oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Desempenho cognitivo em um grupo de idosos: influência de audi o, idade, sexo e escolaridade
Kopper, Helen,Teixeira, Adriane Ribeiro,Dorneles, Sílvia
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2009,
Abstract: Introdu o: A perda auditiva compromete a realiza o das atividades de vida diária dos idosos e pode aumentar o risco de declínio funcional. Objetivo: Verificar o desempenho cognitivo de idosos e relacioná-lo com a presen a e o grau de perda auditiva, o sexo, a idade e a escolaridade. Método: Foram avaliados 33 idosos de 60 a 82 anos, sendo 20 (60,6%) do sexo masculino e 13 (39,4%) do sexo feminino. As avalia es realizadas incluíram audiometria tonal liminar e aplica o do teste minimental (MMSE). Resultados: A análise dos dados permitiu verificar que, neste grupo de indivíduos, a idade, o sexo e a escolaridade n o influenciaram nos escores obtidos no MMSE. O único fator que exerceu influência no desempenho no teste foi o grau de perda auditiva. Os idosos que apresentaram limiares auditivos normais ou perda auditiva de grau leve na melhor orelha obtiveram escores significativamente superiores aos que eram portadores de perda auditiva de grau moderado ou severo. Conclus o: Concluiu-se que a presen a de perda auditiva influencia no desempenho cognitivo de idosos. O sexo, idade e escolaridade n o foram fatores determinantes de altera o nos escores do MMSE.
Executive functions as predictors of functional performance in mild Alzheimer's dementia and mild cognitive impairment elderly Fun es executivas como preditores do desempenho funcional em idosos com demência de Alzheimer em fase inicial e comprometimento cognitivo leve  [cached]
Jonas Jardim de Paula,Leandro Fernandes Malloy-Diniz
Estudos de Psicologia (Natal) , 2013,
Abstract: Cognitive impairment and depressive symptoms are associated with worse functionality phenotype in Alzheimer's disease (AD) and Mild Cognitive Impairment (MCI) elderly. The present study aims to investigate the association between the impairment of executive functions and episodic memory, the presence of depressive symptoms with the functionality of these patients. One hundred and eighteen participants diagnosed with AD or MCI who underwent neuropsychological examination covering various domains of episodic memory and executive functions and the answered the Geriatric Depression Scale. Caregivers answered a scale of Activities of Daily Living. The cognitive variables were reduced through factor analysis to three components (Executive Functions, Memory Episodic and Working Memory) and, along with depressive symptoms, used as predictors in a linear regression model, where only Executive Functions were related to functionality (R 2= 0.30). The results suggest that executive functions are particularly relevant for functionality in these patients. O comprometimento cognitivo e os sintomas depressivos s o associados a um pior fenótipo funcional em idosos com Alzheimer (DA) e Comprometimento Cognitivo Leve (CCL). O presente estudo almeja investigar a associa o entre o comprometimento das fun es executivas, da memória episódica e a presen a de sintomas depressivos com o desempenho funcional nesses pacientes. Cento e dezoito idosos com DA ou CCL realizaram exame neuropsicológico, contemplando diversos domínios das Fun es Executivas e Memória episódica, além da Escala de Depress o Geriátrica. Os cuidadores responderam uma escala de atividades de vida diária. As variáveis cognitivas foram reduzidas por meio de análise fatorial a três componentes (Fun es Executivas, Memória Episódica e Memória de Trabalho) e junto aos sintomas depressivos utilizados como preditores em um modelo de regress o linear, onde apenas as Fun es Executivas se relacionaram à funcionalidade (R 2 = 0.30). Os resultados sugerem que as Fun es Executivas s o particularmente relevantes à funcionalidade desses pacientes.
Avalia o funcional de idosos com amputa o de membros inferiores atendidos em um hospital universitário
Diogo Maria José D'Elboux
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2003,
Abstract: Foram entrevistados 40 idosos com amputa o acima dos maléolos em acompanhamento no ambulatório de órteses e Próteses do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas, no período de junho de 1994 a junho de 1999, com objetivo de avaliar o nível de independência, segundo o índice de Barthel, e de identificar rela es entre o índice de Barthel e o tipo e nível da amputa o, e uso da prótese. Os sujeitos desta pesquisa apresentam elevado grau de independência para as atividades da vida diária, segundo o índice de Barthel. Houve associa o significativa somente entre o índice de Barthel e o tipo de amputa o, indicando que os idosos com amputa o unilateral s o mais independentes do que aqueles com amputa o bilateral.
