oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Avalia o do fosfato natural de Gafsa para recupera o de pastagem degradada em latossolo vermelho-escuro
SOARES WILSON VIEIRA,LOBATO EDSON,SOUSA DJALMA MARTINH?O GOMES DE,REIN THOMAZ ADOLPHO
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2000,
Abstract: Este experimento de campo, instalado em janeiro de 1994, teve os objetivos: 1) avaliar a eficiência do fosfato natural de Gafsa farelado (FGF) na recupera o de pastagem de Brachiaria decumbens cv. Basilisk num Latossolo Vermelho-Escuro textura argilosa do Distrito Federal, e 2) verificar efeitos de intera es entre fontes de P (fosfato natural de Gafsa e superfosfato triplo (SFT) e incorpora o do fosfato com grade e aduba o complementar (N, Ca, Mg, K, S e micronutrientes), sobre a disponibilidade de forragem. Os fosfatos foram aplicados na dose de 100 kg ha-1 de P2O5. O delineamento foi o de blocos casualizados, com parcelas subdivididas, com o tratamento incorpora o nas parcelas e o fatorial, fontes de P vs. aduba o complementar, nas subparcelas, perfazendo 12 tratamentos com quatro repeti es. A resposta à aplica o dos fosfatos só foi efetivada com aplica o simultanea de aduba o complementar; a incorpora o com grade foi essencial para aumentar a eficiência do FGF; ao ser incorporado com grade, o FGF teve desempenho t o bom quanto o SFT; sem incorpora o, o FGF proporcionou produ o de matéria seca inferior à proporcionada pelo SFT (p<0,05).
Propriedades biológicas em agregados de um Latossolo Vermelho-Escuro sob plantio convencional e direto no Cerrado
Mendes I. C.,Souza L. V.,Resck D. V. S.,Gomes A. C.
Revista Brasileira de Ciência do Solo , 2003,
Abstract: As distribui es do carbono da biomassa microbiana (CBM), da atividade enzimática e do C mineralizável foram avaliadas em agregados, coletados na profundidade de 0-0,05 m, de um Latossolo Vermelho-Escuro argiloso, sob vegeta o nativa de Cerrado e sob sistemas de plantio direto (PD) e convencional com arado de discos (PC), estabelecidos há 21 anos. A separa o dos agregados foi realizada por via úmida. As classes de 8,00-2,00 mm; 0,50-0,25 mm e 0,25-0,106 mm e amostras denominadas soma de agregados foram selecionadas para as determina es biológicas. Em rela o à área nativa, os sistemas cultivados causaram quebra de macroagregados e perda de CBM. A aplica o localizada de adubos, o menor revolvimento do solo e os maiores teores de matéria organica no PD favoreceram, em rela o ao PC, a ocorrência de maiores níveis de fosfatase ácida e arilsulfatase nos agregados e nas amostras que representavam a soma de agregados. Os microagregados e a soma dos agregados do PD também apresentaram maiores teores de CBM, comparativamente ao PC. As maiores atividades da beta-glucosidase foram observadas nos macro e microagregados do PD. Os sistemas de manejo (PD e PC) influenciaram a distribui o das propriedades biológicas nos agregados. A atividade das enzimas beta-glucosidase, fosfatase ácida e arilsulfatase foi maior em macroagregados do PD apesar da distribui o semelhante do CBM nas três classes de agregados avaliadas. No PC, apenas beta-glucosidase apresentou distribui o diferenciada entre macro e microagregados.
ESTUDO DO REGIME TéRMICO EM LATOSSOLO VERMELHO-ESCURO DISTRóFICO, EM GOI NIA, GO SOIL TEMPERATURE STUDY IN DARK RED DYSTROPHIC "OXYSOIL" IN GOI NIA, GOIáS  [cached]
Magda Beatriz de Almeida Matteucci,Engler José Vidigal Lobato
Pesquisa Agropecuária Tropical , 2007, DOI: 10.5216/pat.v34i3.2309
Abstract: Avaliou-se o regime térmico em um latossolo vermelho escuro distrófico, no município de de Goiania, Estado de Goiás, com dados coletados na Esta o Evaporimétrica de 1a Classe, da Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos da Universidade Federal de Goiás, entre 1980 e 1989. As leituras diárias foram realizadas às 9h 00m e 15h 00m. Observou-se uma grande varia o nos valores de temperatura do perfil do solo, durante todos os meses do ano, sendo os menores valores observados nos meses de inverno. Quanto aos valores extremos, encontrou-se 40,1°C e 18,3°C, como sendo o maior valor médio mensal para a camada superficial (0 cm), no mês de setembro, e o menor valor médio mensal, para a camada de 10 cm, no mês de julho, respectivamente. PALAVRAS-CHAVE: Geoterm metro; esta o; meteorológica. Soil temperatures regimes in dark red dystrophic oxysoil were studied in Goiania, Goiás, Brazil. Data were collected at ";Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos"; wether station, in Federal University of Goiás. A large average soil temperature variation was observed at different depths during the year, with the smallest values corresponding to the winter months. The highest observed temperature was 40.1°C, in September, on the soil surface; the lowest was 18.3°C that was observed at ten centimeters below the surface, in July. KEY-WORDS: Earth thermometer; weather station; solar radiation.
