oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Interven o nutricional e preven o primária do diabetes mellitus tipo 2: uma revis o sistemática  [cached]
Sartorelli Daniela Saes,Franco Laércio Joel,Cardoso Marly Augusto
Cadernos de Saúde Pública , 2006,
Abstract: O diabetes mellitus tipo 2 pode ser considerado um dos principais problemas de saúde pública no mundo atual. A prevalência crescente em diversos países e o difícil controle metabólico dos indivíduos com a doen a em evolu o justificam o estudo de estratégias para preven o primária do diabetes mellitus tipo 2. Ensaios clínicos aleatorizados controlados recentes sugerem um impacto importante da interven o nutricional na redu o do risco de desenvolvimento de diabetes mellitus tipo 2 entre indivíduos portadores de fatores de risco. O presente artigo de revis o descreve o impacto de programas de interven o no estilo de vida em ensaios clínicos aleatorizados controlados para a preven o primária do diabetes mellitus tipo 2.
Avalia o de uma interven o educativa na preven o da dengue
Brassolatti Rejane Cristina,Andrade Carlos Fernando S.
Ciência & Saúde Coletiva , 2002,
Abstract: O objetivo do presente trabalho foi o de avaliar uma abordagem educativa para a preven o da dengue em Campinas. A abordagem foi baseada em um curso de 20 horas para professores de ensino fundamental, seu subseqüente trabalho com os alunos, e destes para seus familiares. No curso foram fornecidos instrumentos didáticos, para a identifica o de mosquitos e armadilhas para vigilancia. Foram fornecidos três agentes biológicos para demonstra es e uso, como agentes de controle de mosquitos capturados nas armadilhas. Foi avaliada a redu o ou elimina o de sítios de cria o dos vetores da dengue para os ambientes escolares e para uma amostra das residências dos estudantes, até um ano depois do curso. Foi observado um esperado aumento do conhecimento, mas um aumento menos significativo nos ambientes escolares livres de sítios potenciais de cria o do mosquito.
Redu o de danos do uso indevido de drogas no contexto da escola promotora de saúde
Moreira Fernanda Gon?alves,Silveira Dartiu Xavier da,Andreoli Sérgio Baxter
Ciência & Saúde Coletiva , 2006,
Abstract: Este trabalho tem por objetivo revisar os modelos de preven o do uso indevido de drogas em ambiente escolar, relacionando-os aos conceitos de "promo o de saúde" e "escola promotora de saúde", e propor um modelo de interven o. Os modelos de interven o s o múltiplos, os resultados provenientes das avalia es de impacto s o modestos. As abordagens preventivas mais promissoras ampliam o campo de interven es para o ambiente físico e social, enfocando a saúde como um todo, aproximando-se do conceito de promo o de saúde. A aplica o deste no ambito escolar resultou no conceito de escola promotora de saúde. Esta pode ser definida como a escola com políticas, procedimentos, atividades e estrutura que resultem na prote o e promo o à saúde e ao bem-estar de todos os membros da comunidade escolar. A proposta da "redu o de danos", pensada como estratégia de preven o, converge para a da escola promotora de saúde, e neste sentido propomos a es de promo o de saúde pautadas por: objetivos amplos e escalonados; ruptura com o maniqueísmo; a es inclusivas; parcerias intersetoriais; incentivo à autonomia dos alunos; abordagem do indivíduo em toda a sua complexidade. Esta proposta amplia a abrangência da interven o para todos os alunos, independentemente se estes já experimentaram, já fizeram ou fazem algum uso de substancias psicoativas.
