oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Morfologia e estereologia do miocárdio em ratos hipertensos. Correla o com o tempo de inibi o da síntese do óxido nítrico  [cached]
Pereira Leila Maria Meirelles,Vianna Glória Maria Moraes,Mandarim-de-Lacerda Carlos Alberto
Arquivos Brasileiros de Cardiologia , 1998,
Abstract: OBJETIVO: Estudar mudan as estruturais do miocárdio decorrentes do tempo de inibi o da síntese do óxido nítrico. MéTODOS: Estudaram-se 4 grupos de 10 ratos: controle e L-Name (50mg/kg/dia) com 25 e 40 dias de experimenta o. Os animais foram sacrificados e os cora es processados tecnicamente para estudo em microscopia de luz, onde cortes corados pelo picro-sirius foram estudados com e sem luz polarizada para análise do colágeno do interstício cardíaco. Determinaram-se densidades de volume de miócitos (Vv[m]) e interstício cardíaco (Vv[int]), densidade numérica de miócitos (Nv[m]) e área transversal dos miócitos (A[m]). RESULTADOS: Compararam-se os animais L-Name com os respectivos controles. Nos L-Name a press o da cauda aumentou 74,5 e 90,2% aos 25 e 40 dias, respectivamente. O peso cardíaco aumentou 50% e 28% aos 25 e 40 dias, respectivamente. O miocárdio dos animais L-Name apresentou hipertrofia de miócitos com aumento da A(m), fibrose perivascular e intersticial, espessamento das túnicas íntima e média das artérias intramiocárdicas. Aos 40 dias diminuíram Vv(m) e Nv(m) e aumentou Vv(int). CONCLUS O: Inibi o da síntese do óxido nítrico provoca modifica es miocárdicas que progridem com o tempo de administra o de L-Name. A estereologia é uma metodologia útil para determinar e avaliar as modifica es miocárdicas decorrentes deste modelo experimental de hipertens o arterial.
Repercuss es do tempo operatório em pulm es de ratos idosos
Medeiros Aldo da Cunha,Rocha Keyla Borges Ferreira,Dantas Filho Ant?nio Medeiros,Aires Neto Tertuliano
Acta Cirurgica Brasileira , 2003,
Abstract: A dura o das opera es pode representar um fator importante para uma série de complica es pós-operatórias, especialmente para os indivíduos idosos. OBJETIVO: estudar a repercuss o nos pulm es, de opera es de diferentes tempos de dura o. MéTODOS: Vinte ratos idosos (18 meses) e 20 jovens (3 meses) foram separados aleatoriamente em grupos A e B respectivamente. Os grupos foram divididos em A1, A2, A3, A4, B1, B2, B3 and B4, com cinco ratos cada. Os animais foram anestesiados com pentobarbital (20mg/Kg) intraperitoneal. No subgrupo A1 e B1 foi feita opera o com dura o de 30 minutos, nos grupos A2 and B2 60 minutos, em A3 and B3 a opera o foi feita em 120 minuto e os animais A4 e B4 (controle) n o foram operados. O procedimento consistiu de laparotomia xifopubiana que foi aberta e fechada tantas vezes quanto necessário para atingir os tempos estipulados. Após o quinto dia pós-operatório os animais foram mortos com superdose de anestésico e biópsias de ambos os pulm es foram realizadas. Os achados histopatológicos foram transformados em escores. RESULTADOS: os grupos de ratos jovens atingiram os escores: A1= escore 6, A2=11; A3=28; A4=5. Os ratos idosos tiveram os escores: B1=12; B2=34; B3=51 e B4=6. A análise estatística revelou diferen as significantes entre os escores dos grupos A e B. CONCLUS ES: O tempo prolongado nas opera es realizadas em ratos idosos contribuiu para o aparecimento de altera es pulmonares de modo significante. Quanto maior o tempo operatório, mais intensas e mais freqüentes as complica es pulmonares.
Efeitos da fratura do arco zigomático no crescimento facial em ratos jovens  [cached]
ROCHA Elza Maria Villanova Fernandes,GOULART Alan Cruvinel,NOVELLI Moacyr Domingos,LUZ Jo?o Gualberto de Cerqueira
Revista de Odontologia da Universidade de S?o Paulo , 1999,
Abstract: Os efeitos da fratura unilateral do arco zigomático no crescimento facial foram avaliados através de mensura es cefalométricas. Fratura com desvio medial no lado direito foi realizada em ratos com um mês de idade. Os animais foram sacrificados com três meses de idade e sua mandíbula foi desarticulada. O cranio foi submetido à tomada radiográfica axial e as hemimandíbulas à norma lateral. As mensura es foram realizadas através de um sistema de computador. Foi verificada diferen a significante a menor para a altura do corpo e do ramo da mandíbula. N o houve diferen a significante para a profundidade da fossa infratemporal, bem como para as diversas mensura es na maxila e para o comprimento mandibular. A tendência de retorno do arco zigomático com desvio à sua posi o original foi confirmada.