Assessment of caregiver burden with elderly having cognitive deficit Evaluación de la sobrecarga en cuidadores de ancianos con déficit cognitivo Avalia o da sobrecarga em cuidadores de idosos com deficit cognitivo  [cached]
Aline Cristina Martins Gratao,Luana Flávia da Silva Talmelli,Vanderlei José Haas,Sueli Marques
Acta Paulista de Enfermagem , 2012, DOI: 10.1590/s0103-21002012000600013
Abstract: To characterize the elderly with cognitive déficit, and family caregivers who live in the urban communit,y and to identify the caregiver burden. METHODS: An observational, cross-sectional study, conducted between January and July 2009. Seventy elderly (aged 65 and older) were assessed for cognitive deficit using the Mini Mental State Examination (MMSE); their 70 caregivers were evaluated by the Zarit Burden Scale (ZBS) and the Self Reporting Questionnaire (SRQ). The data were entered and validated by double entry in the MS Excel Program, and were analyzed using SPSS software, version 15.0. RESULTS: Of the caregivers, 47.1% were children. We obtained a mean for the ZBS of 30.3 (± 17.3) and 6.2 (± 3.2) for the SRQ, p <0.05, correlating lower scores of the MMSE with high scores on ZBS and SRQ. CONCLUSIONS: Cognitive deficit of the elderly was a predictive factor for burden and emotional distress of caregivers. Knowing the reduction of cognitive capacity related to caregiver burden is essential for preserving caregiver health. OBJETIVOS: Caracterizar ancianos con déficit cognitivo y cuidadores familiares que viven en la comunidad urbana e identificar la sobrecarga de los cuidadores. MéTODOS: Estudio observacional, seccional, conducido entre enero y Julio de 2009 con 70 ancianos de 65 a os o más de edad con déficit cognitivo evaluados por medio del miniexamen del Estado Mental (MEEM) y con sus 70 cuidadores evaluados por la Escala de Sobrecarga de Zarit (ESZ) y el Self Reporting Questionaire (SRQ). Los datos, digitados y validados por doble entrada en el Programa Excel fueron analizados en el aplicativo SPSS, versión 15.0. RESULTADOS: De los cuidadores, 47,1% eran hijos (as). Se obtuvo la media para Zarit, 30,3(±17,3) y 6,2(±3,2) para SRQ, p<0,05, correlacionando bajos scores de MEEM con altos scores de la ZBI y SRQ. CONCLUSIONES: El déficit cognitivo de esos ancianos fue el factor predictivo para la sobrecarga y disconfort emocional de sus cuidadores. Conocer la reducción de la capacidad cognitiva relacionada a la sobrecarga del cuidador es indispensable para preservar su salud. OBJETIVOS: Caracterizar idosos com deficit cognitivo e cuidadores familiares que vivem na comunidade urbana e identificar a sobrecarga dos cuidadores. MéTODOS: Estudo observacional, seccional, conduzido entre janeiro e julho de 2009 com 70 idosos com 65 anos ou mais de idade com deficit cognitivo avaliados por meio do miniexame do Estado Mental (MEEM) e com seus 70 cuidadores avaliados pela Escala de Sobrecarga de Zarit (ESZ) e o Self Reporting Questionaire (SRQ). Os dados, digitado
Instrumentos combinados na avalia o de demência em idosos: resultados preliminares
Bustamante Sonia E. Zevallos,Bottino Cássio M.C.,Lopes Marcos A.,Azevedo Dionísio
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 2003,
Abstract: OBJETIVO: Investigar se a combina o de uma escala de avalia o funcional com um teste cognitivo poderia melhorar a precis o do diagnóstico de demência. MéTODO: Foram avaliados 30 pacientes com diagnóstico de demência leve a moderada, segundo critérios da CID-10 e DSM-III-R e 46 controles idosos, divididos em grupos segundo seu nível socioecon mico e educacional (alto, médio e baixo). Nos sujeitos foi aplicado o MMSE, e em seus informantes as escalas IQCODE e B-ADL. RESULTADOS: Pela regress o logística, o MMSE isolado classificou corretamente 86,8% dos pacientes e controles (sensibilidade 80% e especificidade 91,3%). A combina o MMSE + IQCODE classificou corretamente 92,1% dos sujeitos (sensibilidade 83,3% e especificidade de 97,8%), e a combina o MMSE + B-ADL classificou corretamente 92,1% dos sujeitos (sensibilidade 86,7% e especificidade 95,7%). CONCLUS O: Os resultados sugerem que a combina o de um teste cognitivo a escalas funcionais pode melhorar a detec o de casos leves ou moderados de demência, mesmo em amostras de popula o heterogênea com rela o ao nível sócio-econ mico e educacional como a brasileira.