Impacto da vacina o contra influenza na mortalidade por doen as respiratórias em idosos  [cached]
Francisco Priscila Maria Stolses Bergamo,Donalisio Maria Rita de Camargo,Lattorre Maria do Rosário Dias de Oliveira
Revista de Saúde Pública , 2005,
Abstract: OBJETIVO: As doen as respiratórias, particularmente as infecciosas, vêm se tornando cada vez mais representativas na morbi-mortalidade da popula o idosa. O objetivo do estudo foi analisar a tendência de mortalidade por doen as respiratórias e observar o impacto da vacina o contra influenza nos coeficientes de mortalidade. MéTODOS: O estudo foi realizado no período de 1980 a 2000 em idosos residentes no Estado de S o Paulo, utilizando-se dados de mortalidade do Sistema de Informa es de Mortalidade do Ministério da Saúde. Trata-se de estudo ecológico de séries temporais. Foram analisadas as tendências das taxas padronizadas de mortalidade por doen as respiratórias infecciosas, segundo faixas etárias (60 a 64, 65 a 69, 70 a 74, 75 a 79 e 80 ou mais anos) e sexo, por meio de modelos de regress o polinomial. Foram calculados intervalos de confian a para a resposta média esperada nos anos subseqüentes à interven o. RESULTADOS: Os coeficientes aumentaram para ambos os sexos na popula o idosa. Após a interven o nota-se tendência ao declínio dos indicadores de mortalidade. Para a popula o idosa masculina, o coeficiente médio no período de 1980 a 1998 foi de 5,08 óbitos por mil homens com aumento linear n o constante de 0,13 ao ano; em 2000, o coeficiente observado foi de 4,72 óbitos por mil homens. Já para as mulheres de 60 anos e mais, o coeficiente anual médio foi de 3,18 óbitos por mil mulheres com incremento n o constante de 0,08 ao ano; no ano de 2000 o coeficiente observado foi 2,99 óbitos por mil mulheres, além da redu o significativa dos mesmos em todas as faixas etárias. CONCLUS ES: Os dados indicam a importancia das doen as respiratórias entre os idosos e sugerem que a prote o específica contra influenza tem se refletido positivamente na preven o da mortalidade por essas doen as.
Impacto da aspira o supra-cuff na preven o da pneumonia associada à ventila o mecanica Impact of supra-cuff suction on ventilator-associated pneumonia prevention
Carolina Ramos de Souza,Vivian Taciana Simioni Santana
Revista Brasileira de Terapia Intensiva , 2012,
Abstract: O paciente crítico encontra-se intubado ou traqueostomizado por necessitar, na maioria dos casos, de ventila o mecanica invasiva. As canulas utilizadas possuem o cuff, que pode atuar como um reservatório de secre es da orofaringe, predispondo à pneumonia associada à ventila o mecanica. Estudos têm demonstrado que a aspira o das secre es subglóticas por lúmen dorsal de suc o acima do cuff do tubo orotraqueal retarda e reduz a incidência de pneumonia associada à ventila o mecanica. O objetivo desta revis o foi verificar, na literatura, a importancia da utiliza o da aspira o com dispositivo supra-cuff em pacientes críticos submetidos à intuba o orotraqueal ou traqueostomia na preven o de pneumonia associada à ventila o mecanica. Para tanto, foi realizada revis o bibliográfica entre os anos de 1986 a 2011, por meio de portais de bases de dados nacionais e internacionais. Verificou-se que a aspira o das secre es subglóticas apresenta poucos resultados em rela o à diminui o dos dias de ventila o mecanica e de permanência na unidade de terapia intensiva, além de n o ser efetiva na diminui o da mortalidade, porém, mostra-se eficaz na redu o da incidência da pneumonia associada à ventila o mecanica de início precoce e na redu o de seus custos hospitalares. A forma de aspira o das secre es subglóticas contínua mostra-se mais eficiente na remo o de secre es; contudo, a forma intermitente parece ser a menos lesiva. Conclui-se que as canulas com dispositivo de aspira o supra-cuff permitem a aspira o das secre es subglóticas, proporcionando benefícios aos pacientes críticos, uma vez que reduzem-se a incidência de pneumonia associada à ventila o mecanica e, consequentemente, os custos hospitalares, além de n o haver rela o com efeitos adversos em larga escala. Critically ill patients are intubated or tracheostomized because, in most cases, these individuals require invasive mechanical ventilation. The cannulae that are used include the cuff, which can act as a reservoir for oropharyngeal secretions, predisposing to ventilator-associated pneumonia. Studies have revealed that the suction of subglottic secretions through the dorsal suction lumen above the endotracheal tube cuff delays the onset and reduces the incidence of ventilator-associated pneumonia. The aim of this review is to assess published studies regarding the significance of using suction with a supra-cuff device for the prevention of ventilator-associated pneumonia in critically ill patients treated with orotracheal intubation or tracheostomy. Therefore, by searching national an
Suplementa o de vitaminas na preven o de cancer  [cached]
SILVA Cyntia Rosa de Melo,NAVES Maria Margareth Veloso
Revista de Nutri??o , 2001,
Abstract: Este trabalho constitui uma revis o de dados epidemiológicos sobre a rela o entre o consumo de vitaminas e preven o de cancer. Estudos observacionais evidenciam uma associa o inversa consistente entre a ingest o de frutas e hortali as e risco de cancer, e um efeito protetor das vitaminas C, E e dos carotenóides contra certos tipos de cancer. Resultados de estudos de interven o, na preven o primária de cancer, s o contraditórios, sendo que em dois desses estudos o beta-caroteno, suplementado em doses consideradas farmacológicas, isolado ou associado à vitamina E ou à vitamina A, mostrou-se deletério para tabagistas. Ao contrário, a ingest o de doses mais fisiológicas de antioxidantes parece ser mais eficaz, sendo que a a o sinérgica dessas substancias na quimiopreven o de cancer já foi demonstrada tanto em modelo in vivo de carcinogênese quanto em estudo epidemiológico de interven o. Como estratégia de preven o de cancer preconiza-se o consumo de dietas ricas em frutas e hortali as, que aportem cerca de 150 mg de vitamina C, 30 mg de vitamina E e 4 mg de carotenóides. A ingest o de quantidades mais elevadas, na forma de suplementos, n o está recomendada.
