oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Cultura e classe social na pós-modernidade: tens es e perspectivas  [PDF]
Assis, Aline Silveira de
Textos & Contextos (Porto Alegre) , 2006,
Abstract: O presente trabalho objetiva trazer algumas reflex es suscitadas no decorrer do curso de Mestrado em Servi o Social do PPG/FSS/UERJ, acerca do tema da cultura, objeto de estudo do presente curso. Entretanto, para este artigo, objetiva-se introduzir o tema através da discuss o do conceito de classe social, conceito de suma importancia, de modo a articular a cultura a um projeto transformador de sociedade. Neste sentido, é necessário, primeiramente, levar em considera o que tal identidade, outrora ligada ao vínculo com o mundo do trabalho, hoje aparece fragmentada. Assim sendo, faz-se necessário levantar algumas indaga es sobre o conceito de classe que, na pós-modernidade, parece ter perdido centralidade, o que pode ser entendido como um desdobramento das transforma es societárias em curso no atual momento histórico, as quais, desde a década de 1970, têm-se configurado como fruto das estratégias político-econ micas de supera o da crise estrutural do capital, instaurada neste período. Devido à inser o tardia e subordinada do Brasil no sistema capitalista, tais efeitos têm aqui maior profundidade e gravidade. Como decorrência disto, o trabalho pretende chamar aten o para a importancia de o Servi o Social enfrentar este debate criticamente, uma vez que o conflito Capital x Trabalho n o deixou de ser central na sociedade e, assim, a profiss o continua lidando cotidianamente com as express es deste conflito.
Pós-modernidade: sociedade da imagem e sociedade do conhecimento
Fridman Luis Carlos
História, Ciências, Saúde-Manguinhos , 1999,
Abstract: O artigo aborda as configura es institucionais da sociedade contemporanea nas teorias da pós-modernidade. Distingue duas grandes caracteriza es, a sociedade da imagem e a sociedade do conhecimento, e a delimita o das estruturas sociais nessas concep es. Observa a pertinência do debate sobre a pós-modernidade e a fertilidade das quest es aí apresentadas.
Educa o do campo e constru o do conhecimento: tens es inevitáveis no trato com as diferen as Rural education and knowledge building: inevitable tensions in dealing with differences  [cached]
Maria Emília Caixeta
Educa??o em Revista , 2013,
Abstract: Neste texto examino quest es relativas à constru o de conhecimentos em ambiente escolar. Para isso percorro diferentes formas de conhecimento e os embates entre ciência e sociedade. Alguns aportes epistemológicos recorrentes na educa o em ciências s o mobilizados para analisar tens es emergentes nas universidades em decorrência da press o por expans o de vagas no ensino superior que culminaram com o Projeto de Reestrutura o e Expans o das Universidades Federais - REUNI. Localizo esse projeto em um contexto mais geral de massifica o da educa o superior. Fa o uma digress o quanto ao significado do projeto moderno de sociedade, aponto elementos para compreens o da crise desse projeto, valendo-me de uma sociologia do conhecimento científico. Abordo tens es de ordem institucional, epistemológica e das práticas docentes. Valho-me, mais especificamente, da experiência de forma o de educadores do campo na área de Ciências da Vida e da Natureza, na Universidade Federal de Minas Gerais. In this paper, we examined issues concerning the construction of knowledge in the school environment. To this end, we addressed different forms of knowledge and conflicts between science and society. Some recurring epistemological contributions in sciences education were mobilized to analyze emerging tensions at universities as a result of the pressure for increasing the number of vacancies in higher education, which culminated in the 'REUNI' Project. We place this project in a more general context -that of popularization of higher education. We digress on the meaning of modern project of society, benefiting from scientific knowledge sociology, pointing out elements for the understanding of this project's crisis. We address institutional, epistemological and teaching practice tensions. More specifically, we made use of our experience in training educators that work with people living in rural areas, in the context of the Sciences of Life and Nature at the Federal University of Minas Gerais.
