oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Condutividade elétrica da solu o nutritiva e produ o de alface em hidroponia  [cached]
Costa Paulo César,Didone Evanessa B.,Sesso Thaís M.,Ca?izares Kathia Alexandra Lara
Scientia Agricola , 2001,
Abstract: A varia o da condutividade elétrica da solu o nutritiva altera a absor o de água e nutrientes pelas plantas, interferindo no metabolismo e, consequentemente, na produ o das mesmas. Este trabalho, conduzido no período de agosto a outubro de 1999, avaliou o efeito da condutividade elétrica (CE) sobre a produ o e desenvolvimento de alface americana de cabe a crespa, cultivar Ryder em hidroponia. As tendências de varia o da condutividade elétrica do meio nutritivo, durante o desenvolvimento da alface, foram também avaliadas. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado com seis repeti es e três tratamentos, constituídos pelas condutividade elétricas: CE1= 1,46, CE2= 2,46 e CE3= 4,21 (± 0,24) mS cm-1. O diametro e altura da cabe a e peso seco da raiz n o foram influenciados pelas condutividades elétricas da solu o nutritiva. Os maiores pesos do material fresco e seco foram conseguidos com CE 2,46 (± 0,24) mS cm-1. Todos os tratamentos apresentaram a tendência de diminui o da condutividade elétrica, durante o cultivo da alface verificando-se que a condutividade elétrica teve influência sobre as características de produ o da alface americana.
Qualidade de cultivares de alface produzidos em hidroponia  [cached]
Ohse Silvana,Dourado-Neto Durval,Manfron Paulo Augusto,Santos Osmar Souza dos
Scientia Agricola , 2001,
Abstract: O objetivo do presente trabalho foi determinar a composi o centesimal de seis cultivares de alface (Aurora, Brisa, Lívia, Mimosa, Regina e Ver nica) utilizando quatro solu es nutritivas em Santa Maria, RS. Foi utilizado o delineamento experimental inteiramente casualizado com parcelas subdivididas. O experimento constou de oito bancadas, duas para cada solu o nutritiva, sendo que cada bancada continha seis canais, um para cada cultivar. O espa amento utilizado foi 0,18 m entre canais e 0,25 m entre plantas no canal. A solu o Ueda, por ter concentra o de nutrientes inicial baixa e por essa n o ter sido mantida, apresentou maior produ o de massa de matéria seca, valor calórico, teores de extrato etéreo e de fibras, depreciando a qualidade do produto final. A alface sob hidroponia (solu es Castellane-Araújo, Furlani e Bernardes) é um alimento altamente saudável por manter ou melhorar sua composi o centesimal (teores de proteína, extrato etéreo, fibra e resíduo mineral) quando comparada com a cultivada no solo, e por ser um produto de baixo valor calórico.
Produtividade, acúmulo de nitrato e estado nutricional de cultivares de alface, em hidroponia, em fun o de fontes de nutrientes  [cached]
Fernandes Adriano Alves,Martinez Herminia Emilia Prieto,Pereira Paulo Roberto Gomes,Fonseca Maira Christina Marques
Horticultura Brasileira , 2002,
Abstract: Foram avaliados a produtividade, acúmulo de nitrato e estado nutricional das cultivares de alface Regina, Babá de Ver o e Grandes Lagos em cultivo hidrop nico. O experimento foi conduzido no outono, de 25/03 a 20/05/99 em estufa da UFV. Foram avaliados dois conjuntos de fontes de nutrientes para compor as solu es nutritivas de crescimento vegetativo, que continham: 13,6; 1,0; 7,0; 4,48; e 2,5 mmol L-1 de N, P, K, Ca e Mg, respectivamente. O enxofre foi fornecido na concentra o de 3,5 ou 2,5 mmol L-1 e os micronutrientes nas concentra es de 45; 32; 46; 2; 0,9; e 0,2 mmol L-1 para Fe, Mn, B, Zn, Cu e Mo, respectivamente. A solu o 1 forneceu 21,9% de N na forma amoniacal, e a solu o 2, 100% de N na forma de nitrato. As fontes de P empregadas foram fosfato monoam nico e fosfato monopotássico para as solu es 1 e 2 respectivamente, sendo que esta varia o implicou no uso de diferentes quantidades de KCl nas solu es, o que proporcionou concentra es diferentes de Cl, apresentando-se 6,76 e 2,18 mmol L-1 para as solu es 1 e 2, respectivamente. O cultivo foi feito em recipiente plástico com 8L de capacidade, contendo três plantas. Os recipientes foram arranjados de modo que se obtivesse espa amento de 0,22 m entre plantas. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso com seis repeti es, em arranjo fatorial 2 x 3 (solu es x cultivares). Cada parcela foi constituída por três plantas. Foram avaliados o peso da matéria fresca da parte aérea, folhas, raízes e caule, número de folhas, comprimento do caule, porcentagem de matéria seca das folhas e estado nutricional da planta. A cv. Regina produziu 233 g planta-1 e a cv. Babá de Ver o 193 g planta-1. Os resultados obtidos para a cultivar Grandes Lagos n o foram satisfatórios nas condi es do experimento. A solu o 1 proporcionou menores concentra es de nitrato para as cultivares Grandes Lagos (1082 mg kg-1 de matéria fresca) e Regina (1092 mg kg-1 de matéria fresca). As plantas apresentaram altas concentra es de Mn, mas sem sintomas de toxidez. Em geral, a nutri o das plantas foi adequada para os dois conjuntos de fontes de nutrientes testados.