Deficit cognitivo como fator de risco para a limita o de atividades cotidianas em idosos institucionalizados
Luciana Araújo dos Reis,Gilson de Vasconcelos Torres
Ciência & Desenvolvimento , 2010,
Abstract: Este estudo de caráter exploratório descritivo com delineamento transversal e abordagem quantitativa visou avaliar a capacidade funcional, estado mental de idosos institucionalizados e identificar a associa o entre déficit cognitivo e incapacidade funcional em idosos institucionalizados. Dentre os idosos avaliados 50,0% dos idosos era do sexo feminino, 66,6% s o analfabetos, 23,3% alfabetizados, e 1,6% possui o segundo grau completo. Dos 80 idosos avaliados 28,3% encontram-se independentes em rela o a sua capacidade funcional e 71,6% apresentam algum comprometimento de sua capacidade funcional. Em rela o ao estado mental dos 60 idosos avaliados 63,3% apresentam as fun es cognitivas preservadas e 36,7% apresentam altera o cognitiva n o sugestiva de déficit cognitivo.
Avalia o funcional de idosos =Functional elderly assessment  [cached]
Schneider, Rodolfo Herberto,Marcolin, Daniel,Dalacorte, Roberta Rigo
Scientia Medica , 2008,
Abstract: Objetivos: avaliar a ocorrência de incapacidade funcional em pacientes idosos e identificar suas rela es com as atividades da vida diária. Métodos: foram avaliados pacientes com 60 anos de idade ou mais, que participam do programa do ambulatório de Geriatria de um hospital escola, para detec o de altera es visuais, perda de audi o, disfun o de bra os e pernas, incontinência urinária, desnutri o, déficits cognitivos, depress o, incapacidades nas atividades da vida diária e atividades instrumentais de vida diária, durante o período de janeiro a junho de 2007. Resultados: dos 148 pacientes entrevistados, cuja média de idade era de 77,5±8,2 anos, 105 (70,9%) eram mulheres, 136 (91,9%) de ra a branca, 31 (20,9%) tinham incontinência urinária, 20 (13,5%) apresentavam déficit cognitivo, 71 (47,9) eram desnutridos, 30 (20,3%) tinham sintomas de depress o, em 31 (20,9%) havia prejuízo visual, em 25 (16,9%) havia prejuízo auditivo, 14 (9,5%) apresentavam limita es em bra os, 48 (32,5%) apresentavam limita es em pernas e 25 (16,9%) tinham incapacidades nas atividades da vida diária. Foi encontrada significancia estatística na associa o de prejuízos auditivos e cognitivos, incontinência urinária e prejuízos de bra os e pernas, com as incapacidades nas atividades da vida diária. Conclus es: é importante reconhecer incapacidades funcionais que geram prejuízos na autonomia dos pacientes idosos, porque as mesmas podem interferir nas atividades da vida diária. Aims: To evaluate the occurrence of functional disability in ambulatory eldery persons, and their association with activities of daily living. Methods: Patients sixty years or older, who had been in a general-geriatric service at a teaching hospital, were interviewed in order to detect visual impairment, hearing loss, arm and leg disfunction, urinary incontinence, poor nutrition, cognitive deficits, depression, disabilities in the activities of daily living, and instrumental activities of daily living, between January and June of 2007. Results: Of the 148 patients, whose mean age was 77,5±8,2 years, 105 (70,9%) were women, 136 (91,9%) were white, 31 (20,9%) had urinary incontinence, 25 (13,5%) had cognitive deficit, 71 (47,9%) had poor nutrition, 30 (20,3%) had symptoms of depression, 31 (20,9%) had visual impairment, 25 (16,9%) had hearing impairment, 25 (16,9%) had disabilities in their activities of daily living, and 14 (9,5%) and 48 (32,5%) had respectively arm and leg limitations. Significant association was found between hearing, cognitive, arm and leg impairments, and disabilities in activities of
Programa de Terapia de Remotiva o em idosos institucionalizados: estudo piloto Programa de Terapia de Remotivación para adultos mayores institucionalizados: estudio piloto Remotivation Therapy Program for institutionalized elders: pilot study  [cached]