Repercuss es no contexto familiar de injúrias n o-intencionais em crian as = The repercussion from unintentional injuries in children on the family context  [cached]
Luiza Jane Eyre de Souza Vieira,Kaline Lucena de Araújo,Rita Neuma Dantas Cavalcante de Abreu,Samira Valentim Gama Lira
Acta Scientiarum : Health Sciences , 2007,
Abstract: O objetivo desta pesquisa é estudar as características da crian a como vítima de injúrias n o-intencionais e seu familiar-acompanhante, descrever as repercuss es dessas injúrias na família e identificar a concep o de familiares-acompanhantes sobre fatores de risco no domicílio e o conhecimento de práticas preventivas. Estudo descritivo, realizado com 29 familiares e/ou acompanhantes de crian as internadas em um hospital de emergência, em Fortaleza, Ceará, em 2005. A maioria das crian as tinha entre 5 a 10 anos,do sexo masculino, e prevaleceu a injúria no transito. Em rela o aos acompanhantes, predominou renda de até um salário mínimo e eles afirmaram que conhecem os tipos mais comuns de injúrias com crian as e os modos de evitá-los. As repercuss es atingem as dimens es emocionais, econ micas e sociais, somando-se verbaliza es de medo, culpa e arrependimento, protesto e resigna o. Conclui-se que o tema precisa ser amplamente discutido, mobilizando pessoas em instancias formadoras de opini es para reorienta o da práxis na Saúde e Educa o. The objective of this work is to study the characteristics of the child when victim of unintentional injury, as well as those of his family caregiver. This was accomplished by describing the repercussion of those injuries in the family and identifyingthe family caregivers’ conception of risk factors in the home, as well as their knowledge of preventive practices. A descriptive study was conducted with 29 relatives or caregivers of injured children at an emergency hospital in Fortaleza, Ceará, Brazil, in 2005. Most of the children were between 5 and 10 years old and were male; the most prevalent instances of injury were traffic-related. Regarding the caregivers, the most prevalent income range for this group was up to minimum wage. They reported knowing the most frequent types ofinjuries to children, as well as the ways to avoid them. The repercussions within the family context reach emotional, economical, social and cultural dimensions, with expressions of fear, guilt, regret, protest and resignation. It is concluded that this subject needs to be widely discussed, mobilizing opinion-makers to the reorientation of the praxis in health and education.
Tens es  [cached]
Ruggeri Elysio R. F.
Rem: Revista Escola de Minas , 2003,
Abstract: Esse artigo amplia a exposi o ordinária da teoria das tens es para os casos em que o sistema de coordenadas curvilíneas utilizado na solu o de um problema n o é ortogonal. Nesse caso, sendo possível associar quatro matrizes distintas ao diádico de tens es do ponto, interpreto fisicamente os elementos de todas essas matrizes. Isto acarreta uma generaliza o do princípio clássico da reciprocidade das tens es tangenciais em planos ortogonais. Na parte restante do artigo, deduzo os resultados clássicos relativos a autovalores e autovetores do diádico das tens es.
Os Baniwa e a escola: sentidos e repercuss es  [cached]
Valéria Augusta Weigel Cerqueira de Medeiros
Revista Brasileira de Educa??o , 2003,
Abstract: Por que um povo indígena se mobiliza e empreende lutas por escola? Quais sentidos e repercuss es a educa o escolar tem tido para o povo Baniwa, habitante milenar da bacia do rio I ana, afluente da margem direita do rio Negro, no noroeste do estado do Amazonas? Essas perguntas têm motivado a realiza o de estudos sobre a escola nessa área indígena, em que se mostra esse povo em suas rela es com os outros atores sociais existentes na regi o, vivenciando a implanta o da escola. O exame destas rela es revela a existência por diferentes projetos educacionais, tecidos por diferentes interesses e vis es de mundo e engendrando diferentes sentidos e repercuss es para o povo Baniwa.
Cidadania, conhecimento, ciência e educa o CTS: Rumo a "novas" dimens es epistemológicas  [cached]
Maria Eduarda Vaz Moniz dos Santos
Revista iberoamericana de ciencia tecnolog?-a y sociedad , 2005,
Abstract: Numa sociedade que se baseia, cada vez mais, no uso intensivo do conhecimento e num tempo em que os discursos da pós-modernidade se centram na desconstru o da cidadania liberal e potenciam a constru o de "novas" dimens es da cidadania, está a emergir uma nova matriz social e tecnológica da ciência, em ruptura com o paradigma positivista em que se tem apoiado a ciência e a cidadania modernas. Quando a tecnociência se tornou objecto de conflito social e de debate político e quando "civilizar" a ciência e "cientifizar" a cidadania s o condi es para potenciar uma ciência menos arrogante e uma cidadania mais democrática, a educa o CTS emerge como uma esperan a. A constru o de uma cidadania cultural, crítica e activa requer, como estratégia epistemológica, conceptualiza es e racionalidades CTS que, face a uma potente for a cognitiva - a solidariedade de saberes, reposiciona o ser através do saber. In a society increasingly based on the intensive use of knowledge and at a time when the post-modern discourse focuses on the de-construction of liberal citizenship and favors the construction of "new" dimensions of citizenship, a new social, technological matrix of science is surfacing, cutting with the positivist paradigm that has underlain modern science and citizenship. When techno-science has become the object of social conflict and political debate and when "civilizing" science and "scientifying" citizenship are conditions for promoting a less arrogant science and a more democratic citizenship, STS education arises as a hope. The construction of a cultural, critical and active citizenship requires as its epistemological strategy STS conceptualizations and rationalities that, before a potent cognitive force - the solidarity of knowledge - repositions being through knowing.