EFEITO DE DIFERENTES NíVEIS DE NITRATO DE CáLCIO EM ALFACE NO SISTEMA HIDROP NICO
CORTEZ, Jorge Wilson,BONILHA, Maria Alice Figueiredo Martins,TEIXEIRA, Antonio Nascimento Silva
Nucleus , 2009,
Abstract: The objective of this was of verifying the effect the concentration of nitrate of calciumin the solution to cultivate lettuce in system hydroponic the area of Uberaba. The methodology usedconsisted of a group of buckets linked to an aeration system that promotes the oxygenation of thesolution, being the experiment mounted in homogeneous portion . The treatments were based on theinitial concentration of nitrate of calcium of 750 g 1000 L-1 of water corresponding to 100%, the othertreatments were of 75%, 50%, 25% and 0%. The treatments of 100% the 25% were the ones obtained thebest production results in the weighing of the fresh heads of lettuce, the other treatment didn't have significant difference of those but visually they were very smaller. In the analyzes of matter dries the treatment 100% and 75% obtained better results differing of the witness. Matter dries of the heads of lettuce just had difference when the amount of nitrate of calcium placed was zero.O objetivo deste trabalho foi de verificar o efeito de concentra es de nitrato de cálcio nasolu o nutritiva para cultivo de alface em sistema hidrop nico na regi o de Uberaba. A metodologiautilizada constou de conjunto de baldes ligados a um sistema de aera o que promove a oxigena o dasolu o, sendo o experimento montado no Delineamento Inteiramente Casualizado (DIC) em casa devegeta o. Os tratamentos foram baseados na concentra o inicial de nitrato de cálcio de 750 g 1000 L-1de água correspondendo a 100%, sendo que os demais tratamentos foram de 75%, 50%, 25% e 0% destaconcentra o com cinco repeti es. Os tratamentos de 100% a 25% foram o que obtiveram os melhoresresultados de produ o na massa dos pés de alface frescos, enquanto que os demais tratamentos n odiferiram, porém, visualmente foram bem menores. Na análise de matéria seca os tratamentos 100% e75% obtiveram os melhores resultados, diferindo da testemunha. Matéria seca dos pés de alface apenastiveram diferen a quando a quantidade de nitrato de cálcio colocada foi zero.
Produ o de alface americana em fun o da aplica o de doses e fontes de fósforo
Mota José H.,Yuri Jony E.,Resende Geraldo M. de,Oliveira Carlos M. de
Horticultura Brasileira , 2003,
Abstract: Avaliou-se o efeito de doses e fontes de fósforo na produ o de alface americana em experimento no município de Santo Ant nio do Amparo, MG, de junho a setembro/98. O delineamento utilizado foi blocos ao acaso em esquema fatorial 2x4, com três repeti es, compreendendo duas fontes de fósforo [superfosfato simples (18% de P2O5) e termofosfato magnesiano (17% de P2O5)], e quatro doses (0, 300, 600, 900 kg ha-1de P2O5). Avaliou-se a produ o total e comercial de alface, comprimento do caule e circunferência da cabe a comercial. Observou-se para a produ o total e comercial efeitos significativos na intera o entre doses e fontes. Para o superfosfato simples houve regress o quadrática em que as doses de 672 e 617 kg ha-1 de P2O5, apresentaram as maiores produ es total e comercial, respectivamente. Quanto ao termofosfato magnesiano verificou-se aumento linear na produtividade. Com o uso da dose de 583 kg ha-1de P2O5 obteve-se o maior comprimento de caule (6,7 cm), sem no entanto, prejudicar o valor comercial. As doses, bem como as fontes de fósforo utilizadas n o apresentaram o efeito significativo com rela o à circunferência da cabe a comercial.
