o feminino na religi o e na medicina
Pistas teológico-práticas sobre a rela o entre mídia televisiva e religi o a partir do caso Marcelo Rossi  [cached]
Ant?nio Luiz de Freitas Junior
Caminhando , 2009,
Abstract: Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que se prop s a estudar, à partir da exposi o televisiva do padre Marcelo Rossi, a sinergia entre mídia televisiva e religi o na busca por audiência. Como conclus o, algumas pistas pastorais s o indicadas para contribui o aos estudos em Teologia Prática e Linguagem.
Percep o do corpo, medo da morte, religi o e doa o de órg os  [cached]
Bendassolli Pedro Fernando
Psicologia: Reflex?o e Crítica , 2001,
Abstract: O objetivo desta pesquisa foi o de levantar as principais raz es que levam estudantes universitários a doarem seus órg os para transplante e as rela es entre a doa o de órg os, o medo da morte e a religi o dos participantes. Para tanto, foram realizados três estudos interdependentes, os quais somaram a participa o de 192 estudantes de uma universidade pública do Estado de S o Paulo. Os resultados obtidos nestes estudos sugerem, como sendo as principais raz es para a doa o: desejo de continuar a vida do outro; reaproveitamento dos órg os; dar qualidade de vida aos que necessitam de um transplante; inutilidade do corpo após a morte. Quanto à n o doa o, as principais raz es foram: crítica à lei dos transplantes; crítica ao sistema de saúde brasileiro; raz es bioéticas, tais como receio de morte premeditada e contrabando de órg os. Nestes estudos n o foi encontrada rela o significativa entre religi o e doa o de órg os, mas foi encontrada entre o medo da morte e a n o doa o.
REFLEXOS NO ESPELHO: REFLEX O SOBRE AS CIêNCIA(S) DA(S) RELIGI O( ES) NOS PROGRAMAS DE PóS-GRADUA O BRASILEIROS  [PDF]
Rodrigo Portella
Revista Brasileira de História das Religi?es , 2011,
Abstract: O presente artigo quer ser uma reflex o – e um breve resumo - sobre um pouco do debate que se trava nos meios acadêmicos a respeito da identidade acadêmica da(s) Ciência(s) da(s) Religi o( es), particularmente no ambiente da pós-gradua o. N o se trata de uma revis o de literatura, nem pretende, o artigo, abarcar todas as nuances e quest es em jogo. Apenas, de forma muito limitada, visa oferecer algumas reflex es e fragmentos de reflex o para uma determinada visualiza o sobre o tema, suas dificuldades e oportunidades. Quer ser, portanto, uma breve introdu o ao tema. Para esta reflex o, descrevo um pouco do mapa das Ciências da Religi o no Brasil, algumas características importantes que o mapa apresenta, além de problematizar certas características presentes no mapa.
Ma vie em rose: identidade, corpo e gênero no cinema francês contemporaneo  [cached]
Adair Marques Filho,Flávio Pereira Camargo
OPSIS : Revista do Departamento de História e Ciências Sociais , 2008,
Abstract: A través de este artículobuscamos analisar, a la partir de lalectura de la película Minha Vida emCor de Rosa, los imagenes acerca delfacto de ser masculino y serfeminino en nuestra sociedad y comoson tratados los sujetos que ousamquedarse em la frontera entre losgêneros. Apreender a partir das cenasdo filme, algumas quest es que giramem torno dos trangenders,possibilitando, ao mesmo tempo,espa o para discuss es sobrediversidade sexual e espa oslimítrofes do corpo, assim como atransgress o dos papéis rígidosdesempenhados pelos gêneros.
O (in)compreendido turismo sexual: algumas notas metodológicas para se pensar o comércio do corpo
Jean Henrique Costa
Revista Espa?o Acadêmico , 2011,
Abstract: O breve ensaio a seguir discute a temática do “turismo sexual” como uma realidade estrutural de muitos espa os turísticos brasileiros, objetivando fornecer algumas notas metodológicas para sua análise e, conseqüentemente, evitar uma compreens o valorativa do fen meno.
