oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Reflexos da forma o acadêmica na percep o do morrer e da morte por enfermeiros
Márcia Gabriela Rodrigues de Lima,Elisabeta Albertina Nietsche,Joice Ane Teixeira
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2012,
Abstract: O objetivo deste estudo foi compreender como os enfermeiros de uma Unidade de Clínica Médica percebem o processo de morrer e morte, e se essa temática foi trabalhada durante a academia. Trata-se de um estudo de campo descritivo- exploratório de abordagem qualitativa, realizado em um Hospital Escola no Rio Grande do Sul entre fevereiro e junho de 2010. Os sujeitos envolvidos foram sete enfermeiros que trabalhavam na Unidade. Para coleta de dados utilizou-se a entrevista semiestruturada e para análise dos dados, a avalia o do conteúdo. Os enfermeiros percebem o processo de morrer e morte como processo vital que fomenta sentimentos de impotência e medo, tanto no período acadêmico quanto no exercício profissional. Em conclus o, deve haver maior incremento em disciplinas curriculares para auxiliá-los no cuidado ao paciente em processo de morrer e morte, considerando que receberam pouca ou nenhuma prepara o sobre essa temática.
O enfermeiro em Unidade de Tratamento Intensivo vivenciando e enfrentando situa es de morte e morrer =Nurses in Intensive Care Unit living and facing death and dying situations  [PDF]
Sulzbacher, Mertieli et al.
Scientia Medica , 2009,
Abstract: Objetivos: avaliar percep es de enfermeiros que atuam em Unidades de Terapia Intensiva acerca da morte de pacientes e as estratégias de enfrentamento por eles utilizadas. Métodos: foi realizada uma pesquisa qualitativa e descritiva em três hospitais gerais de um município da regi o noroeste do Rio Grande do Sul. Os sujeitos foram dez enfermeiros que atuam em Unidade de Terapia Intensiva. Para a coleta de dados utilizou-se entrevista semi-estruturada. A análise das informa es baseou-se nos passos metodológicos preconizados para análise temática. Resultados: as informa es permitiram elaborar uma categoria de análise que versa sobre percep es, sentimentos e mecanismos de enfrentamento frente à morte e ao morrer vivenciados pelos enfermeiros. Conclus es: o estudo possibilita reflex o, discuss o e socializa o dos sentimentos vivenciados no processo de morte de um paciente internado em Unidade de Terapia Intensiva, podendo facilitar as interven es junto a este, minimizar o sofrimento dos profissionais e qualificar a assistência. Aims: To assess the perceptions of nurses from Intensive Care Units about the death of patients, and also the way nurses deal with this situation. Methods: Qualitative and descriptive research was carried out in three general hospitals from a city in the northwest region of Rio Grande do Sul State, Brazil. The subjects of the study were ten nurses who work in Intensive Care Units. For data collection we used semi-structured interview. Analysis was based on methodological steps used in thematic analysis. Results: Data collected and analyzed allowed the development of a category of analysis about the perceptions, feelings and mechanisms of confrontation faced to death and dying experienced by the nurses. Conclusions: This study enables reflection, discussion and socialization of feelings experienced in the process of death of a person hospitalized in an Intensive Care Unit, and it may facilitate the interventions with this subject, minimizing the suffering of professionals, and qualifying health assistance.
A li o do nordeste. Severino e Boa-Morte : Cabras marcados para morrer  [PDF]
Ana Catarina Oliveira Marques
CEM : Cultura, Espa?o & Memória , 2010,
Abstract: This article intends to develop an intertextual approach to Jo o Cabral de Melo Neto’s Morte e Vida Severina (1956) and Ferreira Gullar’s Jo o Boa-Morte, Cabra marcado para morrer (1962). Both texts are rooted in social protest and participation in the portrayal of the Brazilian Northeast Region. The condition of severinidade and nordestinidade as topological idiosyncrasy. Textual genres: the auto de natal and the romance de cordel .
Como lidar com o processo da morte e do morrer na assistência em saúde
Thiago da Silva
Revista Letrando , 2012,
Abstract: A morte é um processo que inevitavelmente participa da vida humana. Cada ser humano apresenta diferentes rea es nos momentos em que ela se manifesta, e os profissionais da saúde, principalmente, os enfermeiros, que vivenciam no cotidiano de suas atividades a iminência e a experiência da morte de pacientes sob seus cuidados, é preciso desenvolver modos de lidar com essa realidade. Desse modo, este artigo aborda a rela o com a morte e o morrer na assistência em saúde, tendo em vista a necessidade de promover a qualidade de vida e fornecer apoio psicológico aos familiares.
