oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Religi o e liga o entre súditos e poderes soberanos (I): Martinho Lutero, paradoxo humano e autoridade secular
Alexander Martins Vianna
Revista Espa?o Acadêmico , 2011,
Abstract: Estudo introdutório e trechos selecionados do serm o “Sobre a Autoridade Secular”, de Martinho Lutero (1483-1546), como parte da série de estudos e exposi o de trechos selecionados de fontes que apresentam a racionaliza o teológico-política reformada a respeito da rela o entre súditos e poderes soberanos no Antigo Regime.
A REGRA E O SISTEMA NA ESTRUTURA DA CONSTRU O DE ESPA O NO DESENHO  [PDF]
MEIRELES, António
European Review of Artistic Studies , 2011,
Abstract: Drawing is an expression whose freedom of thought and action is linked to the rule andsystem, as material characteristics, or as conceptual structures. In this article, differentlevels of rules and systems are analyzed in what constitutes the matrix and structure ofspace construction through drawing, in the context of the PHD research and sustained inthe practice as teacher of drawingResumoO desenho é uma express o cuja liberdade de pensamento e ac o estáirrevogavelmente associada à regra e ao sistema, seja como características materiais, oucomo estruturas conceptuais. Neste artigo analisam-se diferentes instancias da regra edo sistema no que constitui a génese e estrutura da constru o de espa o no desenho, noquadro da investiga o desenvolvida no doutoramento sobre o desenho de espa o,apoiada na prática lectiva enquanto docente de desenho.
A regra da proporcionalidade e sua aplicabilidade na hermenêutica constitucional
Vanessa Batista Oliveira
Revista Espa?o Acadêmico , 2010,
Abstract: O presente artigo tem como fito analisar a regra da proporcionalidade e sua aplicabilidade na hermenêutica.No sistema jurídico brasileiro, a regra da proporcionalidade é um princípio constitucional implícito porque n o consta expressamente no texto da Constitui o Federal de 1988. A maioria das Constitui es de Estado Democráticos de Direito n o contem referência expressa ao princípio, o que evidencia o problema da sua fundamenta o normativo-constitucional. Pelo princípio da proporcionalidade, o que se busca é uma opera o que se limite apenas ao indispensável para superar o conflito entre os aludidos princípios.
A regra do julgamento final na apela o civil norte-americana e o direito brasileiro: breves notas  [cached]
Flavio Mirza
Lex Humana , 2010,
Abstract: O presente artigo trata de aspectos relevantes da apela o no direito processual civil norte-americano. Enfocou-se, mais detidamente, a chamada regra do julgamento final e seu tratamento pela Suprema Corte. Finalmente, foi feita uma breve compara o com o direito brasileiro.
A REGRA DA TRANSPARêNCIA COMO ELEMENTO DEMOCRATIZADOR NO PROCESSO DA PRODU O JORNALíSTICA  [cached]
Marta Regina Maia
Brazilian Journalism Research , 2008,
Abstract: A proposta deste artigo é discutir a necessidade de se ampliar oconhecimento dos leitores, ouvintes, telespectadores e internautassobre o processo de produ o da informa o dos meios decomunica o no Brasil. Dentre as possibilidades está a importanciados jornalistas em revelar os bastidores da produ o da informa o,o qual é possível com a Regra da Transparência, um dos princípiosintelectuais da ciência da reportagem, denominada de “Disciplinada verifica o” pelos jornalistas Bill Kovach e Tom Rosenstiel. Aexistência de um espa o formal de relato dos métodos utilizados paraa produ o das matérias, que pode ocorrer por intermédio de livrosou blogs, entre outros, contribui para a
Indícios de parentesco entre dois testemunhos da Regra de S o Bento : cola o entre Alc. 44 e Il. 70  [cached]
Sílvio de Almeida Toledo Neto
Caligrama : Revista de Estudos Romanicos , 2010,
Abstract: Resumo: No presente trabalho, apresentam-se exemplos de li es variantes entre os manuscritos Alc. 44 e Il. 70, testemunhos portugueses da Regra de S o Bento. Com base na caracteriza o de variantes textuais e linguísticas, discute-se o parentesco entre os testemunhos. Palavras-chave: Crítica textual; história da língua portuguesa; Regra de S o Bento; cola o de testemunhos. Abstract: The purpose of this paper is to present examples of variant readings between manuscripts Alc. 44 and Il. 70, portuguese copies of the Rule of Saint Benedict. Based on the description of textual and linguistic variants, we discuss the degree of relationship between copies. Keywords: Textual criticism; Portuguese language history; Rule of Saint Benedict; collation of copies.
