oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
O Or amento Participativo do Rio de Janeiro e as Políticas de Planejamento Urbano Estratégico  [cached]
Isabel Cristina da Costa Cardoso
Em Pauta : Teoria Social e Realidade Contemporanea , 2010,
Abstract: A cidade do Rio de Janeiro tem se destacado como palco das políticas de empreendedorismo urbano sob influência de agências multilaterais como o Banco Mundial (BIRD). Para aprofundar a compreens o do significado deste “ajuste”, o artigo analisa fontes documentais do Segundo Plano Estratégico da Cidade do Rio de Janeiro e das estratégias do BIRD para a cidade. A partir deste procedimento metodológico, problematiza a subordina o do or amento participativo à gest o empreendedora do planejamento estratégico. O objetivo é real ar a forma como as políticas de empreendedorismo urbano operam a partir da anula o da política. Palavras-chave: Empreendedorismo urbano; or amento participativo; planejamento urbano; Segundo plano estratégico do Rio de Janeiro.
Constru??o e consolida??o de institui??es democráticas: papel do or?amento participativo
SOUZA, CELINA;
S?o Paulo em Perspectiva , 2001, DOI: 10.1590/S0102-88392001000400010
Abstract: na maioria das democracias recentes, governos e segmentos da sociedade vêm buscando mecanismos para fortalecer as institui??es democráticas. com esse objetivo, várias experiências têm sido desenvolvidas para aumentar a participa??o dos cidad?os no processo decisório de políticas públicas, em especial as de abrangência local. uma dessas experiências é a do or?amento participativo. este artigo analisa a literatura sobre o tema, particularmente a relativa às experiências de porto alegre e de belo horizonte.
Intelectuais, cultura e engajamento político
Antonio Ozaí da Silva
Revista Espa?o Acadêmico , 2010,
Abstract: Resenha: RIDENTI, Marcelo. Brasilidade revolucionária. S o Paulo: Editora UNESP, 2010 (192 p.)
Democracia representativa e or amento participativo:governan a e accountability
Jo?o Batista Domingues Filho
Revista Sociedade & Natureza , 2004,
Abstract: Argument about the difficulties regarding the relation between creativity institucional and the trial decided in the iterior from the representative democracy. For so much, is carried out a reflection about the possible virtuosity on the accasion of tha operation from the state with accountability. Finally, the plurality model arises like theoretical too for the comprehension from the interaction between representative democracy and budget participativo.
O or amento participativo digital e a democracia participativa: um estudo de caso a partir da experiência de Belo Horizonte  [cached]
Joelma Fátima Alvarenga,Wladimir Rodrigues Dias
Revista Tecer , 2011,
Abstract: Em um contexto social complexo e globalizado e sob um regime constitucional democrático, o Poder Público tem buscado novas formas de participa o dos cidad os nos negócios públicos. A participa o direta, mediante o acesso da sociedade ao processo de decis o sobre políticas públicas, tem constituído importante instrumento para a concretiza o, no Brasil, de uma democracia que alia instrumentos representativos e diretos. Entre as principais experiências verificadas no país encontra-se a ado o, pela Administra o Pública, do Or amento Participativo, estratégia que permite ao cidad o definir, em certa medida, a aloca o de recursos públicos em um dado período. Este trabalho parte dessas premissas e avalia a implementa o e execu o do Or amento Participativo Digital – OPD - no Município de Belo Horizonte no ano de 2006. No estudo realizado verificou-se que o OPD representa um aprofundamento, em qualidade e quantidade, do Or amento Participativo, pois tanto expande a participa o quanto resguarda mais a autonomia da vontade do eleitor. Apesar dos problemas apresentados, constatou-se que o OPD constitui um passo importante para a amplia o da democracia participativa
Or?amento Participativo e as novas dinamicas políticas locais
Souza, Luciana Andressa Martins de;
Lua Nova: Revista de Cultura e Política , 2011, DOI: 10.1590/S0102-64452011000300009
Abstract: the current study argues that the development of conflictiv relationships between participatory budgeting (pb), the executive, the legislative, and parties in the area of municipal government, in part explain the variations in reach of these participatory experiments. it compares three experiments in pb carried out in the interior of the state of s?o paulo - mat?o, rio claro, and s?o carlos - that are similar in various ways, but which are distinguished by the variation in the trajectory of their pb programs (continuous, discontinuous, and broken) in the last three municipal administrations. in sum, it concludes that the patterns in conflictual relationships and cooperation between the studied local political actors contribute to the varying scope of pb, as to the emergence of new local political designs.
