oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Cruzadas pela paz: práticas religiosas e projetos seculares relacionados à quest o da violência no Rio de Janeiro Crusades for peace: religious practices and secular projects related to the issue of violence in Rio de Janeiro  [cached]
Patricia Birman
Religi?o & Sociedade , 2012, DOI: 10.1590/s0100-85872012000100010
Abstract: Ao chamar aten o para a pertinência das investiga es sobre secularismos, neste artigo, busco analisar alguns aspectos de atividades seculares e religiosas que ganharam corpo no Rio de Janeiro. Escolhi descrevê-los através das rela es e entrela amentos que estabeleceram com projetos e práticas religiosas direcionados a uma quest o social que vem capturando a imagina o dos habitantes do Rio de Janeiro, a chamada "violência". As transforma es do tratamento concedido à violência s o encaradas como parte do processo que envolve agentes leigos e religiosos em diferentes projetos de salva o. By calling attention to the relevance of the researches on secularisms, in this article, I try to analyze some aspects of secular and religious activities that gained body in Rio de Janeiro. I chose to describe them through the twists and relationships they established with religious projects and practices directed toward a social issue that has been capturing the imagination of the inhabitants of Rio de Janeiro, the called "violence". The transformations of the treatment accorded to violence are seen as part of the process that involves religious and lay agents in different projects of salvation.
Vinho: práticas, elogios, cultos e representa??es em quest?o na sociedade portuguesa
Magalh?es,Dulce Maria da Gra?a;
Sociologia, Problemas e Práticas , 2000,
Abstract: a sociedade portuguesa em geral tem vindo a ser palco de mudan?as a nível socioeconómico, cultural e político nas últimas décadas, com particular intensidade a partir de 1974. essas mudan?as generalizadas, de certa forma paulatinas mas n?o lineares, tocam o quotidiano dos indivíduos, sendo passíveis de constata??o quer através da evolu??o de representa??es, quer através da observa??o das práticas desenvolvidas pelos agentes sociais nas últimas décadas na sociedade portuguesa. o texto que se segue circunscreve-se ao vinho em contexto social e trata de aspectos respeitantes a representa??es e simbologias inerentes à prática vínica, das quais fazem parte rituais, artes, elogios e cultos, pesem embora evolu??es/reconvers?es neste ambito verificadas.
Vinho: práticas, elogios, cultos e representa es em quest o na sociedade portuguesa  [cached]
Dulce Maria da Gra?a Magalh?es
Sociologia, Problemas e Práticas , 2000,
Abstract: A sociedade portuguesa em geral tem vindo a ser palco de mudan as a nível socioeconómico, cultural e político nas últimas décadas, com particular intensidade a partir de 1974. Essas mudan as generalizadas, de certa forma paulatinas mas n o lineares, tocam o quotidiano dos indivíduos, sendo passíveis de constata o quer através da evolu o de representa es, quer através da observa o das práticas desenvolvidas pelos agentes sociais nas últimas décadas na sociedade portuguesa. O texto que se segue circunscreve-se ao vinho em contexto social e trata de aspectos respeitantes a representa es e simbologias inerentes à prática vínica, das quais fazem parte rituais, artes, elogios e cultos, pesem embora evolu es/reconvers es neste ambito verificadas.
Mística feminista: interfaces entre místicas religiosas e místicas seculares (Feminist mystic: interfaces between religious mystic and secular mystic) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n27p804
Carolina Teles Lemos
Horizonte : Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religi?o , 2012, DOI: 10.5752/p.2175-5841.2012v10n27p804
Abstract: Este artigo trata da presen a da mística enquanto elemento presente e dinamizador do movimento feminista. Entende-se a mística como o mistério de preparar-se e jamais se encontrar com a totalidade daquilo que se aspira alcan ar. Trata-se do mistério que move e impulsiona o sujeito para viver sua causa e construir sua utopia individual e / ou coletiva. Considera-se a mística feminista em duas dimens es: a religiosa e a secular. Entende-se que, no caso das mulheres, como a história do cristianismo no Ocidente tem contribuído para a constru o de uma imagem e de uma identidade negativa, é a mística secular que melhor tem contribuído para a constru o do projeto de equidade entre os gêneros, tal como prop e o movimento feminista. No entanto, como o movimento feminista é plural, há, dentro do próprio movimento, pessoas e grupos que est o se ocupando com a constru o de uma mística feminista crist . A partir de informa es bibliográficas, este artigo desenvolve os seguintes aspectos: conceito de mística; a mulher e a mística religiosa: um olhar na história; o feminismo e a mística secular; o feminismo e a mística religiosa: um olhar para a atualidade. Palavras-chave: Místicas religiosas. Místicas seculares. Cristianismo. Feminismo. Teologia feminista. Abstract: This article deals with the presence of mystic while element present and dynamic of feminist movement. Understand the mystic as the mystery of prepare and never meet the entirety of what aspires to achieve. This is the mystery that moves and drives the subject to live his cause and build your individual and/or collective utopia. It is considered a feminist mystic in two dimensions: the religious and the secular. Understand that, in the case of women, as the history of Christianity in the West has contributed to the construction of an image and an identity, as negative, is the secular mystic that best has contributed to the construction of gender equity project, as proposed in the feminist movement. However, as the feminist movement is plural, there are, within the movement itself, people and groups who are occupied with the construction of a Christian feminist mystic. From bibliographic information, this article it elaborates on the following aspects: mystical concept; the woman and the religious mystic: a look at history; feminism and the secular mystic; feminism and the religious mystic: a look at the present. Keywords: Religious mystic. Secular mystic. Christianity. Feminism. Feminist theology.