Síntese de colágeno após a implanta o de telas de polipropileno em parede abdominal de ratos jovens e velhos  [cached]
Biondo-Sim?es Maria de Lourdes Pessole,Westphal Vanessa L.,Paula Josué Bruginski de,Borsato Karin Soldatelli
Acta Cirurgica Brasileira , 2005,
Abstract: OBJETIVO: Alguns autores afirmam que a síntese do colágeno em indivíduos idosos é mais lenta, outros que há diminui o da síntese de colágeno I e III e outros que é normal. O objetivo deste estudo foi reconhecer a deposi o de colágeno através dos poros de tela de polipropileno, implantada em parede abdominal de ratos adultos jovens e comparar à de ratos velhos. MéTODOS: Utilizaram-se 10 ratos machos com idade entre 100 e 120 dias e 10 ratos com idade entre 850 e 900 dias. Sob anestesia inalatória fez-se uma incis o mediana na parede abdominal ventral e produziu-se uma falha com 4 cm2, retirando-se o plano músculo-aponevrótico, mantendo-se o plano peritoneal. Corrigiu-se a falha com malha de polipropileno fixada com pontos separados de fio 5.0, também de polipropileno e fez-se a síntese da pele. Após 30 dias fez-se a eutanásia e retirou-se a parede abdominal ventral com a prótese. Dividiu-se o retalho com o enxerto em 2 partes, uma ensaio de tra o e a outra para estudo histopatológico. Coraram-se os cortes obtidos pela hematoxilina e eosina e Sirius-red. Estes foram examinados em microscópio de luz polarizada através do programa Image Plus. RESULTADOS: O ensaio de tra o n o demonstrou diferen a significante de resistência entre os dois grupos. Rea o inflamatória agudo-cr nica, com grande quantidade de células gigantes de corpo estranho, esteve presente nos dois grupos com intensidade semelhante, o mesmo acontecendo com a concentra o total de colágeno (p=0,1440) e de colágeno tipo I (p=0,3981). Já a concentra o de colágeno tipo III era maior nos cortes dos animais velhos (p=0,0364). CONCLUS O: Estes resultados permitem concluir que o envelhecimento n o prejudica o ganho de resistência e a deposi o de colágeno, porém existe atraso da matura o tecidual.
Efeitos da solu o de continuidade do arco zigomático no crescimento facial em ratos jovens
Queiroz Luciane Ito de,Corrêa Luciana,Luz Jo?o Gualberto de Cerqueira
Pesquisa Odontológica Brasileira , 2002,
Abstract: Os resultados de estudos experimentais referentes ao arco zigomático na fase de crescimento, por meio de ressec es ou fraturas, s o controversos. Assim, neste estudo foram avaliados experimentalmente os efeitos da solu o de continuidade do arco zigomático no crescimento facial, portanto sem perdas teciduais ou desvios. Ratos com um mês de idade foram submetidos a um procedimento cirúrgico, para obten o de uma solu o de continuidade de um milímetro de espessura no arco zigomático do lado direito, tendo o lado esquerdo servido como controle. Os mesmos foram sacrificados com três meses de idade, sendo o cranio e as hemimandíbulas dissecados e radiografados. Foram feitas mensura es cefalométricas de dimens es da fossa infratemporal, da maxila e da mandíbula por meio de um sistema de computador. N o houve diferen a significante entre os lados experimental e controle para as diferentes mensura es na maxila e na mandíbula. Foi verificada diferen a significante para o comprimento antero-posterior da fossa infra-temporal. Foi concluído que as conseqüências da solu o de continuidade do arco zigomático no crescimento facial s o localizadas apenas na própria estrutura.