Lia Araújo,Verónica Gomez,Catarina Teixeira,óscar Ribeiro
Revista de Enfermagem Referência , 2011,
Abstract: O desenvolvimento da Terapia de Remotiva o na interven o gerontológica, apesar de recente, tem vindo a demonstrar um impacto positivo, tanto em idosos com demência leve com algum comprometimento funcional e cognitivo, como em idosos autónomos e independentes. As experiências reportadas apontam para uma melhoria da intera o entre indivíduos, o que contribui para a sua integra o social e aumento da autoestima. Este artigo procura analisar os benefícios de um Programa de Terapia de Remotiva o para idosos institucionalizados (ProTR), aos níveis da sintomatologia depressiva, animo e participa o. Os sujeitos foram 14, divididos em duas condi es: grupo experimental (que participou nas sess es do ProTR) e grupo de controlo (sem interven o). Os instrumentos utilizados foram a Escala Geriátrica de nimo, a Escala de Depress o Geriátrica e a Escala de Avalia o do Comportamento na Remotiva o. Os resultados obtidos sugerem que o ProTR contribuiu para a diminui o da sintomatologia depressiva após a interven o e para o aumento do animo no follow-up. Os benefícios encontrados neste estudo piloto justificam o futuro desenvolvimento e avalia o deste programa, nomeadamente junto de outras popula es. El desarrollo de la Terapia de Remotivacióon en la intervención gerontológica, a pesar de ser reciente, ha demostrado tener un impacto positivo tanto en pacientes mayores con demencia leve con alguno deterioro funcional y cognitivo, como en mayores autónomos e independientes. Los experimentos reportados se alan una mejora de la interacción entre individuos, lo que contribuye a su integración y aumento de la autoestima. Este estudio procura analizar los beneficios de un Programa de Terapia de Remotivación para adultos mayores institucionalizados (ProTR) en lo que concierne los niveles de sintomatología depresiva, ánimo y participación. Hubo 14 articipantes, divididos en dos grupos: el experimental (que participó en las sesiones del ProTR) y el grupo de control (sin intervención). Los instrumentos utilizados fueron la Escala Geriátrica de Estado del ánimo, la Escala de Depresión Geriátrica y la Escala de Evaluación del Comportamiento en la Remotivación. Los resultados sugieren beneficios en la disminución de los síntomas depresivos después de la intervención y en una mejora del estado del ánimo en el follow-up. Los beneficios identificados en este estudio piloto justifican un mayor desarrollo y evaluación de este programa en el futuro, incluyendo a otras poblaciones. The development of Remotivation Therapy in gerontological interventions is recent but has shown a po
Assessment of functional capacity of the elderly associated with the risk for pressure ulcer Evaluación de la capacidad funcional de ancianos asociada al riesgo de úlcera por presión Avalia o da capacidade funcional de idosos associada ao risco de úlcera por press o  [cached]
Elizabeth Souza Silva de Aguiar,Maria Júlia Guimar?es Oliveira Soares,Maria Helena Larcher Caliri,Marta Mirian Lopes Costa
Acta Paulista de Enfermagem , 2012,
Abstract: OBJECTIVE: To characterize the elderly with physical limitations; to assess functional capacity as it relates to physical mobility, cognitive status and level of functional independence in activities of daily living, and to relate functional capacity to the risk for pressure ulcers. METHODS: A quantitative cross-sectional approach, conducted in households in the city of Jo o Pessoa (PB) with seniors who presented physical limitation. Fifty-one elderly were investigated in a two-stage cluster sampling design. RESULTS: There was evidence of impairments in functional capacity of the elderly aged 80 years or more, with