Apresenta o - Dossiê: Místicas Religiosas e Seculares
Antonio Geraldo Cantarela
Horizonte : Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religi?o , 2012, DOI: 10.5752/4073
Abstract:
Dossiê: Servi o Social e Política Social - Servi o Social e Sociedade, Cumplicidades e Intera es: contributos para uma análise da produ o acadêmica portuguesa no período de 1936 a 1972
Maria Emília Freitas Ferreira
Em Pauta : Teoria Social e Realidade Contemporanea , 2010,
Abstract: O texto analisa a constru o do servi o social como profiss o em Portugal a partir das monografias de final de curso dos estudantes da área, entre os anos de 1936 e 1972. Orientado pela perspectiva metodológica histórico- crítica, o estudo contextualiza histórica e políticamente a produ o, permitindo apreender também a elabora o de um pensamento sobre o social situado em um quadro sociopolítico que revela parte da história social da sociedade portuguesa nesse meio século. A análise revelou que o conteúdo das monografias traduzem op es temáticas e metodológicas reveladoras da linha evolutiva da forma o e das preocupa es pedagógicas e profissionais, retratando uma época em que ao lado do fortalecimento da ditadura germinaram sementes da liberdade. Palavras chaves: Servi o Social em Portugal; História de Portugal; Forma o Profssional e Servi o Social
Esferas  [cached]
Regina Silveira
Galáxia , 2008,
Abstract:
Responsabilidad y esferas de acción  [cached]
Villaca?as Berlanga, José Luis
Isegoría , 2003,
Abstract: I develop in this work a post-weberian ethics that assumes the principle of division of the spheres of action; such principle is the central and explicit result of the Modem Age. On the basis of this principle, I deal with the traditional topic of responsibility and I try to show that its sense is relative, first, to each concrete sphere of action and, second, to the prudential management of the different stresses that provokes the systematic impossibility of a functional integration of such spheres. En este trabajo desarrollo una ética post-weberiana que asume el principio de la división de las esferas de acción, resultado expreso y central de la modemidad. Sobre este principio, abordo el tema tradicional de la responsabilidad mostrando, primero, su sentido relativo a cada esfera de acción y, segundo, a la administración prudencial de las tensiones que genera la imposibilidad sistemática de integración funcional de las diversas esferas.
AMBIENTE E SUAS DIFERENTES ESFERAS DE APLICABILIDADE  [cached]
Cristiano Vinícios Marion,Jer?nimo Siqueira Tybusch
Revista Eletr?nica do Curso de Direito da UFSM , 2013, DOI: 10.5902/198136948367
Abstract: Como é sabido, o Direito Ambiental aporta a responsabiliza o das infra es cometidas em seu ambito em até três searas (administrativa, civil e penal). Todavia, pode haver a sobreposi o das responsabiliza es dos causadores de danos ao meio ambiente. Porém, existe a possibilidade de absolvi o em uma das esferas – ou em duas – e a condena o em outra. Tal “fen meno” é um dos objetos deste ensaio. Através do estudo de casos concretos, da bibliografia, legisla o e doutrina, buscou-se a explica o e exemplifica o de tais acontecimentos, e o motivo pelo qual se d o. Tratar-se-á especificamente neste artigo sobre a responsabiliza o civil ambiental e os casos sobrepostos na legisla o criminal.
“Consistência de couro”: considera es sobre a heran a portuguesa na sociedade colonial do Brasil, em Sérgio Buarque de Holanda = “Leather-hard”: Considerations on the Portuguese heritage in Brazilian colonial society in the works of Sérgio Buarque de Holanda  [cached]
Júlio Barnez Pignata Cattai,Sezinando Luiz Menezes
Acta Scientiarum : Human and Social Sciences , 2008,
Abstract: Este artigo analisa as concep es de Sérgio Buarque de Holanda sobre acoloniza o do Brasil. O historiador concebe a forma o da sociedade colonial como uma constru o física e psicológica possível gra as ao ‘tipo social’ assumido pelo português conquistador no período dos descobrimentos ultramarinos. Contrapondo Portugal à Holanda, afirma que este país tinha as mesmas motiva es que aquele ao colonizar o Brasil, sem, entretanto, obter sucesso. Segundo ele, mais que resposta às novas demandas econ micas, a forma o do Brasil e dos brasileiros foi decorrente da mentalidade que compunha o caráter dos lusitanos. Buscar compreender de que forma se constituía o português colono, entendendo que coube a ele o papel de regente em nossa primeira forma o social, é o objetivo deste estudo. This article analyzes the conceptions of Sérgio Buarque de Holanda about the colonization of Brazil. The historian understands the formation of the colonial society as a physical and psychological construction, possible thanks to the ‘social type’ assumed by the conquering Portuguese in the period of the great discoveries. Sérgio Buarque, contrasting Portugal and Holland, affirms that the latter country had the same motivations as Portugal when colonizing Brazil, without, however, succeeding. He understands that, more than an answerto the new economic demands, the formation of Brazil and of the Brazilians was possible as a result of the mentality that made up the character of the Portuguese. To try and understand the Portuguese settler, understanding that he had the lead role in our first socialformation, will be our objective in this study.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.