Interven es de enfermagem e flebites decorrentes de cateteres venosos periféricos. Revis o sistemática da literatura. Intervenciones de enfermería y flebitis resultantes de cateteres venosos periféricos. Revisión sistemática de la literatura Nursing interventions and peripheral venous catheter-related phlebitis. Systematic literature review  [cached]
Anabela de Sousa Salgueiro Oliveira,Pedro Miguel Santos Dinis Parreira
Revista de Enfermagem Referência , 2010,
Abstract: Os cuidados de enfermagem a doentes portadores de cateteres venosos periféricos (CVP) s o uma necessidade constante devido à frequência com que estes dispositivos s o utilizados. Esta revis o sistemática tem como objectivo conhecer qual a evidência científica sobre as interven es de enfermagem realizadas a doentes com CVP e impacto das mesmas na preven o da ocorrência de flebites. Os estudos científicos publicados em bases de dados de referência, entre Abril de 2004 e Mar o de 2010, foram seleccionados segundo a metodologia PICOD com critérios de inclus o/exclus o previamente definidos. Foram identificados 19 estudos que possibilitaram uma agrega o em três áreas: interven es de enfermagem relacionadas com a inser o do CVP, com a vigilancia dos doentes e com os conhecimentos dos enfermeiros. As três áreas foram identificadas como relevantes e com influência na ocorrência de flebites. As interven es de enfermagem realizadas a doentes portadores de CVP podem prevenir a ocorrência de flebites. A produ o científica, é no entanto, reduzida, havendo necessidade de aprofundar e investigar sobre o impacto da forma o dos enfermeiros na prática clínica e suas interven es. Los cuidados de enfermería a enfermos portadores de catéteres venosos periféricos (CVP) son una necesidad constante debido a la frecuencia con la que estos dispositivos son utilizados. Esta revisión sistemática tiene como objetivo conocer cuál es la evidencia científica sobre las intervenciones de enfermería realizadas a enfermos con CVP y el impacto de las mismas en la prevención de la aparición de flebitis. Los estudios científicos publicados en bases de datos de referencia, entre abril de 2004 y marzo de 2010, fueron seleccionados según la metodología PICOD y con criterios de inclusión/exclusión previamente definidos. Fueron identificados 19 estudios, que posibilitaron una aportación en tres áreas: intervenciones de enfermería relacionadas con la inserción del CVP; con la vigilancia de los enfermos y con los conocimientos de los enfermeros. Las tres áreas fueron identificadas como relevantes y con influencia en la aparición de flebitis. Las intervenciones de enfermería realizadas a enfermos portadores de CVP pueden prevenir la aparición de flebitis. La producción científica es, no obstante, reducida, habiendo necesidad de profundizar e investigar sobre el impacto de la formación de los enfermeros en la práctica clínica y sus intervenciones. Nursing care provided to patients using peripheral venous catheters (PVC) is a constant need due to the high frequency of catheter use. The aim of
Diferen as na preven o da Aids entre homens e mulheres jovens de escolas públicas em S o Paulo, SP  [cached]
Antunes Maria Cristina,Peres Camila Alves,Paiva Vera,Stall Ron
Revista de Saúde Pública , 2002,
Abstract: OBJETIVOS: Estudar as práticas sexuais de risco para a infec o pelo HIV de estudantes adultos jovens (18 a 25 anos) de escolas públicas noturnas e avaliar as diferen as de gênero e o impacto de um programa de preven o de Aids. MéTODOS: Estudo longitudinal de interven o, em quatro escolas da regi o central do Município de S o Paulo, SP, divididas aleatoriamente em dois grupos: interven o e controle. Uma amostra de 394 estudantes participou do estudo, e 77% completaram o questionário pós-interven o. Realizaram-se "Oficinas de Sexo Mais Seguro" para discutir simbolismo da Aids, percep o de risco, influências das normas de gênero nas atitudes, informa es sobre