oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Etnografia dos usos sociais do corpo da garota de programa
Fábio Lopes Alves
Revista Latinoamericana de Estudios Sobre Cuerpos, Emociones y Sociedad (RELACES) , 2011,
Abstract: O presente texto tem o objetivo de apresentar, através de uma narrativa etnográfica, como o corpo das garotas de programa é utilizado durante a intera o social com os clientes em situa es rotineiras no interior de um cabaré brasileiro. Fundamentado em referenciais teóricos antropológicos, analiso como essas mulheres constroem suas rela es cotidianas no ambiente de prostitui o, focalizando especificamente os usos sociais que elas fazem do próprio corpo. Com este texto pretendo contribuir para os estudos sobre corporalidades, intera es sociais, gênero e sociabilidade ao descrever os principais eventos ocorrentes nessa trama. A discuss o, que aqui se apresenta de forma condensada, se constitui numa espécie de moldura das outras categorias de análises investigadas e discutidas no livro do autor: “Noites de cabaré: prostitui o feminina, gênero e sociabilidade na zona de meretrício”.
Os encantamentos de Michelet, ou o sortilégio da narrativa  [cached]
Moacyr Laterza Filho
Caligrama : Revista de Estudos Romanicos , 1997,
Abstract: Resumo: Neste ensaio, faz-se uma abordagem de A Feiticeira, obra do historiador francês Jules Michelet, mostrando-se os elementos tipicamente ficcionais que lhe constituem a narrativa. Procura-se posicionar, portanto, o texto de Michelet numa regi o limítrofe entre os textos ditos “literários” e os ditos “n o literários”. Palavras-chave: Literatura francesa; Jules Michelet; A Feiticeira. Résumé: Dans cet essai, on fait une approche littéraire de La Sorcière, oeuvre de l’historien fran ais Jules Michelet, en indicat ce qui appartient proprement à la fiction dans son texte. C’est notre intention le placer à la frontière des textes qu’on appelle littéraires et ceux qui ne sont pas mis dans cette classification. Mots-clés: Littérature fran aise; Jules Michelet; La Sorcière. Keywords: French literature; Jules Michelet; La Sorcière.
A dimens o da linguagem na narrativa de Adriana Falc o: análise de algumas artimanhas linguístico-discursivas em Luna Clara & Apolo Onze
Anete Mariza Torres Di Gregorio
Revista e-scrita : Revista do Curso de Letras da UNIABEU , 2011,
Abstract: Este trabalho objetiva inicialmente refletir sobre o ensino de Língua Portuguesa, levando-se em conta a tríade: leitura/língua(gem)/literatura. Para tal, elege-se uma das obras de Adriana Falc o, cuja escritura mostra apre o à língua materna. Tendo-se em vista mostrar a dimens o da linguagem na narrativa de Falc o, apresenta-se – à luz dos estudos de Dominique Maingueneau – a análise de algumas artimanhas linguístico-discursivas em “Luna Clara & Apolo Onze”. Maingueneau considera válido aplicar as leis do discurso às produ es literárias. Chama a aten o para o fato de que a enuncia o da cria o ficcional fundamenta-se nas leis do discurso, no entanto, n o se limita a elas. Cabe ao autor administrar a elabora o de sua obra – encaixada em um determinado contrato da literatura – visando à n o frustra o do leitor.
Avan os e retrocessos no mercado de televis o em língua portuguesa Advances and regression in the Television Market in Portuguese  [cached]
Luiz Guilherme Duarte
Estudos de Sociologia , 2007,
Abstract: A televis o por assinatura na América Latina parece se desenvolver como uma expans o do Mercado Hispanico nos Estados Unidos. Isso significa uma desvantagem para o Mercado de língua portuguesa, limitado nas Américas ao Brasil. Muito se reclama de canais estrangeiros dublados em espanhol chegando agora ao mercado brasileiro, mas a Rede Globo é a única grande exportadora de TV em língua portuguesa. Palavras-chave: Televis o. Idiomas. Rede Globo. América Latina. The Subscribing Television in Latin America seems to be turning into a Hispanic Market in the United States. It is a disadvantage for the Portuguese market, which is limited to Brazil in America. There is a great claim about the foreign channels in Spanish that are flooding the Brazilian TV market, but the only export alternative for a TV in Portuguese is Rede Globo. Keywords: Television. Idioms. Rede Globo. Latin America.
Os usos políticos locais da "integra??o regional"
Boivin, Maurício;
Revista Brasileira de Ciências Sociais , 2004, DOI: 10.1590/S0102-69092004000200008
Abstract: the attitudes of entrerriano politicians towards integration with rio grande do sul are not homogenous. in fact, if the three justicialist governments in power from 1987 to 1999 propelled such process, the new ucr administration has kept it void, closing the casa da provícia de entre ríos em porto alegre (rgs). while the justicialist party promoted the association between its province and rio grande do sul in order to create an "horizontal axis" to oppose the buenos aires-s?o paulo "vertical axis," the current government intends to incorporate itself to the last one. and that is not all, for the diversity of positions on the subject not only is a battle between officialism and opposition, but is also found within each political party. that way, the "integration" that had the local political processes as source for its development turns into a factor falling onto the entreterriana political activity in all its ambits of aggregation. it is interesting to analyze ways of political utilization of representing organs with respect to "integration." the article will, then, examine how much the social representations are both appropriated and used by political specialists in the course of the definite processes of their relative position in the political domain.