A morte e o morrer segundo representa??es de estudantes de enfermagem
Oliveira, José Rodrigo de;Brêtas, José Roberto da Silva;Yamaguti, Lie;
Revista da Escola de Enfermagem da USP , 2007, DOI: 10.1590/S0080-62342007000300007
Abstract: this is a qualitative study whose objective was to know the representations of the federal university of s?o paulo's undergraduate nursing students on the questions that involve death and dying. the subjects were 40 students, males and females, in the 2nd, 3rd and 4th year of the undergraduate course in nursing. as a methodology were used the assumptions of the social representations, using the technique of an interview with two nonstructured guiding questions. the results of this study were organized and placed on a maximum tree having as the represen tation's central nucleus the event death and as the most important peripheral representations concepts, fear of death and relationship pupil-patient.
Reflex?es de estudantes de enfermagem sobre morte e o morrer
Brêtas, José Roberto da Silva;Oliveira, José Rodrigo de;Yamaguti, Lie;
Revista da Escola de Enfermagem da USP , 2006, DOI: 10.1590/S0080-62342006000400005
Abstract: this article refers to the first phase of a survey on nursing students' representations on death and dying. the research has an exploratory character and was carried out with first year students of the undergraduate course in nursing of the federal university of s?o paulo. its objectives were to know the impressions of the students concerning the theme "death and dying" and to give subsidies for the second phase of the survey. it was carried through a dynamic with a guiding question, as part of the curricular program of the discipline psychology applied to health. for the interpretation of the data the method of the analysis of content was used, and the following categories were obtained: fear of death; concepts; attitude in the face of death and dying; belief as an intervening element.
Autonomia: viver a própria vida e morrer a própria morte  [cached]
Ribeiro Diaulas Costa
Cadernos de Saúde Pública , 2006,
Abstract: Este estudo destaca mudan as ocorridas no Ocidente, inclusive no Brasil, em decorrência da substitui o do princípio do paternalismo pelo consentimento livre e esclarecido nas rela es biomédicas, com destaque para a integra o da autonomia como princípio inerente à dignidade humana. O respeito à autonomia, à autodetermina o pessoal é a base para a suspens o de esfor o terapêutico dos usuários dos servi os de saúde com capacidade preservada. Por suspens o de esfor o terapêutico compreende-se n o iniciar ou suspender terapia iniciada, n o ressuscitar nos casos de parada cardiorrespiratória, n o submeter o doente à ventila o mecanica, alimenta o e hidrata o artificiais contra a sua vontade, que pode ser instante ou manifestada em diretivas antecipadas. Os médicos e demais profissionais de saúde têm o dever de respeitar a autonomia do usuário, inclusive para lhe dar alta "a pedido", deixando que a morte ocorra no local, no tempo e em companhia de quem o doente quiser. O usuário dos servi os de saúde tem o direito de estar só e de morrer só, de estar acompanhado e de morrer entre os seus.
Significado da morte e de morrer para os alunos de enfermagem The meaning of death and dying for nursing students Significado de la muerte y del morir para los alumnos de enfermería  [cached]
Farley Soares Cantídio,Maria Aparecida Vieira,Roseni Rosangela de Sena
Investigación y Educación en Enfermería , 2011,
Abstract: Objetivo. Descrever o significado da morte e de morrer para os alunos de último de ano de Enfermagem da Universidade Estatal de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Metodologia. Estudo qualitativo exploratório que utilizou a entrevista semi-estruturada com guia como instrumento de recolha dos dados. Os sujeitos foram alunos de Enfermagem matriculados em 2010 e que cursavam os semestres 7o e 8o. Os dados foram analisados com a técnica de análise do discurso. Resultados. Os entrevistados conceituaram a morte como "mistério", "perda" de uma pessoa querida e como "transi o" ou "passo" da existência a de vida a outra depois da morte. Ao construir significados a respeito da finitude, expressaram sentimentos de tristeza, sofrimento e impotência frente às poucas experiências vividas nesse confronto. Para alunos, a forma o recebida no pré-gradua o contribuiu pouco no cuidado de pessoas moribundas. Conclus o. Os alunos participantes têm uma forma o insuficiente nos conceitos e metodologias de cuidado de pessoas que est o enfrentando à morte. Objetivo. Describir el significado que dan a la muerte y al morir los alumnos de los graduandos de Enfermería de la Universidad Estatal de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Metodología. Estudio cualitativo exploratorio que utilizó la entrevista semiestructurada con guía como instrumento de recolección de los datos. Los sujetos fueron seis alumnos matriculados en 2010, quienes cursaban los semestres 7o y 8o. Se exploraron los datos con la técnica de análisis del discurso. Resultados. Los entrevistados conceptuaron la muerte como "misterio", "pérdida" de