Aids, corpo erótico e reprodutivo, prazer sexual e negocia o do uso do preservativo. Para a análise estatística, foram empregados os testes qui-quadrado de Pearson e a análise de co-variancia. RESULTADOS: A freqüência do uso consistente de preservativo foi baixa (33%), e existiam diferen as significativas entre homens e mulheres com referência à sexualidade e à preven o de Aids. Ao avaliar os efeitos das oficinas, as mudan as foram estatisticamente significativas entre as mulheres, que relataram maior propor o de sexo protegido entre outros aspectos relacionados à preven o da Aids. As mudan as n o foram significativas entre os homens. CONCLUS ES: O risco para a infec o pelo HIV pode ser diminuído, mas resultados mais expressivos podem ser encontrados se forem consideradas as diferen as de gênero e de papéis sexuais por meio de programas comunitários específicos de longa dura o.
Psicologia escolar na educa o infantil: atua o e preven o em saúde mental  [cached]
Viviane Vieira,Janete Hansen,Mauro Luis Vieira
Barbarói , 2009,
Abstract: A psicologia no contexto escolar sofreu diversas modifica es durante sua história. Compreendida somente como ligada á psicometria, hoje a psicologia escolar vem ao encontro da política de preven o em saúde mental. O psicólogo necessita se inserir no contexto e tornar-se próximo tanto dos profissionais do local como das crian as e de suas famílias. Este artigo relata uma experiência de estágio em psicologia na educa o infantil em uma creche em Santa Catarina. Com esse relato objetiva-se enriquecer as práticas da psicologia escolar, especialmente na educa o infantil, e transmitir a experiência positiva vivenciada pelas estagiárias. Os focos de interven o foram diversos, envolvendo a adapta o dos bebês, a prontid o para a alfabetiza o e os grupos com crian as. Além das a es específicas, também é relatado como foi realizada a inser o no contexto e quais atividades faziam parte da rotina das estagiárias de psicologia. Durante o período do estágio foi possível perceber que a posi o do estagiário necessita ser rotineira, colocando-se à disposi o das necessidades da institui o e focada na preven o. As diversas interven es resultaram em melhoras no relacionamento da creche-família e contribuíram para explicitar o papel do psicólogo no contexto escolar, principalmente relacionado à preven o em saúde mental. Abstract Psychology in the school context has been under several changes during its history. Understood only as related to psychometrics, educational psychology today is in favor of the policy of prevention in mental health. The psychologist needs to insert within and become near both local professionals, and children, and their families. This article reports an internship in psychology at childhood education in a nursery in Santa Catarina. With this report aims to enrich the practice of school psychology, especially in early childhood education and forward positive experience experienced by the trainees. Focuses intervention were diverse, involving the adaptation of the babies, the readiness for literacy and groups with children. In addition to specific actions, the insertion in the context and what activities were parts of routine of interns in psychology was reported. During the period of probation was possible to understand that the position of the trainee needs to be routine by placing the provision of institution's needs and focused on prevention. The various interventions resulted in improvements in the relationship of family-care center and contributed to clarify the role of the psychologist in the school context, especially related to p
(RE) CONSTRUINDO O TRABALHO DOCENTE NA PRé-ESCOLA: UMA TENTATIVA DE INTERVEN O  [cached]
Gilza Maria Zauhy Garms
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2009,
Abstract: (RE) CONSTRUINDO O TRABALHO DOCENTE NA PRé-ESCOLA: UMA TENTATIVA DE INTERVEN O
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.