oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Monitorando a Comunica o na CV-Muzar com o Uso de Agentes Inteligentes
Ana Carolina Bertoletti De Marchi,Roberto dos Santos Rabello,Afonso Alban,Vinícius Andrei Cerbaro
Revista Brasileira de Computa??o Aplicada , 2010, DOI: 10.5335/rbca.2012.642
Abstract: This article describes a Multiagent System (MAS) proposed to monitor conversations in the chat tool of the Muzar Virtual Community (Comunidade Virtual do Muzar, CV-Muzar). Thus, conversational markers and their use in synchronous chat environment are being analyzed to propose a compensation mechanism for the identified communication deficits. The proposed MAS has five cooperative agents that monitor conversations in real time and interfere with the chat interface to advice and, if necessary, warn the participant. Este artigo descreve o Sistema Multiagente (SMA) proposto para monitorar a conversa o na ferramenta de bate-papo da Comunidade Virtual do Muzar (CV-Muzar). Para tanto, s o analisados os marcadores conversacionais e sua aplica o em ambientes de conversa o síncrona, com vistas a propor mecanismos de compensa o para os déficits de comunica o identificados. O SMA proposto conta com cinco agentes cooperativos que monitoram as conversas em tempo real e interferem na interface de conversa o para aconselhar e, se necessário, advertir o participante.
Efeitos do uso de órteses na Doen a de Charcot-Marie-Tooth: atualiza o da literatura Orthoses effects in Charcot-Marie-Tooth Disease: update  [cached]
Rouse Barbosa Pereira,Marco Orsini,Arthur de Sá Ferreira,Júlio Guilherme Silva
Fisioterapia e Pesquisa , 2012,
Abstract: A Doen a de Charcot-Marie-Tooth (DCMT) é a neuropatia periférica hereditária mais comum em seres humanos, apresentando incidência de 1:2.500 pessoas. A fraqueza distal crural na DCMT provoca inúmeras altera es na marcha, como, por exemplo, na velocidade, no comprimento, na largura e cadência dos passos. Vários recursos em reabilita o têm sido propostos para gerenciar os problemas de deambula o, dentre eles, destaca-se a utiliza o de órteses. O objetivo deste estudo é apresentar e discutir os resultados de estudos sobre os efeitos da utiliza o de órteses nos padr es de marcha na DCMT. Neste estudo foi utilizada atualiza o da literatura através das principais bases de dados nacionais/internacionais (SciELO, LILACS e MEDLINE), publicados entre os anos de 2006-2012. O tratamento da DCMT consiste em fisioterapia e utiliza o de equipamentos de assistência, visto que ainda n o há fármacos ou terapia gênica capaz de atenuar os danos clínicos e funcionais. Tal associa o busca maximizar a fun o e melhorar a qualidade de vida desses pacientes, na tentativa de evitar agravos adicionais relativos à incapacidade física. A partir de atualiza o de literatura é possível concluir que existe consenso sobre a utiliza o de órteses nos membros inferiores para promover a estabiliza o das articula es do tornozelo e um padr o de deambula o mais funcional, evitando sinergias inadequadas de movimento e atenuando o risco de quedas. Charcot-Marie-Tooth (CMT) disease is the most common hereditary peripheral neuropathy in humans, presenting incidence of 1:2.500 people. The distal crural weakness of the CMT causes numerous gait impairment changes, for example, velocity, length, width and cadence of the steps. Several rehabilitation resources have been proposed to manage the walking problems, among them, the use of orthoses is highlighted. The objective of this study was to present and discuss the results of studies on the effects of orthotic uses in CMT gait patterns. In this study it was used to literature update through major national/international databases (SciELO, LILACS and MEDLINE), published between the years 2006-2012. The CMT treatment consisted of physical therapy and using of assistive equipment, since there are no drugs or gene therapy able to attenuate the clinical and functional damages. This association seeks to maximize the function and improve life quality of these patients in an attempt to prevent additional injuries related to physical disability. From literature update it is possible to conclude that there is a consensus on the use of lower limb orth
O uso da Aspirina na Preven o Primária da doen a cardiovascular: novas atualiza es The use of Aspirin in Primary Prevention of cardiovascular disease: new updates El uso de la Aspirina en la Prevención Primaria de la enfermedad cardiovascular: nuevas actualizaciones
Luís Filipe Cavadas
Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade , 2011, DOI: 10.5712/rbmfc6(18)118