Teor de nitrato em alface hidrop nica em fun o de vaz es e períodos de pós-colheita Nitrate content in hydroponic lettuce in function of flow rate and post-harvest periods  [cached]
Antonio Aprígio,Roberto Rezende,Paulo S. L. de Freitas,André R. da Costa
Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental , 2012, DOI: 10.1590/s1415-43662012000900004
Abstract: O objetivo do trabalho foi determinar o teor de nitrato (NO3-) presente em plantas de alface (Lactuca sativa L.) da cultivar Vera, conduzida por hidroponia, em fun o de vaz es e períodos de pós-colheita. O experimento foi realizado no município de Cascavel, PR, em casa de vegeta o da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). As plantas foram nutridas mediante utiliza o de uma solu o nutritiva caracterizada por possuir condutividade elétrica média de 1,2 dS m-1 e que, ao percorrer toda a bancada de cultivo, retornava ao tanque de irriga o e reiniciava o processo, constituindo, desta forma, um sistema fechado. No experimento, utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado com oito repeti es que foram representadas, individualmente, por duas plantas de alface, no esquema fatorial (3 x 4). Os tratamentos resultaram da combina o entre três vaz es (0,5; 1,0 e 1,5 L min-1) e quatro períodos de armazenamento pós-colheita (0; 24; 48 e 72 h). A determina o do teor de nitrato foi realizada por meio do método colorimétrico e os valores obtidos foram inferiores ao limite máximo exigido pela Comunidade Europeia. Os fatores investigados influenciaram significativamente os teores médios de nitrato. The objective of this study was to determine the nitrate (NO3-) content present in lettuce plants (Lactuca sativa L.) of the Vera cultivar, produced under hydroponic system, in function of different flow rates and post-harvest periods. The experiment was conducted in the city of Cascavel-PR, in a greenhouse of the Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). The plants were nourished by the use of a nutrient solution, characterized by mean electrical conductivity of 1.2 dS m-1 which after passing the entire growing bench, returned to the irrigation tank and restarted the process, forming a closed system. The experiment was conducted in completely randomized design with eight replications, which were represented, individually, by two lettuce plants, in the factorial scheme (3 x 4). The treatments resulted from the combination among three flow rates (0.5; 1.0; and 1.5 L min-1) and four post-harvest storage periods (0; 24; 48; and 72 h). The nitrate content was determined by the colorimetric method and the obtained values were lower than the maximum limit required by the European Community. The investigated factors influenced significantly the mean levels of nitrate.
Teor de nitrato em alface cultivada em sistemas hidrop nico e convencional  [cached]
Beninni,,Takahashi Hideaki Wilson,Neves Carmen S.V.J.,Fonseca Inês Cristina de B.
Horticultura Brasileira , 2002,
Abstract: O monitoramento do teor de nitrato nos alimentos é importante, uma vez que poder o ser formados compostos prejudiciais à saúde humana e animal após sua ingest o. Com o objetivo de avaliar o teor de nitrato presente em alface, foram coletadas e analisadas as folhas de alface crespa comercializada no Município de Londrina, cultivada em sistemas hidrop nico e convencional. Os valores encontrados variaram entre 26 e 2.568 mg.kg-1 de peso fresco, sendo que as plantas cultivadas em sistema hidrop nico apresentaram teores superiores em rela o às cultivadas em sistema convencional, porém abaixo do limite máximo de nitrato permitido para alface, na Europa.