una persona querida y como "transición" o "paso" de la existencia de la vida a la muerte. Al construir significados acerca de la finitud, expresaron sentimientos de tristeza, sufrimiento e impotencia frente a las escasas experiencias vividas en su desempe o laboral. Para los alumnos, la formación recibida en el pregrado ha contribuido poco en el cuidado de personas moribundas. Conclusión. Los alumnos participantes tienen una formación insuficiente en los conceptos y en la utilización de métodos y procedimientos en el cuidado de personas que están enfrentando la muerte. Objective. To describe the meaning of death and dying for students in the last year of nursing in the Estatal de Montes Claros University, Minas Gerais, Brazil. Methodology. Exploratory qualitative study, which used guided semi-structured interview as instrument to collect data. Nursing students enrolled in the program in 2010 who were in the 7th and 8th semester were studied. Data was analyzed using the d
Conversando sobre a morte e o morrer na área da deficiência Talking about deaht and the act of dying in the area of deficiency  [cached]
Iracema Neno Cecilio Tada,Maria Júlia Kovacs
Psicologia: Ciência e Profiss?o , 2007, DOI: 10.1590/s1414-98932007000100010
Abstract: Nesta pesquisa, buscamos conhecer como a morte e o morrer s o vivenciados em uma institui o que atende pessoas com paralisia cerebral, tendo em vista o falecimento de três crian as ali atendidas. Realizamos entrevistas semi-estruturadas, gravadas em áudio com os profissionais, procurando compreender como lidam com a morte, como elaboram o luto e como informaram aos seus pacientes sobre o falecimento dos colegas. In this study we try to understand how death and dying are experienced in an institution that assists people with cerebral palsy, since three children who were assisted there died. We did semi-structured recorded interviews with professionals, seeking to understand how they deal with death, how they elaborate the losses and how they inform their patients about the death of a close person.
Miedo a la muerte y su relación con la inteligencia emocional de estudiantes de enfermería de Concepción Medo da morte e sua rela o com a inteligência emocional de estudantes de enfermagem de Concepción Fear of death and its relationship with emotional intelligence of nursing students in Concepción  [cached]
Maritza Espinoza V.,Olivia Sanhueza A.
Acta Paulista de Enfermagem , 2012, DOI: 10.1590/s0103-21002012000400020
Abstract: OBJETIVO: Conocer el miedo a la muerte y su relación con la inteligencia emocional y otras variables en estudiantes de enfermería de los últimos a os de estudio. MéTODOS: Estudio descriptivo y correlacional. Los estudiantes (n=188) respondieron a un cuestionario sobre: características socioculturales; Escalas de Miedo a la Muerte y de Inteligencia Emocional. RESULTADOS: Se obtuvo un promedio medio-alto en miedo a la muerte (3,35). La percepción emocional se correlacionó positivamente con miedo a la muerte, mientras que la comprensión y la regulación emocional se correlacionaron negativamente con el miedo a la muerte. Las puntuaciones más altas de miedo a la muerte se asociaron con el sexo femenino, con los niveles inferiores de los cursos y con la percepción de menor preparación académica en el tema. CONCLUSIONES: Los niveles altos de inteligencia emocional, se asociaron con menos miedo a la muerte, lo que evidencia la necesidad de desarrollar en los estudiantes habilidades emocionales frente a situaciones trascendentales y desconocidas, como son la muerte y el proceso de morir. OBJETIVO: Conhecer o medo da morte e sua rela o com a inteligência emocional e outras variáveis em estudantes de enfermagem dos últimos anos de estudo. MéTODOS: Estudo descritivo e correlacional. Os estudantes (n=188) responderam a um questionário sobre: características socioculturais; Escalas de Medo da Morte e de Inteligência Emocional. RESULTADOS: Obteve-se uma medida de médio para alto em medo da morte (x=3,35) e também o componente percep o emocional se correlacionou positivamente com o medo da morte, enquanto a compreens o e regula o emocional se correlacionaram negativamente com o medo da morte. As pontua es mais altas de medo da morte associaram-se com o gênero feminino, com os niveis inferiores dos cursos e com a percep o de menor preparo acadêmico no tema. CONCLUS ES: Os níveis altos de inteligência emocional, associaram-se com menos medo da morte, o que evidencia a necessidade de desenvolver nos estudantes habilidades emocionais frente a situa es transcendentais e desconhecidas, como s o a morte e o processo morrer. OBJECTIVE: To understand fear of death and its relationship with emotional intelligence and other variables in nursing students in the last years of study. METHODS: A descriptive and correlational study. Students (n = 188) responded to a questionnaire about: socio-cultural characteristics; Fear of Death and Emotional Intelligence Scales. RESULTS: We obtained a measure of medium to high for fear of death (x = 3.35) and also the emotional perception co
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.