JAMES, RORTY, VATTIMO E A RELIGI O PóS-METAFíSICA  [PDF]
Cristiane Maria Marinho
Revista Redescri??es : Revista on-line do GT de Pragmatismo e Filosofia Norte-Americana , 2011,
Abstract: Este artigo objetiva fazer a exposi o de algumas das principais reflex es de James, Rorty e Vattimo sobre a religi o, presentes em algumas de suas obras que abordam a quest o religiosa. E, a partir daí, demonstrar uma convergência de caráter pós-metafísico nesses pensadores no que diz respeito à experiência religiosa: no pensamento pragmático de James e Rorty, e no pensamento fraco de Vattimo e sua valoriza o da hermenêutica.The purpose of this article is to show some of the main reflections of James, Rorty and Vattimo on religion, which can be found in some of their works about the religion issue. Then, it's intended to demonstrate a convergence of postmetaphysical character of such thinkers as for the religious question: In the pragmatic thinking of James and Rorty and in the weak Vattimo's thinking and his valuation of hermeneutics.
Diversidade, identidade de gênero e religi o: algumas reflex es
Rita de Lourdes de Lima
Em Pauta : Teoria Social e Realidade Contemporanea , 2012,
Abstract: Na conjuntura atual, de acirramento da intolerancia por parte de alguns grupos religiosos, frente à quest o da liberdade de orienta o e express o sexual, acirram-se as disputas político-ideológicas e as posturas funda-mentalistas. O objetivo deste artigo é, frente a tal conjuntura, discutir a necessidade do respeito à diversidade e à diferen a, na defesa de um Estado laico. Para isso, partimos da compreens o dos conceitos básicos que envolvem essa discuss o, a saber: identidade, gênero e diversidade sexual. Após uma breve discuss o desses conceitos, apresentamos os principais argumentos religiosos em defesa da heteronormatividade e tentaremos desconstruí-los com base no próprio discurso religioso. Por fim, resgataremos um pouco da constru o do Estado moderno laico, apresentando-o como uma conquista dos seres hu-manos, que trilham seus caminhos, buscando uma sociedade verdadeiramente emancipada que, portanto, valoriza os seres humanos em sua diversidade e suas riquezas cultural e espiritual.
Pluralismo e religi es: a quest o cristológica em foco (Pluralism and religions: Christology in focus)
Cláudio de Oliveira Ribeiro
Horizonte : Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religi?o , 2013, DOI: 10.5752/4206
Abstract: O texto apresenta uma perspectiva cristológica plural na rela o interreligiosa, a partir da vis o de que cada express o religiosa tem a sua proposta salvífica e de fé que devem ser aceitas, respeitadas, valorizadas e aprimoradas a partir de um diálogo e aproxima o mútuas. Tal perspectiva n o anula nem diminui o valor das identidades religiosas - no caso da fé crist , a importancia de Cristo -, mas leva-as a um aprofundamento e amadurecimento, movidos pelo diálogo e pela confronta o justa, amável e corresponsável. Assim, a fé crist , por exemplo, seria reinterpretada a partir do confronto dialógico e criativo com as demais fés. O mesmo deve se dar com toda e qualquer tradi o religiosa. Consideramos que tal vis o, em certo sentido, supera outros modelos como aquele que considera Jesus Cristo e a Igreja como caminho exclusivo de salva o; o que considera Jesus Cristo como caminho de salva o para todos, ainda que implicitamente, o que se denominou inclusivismo; e a perspectiva relativista na qual Jesus é o caminho para os crist os, enquanto para os outros o caminho é a sua própria tradi o, sem maiores esfor os de autocríticas, revis es e mútua interpela o. Na vis o pluralista, os elementos chaves da vivência religiosa e humana em geral s o alteridade, respeito à diferen a e o diálogo e coopera o prática e ética em torno da busca da justi a, da paz e do bem-comum. A aproxima o e o diálogo entre grupos de distintas express es religiosas cooperam para que elas possam construir ou reconstruir suas identidades e princípios fundantes. Palavras-Chave: Teologia das religi es. Cristologia pluralista. Diálogo inter-religioso. Asbtract This essay presents a plural Christological perspective towards inter-religious relationships, from the perspective that every religious expression has its own faith and salvific proposal that should be accepted, respected, properly valued and improved through mutual approach and dialogue. Such perspective does not negate nor diminishes the value of religious identities – in the case of the Christian faith, the importance of Christ – but leads them to deepen and mature themselves, being moved by dialogue and fair confrontation, one that is loving and co-responsible. Thus, the Christian faith, for instance, would be reinterpreted by means of creative dialogical confrontation vis-a-vis other faiths. The same should take place with each and every religious tradition. We consider that this understanding, in a certain way, supersedes other models such as that which considers Jesus Christ and the Church as the only and exclusive me
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.