Degrada o e forma o de resíduos ligados de 14C-atrazina em Latossolo Vermelho Escuro e Glei Húmico  [cached]
Peixoto Maria de Fátima da Silva Pinto,Lavorenti Arquimedes,Regitano Jussara Borges,Tornisielo Valdemar Luiz
Scientia Agricola , 2000,
Abstract: Objetivou-se neste estudo avaliar a degrada o e forma o de resíduos ligados de 14C-atrazina em dois solos do Estado de S o Paulo. Incubou-se 100 g dos solos Latossolo Vermelho Escuro (LE) e Glei Húmico (GH) durante 63 dias, em frascos de vidro de 500 cm3, aplicando-se 10,38 mg i.a. g-1 solo do produto radioativo. A determina o do 14CO2 desprendido foi feita semanalmente. Acetonitrila e água (4:1 v/v) foi usada como solu o extratora dos resíduos do herbicida e o fracionamento da matéria organica baseou-se na solubilidade em ácidos e bases das fra es húmicas. Os resíduos extraíveis foram analisados quanto a radioatividade pelo método de cromatografia de camada delgada. A mineraliza o foi um processo insignificante na detoxifica o da atrazina no solo Glei Húmico (apenas 0,1% após 63 dias de incuba o). A hidroxiatrazina (HA) foi o principal metabólito resultante da degrada o da atrazina nos dois solos e a forma o de resíduos ligados um processo importante de dissipa o desta molécula, principalmente no Glei Húmico.
Evolvimento de dióxido de carbono e mineraliza o de nitrogênio em Latossolo Vermelho-Escuro com diferentes manejos
MARQUES TERESA CRISTINA LARA LANZA DE Sá E MELO,VASCONCELLOS CARLOS ALBERTO,PEREIRA FILHO ISRAEL,FRAN?A GON?ALO EVANGELISTA DE
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2000,
Abstract: Este trabalho foi elaborado com o objetivo de verificar o efeito das palhas de milho e lab-lab, dos tipos de manejos do solo e da presen a de uma fonte externa de N, no evolvimento de CO2 e na mineraliza o de N. Usou-se um Latossolo Vermelho-Escuro distrófico textura argilosa fase cerrado, da regi o de Sete Lagoas (MG), com histórico de uso envolvendo cinco anos sob plantio direto e plantio convencional com arado de disco e arado de aiveca. Amostras de solo (0-20 cm) foram incubadas a 25oC durante 55 dias, na presen a e na ausência de palhada residual e de fonte externa de N aplicada no início e 25 dias após. De modo geral, a palhada de milho apresentou maior taxa de CO2 evolvido do que o lab-lab (935 e 764 mig CO2 g-1 solo, respectivamente). O tipo de palhada residual influenciou mais o evolvimento de CO2 do que os manejos de solo. A adi o de N aumenta a taxa de CO2 evolvida, apenas quando N é aplicado no início do período de incuba o. A disponibilidade de N e o tempo de imobiliza o s o alterados pela rela o C/N da palhada incorporada e pelo preparo do solo.