A "square-root rule" for reinsurance Uma "regra de raiz quadrada" para resseguro  [cached]
Michael R. Powers,Martin Shubik
Revista Contabilidade & Finan?as , 2006, DOI: 10.1590/s1519-70772006000500008
Abstract: In previous work, the authors derived a mathematical expression for the optimal (or "saturation") number of reinsurers for a given number of primary insurers (see Powers and Shubik, 2001). In the current article, we show analytically that, for large numbers of primary insurers, this mathematical expression provides a "square-root rule"; i.e., the optimal number of reinsurers in a market is given asymptotically by the square root of the total number of primary insurers. We note further that an analogous "fourth-root rule" applies to markets for retrocession (the reinsurance of reinsurance). Em um estudo anterior, os autores derivaram uma express o matemática para a quantidade ótima (ou "de satura o") de resseguradoras para um dado número de seguradoras primárias (vide Powers e Shubik, 2001). Neste trabalho, mostramos analiticamente que, para grandes quantidades de seguradoras primárias, esta express o matemática oferece uma "regra de raiz quadrada"; i.e., o número ótimo de resseguradoras em um mercado é dado assintoticamente pela raiz quadrada do número total de seguradoras primárias. Além disso, observamos que uma "regra de raiz quarta" análoga aplica-se aos mercados para retrocess o (o resseguro do resseguro).
Procedimentos no jogo virtual Colheita Feliz: entre a virtude e a regra  [cached]
Luciane Guimar?es Batistella Bianchini,Francismara Neves de Oliveira,Mario Sérgio Vasconcelos
ETD : Educa??o Temática Digital , 2012,
Abstract: O estudo realizado, apoiado em pesquisas sobre cultura moral na perspectiva teórica piagetiana, teve como objetivo investigar a rela o entre virtude e regra nos procedimentos de participantes do jogo virtual Colheita Feliz do aplicativo do Orkut. A pesquisa qualitativa, na modalidade de um estudo descritivo, analisou as condutas lúdicas de 60 jogadores, os quais foram observados durante dois meses. O ranking revelador do desempenho dos jogadores foi analisado em correspondência às observa es dos procedimentos empregados. Os resultados apontam o predomínio do procedimento de roubo em rela o ao de cultivo de produtos e permitem considerar que a a o de roubar, dominante nas suas condutas, n o foi regida pela virtude – honestidade ou ausência dela (domínio moral) –, mas pela conven o das regras do jogo (domínio social), que favorecem tal procedimento, combinadas com o domínio pessoal (escolhas) e mútuo consentimento entre os sujeitos participantes do jogo. Os dados n o indicam rela o entre as a es dos jogadores no campo virtual e no plano real no que concerne ao roubo e refor am a ideia de que a regra é convencionada nos domínios de um grupo e é dependente das intera es sociais nele estabelecidas, nas quais deve prevalecer o respeito mútuo entre pares. Os dados revelam ainda que a moral n o é o elemento regulador das a es no jogo. Infere-se a importancia do estudo de procedimentos de jogadores em jogos virtuais como reveladores de aspectos cognitivos, afetivo-sociais e morais aplicados em situa es de intera o lúdica.
A regra moral e os princípios práticos do agir em Kant  [PDF]
édison Martinho Difante
PERI , 2011,
Abstract: O presente artigo consiste em uma breve exposi o sobre a regra moral e os princípios práticos do agir em Kant. O texto direciona para o esclarecimento do conceito de autonomia da vontade, imprescindível para a justifica o da moralidade, e sem o qual o homem n o poderia ser pensado como um fim em si mesmo. Tomando por fonte principal a Fundamenta o da metafísica dos costumes, mas n o se restringindo a ela, o texto busca mostrar, a partir da no o de Imperativo Categórico, como a natureza humana pode ser considerada um fim em si mesmo. Para isso, se faz necessário reconstruir a argumenta o referente aos conceitos de vontade, lei e máxima.
Multitaper spectral analysis of cosmic rays S?o Martinho da Serra's muon telescope and Newark's neutron monitor data
Silva, Marlos Rockenbach da;Alarcon, Walter Demetrio Gonzalez;Echer, Ezequiel;Dal Lago, Alisson;Vieira, Luis Eduardo Antunes;Guarnieri, Fernando Luís;Lucas, Aline de;Schuch, Nelson Jorge;Munakata, Kazuoki;
Revista Brasileira de Geofísica , 2007, DOI: 10.1590/S0102-261X2007000600019
Abstract: in this work we present an analysis on the correction efficiency of atmospheric effects on cosmic ray s?o martinho da serra's muon telescope and newark's neutron monitor data. we use a multitaper spectral analysis of cosmic rays time series to show the main periodicities present in the corrected and uncorrected data for the atmospheric effects. this kind of correction is very important when intends to study cosmic rays variations of extra-terrestrial origin.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.