oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Eficiência da sele o univariada direta e indireta e de índices de sele o em Eucalyptus grandis  [cached]
Martins Ildeu Soares,Cruz Cosme Dami?o,Regazzi Adair José,Pires Ismael Eleotério
Revista árvore , 2003,
Abstract: Utilizando experimentos que envolviam famílias de meios-irm os de Eucalyptus grandis, em seis locais, onde foram anotados dados de circunferência à altura do peito (CAP), altura de plantas (ALT), incidência de ferrugem (FER), incidência de cancro (CAN) e número de árvores normais por parcela (NAR), foram comparadas as metodologias de sele es direta e indireta e índices de sele o (clássico e de Pesek e Baker) com rela o às características avaliadas. As sele es direta e indireta n o apresentaram distribui o de ganhos genéticos esperados adequada aos propósitos do presente trabalho. O índice clássico e o de Pesek e Baker apresentaram distribui o de ganhos genéticos esperados mais equilibrada.
Moda e arte: Mundos da cultura em constante processo de transforma o
Daniela Stocco
Sociologia & Antropologia , 2012,
Abstract: Resenha de Ensaios sobre moda, arte e globaliza o cultural. Crane, Diana (organizadora: Maria Lucia Bueno). S o Paulo: Ed. Senac, 2011, 272p.
Oscila o genética em popula es submetidas a métodos de sele o tradicionais e associados a marcadores moleculares  [cached]
Carneiro Paulo Luiz Souza,Malhado Carlos Henrique Mendes,Euclydes Ricardo Frederico,Torres Robledo de Almeida
Revista Brasileira de Zootecnia , 2006,
Abstract: Com o objetivo de avaliar o efeito da oscila o genética em popula es sob sele o com diferentes tamanhos efetivos, foram simulados dados utilizando-se o programa GENESYS. A sele o foi praticada durante 20 gera es consecutivas, com base na sele o individual (SI) e nos valores genéticos preditos pelo BLUP Clássico (BLUP) e pelo BLUP Marcadores (BLUPM), com 30 repeti es. A matriz de similaridade adotada no BLUP Marcadores foi obtida utilizando-se 100 marcadores moleculares do tipo microssatélite, por meio de um coeficiente de similaridade correspondente à distancia euclidiana média para dados quantitativos. Foram simuladas seis popula es de sele o, correspondendo a dois tamanhos efetivos (18,18 e 66,66) e três sistemas de acasalamento dos reprodutores selecionados (reprodutores acasalados ao acaso, exclus o de irm os completos e exclus o de irm os completos e meio-irm os). O parametro avaliado foi o valor fenotípico médio. Observou-se grande varia o nos valores fenotípicos obtidos pelos métodos, em raz o da oscila o genética, principalmente para a sele o baseada nos valores genéticos preditos pelo BLUP e BLUPM e para as popula es com tamanho efetivo menor (18,18). Os resultados sugerem que, em programas de melhoramento que utilizam pequenas popula es sob sele o, os resultados podem ser influenciados pela oscila o genética, podendo apresentar grandes varia es nos ganhos genéticos.
Variabilidade genética e limite da sele o em popula es de diferentes tipos de acasalamento  [cached]
Cunha E.E.,Euclydes R.F.,Torres R.A.,Lopes P.S.
Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , 2004,
Abstract: Popula es de cinco diferentes tipos de acasalamento, submetidas à sele o baseada no melhor preditor linear n o-viesado (BLUP), foram avaliadas quanto às perdas genéticas por fixa o de alelos desfavoráveis e limite da sele o, durante 50 gera es. Foram utilizados dados simulados na obten o do genoma dos indivíduos de todas as popula es. Uma característica quantitativa de herdabilidade 0,10 foi estudada em popula es de sele o, com a seguinte estrutura de dados: raz o sexual de 10, 20, 25 e 50 e tamanho efetivo da popula o de 36,36, 19,05, 15,38, e 7,84, respectivamente. Para cada raz o sexual, formaram-se popula es correspondentes aos tipos de acasalamento efetuados entre os reprodutores, em todas as gera es: acasalamentos preferenciais entre meios-irm os e irm os completos, acasalamentos preferenciais entre meios-irm os, acasalamentos ao acaso, exclus o de acasalamentos entre irm os completos e exclus o de acasalamentos entre meios-irm os e irm os completos. Valores percentuais mais baixos para locos fixados desfavoravelmente e limite da sele o mais alto foram observados na menor raz o sexual (d= 10), na qual houve também melhor distin o entre os tipos de acasalamento estudados.