Abstract: Muitas vezes os Médicos de Família têm de tomar a decis o de iniciar ou n o o uso de aspirina nos seus pacientes. Embora os benefícios do tratamento com aspirina na redu o do risco de enfarte do miocárdio (EM), acidente vascular cerebral (AVC) ou morte de causa vascular entre homens e mulheres com doen a cardiovascular (DCV) pré-existente estejam bem estabelecidos, o papel da aspirina na preven o primária é menos claro. Assim, o objetivo deste estudo foi determinar as indica es para o uso da aspirina na preven o primária da DCV no adulto, baseadas na melhor evidência disponível. O autor pesquisou revis es baseadas em evidência, normas de orienta o clínica, meta-análises, revis es sistemáticas e ensaios clínicos controlados e aleatorizados, na base de dados Medline e sites de Medicina Baseada na Evidência, utilizando os termos MeSH: Primary Prevention e Aspirin, publicados desde janeiro de 2000 até dezembro de 2009 em inglês, espanhol e português. Para avaliar o nível de evidência, foi utilizada a escala de Strength of Recommendation Taxonomy (SORT) da American Family Physician. As conclus es s o: no homem entre os 45 e os 79 anos de idade deve ser encorajado o uso da aspirina quando o potencial benefício cardiovascular, preven o de EM, ultrapassa o potencial dano de hemorragia gastrointestinal (GI) (SOR A); na mulher entre os 55 e os 79 anos de idade deve ser encorajado o uso da aspirina quando o potencial benefício cardiovascular, preven o de AVC, ultrapassa o potencial dano de hemorragia GI (SOR A); a aspirina pode reduzir o risco de EM no diabético do sexo masculino (SOR B); ponderar o uso da aspirina como preven o primária da DCV nos diabéticos tipo 1 e tipo 2 com risco cardiovascular aumentado, incluindo aqueles com >40 anos ou que têm fatores de risco adicionais (história familiar de DCV, HTA, fumantes, dislipidemia, ou albuminúria) (SOR B). A menudo, los médicos de familia tienen que decidir se inician o no el uso de la aspirina en los pacientes. Aunque los beneficios de la terapia con aspirina en la reducción del riesgo de infarto de miocardio (IM), accidente cerebrovascular (ACV) o muerte vascular entre los hombres y mujeres con enfermedad cardiovascular (ECV) preexistentes son bien establecidos, el papel de la aspirina en prevención primaria es menos claro. Por lo tanto, el objetivo de este estudio fue determinar las indicaciones para el uso de la aspirina en la prevención primaria de ECV en adultos, basadas en la mejor prueba disponible. El autor investigó revisiones clínicas basadas en la evidencia práctica, meta-análisis, revisiones
Uso de agentes microbianos e químico para o controle de Meloidogyne incognita em soja = Use of microbial and chemical agents to control Meloidogyne incognita in soybean
Henrique Teixeira Nunes,Antonio Carlos Monteiro,Alan William Vilela Pomela
Acta Scientiarum : Agronomy , 2010,
Abstract: Nematoides de galhas constituem importante grupo de patógenos da cultura da soja e o manejo integrado é uma das principais medidas de controle que visam à redu o de perdas econ micas. Neste trabalho foi avaliada a eficácia dos fungos Paecilomyces lilacinus (Thom.) Samsom e Pochonia chlamydosporia (Goddard) Zare & Gams (sinonímia Verticillium chlamydosporium), de um produto comercial à base de Bacillus sp. (Nemix) e do nematicida químico Aldicarb no controle de Meloidogyne incognita em soja, variedade M-SOY 6101. O experimento foi realizado em casa-de-vegeta o no delineamento experimental de blocos casualizados com nove tratamentos (três produtos biológicos usados no tratamento de sementes com ou sem a aplica o em pós-emergência, Aldicarb aplicado apenas em pós-emergência e duastestemunhas) e quatro repeti es. Aldicarb reduziu o número de ovos e de juvenis do nematoide. P. lilacinus foi o mais atuante dos agentes biológicos, favorecendo a manuten o da quantidade de matéria seca da raiz de soja e reduzindo o número de ovos. O produto Nemix e P. chlamydosporia somente tiveram a o efetiva na redu o do número de ovos do nematoide. Com base nos resultados, foi possível concluir que o agente químico e os agentes biológicos avaliados neste trabalho tiveram moderada atividade no controle de M. incognita em soja. Root-knot nematodes are considered significant pathogens of soybean crops. The objective of this work was to evaluate the efficacy of two fungi (Paecilomyces lilacinus (Thom.) Samsom and Pochonia chlamydosporia (Goddard) Zare & Gams (syn. Verticillium chlamydosporium), a commercial product based on Bacillus sp. and Aldicarb on the control of Meloidogyne incognita on soybean, cultivar M-SOY 6101. The experimental design was set as randomized blocks with four replications. Nine treatments were evaluated: three biological agents used for seed treatment with and without post-emergence application, Aldicarb on post-emergence only, and two controls. All treatments were inoculated with the nematode, except for a blank control where only water was applied. One control-only treated with the nematode was also included. Aldicarb could reduce the number of eggs and juveniles in the roots. P. lilacinus showed the bestperformance among the biological control agents, reducing the number of eggs and increasing dry root weight. Nemix, a Bacillus sp. based commercial product and P. chlamydosporia could only reduce significantly the number of eggs of the nematode. In this work, it was possible to conclude that the chemical and biological agents showed a moderate act
