oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Farmacovigilancia: um passo em dire o ao uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos Pharmacovigilance: a step towards the rational use of herbs and herbal medicines  [cached]
Evelin E. Balbino,Murilo F. Dias
Revista Brasileira de Farmacognosia , 2010,
Abstract: Neste artigo s o apresentados os resultados da avalia o das notifica es de eventos adversos a plantas medicinais e seus derivados (fitoterápicos), efetuadas voluntariamente ao Sistema Nacional de Farmacovigilancia, coordenado pela Agência Nacional de Vigilancia Sanitária, no período de janeiro de 1999 a mar o de 2009. A farmacovigilancia envolve a detec o de rea es adversas que ocorrem durante ou após o uso de um medicamento, a intera o medicamentosa, o desvio de qualidade, o uso abusivo e a inefetividade. Como as pesquisas realizadas para a avalia o do uso eficaz e seguro de fitoterápicos s o incipientes, as notifica es de eventos auxiliam na gera o de novas informa es, promovendo seu uso racional. This article presents the evaluation of the notifications of adverse events related to medicinal plants and their derivatives (herbal medicines). Such evaluations were voluntarily run by the Brazilian Pharmacovigilance System, coordinated by the Brazilian Health Surveillance Agency (Anvisa), from January 1999 to March 2009. Pharmacovigilance involves the detection of adverse reactions that occur during or after the use of drugs, drug interactions, problems of quality, improper use and inefficacy. There is scarce scientific confirmation about efficacy and safety of herbal medicines, so the notification of adverse events provides of information, and promotes rational use.
Oclus?o percutanea dos defeitos do septo atrial utilizando mais de uma prótese
Chamié, Francisco;Chamié, Daniel;Ramos, Sérgio;Tress, Jo?o Carlos;Victer, Rosaura;
Revista Brasileira de Cardiologia Invasiva , 2008, DOI: 10.1590/S2179-83972008000100015
Abstract: introduction: transcatheter atrial septal defect (asd) closure is a worldwide accepted alternative to surgical repair. the use of more than one device has been described, however, there are just a limited number of studies available with a long term follow-up. in this study, the authors present their experience in transcatheter closure of multiple atrial septal defects utilizing more than one device, and discuss the different situations where this approach has become necessary. methods: this is a retrospective study where all patients submitted to asd device closure from april 1999 to december 2007 were analyzed. we selected those with multiple asd and focused our study on those who had two devices implanted. we also included two patients who had significant residual shunts after the first procedure and were closed with a second device. all patients were selected based on transesophageal echo-cardiogram (tee) results. results: in the aforementioned period, 211 patients were submitted to transcatheter asd closure. twelve (5.6%) patients needed two devices to close their defects, described as follows: eight patients had 2 orifices, two had 3 orifices, and two had 4 orifices. mean age was 27.5 ± 14.6 years. two patients suffered ischemic cerebral events (stroke) prior to occlusion. twenty-four devices were utilized: 23 amplatzer asd occluder devices and one 25mm amplatzer pfo occluder device. the device implantation was possible in all cases. average diameter for small defects was 10.5 ± 4.0 mm, and 20.6 ± 5.5 mm for larger defects. mean central diameter of the devices varied from 5 to 34 mm (16.8 ± 7.6 mm). there were no major complications or deaths related to the procedure. immediate post-procedural residual shunts were present in two (16.6%) patients. two additional patients were included with significant residual shunt that required a second amplatzer asd device. conclusion: although technically more demanding, two device asd closure is feasible, safe and effectiv
Aten o aos defeitos congênitos no Brasil: panorama atual  [cached]
Horovitz Dafne Dain Gandelman,Llerena Jr. Juan Clinton,Mattos Ruben Araújo de
Cadernos de Saúde Pública , 2005,
Abstract: O impacto dos defeitos congênitos no Brasil vem aumentando progressivamente, tendo passado da quinta para a segunda causa dos óbitos em menores de um ano entre 1980 e 2000, apontando para a necessidade de estratégias específicas na política de saúde. Foram localizadas, no Brasil, direcionadas aos defeitos congênitos, a es governamentais e n o-governamentais. Estas envolvem servi os de informa o sobre agentes teratogênicos na gravidez e sobre doen as metabólicas geneticamente determinadas, monitoriza o de defeitos congênitos, programa de triagem neonatal e tratamento de algumas doen as genéticas, imuniza o contra rubéola, além da fortifica o de farinhas com ácido fólico como a o preventiva de certos defeitos congênitos. Apesar da importancia de tais iniciativas, é pouco provável que seja possível atender à quest o dos defeitos congênitos de forma integrada. Para a efetiva o de um sistema de aten o voltado aos defeitos congênitos, deverá ser formulada política específica, de ambito nacional, com a participa o ativa do Ministério da Saúde, utilizando, como espinha dorsal, os servi os de genética existentes. Só assim, será possível a estrutura o de uma rede regionalizada, hierarquizada e funcional voltada à aten o aos defeitos congênitos no Brasil.
