oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Tempo e espa o, mudan a e movimento, percep o-sensa o e lembran a em Henri Bergson
Jean Calmon Modenesi
Geografares , 2011,
Abstract: Trata-se de uma análise sobre os conceitos de tempo e espa o, mudan a e movimento, percep o/sensa o e lembran a no ambito do pensamento de Henri Bergson. Tal análise deseja mostrar que, por um lado, Bergson re-descobre o Tempo ao modo do passado, mas, por outro, o re-encobre, ao pensá-lo como qualidade, isto é, como um tempo qualitativo, ao invés de pensá-lo já enquanto intensidade, ou seja, enquanto um tempo intensivo.
Universidade em tempo de mudan?a
Vieira, Eleonora Milano Falc?o;van Bellen, Hans Michael;Fialho, Francisco Antonio Pereira;
Cadernos EBAPE.BR , 2006, DOI: 10.1590/S1679-39512006000300011
Abstract: this article analyses the role played by the university in times of deep changes. particularly, in the last two decades, the new knowledge and information technologies, the new concepts of management and organization, the latest demands in terms of forming specialists and professionals and new social attitudes has been requiring a large variety of responsibilities of the higher education institutions. however, not always universities develop updating rhythms compatible with the demands of a society under such fast transformation. there is a misencounter between the development of society and the academic stability in the majority of the higher education institutions. nowadays, society works and advances in a short term perspective while the university works under a medium/long term prospect. many times, the academic and organizational structure of the higher education institutions is highly bureaucratic (specially federal universities) while the private institutions are strictly in search of results. such reality is responsible for academic disfunctions which result in universities as delayed institutions in a new society. a time of change is a time of constant updating and it is necessary to incorporate it into every step taken on the activities at the university.
Apagamento do R Final no Dialeto Carioca: um Estudo em Tempo Aparente e em Tempo Real
CALLOU, Dinah;MORAES, Jo?o;LEITE, Yonne;
DELTA: Documenta??o de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada , 1998, DOI: 10.1590/S0102-44501998000300006
Abstract: this paper deals with the weakening process of the phoneme r in final coda position, in rio de janeiro dialect. following labovian quantitative approach, three sets of data are compared, in order to present a case-study in apparent time and real time, through a panel and a trend study. it is shown that final r deletion follows age grading pattern and cannot be considered a change in progress.
Apagamento do R Final no Dialeto Carioca: um Estudo em Tempo Aparente e em Tempo Real  [cached]
CALLOU Dinah,MORAES Jo?o,LEITE Yonne
DELTA: Documenta??o de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada , 1998,
Abstract: This paper deals with the weakening process of the phoneme R in final coda position, in Rio de Janeiro dialect. Following labovian quantitative approach, three sets of data are compared, in order to present a case-study in apparent time and real time, through a panel and a trend study. It is shown that final R deletion follows age grading pattern and cannot be considered a change in progress.
Política, atores e interesses no processo de mudan a institucional: a cria o do Ministério da Saúde em 1953  [cached]
Hamilton Wanda,Fonseca Cristina
História, Ciências, Saúde-Manguinhos , 2003,
Abstract: Este trabalho analisa a cria o do Ministério da Saúde, em 1953, por meio da identifica o dos principais agentes envolvidos, seus interesses e estratégias utilizadas para atingir seus objetivos e influenciar o processo de mudan a institucional. Relacionando este processo às características particulares do contexto político da época, identificaremos, entre as arenas de decis o, aquela que ganhou relevancia; apresentaremos as variáveis políticas que interferiram no surgimento dessa nova agência estatal aut noma para a saúde pública.
Conceitos de educa o e de promo o em saúde: mudan as individuais e mudan as organizacionais  [cached]
Candeias Nelly Martins Ferreira
Revista de Saúde Pública , 1997,
Abstract: Foram estudadas as distintas características das defini es de promo o em saúde e de educa o em saúde. Introduzem-se duas diferentes abordagens para planejamento, denominadas PRECEDE/PROCEDE e HELPSAM. Mostra-se que as solu es podem ser conduzidas em dois sentidos, incluindo mudan as individuais e mudan as organizacionais. Portanto, é preciso que os especialistas tenham profundo conhecimento da viabilidade das áreas de interven o e compreendam suas fun es e seus papéis na prática da saúde pública.
O ethos sanjoanense: tradi o e mudan a em uma "cidade pequena"
Caniello Márcio
Mana , 2003,
Abstract: Este artigo analisa como o "padr o pessoalizante de rela es sociais", arquetípico das chamadas sociedades holistas ou tradicionais, amago do ethos nacional brasileiro e elemento estruturante da vida coletiva nas "cidades pequenas", reage diante do "processo de individualiza o" provocado pela expans o do capitalismo e de seus valores dominantes. Tomando como referência o período em que o Brasil passou a se incluir mais vigorosamente sob a "ordem social competitiva" do sistema mundial, o texto reconstitui a história do faccionalismo - uma express o proeminente do padr o pessoalizante de rela es sociais - em uma pequena cidade de Minas Gerais entre o final do século XIX e o final do século XX. O objetivo é relativizar a concep o de que esse processo tenha redundado em uma decaída do estilo de vida tradicional da pequena cidade, mas também rejeitar a idéia de que a tradi o se mantém incólume à passagem do tempo, propondo que a dialética entre tradi o e mudan a explicita "processos de modula o" do ethos local.