Opini o dos agentes comunitários de saúde sobre o uso da videoconferência na capacita o em saúde auditiva infantil Community health agents' opinions on the use of videoconference in children health hearing training
Tatiana Mendes de Melo,Kátia de Freitas Alvarenga,Wanderléia Quinhoneiro Blasca,Marcel Frederico de Lima Taga
Revista CEFAC , 2011,
Abstract: OBJETIVO: avaliar a videoconferência como ferramenta instrucional na capacita o dos agentes comunitários de saúde, em saúde auditiva infantil, sob a perspectiva destes profissionais. METODOLOGIA: a casuística foi composta por 50 agentes comunitários de saúde, divididos aleatoriamente em dois grupos de acordo com a metodologia de ensino: 31 profissionais participaram da capacita o de forma presencial e 19 por meio de videoconferência. A atividade ocorreu em um encontro de oito horas, por meio de aulas expositivas e utilizando material didático adaptado e validado para o português proposto pela Organiza o Mundial da Saúde de forma simultanea para ambos os grupos. A avalia o da videoconferência como ferramenta instrucional foi realizada por meio de questionário elaborado para o presente estudo. RESULTADOS: a avalia o da videoconferência foi muito semelhante em ambos os grupos, sendo que a ferramenta de ensino foi considerada como de fácil entendimento e permitindo a intera o com o ministrante. CONCLUS O: a videoconferência foi uma ferramenta válida e aceita pelos profissionais estudados para ser utilizada em programas de capacita o em saúde auditiva infantil. PURPOSE: to check the opinion from community health agents about the use of videoconference as instructional tool in children hearing health program training. METHODS: the group was made up by 50 community health agents divided randomly in two groups, with the following sample: 31 community health agents by face-to-face instruction and 19, by videoconference. The training was provided in eight hours, through classes and a textbook translated and adapted into the Brazilian Portuguese language proposed by World Health Organization, in both groups, simultaneously. In order to investigate the opinion about the use of videoconference as instructional tool in training program, a questionnaire was done and applied, in both group, after the course. RESULTS: the videoconference quality evaluation , compared by face-to-face instruction, in the opinion of health care professionals was similar, and was considered easy and interactive. CONCLUSION: the videoconference was a valid and accepted learning tool to be adopted in training programs for community health agents.
OS AGENTES DO AGRONEGóCIO E O USO DO TERRITóRIO NO TRI NGULO MINEIRO/ALTO PARANAíBA: DA MODERNA AGRICULTURA DE GR OS à EXPANS O RECENTE DA CANA DE A úCAR - DOI: 10.7154/RDG.2012.0023.0004  [cached]
Mirlei Fachini Vicente Pereira,Mirlei Fachini Vicente Pereira
Revista do Departamento de Geografia , 2012, DOI: 10.7154/rdg.v23i0.321
Abstract: Desde os anos 70 e 80 um conjunto de grandes grupos (em sua maioria estrangeiros) com atua o no setor de gr os (soja e milho) se instala no Triangulo Mineiro/Alto Paranaíba, criando, com o apoio de políticas estatais, as condi es de moderniza o e de especializa o territorial produtiva, tornando a regi o um dos principais espa os do agronegócio moderno em Minas Gerais. Atualmente, novas demandas externas induzem a expans o recente do cultivo da cana-de-a úcar, com a inser o de novos agentes e significativa reconfigura o dos usos territoriais, revelando, mais uma vez, processos de concentra o de recursos e uma situa o de instabilidade territorial. AGRIBUSINESS AGENTS AND USE OF THE TERRITORY IN TRI NGULO MINEIRO/ALTO PARANAíBA (BRAZIL): OF THE MODERN AGRICULTURE OF GRAINS FOR THE RECENT EXPANSION OF SUGARCANE Abstract: Since the 1970 and 1980, a group of great companies (mostly foreign) that operate in the grain sector (soy and corn) is installed in Triangulo Mineiro/Alto Paranaíba region, and creates, with support of state policies, the conditions of modernization and territorial specialization productive, transforming the Triangulo Mineiro/Alto Paranaíba into main region of modern agribusiness, in Minas Gerais estate (Brazil). Nowadays, new external demands produce the recent expansion of sugarcane cultivation, with the insertion of new agents and substantial reconfiguration of territorial uses, indicating, again, a process of concentration of resources and a situation of territorial instability. DOI: 10.7154/RDG.2012.0023.0004
Atualiza o da distribui o de Aedes albopictus no Brasil (1997-2002)  [cached]
Santos Roseli La Corte dos
Revista de Saúde Pública , 2003,
Abstract: Apresenta-se a atualiza o da distribui o de Aedes albopictus no Brasil, de 1997 até o ano de 2002, segundo dados do Sistema de informa o de Febre Amarela e Dengue da Funda o Nacional de Saúde. Verifica-se a ocorrência da espécie em 20 dos 27 Estados brasileiros.