SISTEMAS DE CULTIVO EM MILHO (Zea mays L.) E SEUS EFEITOS RESIDUAIS NOS TEORES DE NUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA
Vinícius A. Maciel Junior,Alberto Carvalho Filho,Márcio Pereira
Nucleus , 2005,
Abstract: The present objective work to evaluate the residual effect in 7o and 8o year of four systems ofculture, kept under direct plantation, compared with the system of convencional culture. The experiment wasdeveloped in agricultural years 96/97 and 97/98 in one latossolo red dark, average texture, in the ExperimentalFarm of the College of Agrarian Sciences and Veterinarians – S o Paulo State University in Jaboticabal – SP.The agron micas characteristics: index of foliar area, height of plants, green mass, dry mass, development toradicular, green mass at the time of the ensilagem, production of grains and weight of 100 grains, had beenevaluated in the treatments, finding significant differences for all the characteristics, except production of grainsand foliar area. In this work, I conclued that the systems of culture in maize had significantly affected theagron micas characteristics of the maize.O presente trabalho objetiva avaliar o efeito residual no 7o e 8o ano de quatro sistemas de cultivo,mantidos sob plantio direto, comparados ao sistema de cultivo convencional. O experimento foi desenvolvidonos anos 96/97 e 97/98 em um latossolo vermelho escuro, textura média, na Fazenda Experimental da Faculdadede Ciências Agrárias e Veterinárias – Universidade Estadual Paulista em Jaboticabal – SP. As característicasagron micas: índice de área foliar, altura de plantas, massa verde, massa seca, desenvolvimento radicular, massaverde na época da ensilagem, produ o de gr os e peso de 100 gr os, foram avaliados nos tratamentos,encontrando diferen as significativas para todas as características, exceto produ o de gr os e área foliar. Nestetrabalho, concluí-se que os sistemas de cultivo em milho afetaram significativamente as característicasagron micas do milho.
Aduba o verde na recupera o da fertilidade de um Latossolo Vermelho-Escuro degradado
ALC?NTARA FLáVIA APARECIDA DE,FURTINI NETO ANTONIO EDUARDO,PAULA MIRALDA BUENO DE,MESQUITA HUGO ADELANDE DE
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2000,
Abstract: O experimento foi conduzido na Fazenda Experimental Nova Baden, da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), em Lambari, MG, objetivando avaliar o desempenho dos adubos verdes guandu (Cajanus cajan (L.) Millsp.) e crotalária-júncea (Crotalaria juncea L.), com e sem incorpora o da biomassa, na recupera o da fertilidade de um solo (Latossolo Vermelho-Escuro distrófico) degradado, cultivado com braquiária (Brachiaria decumbens Stapf.). Empregou-se o delineamento experimental de blocos casualizados em esquema fatorial de parcelas subdivididas, com três repeti es, colocando-se nas parcelas o manejo da biomassa, e nas subparcelas, as leguminosas e a braquiária. As três culturas foram manejadas na fase final de florescimento das leguminosas, quando se fizeram amostragens de biomassa para determina o de produ o de matéria seca, concentra o e conteúdo de nutrientes. Realizaram-se avalia es de amostras de solo em três épocas (90, 120 e 150 dias após o manejo) e seis profundidades (0-5, 5-10, 10-20, 20-40, 40-60 e 60-80 cm). O guandu se destacou na primeira avalia o quanto às melhorias na fertilidade do solo, e a crotalária-júncea, de mineraliza o mais lenta, na segunda. Na terceira avalia o, n o foram encontrados benefícios dos adubos verdes nas propriedades químicas do solo.
AGRONOMIC EFFICIENCY OF NATURAL PHOSPHATES AND THEIR INFLUENCE ON SOIL AVAILABLE PHOSPHORUS ON TWO CERRADO SOILS EFICIêNCIA AGRON MICA DE FOSFATOS NATURAIS E SUA INFLUêNCIA NO FóSFORO DISPONíVEL EM DOIS SOLOS DE CERRADO  [cached]
Huberto José Kliemann,David Vieira Lima
Pesquisa Agropecuária Tropical , 2007, DOI: 10.5216/pat.v31i2.2472