PARTICIPA O E CULTURA POLíTICA: RENDIMENTOS SUBJETIVOS DA EXPERIêNCIA DO OR AMENTO PARTICIPATIVO  [cached]
Ednaldo Aparecido Ribeiro,Julian Borba
Revista Debates , 2011,
Abstract: The Participatory Budget has been described in literature as a democratic innovation bearer of virtues, whether in the capacity for rationalization of state action, is the potential to alter historical patterns of relationship State x Society in Brazil, such as clientelism. Recent studies also point to possible impacts of experience in attitudinal and behavioral patterns of participants, so the OP would produce some kind of political learning. Looking empirically explore these potential positive effects of this study is to examine to what extent the participatory involvement in this institution can be understood as conditioning or determining a set of indicators collected by the conventional literature on the label of political culture. Therefore, we intend to question whether it is possible, from participatory institutional innovations, produce changes in the pattern of subjective orientations and attitudes of citizens. To achieve these goals we take as a set of empirical data on the experience of participatory budgeting in Porto Alegre developed. Such information comes from one survey conducted by the Center for Research on Latin America (NUPESAL) for the year 2000.The paper is organized into three parts: First, we discuss the theoretical issues involved in this debate. On Monday, we present the empirical data. In the end, we set out some conclusions and perspectives for further work.
Democracia e justi a distributiva: estudo comparado das experiências de or amento participativo em Vitória e Serra (ES)  [cached]
Euzineia Carlos
Geografares , 2006,
Abstract: O presente estudo investiga o impacto redistributivo dos processos de Or amento Participativo sobre os gastos sociais nas cidades de Vitória e Serra/ES, no intuito de verificar em que medida as regi es tradicionalmente desfavorecidas s o privilegiadas na distribui o de recursos. A rela o entre democracia e justi a distributiva tende a ser fortalecida mediante o aumento de uma complexidade metodológica mediada por critérios objetivos e transparentes definidos segundo um complexo processo de conflito e negocia o com base na reconfigura o das rela es entre Estado e sociedade. A efetiva o do OP enquanto política redistributiva é fruto de processos sociais resultantes do embate entre práticas sociais que, por sua vez, se consubstanciam em regras e normas coletivamente construídas e n o da simples aplica o de um “modelo” supostamente eficiente.
Participa o e gest o local: pontuando reflex es sobre a experiência de or amento participativo em Teresina/PI
Lima, Antonia Jesuíta de,Sousa, Patrícia de
Textos & Contextos (Porto Alegre) , 2010,
Abstract: O debate que circunda o redimensionamento das institui es democráticas contemporaneas sinaliza para a redefini o das rela es entre Estado e sociedade. Neste sentido, s o preconizados novos paradigmas de gest o pública calcados em um duplo processo: de descentraliza o e de participa o. No contexto da redemocratiza o da sociedade brasileira, esses parametros foram associados à revers o do autoritarismo que ordenou o processo de produ o das políticas públicas. Assim, nas últimas décadas, assiste-se à implementa o, no nível local, de formatos institucionais que visam à democratiza o da gest o pública. Este artigo apresenta reflex es iniciais de uma pesquisa sobre o Or amento Participativo em Teresina/Piauí.
Título da página electrónica: Or amento Participativo Portugal
Nelson Dias
Revista Crítica de Ciências Sociais , 2012,
Abstract: Uma página de entrada para a participa o A página www.op-portugal.org foi criada em Mar o de 2008, no ambito do projecto Or amento Participativo Portugal, apoiado pela Iniciativa Comunitária EQUAL (Employment, Social Affairs and Equal Opportunities). A interven o desenvolvida teve como objectivo geral disseminar o tema e a metodologia do Or amento Participativo (OP) a nível nacional, através da organiza o de ac es de forma o, workshops, encontros nacionais e consultoria para as autarquia...
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.