Avalia o e sele o de híbridos de cacaueiro em Rond nia  [cached]
Carvalho Claudio Guilherme Portela de,Almeida Caio Márcio Vasconcellos Cordeiro de,Cruz Cosme Dami?o,Machado Paulo Fernandes Rodrigues
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2001,
Abstract: Este trabalho teve como objetivo avaliar e selecionar híbridos de cacaueiro, quanto a rendimento e qualidade de sementes, nas condi es ecológicas do Município de Ouro Preto do Oeste, Rond nia. A sele o foi feita comparando-se, pelo teste de Duncan, as médias das medidas dos componentes de rendimento avaliados em um ensaio conduzido entre 1986 e 1991. O delineamento experimental usado foi o de blocos completos casualizados. Os melhores desempenhos, quanto aos caracteres avaliados, foram obtidos em cruzamentos que incluíram os clones POUND 7 e BE 10 (número total de frutos coletados), SCA 6 e PA 150 (número total de frutos sadios), PA 150 (peso total de sementes úmidas), IMC 67 e POUND 7 (peso médio de sementes úmidas por fruto). Na análise simultanea dos caracteres, os híbridos SCA 6 x ICS 1, PA 150 x SIC 328 e IMC 67 x BE 8 sobressaíram-se, em rela o aos demais.
Gerenciamento de impress o e entrevista de sele o: camale es em cena Management and of impression and selecting interview: chameleons in spot  [cached]
Carmem Ligia Iochins Grisci,Maria Luisa Carvalho
Psicologia: Ciência e Profiss?o , 2004, DOI: 10.1590/s1414-98932004000200009
Abstract: O artigo trata das rela es entre gerenciamento de impress o (GI) e comportamento de candidatos a cargos de gerência intermediária e de selecionadores em entrevista de sele o. Trata-se de pesquisa exploratória, realizada em duas consultorias de RH, tendo como sujeitos trinta candidatos e quatro selecionadoras. Os dados foram coletados através de entrevistas individuais, observa es diretas e fontes documentais, sendo analisados à luz do referencial teórico. Os resultados indicam que candidatos e selecionadoras empregam estratégias e táticas de GI durante a entrevista de sele o. Percebe-se, ainda, uma homogeneiza o das orienta es oferecidas aos candidatos, bem como do comportamento destes durante a entrevista de sele o, que resulta de modos de subjetiva o ou de produ o de estilos de vida que constroem sujeitos camale nicos. This research discusses the relationships among the impression management (IM) and the behavior of applicants for intermediate management positions and job interviewers. This is an exploratory research developed at two human resources consulting companies. The subjects were 30 applicants and 4 job interviewers. The data were collected through individual interviews, direct observation and documentary sources and the analysis was made based on the theoretical references. The results indicate that applicants and interviewers use IM strategies and tatics in the job interview . There is a homogenization of the guidelines given to the applicants, as well as their behavior, during the job interview, that results in subjectification strategies or types of creation of lifestyles that build chameleonic individuals.
Uma proposta de sele o para caracteres quantitativos e qualitativos em aveia  [cached]
Benin Giovani,Carvalho Fernando Irajá Félix de,Oliveira Ant?nio Costa,Silva José Antonio Gonzales da
Ciência Rural , 2004,
Abstract: Em aveia (Avena sativa L.), a utiliza o de técnicas que minimizem os efeitos de ambiente na express o do fenótipo e que facilitem a identifica o de genótipos de superior rendimento de gr os, baixa estatura e tolerantes ao alumínio tóxico s o aspectos de fundamental importancia para o desenvolvimento de cultivares mais promissores e com adaptabilidade a áreas consideradas marginais. Desta forma, genótipos selecionados pelo método colméia de condu o de popula es segregantes, em três diferentes cruzamentos, foram submetidos a testes simultaneos para tolerancia ao alumínio tóxico (Al+3) e insensibilidade ao ácido giberélico (AG3), objetivando a identifica o de constitui es genéticas superiores. A técnica utilizada possibilitou a sele o de plantas de alto potencial produtivo, menor estatura (insensíveis ao AG3) e mais tolerantes ao Al+3, podendo ser aplicada com sucesso em programas de melhoramento genético com a cultura da aveia hexaplóide cultivada.