Farmacovigilancia: um passo em dire??o ao uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos
Balbino, Evelin E.;Dias, Murilo F.;
Revista Brasileira de Farmacognosia , 2010, DOI: 10.1590/S0102-695X2010005000031
Abstract: this article presents the evaluation of the notifications of adverse events related to medicinal plants and their derivatives (herbal medicines). such evaluations were voluntarily run by the brazilian pharmacovigilance system, coordinated by the brazilian health surveillance agency (anvisa), from january 1999 to march 2009. pharmacovigilance involves the detection of adverse reactions that occur during or after the use of drugs, drug interactions, problems of quality, improper use and inefficacy. there is scarce scientific confirmation about efficacy and safety of herbal medicines, so the notification of adverse events provides of information, and promotes rational use.
Perfura o do septo nasal: etiologia e diagnóstico
Fornazieri, Marco Aurélio,Moreira, Jemima Herrero,Pilan, Renata,Voegels, Richard Louis
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2010,
Abstract: Introdu o: A perfura o do septo nasal é um achado ocasional da rinoscopia anterior e a maioria dos pacientes s o assintomáticos. Contudo, s o várias as etiologias possíveis dessa afec o, fazendo-se necessária uma investiga o criteriosa. Objetivo: Revisar na literatura as principais causas da perfura o septal e descrever os exames diagnósticos atualmente utilizados. Método: Revis o sistemática da literatura de periódicos indexados identificáveis até dezembro de 2008. Comentários Finais: Entre as principais causas, encontram-se as traumáticas/iatrogênicas, o uso de drogas nasais, a exposi o a gazes tóxicos, as doen as inflamatórias e infecciosas e as neoplasias. O diagnóstico se baseia na anamnese detalhada, com enfoque na ocupa o e procedência do paciente, na observa o das características mucosas da les o, na biópsia e na coleta de exames complementares, como o ANCA, guiada pelas suspeitas principais.
Defeitos congênitos em uma regi o de minera o de carv o
Leite Júlio César Loguercio,Schüler-Faccini Lavínia
Revista de Saúde Pública , 2001,
Abstract: OBJETIVO: Avaliar a rela o entre o impacto ambiental decorrente da extra o de carv o e sua repercuss o na saúde reprodutiva de uma popula o, residente em pequenas cidades do Sul do Brasil, pela observa o da freqüência de defeitos congênitos nos recém-nascidos. MéTODOS: Foram monitoradas as freqüências de oito defeitos congênitos em 10.391 nascidos vivos, ocorridos no período de janeiro de 1985 a dezembro de 1995 em um hospital localizado no município de S o Jer nimo, RS. Destes, foram selecionados oito maiores defeitos congênitos, e a análise de suas prevalências ao nascimento visou reduzir os possíveis erros-diagnósticos. As taxas de defeitos congênitos foram comparadas às de outros hospitais geograficamente próximos e às fornecidas pelo Estudo Colaborativo Latino-Americano de Malforma es Congênitas (ECLAMC) para a América Latina. RESULTADOS/CONCLUS ES: As freqüências observadas n o diferiram das encontradas em hospitais regionais e no ECLAMC. O pequeno número de crian as avaliadas mostra apenas algumas tendências, concluindo serem necessários outros estudos mais profundos.
Concentra o de chumbo, defeitos de esmalte e cárie em dentes decíduos
Gomes Viviane Elisangela,Wada Ronaldo S,Cury Jaime Aparecido,Sousa Maria da Luz Rosário de
Revista de Saúde Pública , 2004,
Abstract: OBJETIVO: Verificar a rela o da concentra o de chumbo no esmalte de dentes decíduos com a presen a de defeitos de esmalte e sua rela o com cárie dental em pré-escolares. MéTODOS: A amostra foi de 329 crian as de pré-escolas municipais de uma área próxima de indústrias (N=132) e outra n o industrial (N=197) da cidade de Piracicaba, Estado de S o Paulo. Essa amostra pertencente a um estudo inicial realizado entre 2000 e 2001 no qual o chumbo foi analisado por meio de biópsia de esmalte. Foram realizados exames clínicos bucais para verifica o da prevalência de defeitos de esmalte (Developmental Defects of Enamel Index - DDE, da Federa o Dentária Internacional - FDI) e cárie (índice ceos, Organiza o Mundial da Saúde), em ambas regi es. Foram utilizados teste de qui-quadrado e cálculo do risco relativo ao nível de significancia de 5%, considerando cada regi o separadamente. RESULTADOS: Houve maior propor o de crian as com cárie entre aquelas com maiores concentra es de chumbo nos decíduos na regi o n o industrial (p=0,02), o que n o se observou na regi o industrial (p=0,89). Houve risco relativo (RR) aumentado de cárie nas crian as da regi o n o industrial o que n o foi verificado nas crian as da regi o industrial. N o se observou rela o entre a presen a de chumbo e os defeitos de esmalte. CONCLUS ES: N o foram encontados dados que evidenciassem a rela o entre concentra o de chumbo e defeitos no esmalte em nenhuma das regi es pesquisadas. N o foi encontrada rela o entre chumbo e cárie na regi o industrial, ressaltando a necessidade de mais estudos dessas rela es.