Produtividade, acúmulo de nitrato e estado nutricional de cultivares de alface, em hidroponia, em fun??o de fontes de nutrientes
Fernandes, Adriano Alves;Martinez, Herminia Emilia Prieto;Pereira, Paulo Roberto Gomes;Fonseca, Maira Christina Marques;
Horticultura Brasileira , 2002, DOI: 10.1590/S0102-05362002000200016
Abstract: the yield, nitrate concentration and nutritional status of the lettuce cvs. regina, babá de ver?o and great lakes cultivated in hydroponic system were evaluated. the experiment was carried out in fall from march to june/99 in a greenhouse of the universidade federal de vi?osa, brazil. two groups of nutrient sources were evaluated to compose the nutritive solutions. the solutions were composed of 13.6; 1; 7; 4.48; and 2.5 mmol l-1 of n, p, k, ca and mg, respectively. the sulfur contents were 3.5 or 2.5 mmol l-1 and micronutrient contents were 45; 32; 46; 2; 0.9; and 0.2 mmol l-1 of fe, mn, b, zn, cu and mo, respectively. the solution 1 supplied 21,9% of n-nh4+, and the solution 2, 100% of n-no3. the phosphorus sources employed were nh4h2po4 and kh2po4 for the solutions 1 and 2, respectively, and this variation implied in the use of different amounts of kcl in the solutions, providing different concentrations of cl of 6.76 and 2.18 mmol l-1 for the solutions 1 and 2, respectively. lettuce plants were grown in plastic recipient with 8 l of capacity. the recipients containing three plants were arranged to obtain spacing of 0.22 m between plants. a randomized block design in a 2 x 3 (solutions x cultivars) factorial scheme, with six replications and three plants per plot was used. the fresh matter of shoots, leaves, roots and stems, number of leaves, stem length, leaves dry matter and plant nutricional status were evaluated. the yield of cv. regina was 233 g plant-1 and of cv. babá de ver?o was 193 g plant-1. the cv. great lakes presented low yield. the solution 1 provided smaller nitrate concentrations for great lakes (1082 mg kg-1 in fresh matter) and regina (1092 mg kg-1 in fresh matter). the plants presented high concentrations of mn, but without toxic symptoms. the plant nutritional status was satisfactory.
Hydroponic lettuce yield in differents electrical conductivity/ Produ o de alface hidrop nico em diferentes condutividades elétricas  [cached]
Regiane Cristine Filgueiras,Hideaki Wilson Takahashi,Elisabete Rumiko Yonamini Beninni
Semina : Ciências Agrárias , 2002,
Abstract: In hydroponic culture is common to evaluate the concentration of nutrient solution through electrical conductivity (EC). The aim of this work was to evaluate the best electrical conductivity of nutrient solution to lettuce crop, cv. Ver nica. Four treatments were studied in differents electrical conductivity of nutrient solution. The Hoagland & Arnon (1950) nutrient solution was used as pattern, which to make several dilution until to get ideal quantities of each nutrient to reach the differents electrical conductivity: 1,0; 1,5; 2,0; 3,0 mS cm-1. The statistic design were blocks, with four treatments and six replications. In the treatment EC = 1,0 mS cm-1 was obtained good yield, with apropriate concentration of N, P, K, Ca, Mg and S and low level of nitrate, lower than the maximum allowed by the Comission of the European Communities. Em cultivos hidrop nicos é usual avaliar o teor de nutrientes da solu o nutritiva através da condutividade elétrica. Este trabalho teve como objetivo determinar a melhor condutividade elétrica da solu o nutritiva para o cultivo de alface tipo crespa cultivar Ver nica. Testaram-se 4 tratamentos que consistiram em diferentes condutividades elétricas da solu o nutritiva. A solu o nutritiva de Hoagland & Arnon (1950) foi utilizada como padr o, da qual realizou-se várias dilui es até a obten o de quantidades ideais de cada nutriente para atingir as diferentes condutividades elétricas: 1,0; 1,5; 2,0; e 3,0 mS cm-1. O delineamento estatístico utilizado foi blocos, com quatro tratamentos e seis repeti es. A partir dos resultados obtidos p de-se concluir que o tratamento CE = 1,0 mS cm-1 proporcionou boa produ o, com concentra es adequadas de N, P, K, Ca, Mg, S e baixo teor de nitrato, estando abaixo do limite máximo de nitrato permitido para alface, na Europa.
Produ o de sementes de alface em cultivo hidrop nico  [cached]
Menezes Nilson Lemos de,Santos Osmar Souza dos,Schmidt Denise
Ciência Rural , 2001,
Abstract: Sementes de alface das cultivares Deyse e Regina foram produzidas em estufa, no sistema hidrop nico, com elevados rendimentos por planta e boa qualidade de sementes, quando comparados a resultados de sistema convencional, de canteiros em campo. Esses dados sugerem estudos de produ o de sementes de alface em cultivo protegido.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.