Abstract: To evaluate the agronomic efficiency of natural phosphates soybean was grown in two oxisols under cerrado vegetation, using apatites (Araxá, Patos de Minas, Tapira, Abaeté, and Catal o), phosphoric bauxites (Pirocaua and Phospal), Gafsa hyperphosphate, nd IPT thermophosphate, using triple superphosphate as a control. he agronomic efficiency indexes found were: a) apatites - Araxá nd Abaeté, 27%; Patos de Minas, 13%; Tapira, 5%, and Catal o, %; b) phosphoric bauxites - Pirocaua, 41% and Phospal, 50%; c) hermophosphate IPT, 97% and hyperphosphate of Gafsa, 102%. he acid extractor Mehclich-1 overestimates available P when nsoluble apatites are applied to soils. Bray-1 and Bray-2 extractors referably solubilize the aluminum phosphates from phosphoric auxites. Critical levels of soil available phosphorus are suitably stimated by Bray-1 extractant when apatitic phosphates and by ehlich-1 extractant phosphoric bauxites are applied. KEY-WORDS: Oxisols; soybeans; phosphates sources; chemical extractors; soybean. Conduziram-se experimentos de avalia o de fosfatos naturais em latossolo vermelho-escuro distrófico (textura média) e latossolo roxo distrófico (textura argilosa), fase cerrado, no Estado de Goiás. Usaram-se a soja como planta-teste, curvas de resposta com superfosfato triplo (SFT) como padr o e como fontes de fósforo as apatitas de Araxá, Patos de Minas, Tapira, Abaeté e Catal o, as bauxitas fosfóricas de Pirocaua (Maranh o) e Phospal (Senegal), o hiperfosfato de Gafsa e o termofosfato IPT. Obtiveram-se os seguintes índices de eficiência agron mica (IEA): a) apatitas – Abaeté e Araxá: 27%; Patos de Minas: 13%; Tapira: 5%; e Catal o: 2%; b) termofosfato IPT: 97% e o hiperfosfato reativo de Gafsa, 102%; c) bauxitas de Pirocaua, 41% e Phospal: 50%. Os extratores Mehlich-1, Bray-1 e Bray-2 aferem adequadamente os níveis de P disponível nos dois solos estudados aplicados na forma de SFT. O extrator Mehlich-1 solubiliza os fosfatos naturais apatíticos aplicados ao solo, superestimando o P disponível; os extratores Bray-1 e Bray-2 solubilizam preferencialmente as bauxitas fosfóricas. Os níveis críticos de P disponível nos solos s o adequadamente estimados pelo método Bray-1 com a aplica o de fosfatos apatíticos e pelo método Mehlich-1 com a aplica o das bauxitas fosfóricas. PALAVRAS-CHAVE: Latossolos; cerrados; soja; fontes de fósforo; extratores químicos; soja.
Características físicas de um latossolo vermelho-escuro no Cerrado de Planaltina, DF, submetido à a o do fogo
SPERA SILVIO TULIO,REATTO ADRIANA,CORREIA JO?O ROBERTO,SILVA JOSé CARLOS SOUSA
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2000,
Abstract: Os principais efeitos do fogo como manejo de solo est o relacionados a altera es biológicas e químicas do solo. A queima pode ainda alterar a umidade do solo em raz o de mudan as na taxa de infiltra o, na taxa de transpira o, na porosidade e na repelência do solo à água. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características físicas de um Latossolo Vermelho-Escuro muito argiloso, plano, fase campo cerrado, submetido à a o do fogo, após ser utilizado durante 20 anos em pastagem nativa sem queima. Uma área de 1,25 ha foi submetida à a o bienal do fogo, e uma área adjacente, do mesmo tamanho, foi mantida protegida da a o do fogo. Após seis anos, n o houve varia es marcantes nas características físicas do solo induzidas pelo fogo, exceto no aumento da umidade do solo nas parcelas n o queimadas. Nas parcelas onde se aplicou o fogo, observou-se tendência para o aumento da microporosidade, que pode ser atribuída à compacta o promovida pelo impacto das gotas de chuva no solo desnudado pelo fogo. Conclui-se, entretanto, que a queima bienal n o foi suficiente para provocar degrada o no período estudado.
Altera es na cor e no grau de flocula o de um Latossolo Vermelho-Escuro sob cultivo contínuo de cana-de-a úcar
Prado Renato de Mello,Centurion José Frederico
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2001,
Abstract: Objetivou-se avaliar o grau de modifica o de algumas propriedades físicas e da cor do horizonte superficial de um Latossolo Vermelho-Escuro textura média, submetido ao cultivo contínuo com cana-de-a úcar durante 25 anos, em Jaboticabal, SP. Os tratamentos foram constituídos por dois tipos de uso do solo, ou seja, ausência de cultivo (vegeta o nativa) e cultivo intenso com cana-de-a úcar e por três profundidades no perfil, 0-10, 10-20 e 20-30cm. O cultivo intenso e contínuo alterou a cor do solo na camada de 0-10cm de 2,5YR 2,5/4 na ausência de cultivo para 2,5YR3/4 e degradou a macroestrutura, reduzindo o grau de flocula o da argila do solo.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.