Perfura o do septo nasal: tratamento e revis o da literatura  [cached]
Martinez Neto, Eulógio Emílio,Dolci, Luiz Eduardo Lutaif,Murta, Alexandre Antonio,Zanini, Fábio Duro
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2010,
Abstract: Introdu o: O presente trabalho consiste de uma revis o da bibliografia a respeito de artigos relacionados às diferentes manifesta es e formas da perfura o nasal septal, com ênfase principal na descri o de suas técnicas de corre es cirúrgicas. Quanto à etiologia, essa é fundamentalmente iatrogênica, por consequência de trauma cirúrgico. Outras causas incluem exposi o a reagentes químicos industriais, uso de cocaína, terapêutica esteroídica intranasal, neoplasias e condi es infecciosas. Há poucos dados com rela o à prevalência de perfura o do septo na popula o em geral. As tomadas de decis o sobre corre o cirúrgica ou tratamento médico dependem das características anat micas e da patogênese da perfura o septal.
Tratamento endoscópico de fístulas da árvore traqueobr?nquica com dispositivos para a corre??o de defeitos do septo interatrial: resultados preliminares
Scordamaglio, Paulo Rogério;Tedde, Miguel Lia;Minamoto, Hélio;Pedra, Carlos Augusto Cardoso;Jatene, Fábio Biscegli;
Jornal Brasileiro de Pneumologia , 2009, DOI: 10.1590/S1806-37132009001100015
Abstract: fistulas in the tracheobronchial tree (bronchopleural and tracheoesophageal fistulas) have a multifactorial etiology and present a variable incidence in the literature. in general, the related morbidity and mortality are high. once such a fistula has been diagnosed, surgical closure is formally indicated. however, the clinical status of affected patients is usually unfavorable, which precludes the use of additional, extensive surgical interventions. in addition, attempts at endoscopic closure of these fistulas have seldom been successful, especially when the fistula is large in diameter. we report the cases of three patients submitted to endoscopic closure of fistulas, two of which were larger than 10 mm in diameter, by means of the insertion of atrial septal defect occluders. the procedure was minimally invasive, and the initial results were positive. the results indicate that this is a promising technique for the resolution of tracheobronchial tree fistulas.
Associa o entre o Uso de Abortifacientes e Defeitos Congênitos  [cached]
Moreira Lilia Maria de Azevedo,Dias Alba Lima,Ribeiro Hilda Beatriz da Silva,Falc?o Clarissa Lima
Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia , 2001,
Abstract: Objetivo: verificar a associa o entre o uso de abortivos durante o primeiro trimestre de gesta o e a ocorrência de defeitos congênitos em recém-nascidos (RN). Métodos: estudo caso-controle com amostra de 800 nativivos, em maternidade pública de Salvador, Bahia, pelo período de um ano. Eram selecionados os seis primeiros nascimentos ocorridos em um só dia, sendo feitas consultas aos prontuários para verifica o do registro de defeitos congênitos. Nos casos positivos eram observados os bebês afetados e realizada entrevista com as puérperas para o levantamento de antecedentes gestacionais e genéticos, utilizando questionário como instrumento de coleta de dados. Posteriormente os dados eram inseridos em programa de computador Epi-Info 5.0 para análise estatística. Resultados: as puérperas estudadas foram predominantemente de classe socioecon mica baixa (74,8%), sem escolaridade ou apenas 1o grau (61,1%). A taxa geral de defeitos congênitos foi de 4,7%. Entre as puérperas, 16% relataram a ingest o de substancias abortivas no primeiro trimestre de gesta o e 10,9% destas tiveram filhos com malforma es. Nas crian as em que as m es n o utilizaram abortivos essa incidência foi 3,6%. Os principais agentes usados como abortifacientes foram os chás medicinais e o misoprostol (Cytotec). O alum (Vermonia baiensis Tol) e o espinho cheiroso (Kanthoxilum shifolium Lam) foram as plantas mais utilizadas inadequadamente, pois n o apresentam propriedades abortivas, justificando assim a sua ineficácia. Conclus o: o presente estudo evidencia que tentativas de abortamento s o práticas muito usuais em popula es de baixa renda. Revela ainda que o uso de abortivos provoca um percentual significativo de malforma es congênitas em bebês nativivos.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.