Digestibilidade aparente de dietas contendo diferentes níveis de amido para coelhos em crescimento  [cached]
Arruda Alex Martins Varela de,Carregal Ronaldo Dessimoni,Ferreira Renato Gon?alves
Revista Brasileira de Zootecnia , 2000,
Abstract: Com o objetivo de avaliar a influência do amido dietético sobre a digestibilidade aparente dos nutrientes, para coelhos em fase de crescimento, quatro dietas experimentais foram elaboradas de forma a conter níveis crescentes de amido de milho (23, 28, 33 e 38% de amido total na base da matéria seca (MS), os quais foram fornecidas a 20 coelhos da ra a Nova Zelandia Branco, distribuídos em gaiolas de metabolismo individuais, segundo delineamento inteiramente casualizado. Os resultados obtidos demonstraram efeito linear crescente para os coeficientes de digestibilidade aparente da MS, matéria organica (MO), fibra em detergente neutro (FDN) e amido, à medida que aumentou o nível de amido dietético nas dietas experimentais. O nível de 38% de amido dietético proporcionou, portanto, o melhor coeficiente de digestibilidade para o amido (87,26%). N o foram observadas diferen as para os coeficientes de digestibilidade aparente da proteína bruta (PB), energia bruta (EB) e fibra em detergente ácido (FDA), em rela o aos diferentes níveis de amido nas dietas experimentais. No entanto, para o teor de extrato etéreo (EE), foi verificado melhor aproveitamento (89,46%) para os animais alimentados com a dieta contendo 23% de amido. Os coelhos foram eficientes em digerir o amido de milho, quando este apresentou alta participa o na por o carboidrato total da dieta.
Farelo de palma forrageira (Opuntia ficus-indica Mill) em substitui o ao milho: 1. digestibilidade aparente de nutrientes  [cached]
Veras Robson Magno Liberal,Ferreira Marcelo de Andrade,Carvalho Francisco Fernando Ramos de,Véras Ant?nia Sherlanea Chaves
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar o consumo e a digestibilidade aparente de nutrientes em dietas com quatro níveis de substitui o do milho (0, 25, 50 e 75%) pelo farelo de palma forrageira. Dezesseis carneiros com 30 meses de idade e peso vivo médio de 40 kg foram alocados em delineamento inteiramente ao acaso. N o houve efeito dos níveis de substitui o do milho pelo farelo de palma sobre o consumo de nutrientes, o qual foi restrito em 2,5% do peso vivo. A inclus o do farelo de palma forrageira n o influenciou o coeficiente de digestibilidade aparente da matéria seca, matéria organica, fibra em detergente neutro, carboidratos totais, extrato etéreo e proteína bruta. O coeficiente de digestibilidade aparente da fibra em detergente ácido aumentou linearmente com a inclus o de palma forrageira na dieta.
Influência da adi o de pectina e farelo de soja sobre a digestibilidade aparente de nutrientes, em eqüinos  [cached]
Oliveira Gabriel Jorge Carneiro de,Lima José Augusto de Freitas,Araújo Kleber Vilela,Fialho Elias Tadeu
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002,
Abstract: O trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a influência da adi o de pectina e farelo de soja sobre a digestibilidade aparente de nutrientes, em eqüinos. Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 4x2, sendo qautro níveis de pectina (0, 1, 2 e 3% da MS do feno de coastcross consumido) e a adi o ou n o de farelo de soja, totalizando oito tratamentos, com quatro repeti es. As variáveis estudadas foram os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca (CDAMS), proteína bruta (CDAPB), fibra em detergente neutro (CDAFDN), fibra em detergente ácido (CDAFDA), hemicelulose (CDAHEM), energia bruta (CDAEB) e a energia digestível (ED). A adi o de pectina n o afetou o CDAMS, CDAFDN, CDAFDA, CDAEB e nem a ED; porém melhorou o CDAPB, no nível de 1,25%, e o CDAHEM, em todos os níveis utilizados. Concluiu-se que a adi o de 1,25% de pectina à dieta melhorou a digestibilidade aparente da PB e a adi o de 3% de pectina proporcionou a melhor digestibilidade aparente da hemicelulose. A adi o de farelo de soja à dieta, com o intuito de aumentar o aproveitamento da fibra bruta dos alimentos como fonte de energia, n o é aconselhavel, uma vez que n o houve melhora da digestibilidade aparente da FDN e da FDA.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.