The contribution of exproprioceptive visual information and seat height to the control of the stand-to-sit movement in young and older individuals A contribui o da informa o visual exproprioceptiva e da altura do assento no controle da a o de sentar em indivíduos jovens e idosos  [cached]
Renato Moraes,Jhonas Pereira dos Reis,Rodrigo da Silva Castelli
Motricidade , 2011, DOI: 10.6063/motricidade.7(1).118
Abstract: The purpose of the present study was to analyze the contribution of both exproprioceptive visual information and seat height in the control of stand-to-sit movement in young and older adults. Twelve older and 11 young individuals were invited to sit down on a chair under two seat heights (100% and 80% of the knee-ground distance) and under two visual conditions (with and without the availability of exproprioceptive visual information). Participants wore special goggles that reduced the size of the lower visual field. Participants performed the stand-to-sit movement with their feet positioned on a forceplate. The results allowed for the conclusion that the exproprioceptive visual information availability affected differently the way young and older adults control the stand-to-sit movement. On the other hand, seat height manipulation resulted in similar strategies by young and older individuals. Yet, older individuals exhibited a more conservative behavior than young adults while performing the stand-to-sit movement. O objetivo deste estudo foi analisar as contribui es da informa o visual exproprioceptiva e da altura do assento no controle do movimento de sentar em adultos jovens e idosos. Doze indivíduos idosos e onze adultos jovens foram convidados a sentar em uma cadeira sob duas alturas diferentes (100 e 80% da distancia do joelho até o ch o) e sob duas condi es visuais (com e sem a disponibilidade da informa o visual exproprioceptiva). A informa o visual exproprioceptiva foi manipulada através do uso de um anteparo visual posicionado logo abaixo do olho que reduziu o tamanho do campo visual inferior. Os participantes realizaram o movimento de sentar com os pés posicionados sobre uma plataforma de for a. Os resultados permitem concluir que a disponibilidade da informa o visual exproprioceptiva afeta de forma diferente o controle do movimento de sentar em adultos jovens e idosos. Por outro lado, a manipula o da altura do assento gerou estratégias de controle semelhantes em adultos e idosos. Ainda, os idosos exibiram um comportamento mais conservador durante a realiza o do movimento de sentar.
Adapta o do modelo experimental de colestase extra-hepática em ratos jovens  [cached]
Battochio Ana Paula Ronquesel,Santos Adriane Gasparino dos,Silva Cynthia R. Matos,Rocha Analícia S.
Acta Cirurgica Brasileira , 2004,
Abstract: Os autores descrevem a adapta o da técnica de ligadura e ressec o do ducto biliar comum descrita na literatura, enfatizando suas vantagens na recupera o pós-cirúrgica. Este trabalho foi realizado no Laboratório Experimental do Departamento de Pediatria da FMB-UNESP.
Reprodutibilidade intra-avaliador do teste de discrimina o de dois pontos na sola dos pés em idosos e jovens assintomáticos Intra-observer reproducibility of the feet soles two-point discrimination test in asymptomatic elderly and young individuals
Priscila G. Franco,Roberta C. D. Bohrer,André L. F. Rodacki
Brazilian Journal of Physical Therapy , 2012,
Abstract: CONTEXTUALIZA O: Os primeiros sinais de comprometimento sensorial plantar decorrente do envelhecimento e de neuropatias periféricas s o manifestados na sola dos pés e podem resultar em déficits no controle postural e no equilíbrio. Os testes de sensibilidade cutanea visam a avaliar a densidade da inerva o sensorial na pele e têm sido utilizados para avalia o de segmentos distais. Alguns estudos têm aplicado o teste de discrimina o de dois pontos (DDP) na sola dos pés e diferenciado idosos com e sem históricos de quedas, porém sua reprodutibilidade ainda precisa ser determinada. OBJETIVO: Verificar a reprodutibilidade intra-avaliador do teste de DDP na sola dos pés em idosos e jovens assintomáticos. MéTODO: Participaram do estudo 21 idosos ativos (67±5 anos; 1,56±0,08 m; 65,3±13,7 kg) e 21 jovens ativos (24±3 anos; 1,69±0,09 m; 54,5±9,5 kg). Os participantes realizaram duas sess es de testes com procedimentos experimentais idênticos, com intervalo de 48 horas. Foi avaliada a sensibilidade cutanea da sola do pé direito por meio do teste de DDP. Para avaliar a reprodutibilidade intra-avaliador, foi aplicado o teste de Bland-Altman. RESULTADOS: Idosos e jovens apresentaram varia es de 0,71% e 1,53%, respectivamente. CONCLUS ES: Esses valores n o excedem dois desvios-padr o, e o teste de DDP foi considerado como uma medida reprodutível para a avalia o da sensibilidade cutanea da sola dos pés de jovens e idosos fisicamente ativos. BACKGROUND: The first sign of plantar sensory impairment due to aging and peripheral neuropathies are manifested on the soles of the feet and can result in postural control and balance deficits. The aim of cutaneous sensitivity tests is to assess the skin sensory innervation density such as those of the distal segments. In some studies the two-point discrimination test (TPD) have been applied on the soles of the feet and have proven to accurately distinguish elderly with and without falls events. However, the reproducibility of the test still needs to be determined. OBJECTIVES: The aim of the present study was to verify the intra-observer reproducibility of the TPD test on the soles of feet in asymptomatic elderly and young individuals. METHOD: The sample was composed of 21 physically active elderly participants (67±5 years; 1:56±0.08 m, 65.3±13.7 kg) and 21 physically active young adults (24±3 years, 1.69±0.09 m, 54.5±9.5 kg). The participants attended two sessions with identical experimental procedures, with an interval of 48 hours between them. The skin sensitivity of the right foot sole was assessed using the TPD test. Int