AS COMPETêNCIAS PROFISSIONAIS MAIS REQUERIDAS NO CENáRIO DAS ORGANIZA ES BAIANAS E SUAS RELA ES COM O CONSTRUTO MODERNIDADE ORGANIZACIONAL
Telma Nascimento Benevides,Jair Nascimento Santos,Marcelo Pereira Melo Dultra
Revista de Administra??o FACES Journal , 2009,
Abstract: Este artigo tem por objetivo investigar a rela o entre as Competências profissionais mais requeridas no cenário das organiza es baianas e suas rela es com os construtos de modernidade organizacional, por meio de estudo de campo, com aplica o de 49 questionários envolvendo organiza es localizadas no interior da Bahia e que fazem parte da Federa o das Indústrias do Estado da Bahia. O artigo busca responder ao seguinte problema: "qual a rela o existente entre as Competências profissionais mais requeridas no cenário das organiza es baianas e suas rela es com os construtos de modernidade organizacional?", utilizando o referencial teórico das competências profissionais requeridas e os construtos de modernidade organizacional realizados por Sant'Anna (2002). Quanto aos resultados, verificou-se que as competências mais demandadas nas organiza es pesquisadas est o relacionadas ao CHA (conhecimento, habilidade e atitudes) e à rela o interpessoal. Verifica-se que as variáveis de modernidade organizacional est o sendo utilizadas pelas organiza es em nível moderado, fato que permite a conclus o de que as organiza es est o caminhando para o contexto de modernidade.
AS COMPET NCIAS PROFISSIONAIS MAIS REQUERIDAS NO CEN RIO DAS ORGANIZA ES BAIANAS E SUAS RELA ES COM O CONSTRUTO MODERNIDADE ORGANIZACIONAL
Telma Nascimento Benevides,Jair Nascimento Santos,Marcelo Pereira Melo Dultra
Revista de Administra??o FACES Journal , 2009,
Abstract: Este artigo tem por objetivo investigar a rela § £o entre as Compet ancias profissionais mais requeridas no cen rio das organiza § μes baianas e suas rela § μes com os construtos de modernidade organizacional, por meio de estudo de campo, com aplica § £o de 49 question rios envolvendo organiza § μes localizadas no interior da Bahia e que fazem parte da Federa § £o das Ind ostrias do Estado da Bahia. O artigo busca responder ao seguinte problema: "qual a rela § £o existente entre as Compet ancias profissionais mais requeridas no cen rio das organiza § μes baianas e suas rela § μes com os construtos de modernidade organizacional?", utilizando o referencial te 3rico das compet ancias profissionais requeridas e os construtos de modernidade organizacional realizados por Sant'Anna (2002). Quanto aos resultados, verificou-se que as compet ancias mais demandadas nas organiza § μes pesquisadas est £o relacionadas ao CHA (conhecimento, habilidade e atitudes) e rela § £o interpessoal. Verifica-se que as vari veis de modernidade organizacional est £o sendo utilizadas pelas organiza § μes em n -vel moderado, fato que permite a conclus £o de que as organiza § μes est £o caminhando para o contexto de modernidade.
Repercuss es da variabilidade na saúde do enfermeiro intensivista  [cached]
élissa J?se Erhardt Rollemberg Cruz,Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2008,
Abstract: Estudo qualitativo e descritivo, que teve como objeto a influência das situa es de variabilidade na saúde do enfermeiro intensivista. Objetivou-se identificar situa es de variabilidade e discutir as repercuss es da variabilidade na saúde do enfermeiro intensivista. As informa es foram coletadas num centro de terapia intensiva (CTI) de um hospital da rede privada de saúde no Rio de Janeiro. Os sujeitos foram 13 enfermeiros intensivistas em atua o neste CTI há pelo menos um ano. O instrumento de coleta foi entrevista semi-estruturada, realizada entre Setembro/2006 e Outubro/2006. O método de análise caracterizou-se na análise de conteúdo. O tratamento das informa es demonstrou que os enfermeiros conhecem as situa es de variabilidade e que estas alteram o processo saúde-doen a, resultando em irritabilidade, eleva o da press o arterial, cansa o, dores, tens o muscular e estresse. Entretanto, as ocorrências de algumas s o passíveis de serem restringidas. Estratégias de enfrentamento foram apontadas e perpassam desde a sistematiza o da assistência, até melhores salários, condi es de trabalho e o auto-conhecimento. Concluiu-se que os enfermeiros vivenciam em sua rotina laboral muitas situa es de variabilidade, implicando na rápida mobiliza o de suas potencialidades psicofísicas e cognitivas, repercutindo negativamente em sua saúde.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.