Sele o de hábitat em duas espécies de jararaca (Bothrops moojeni Hoge e B. neuwiedi Wagler) (Serpentes, Viperidae)  [cached]
BORGES R. C.,ARAUJO A. F. B.
Revista Brasileira de Biologia , 1998,
Abstract: Foram utilizados dados relativos ao uso de hábitat por espécimes de Bothrops moojeni e B. neuwiedi (Serpentes, Viperidae) provenientes de doa es ao Jardim Zoológico de Brasília, Universidade de Brasília, Jardim Botanico do Distrito Federal e de um experimento de semicativeiro. Os resultados indicaram forte segrega o de hábitat entre ambas as espécies, sendo B. neuwiedi amplamente restrita a áreas abertas, enquanto B. moojeni utiliza principalmente a mata e o ecótono. N o foi encontrada diferen a significativa na sele o de hábitat entre indivíduos mantidos isolados e aqueles confinados em um mesmo cercado. Assim, aparentemente, uma espécie n o interfere diretamente na sele o de hábitat da outra.
Coeficiente de correla o entre caracteres agron micos e de qualidade do gr o e sua utilidade na sele o de plantas em aveia  [cached]
Kurek Andreomar José,Carvalho Fernando Irajá Félix de,Oliveira Ant?nio Costa de,Cargnin Adeliano
Ciência Rural , 2002,
Abstract: A sele o de plantas para caracteres governados por mais de um gene é, muitas vezes, uma tarefa difícil de ser conduzida. Neste sentido, a utiliza o de caracteres correlacionados pode favorecer na identifica o dos melhores indivíduos, para que estes sejam selecionados. Todavia, a presen a de correla o fenotípica "per se" n o garante ao melhorista uma existência causal de correla o genética entre dois caracteres. Assim, o presente trabalho foi proposto com o objetivo de determinar a rela o existente entre seis caracteres agron micos e de qualidade do gr o, através da estimativa da correla o fenotípica, genética e de ambiente. O experimento foi conduzido no ano de 2000 na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal de Pelotas - UFPel - Brasil. Os estudos de correla es envolveram os caracteres percentual de cariopse, peso médio do gr o, número de gr os/panícula, peso de panícula, ciclo vegetativo e estatura de plantas em dois cruzamentos de aveia branca, OR 2 ×UPF 7 e UPF 7 × CTC 5. Os coeficientes de correla o fenotípica apresentaram uma alta significancia; fato este determinado pelo elevado número de graus de liberdade, em fun o do grande número de plantas. Os maiores valores de correla o fenotípica foram observados entre os caracteres peso de panícula e o número de gr os/panícula com valores similares de 0,93 e 0,94 para os cruzamentos OR 2 ×UPF 7 e UPF 7 × CTC 5, respectivamente. Entretanto, os valores da correla o de ambiente considerando estes mesmos caracteres foram os maiores entre todos os caracteres. Os coeficentes de correla o genética, por sua vez evidenciaram valores baixos, o que permite afirmar que o uso de caracteres correlacionados n o forneceu subsídios confiáveis à sele o indireta.
Avalia o de Competências e Sele o de Pessoal Qualificado em Atividades Específicas – Aplica o de um Modelo Baseado na Lógica Fuzzy  [PDF]
Jesús Domech More,Harvey José Santos Ribeiro Cosenza
Cadernos do IME : Série Estatística , 2007,
Abstract: O objetivo deste artigo é mostrar a aplica o de um modelo, baseado na lógica Fuzzy, de apoio à tomada de decis es, para avalia o de competências e sele o de pessoal qualificado no desempenho de atividades específicas, no nosso caso, avalia o em ensaios n o destrutivos por ultra-som (END). Considerando competências como um repertório de comportamento que pessoas e/ou organiza es dominam, torna-se necessário estabelecer um processo sistematizado, com metodologia específica, passível de mensura o e compara o, a fim de se identificar a melhor competência e sele o de pessoal. Para o caso analisado, estima-se que, as competências e o comportamento humano s o responsáveis por 50% a 80 % dos acidentes tecnológicos ocorridos, e que a taxa relativa de detec o do defeito durante a inspe o é de aproximadamente 50 %. O procedimento metodológico utilizado consistiu em identificar 59 fatores de incidência no comportamento humano. Estes foram avaliados a partir de termos lingüísticos por especialistas e pelos próprios inspetores. Como resultado, foram identificados os aspectos mais importantes para a confiabilidade humana na execu o das atividades. Permitindo que a Organiza o fa a a sua escolha com maior confian a.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.