Crist os na índia no século XVI: a presen a portuguesa e os viajantes italianos
Doré Andréa
Revista Brasileira de História , 2002,
Abstract: Os mercadores das cidades italianas, atraídos pela rota do Cabo inaugurada por Vasco da Gama, acabaram por ser os principais divulgadores da a o portuguesa no período dito das descobertas. Embora europeus e crist os, os viajantes italianos na ásia ao longo do século XVI utilizavam a rede crist estabelecida pelos portugueses quando lhes convinha, mas n o estavam vinculados a um projeto de conquista ou de domina o mais amplo. Nem descobridores, nem mediadores ou intermediários, esses viajantes, para finalidade deste artigo, oferecem uma vis o "de fora" da presen a portuguesa na índia, apontam o apego dos portugueses pelo mar, seu desinteresse ou incapacidade de penetra o no território e contribuem para a compreens o do império asiático-português como um império sitiado, constituído por enclaves no litoral, cercado de um lado pelo mar, de onde vinham as riquezas e também os principais inimigos - os holandeses no final do quinhentos - e por outro lado pelos reinos asiáticos.
Os antigos e a na o: algumas reflex es sobre os usos da antiguidade clássica no IHGB (1840-1860)  [cached]
Rodrigo Turin
Atelier du Centre de Recherches Historiques , 2011, DOI: 10.4000/acrh.3748
Abstract: O objetivo deste artigo é discutir, a partir da reconstru o de alguns usos da antiguidade clássica no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, algumas limita es e problemas na aplica o do modelo koselleckiano de forma o do conceito moderno de História em espa os lingüísticos distintos daquele analisado pelo historiador alem o. A reconstru o destes usos dos antigos, tendo em vista os contextos de debates e os gêneros de escrita nos quais se inserem, é apresentada aqui como um caminho de análise que possibilita resgatar os diferentes modos de representa o do passado, enfatizando suas especificidades e contingências. L’objectif de cet article est de partir de la reconstruction des usages de l’antiquité classique dans le cadre de l’Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro pour discuter et mettre en question quelques limites de l’application du modèle koselleckien de formation du concept moderne d’Histoire à des espaces linguistiques autres que ceux analysés par l’historien allemand. La reconstruction de ces usages des anciens par l’IHGB tient en compte les contextes des débats intellectuels ainsi que les genres d’écriture où ils s’inscrivent, et elle est ici présentée comme une voie permettant de saisir les différentes modalités de représentation du passé, tout en mettant en relief leurs spécificités et contingences. The aim of the present article is to discuss some limitations and problems raised when applying the Koselleck’s model of modern concept of History into linguistic spaces other than that studied by this German historian. The reconstruction of the ways in which the ancients are used by the Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, considered together with the intellectual contexts as well as the writing genres enrolled in each text, enable the comprehension of different means to represent the past, emphasizing its specificities and contingencies.
Sur o no Sur: a constru o transnacional da América Latina desde as migra es e os usos sociais da internet  [cached]
Liliane Dutra Brignol
Ciberlegenda , 2010,
Abstract: O objetivo do artigo é explorar as narrativas identitárias em torno da América Latina construídas a partir da experiência de deslocamento de migrantes latino-americanos residentes em Barcelona, Espanha, e Porto Alegre, Brasil. Buscamos entender como modos plurais de experimentar a identidade latino-americana pelos migrantes permitem observar implica es nos usos sociais da internet. Na investiga o empírica, a partir de uma perspectiva etnográfica, percebemos que parte da vivência da latino-americanidade relacionada aos usos da internet se dá pelo consumo e produ o cultural. A diversidade de sites propostos com referência às identidades nacionais e à América Latina também pode ser entendida como manifesta o de um sentido de latino-americanidade percebido como vivência transnacional.
Masculinidades na encruzilhada: hegemonia, domina o e hibridismo em Maputo  [cached]
Sofia Aboim
Análise Social , 2008,
Abstract: Em 2003 foi aprovada em Mo ambique uma nova Lei da Família, propondo vis es modernistas e igualitárias da família e do género. Face às mudan as ocorridas na sociedade urbana de Maputo, como est o os homens a (re)construir as suas identidades? Discutimos a pluraliza o das masculinidades, observando o hibridismo da domina o através de trajectos de homens entre mundos , no cruzamento das tradi es pré-coloniais, das heran as do colonialismo e de uma sociedade pós-colonial globalizada. In 2003 a new Family Law was approved in Mozambique, based on modernist and egalitarian conceptions of family and gender. In the light of the changes which have taken place in urban society in Maputo, how are men building and rebuilding their identities? This article discusses the pluralization of masculinities, observing the hybrid nature of domination through the trajectories of men who are between worlds , at points where pre-colonial traditions, colonial legacies and a globalized post-colonial society intersect.
Avan os e retrocessos nas propostas de ensino de Língua Portuguesa: quest es de ideologia e de poder
Maria Sílvia Cintra Martins
Linguagem em (Dis)curso , 2008,
Abstract: Chamamos neste artigo a aten o para as quest es de ideologia e de poder de cuja influência freqüentemente n o nos damos conta, embora estejam sempre presentes nos contextos cotidianos de sala de aula, atravessando-os. Temos como principal objetivo alertar para os vetores que exercem press o sobre a atua o do professor. Detemo-nos em considera es a respeito dos diferentes guias curriculares para o ensino de Língua Portuguesa. Discutimos de que forma as diretrizes recentes adotadas pela Secretaria da Educa o do Estado de S o Paulo, na forma dos “Cadernos do Professor”, representam um retrocesso histórico em fun o de certos componentes ideológicos e hegem nicos que comportam.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.