Fotoexposi o solar e fotoprote o de agentes de saúde em município de Minas Gerais  [PDF]
Angélica Gomes Lima,Ana Maria Mendes da Silva,Cleir Elenir Coelho Soares,Raquel Alves Xavier de Souza
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2010,
Abstract: A pele é um órg o externo e está sujeita a agress es diárias provocadas pela exposi o solar. Os profissionais que exercemseu trabalho em ambientes externos est o sujeitos aos danos ocasionados pela exposi o solar sem prote o, como osagentes comunitários de saúde e de combate a endemias. Nesse sentido, esse estudo teve como objetivo conhecer os hábitosde exposi o solar de agentes comunitários de saúde e de combate a endemias que atuam no município de Ribeir o dasNeves, Minas Gerais. Foi realizado um estudo exploratório, no ano de 2008 com a aplica o de um questionário semiestruturado,com 7 agentes comunitários de saúde e 6 agentes de combate a endemias. Os resultados revelaram que a maiorparte dos entrevistados exp e-se por mais de cinco horas diárias a radia o solar, sendo a totalidade em horário crítico;46,17% n o usam protetor solar e 23% associam métodos químicos e físicos e todos apresentaram algum agravo a pele emdecorrência de sua atividade profissional. Os resultados apontam para a importancia da cria o e implementa o de a esque motivem esses profissionais no uso de medidas de fotoprote o efetivas.
Importancia del uso Adecuado de Agentes de Control Biológico Importancia del uso Adecuado de Agentes de Control Biológico
Manuel Darío Salas-Araiza,Eduardo Salazar-Solís
Acta Universitaria , 2012,
Abstract: This work outlines the factors that influence the adecuate use of biological control agents such as: the precise identification of the species of the insect pest and the biological control agent that will be used, the parasitic ability and the consumption of the parasite and plunderer respectively, the factors that should be considered in a Biological Control program, and the biotic and a bioticfactors that influence the liberations of the natural enemies. Este trabajo se ala los factores que influyen en el uso adecuado de los agentes de control biológico tales como: la identificación precisa de la especie del insecto plaga y del agente de control biológico que se empleará, la capacidad de parasitismo y consumo del parásito y depredador respectivamente, los factores que se deben tomar en cuenta para establecer un programa de Control Biológico, y los factores bióticos y abióticos que influyen en las liberaciones de los enemigos naturales.
Práticas emergentes em psicologia: atua o com agentes comunitários de saúde  [PDF]
Staliano, Pamela,Araujo, Tereza Cristina Cavalcanti Ferreira de,Coêlho, Angela Elizabeth Lapa
Psico , 2009,
Abstract: Nas últimas décadas, constatam-se iniciativas visando ampliar a atua o em saúde pública, incluindo-se a es de natureza comunitária. Considerando o interesse destas práticas emergentes, realizou-se um levantamento dos Trabalhos de Conclus o de Curso (TCCs) sobre interven es com Agentes Comunitários de Saúde (ACSs), do Município de Campo Grande, MS. A análise apontou que os objetivos norteadores das propostas s o sensibilizar para promo o e preven o em saúde e estimular troca de experiências. Destacam-se o uso de técnicas de dinamica de grupo e metodologias participativas. Os temas mais abordados envolvem relacionamento interpessoal, comunica o, auto-estima, desvaloriza o profissional, rotina de trabalho, resolu o de conflitos, integra o, estresse, depress o e papel do ACSs. Verificou-se que a insuficiência na comunica o é percebida como um fator que compromete a implementa o de práticas humanizadas em saúde. Também foram ressaltados entraves nas rela es interpessoais com supervisores e gerentes e outros ACSs. Sugerem-se levantamentos semelhantes com o propósito de sistematizar e aperfei oar práticas existentes.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.