Reprodutibilidade intra-avaliador do teste de discrimina o de dois pontos na sola dos pés em idosos e jovens assintomáticos Intra-observer reproducibility of the feet soles two-point discrimination test in asymptomatic elderly and young individuals  [cached]
Priscila G. Franco,Roberta C. D. Bohrer,André L. F. Rodacki
Brazilian Journal of Physical Therapy , 2012, DOI: 10.1590/s1413-35552012005000062
Abstract: CONTEXTUALIZA O: Os primeiros sinais de comprometimento sensorial plantar decorrente do envelhecimento e de neuropatias periféricas s o manifestados na sola dos pés e podem resultar em déficits no controle postural e no equilíbrio. Os testes de sensibilidade cutanea visam a avaliar a densidade da inerva o sensorial na pele e têm sido utilizados para avalia o de segmentos distais. Alguns estudos têm aplicado o teste de discrimina o de dois pontos (DDP) na sola dos pés e diferenciado idosos com e sem históricos de quedas, porém sua reprodutibilidade ainda precisa ser determinada. OBJETIVO: Verificar a reprodutibilidade intra-avaliador do teste de DDP na sola dos pés em idosos e jovens assintomáticos. MéTODO: Participaram do estudo 21 idosos ativos (67±5 anos; 1,56±0,08 m; 65,3±13,7 kg) e 21 jovens ativos (24±3 anos; 1,69±0,09 m; 54,5±9,5 kg). Os participantes realizaram duas sess es de testes com procedimentos experimentais idênticos, com intervalo de 48 horas. Foi avaliada a sensibilidade cutanea da sola do pé direito por meio do teste de DDP. Para avaliar a reprodutibilidade intra-avaliador, foi aplicado o teste de Bland-Altman. RESULTADOS: Idosos e jovens apresentaram varia es de 0,71% e 1,53%, respectivamente. CONCLUS ES: Esses valores n o excedem dois desvios-padr o, e o teste de DDP foi considerado como uma medida reprodutível para a avalia o da sensibilidade cutanea da sola dos pés de jovens e idosos fisicamente ativos. BACKGROUND: The first sign of plantar sensory impairment due to aging and peripheral neuropathies are manifested on the soles of the feet and can result in postural control and balance deficits. The aim of cutaneous sensitivity tests is to assess the skin sensory innervation density such as those of the distal segments. In some studies the two-point discrimination test (TPD) have been applied on the soles of the feet and have proven to accurately distinguish elderly with and without falls events. However, the reproducibility of the test still needs to be determined. OBJECTIVES: The aim of the present study was to verify the intra-observer reproducibility of the TPD test on the soles of feet in asymptomatic elderly and young individuals. METHOD: The sample was composed of 21 physically active elderly participants (67±5 years; 1:56±0.08 m, 65.3±13.7 kg) and 21 physically active young adults (24±3 years, 1.69±0.09 m, 54.5±9.5 kg). The participants attended two sessions with identical experimental procedures, with an interval of 48 hours between them. The skin sensitivity of the right foot sole was assessed using the TPD test. Int
Resistência de ratos à peritonite fecal quando submetidos a esplenectomia e auto-implante do ba o no retroperit nio
Kestering Darlan de Medeiros,d'Acampora Armando José,Farias Débora Cadore,Brum Sandro Polidoro Berni
Acta Cirurgica Brasileira , 2005,
Abstract: OBJETIVO: O estudo foi desenvolvido para avaliar os efeitos do autotransplante esplênico na prote o contra sepse abdominal em ratos Wistar jovens e adultos. MéTODOS: Foram utilizados 54 ratos Wistar jovens e adultos (90 e 180 dias respectivamente) sendo distribuídos em 3 grupos: Grupo Sham, onde os animais eram submetidos a laparotomia com manipula o de al as apenas (n=6 animais jovens adultos), Grupo Esplenectomia, no qual os animais eram submetidos a esplenectomia total (n=10 animais jovens e adultos) e Grupo Auto-implante, onde os animais eram submetidos a esplenectomia total e um ter o do ba o era implantado em uma bolsa no retroperit nio (n=10 animais jovens e adultos). Após três meses os animais eram submetidos a nova laparotomia com ligadura e perfura o do ceco para estimular a sepse abdominal e acompanhados até o momento do óbito para estabelecimento de uma curva de mortalidade. RESULTADOS: Houve recupera o do ba o implantado em todos os animais. N o houve diferen a significativa entre o tempo de óbito entre os grupos. Os animais jovens aparentemente tiveram uma melhor resposta embora n o estatisticamente significativa. CONCLUS O: Este estudo demonstrou que o auto-implante de ba o no retroperit nio n o provê prote o efetiva contra sepse abdominal em compara o aos ratos esplenectomizados.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.