more severe physical limitations, cognitive impairment and a higher level of dependency for activities. Significant differences were observed between the level of functional independence in performing activities of daily living and the risk of pressure ulcers. CONCLUSION: This study allowed for the identification of the elderly in functional decline and at risk for developing pressure ulcers, supporting the implementation of preventive actions at the household level. OBJETIVO: Caracterizar a los ancianos con limitación física; evaluar su capacidad funcional, conforme la movilidad física, estado cognitivo y nivel de independencia funcional para las actividades de la vida diaria y relacionar la capacidad funcional con riesgo para úlcera por presión. MéTODOS: Estudio de abordaje cuantitativo, transversal realizado en domicilios del Municipio de Jo o Pessoa-PB con ancianos que presentaban limitación física. Fueron investigados 51 ancianos y se usó delineamiento muestral por conglomerado en dos fases. RESULTADOS: Se evidenciaron compromisos en la capacidad funcional de los ancianos con 80 a os o más, como limitación física más acentuada, déficit cognitivo y mayor nivel de dependencia para las actividades. Fueron observadas diferencias significativas entre el nivel de independencia funcional para la realización de actividades de la vida diaria y el riesgo de úlcera por presión. CONCLUSIóN: El estudio posibilitó la identificación de ancianos en declínio funcional y en riesgo para el desarrollo de úlceras por presión, ofreciendo subsidios para la implementación de acciones preventivas a nivel domiciliario. OBJETIVO: Caracterizar os idosos com limita o física; avaliar a capacidade funcional, conforme a mobilidade física, estado cognitivo e nível de independência funcional para as atividades de vida diária e relacionar a capacidade funcional com o risco para úlcera por press o. MéTODOS: Estudo de abordagem quantitativa, transversal realizado em domicí
Avalia o da independência funcional e estado mental de pacientes com Insuficiência Cardíaca Congestiva
Ingrid Arg?lo Dias,Leandro Silva Santos,Luciano Nery Ferreira
Ciência & Desenvolvimento , 2011,
Abstract: Devido à complexidade clínica da Insuficiência Cardíaca Congestiva – ICC, o estudo teve por objetivo avaliar a independência funcional e o estado mental de indivíduos hospitalizados portadores de ICC. Trata-se de um estudo descritivo-analítico, com delineamento transversal e abordagem quantitativa realizado com 30 indivíduos adultos, de ambos os sexos, internados em um hospital público município de Jequié/BA. Os dados colhidos para caracteriza o da amostra foram retirados de um questionário sócio-demográfico semi-estruturado, do Mini-Exame do Estado Mental – MEEM – e da Medida de Independência Funcional – MIF. A partir da análise de dados, encontrou-se uma média de idade de 63,1 (±12,9) anos, com prevalência de indivíduos do sexo feminino (56,7%). No MEEM, 60,0% da amostra obteve pontua o variando de 19 a 23 pontos, enquanto na MIF, 53,3% dos indivíduos apresentaram escores de 61 a 103. Ao comparar ambos os resultados, encontrou-se que 44,5% dos pacientes com pontua o no MEEM entre 19 e 23, foram classificados como “dependência modificada” (assistência de até 25% da tarefa) na MIF. Na subescala MIF cognitiva/social, observou-se 66,7% dos pacientes entre 16 e 25 pontos, sendo que 91,6% desses, também atingiram de 14 a 18 pontos no MEEM. Os resultados sugerem que o comprometimento no desempenho cognitivo dos pacientes, avaliados pelo MEEM, possivelmente, estabele am rela o com a maior dependência funcional (motora/cognitiva) avaliada através da MIF. Assim, mostra-se válido, incluir na avalia o do portador de ICC, n o somente os aspectos funcionais, como também aliá-los a uma avalia o cognitiva mais específica.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.