oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
O CONCEITO DE VERDADE NA CR TICA DA RAZ O PURA DE KANT  [cached]
Lu?-s Estevinha Rodrigues
Problemata : International Journal of Philosophy , 2011, DOI: 10.7443/problemata.v2i2.10799
Abstract: Neste ensaio inspeccionamos as duas concep es complementares de verdade que, da nossa perspectiva, suportam a epistemologia de Kant. Ao fazê-lo pretendemos lan ar as bases para defender que a concep o de verdade resultante da conjun o dessas duas concep es parcelares, se correcta, acaba por deixar o agente cognitivo mais distante do mundo e das coisas do que seria desejável. In this essay we look into the two complementary notions of truth which, as we construe the topic, support Kant’s epistemology. In so doing, we intend to find the necessary basis to hold that Kant’s overall account of truth, if in order, pushes the cognitive agent farther from the external world and its objects beyond what is desirable.
Justifica o, coerência e circularidade  [PDF]
Burdzinski, Júlio César
Veritas , 2005,
Abstract: Este artigo está organizado do seguinte modo: na primeira se o, apresento as raízes histórico-filosóficas dos problemas do conhecimento e da justifica o; na segunda, tra o a distin o entre verdade e justifica o epistêmica; a terceira se o é dedicada ao problema da circularidade, problema tradicionalmente imputado ao coerentismo; na quarta se o, apresento uma no o heterodoxa de justifica o, a justifica o sistêmica; na quinta, apresento e critico uma outra no o heterodoxa de justifica o, a justifica o inferencial n o-linear; na sexta se o, apresento mais algumas distin es importantes e destaco as formas proposicional e doxástica da justifica o; o exame destas formas é desenvolvido subseqüentemente na sétima se o; concluo o artigo com uma reflex o acerca da natureza e dos limites de minha proposta. This paper has the following structure: on the first section, I report on the historical and philosophical roots of the problems of knowledge and justification; on the second, I lay out the distinction between truth and epistemic justification; the third section is devoted to the problem of circularity, a problem often attributed to coherentism; on the fourth section, I introduce an unorthodox notion of justification, systemic justification; on the fifth, I present and criticize another unorthodox notion of justification, non-linear inferential justification; on the sixth, I discuss a few other distinctions and focus on the propositional and doxastic forms of justification; the examination of those forms is subsequently developed on the seventh section; I conclude with a reflection on the nature and limits of my proposal.
IMPROPRIEDADE DOS PRINCíPIOS DA VERDADE MATERIAL E DA VERDADE FORMAL: UMA ANáLISE FILOSóFICA SOBRE A VERDADE ALCAN áVEL PELO DIREITO  [cached]
Patrícia de Almeida Cardoso
Fides : Revista de Filosofia do Direito, do Estado e da Sociedade , 2010,
Abstract: A doutrina relaciona à atividade probatória os princípios da verdade material e da verdade formal. Entretanto, o presente trabalho tem por escopo demonstrar a impropriedade desta divis o principiológica. Transportando-se para o Direito o conceito de verdade para a Filosofia, em destaque à Escola do Pragmatismo e do Neopragmatismo, bem como, apresentando-se o conjunto de limita es intrínsecas à natureza humana e criadas pelo ordenamento jurídico, busca-se evidenciar a intangibilidade da verdade pelo sistema jusprocessual e individualizar o que, de fato, é retratado pelas senten as penal e civil.
A critic revision of the social marketing concept Uma revis o crítica do conceito de marketing social
Jorge Marcelo Nomura,Maria Tereza Saraiva de Souza
Revista Ibero-Americana de Estratégia , 2007, DOI: 10.5585/riae.v3i1.50
Abstract: In this article we propose a reflection on the Social Marketing concept, by means of its definition and application in Brazilian reality. Thus, we present the main defi-nitions of marketing, social issues and Social Marketing, quoting some authors of the area. All analysis is done under a critic view of some authors that contributed very much for the marketing evolution: Philip Kotler, Marcos Cobra e Francisco Alberto Madia. O objetivo deste artigo é analisar o conceito de Marketing Social, por meio do res-gate de defini es do tema e sua aplicabilidade na realidade brasileira. Para tanto, apresentamos as principais defini es de marketing, quest es sociais e marketing social, passando por alguns autores da área. Toda a análise é feita sob o enfoque crí-tico de autores que muito contribuíram para a evolu o do marketing: Philip Kotler, Marcos Cobra e Francisco Alberto Madia, reconhecidos como pensadores contem-poraneos, o primeiro com alcance mundial e os dois últimos contrapondo e buscan-do a reflex o sobre o uso e aplicabilidade deste conceito no contexto brasileiro.
A vers o coerencial da no o de verdade  [PDF]
Celso R. Braida
PERI , 2009,
Abstract: Nesse artigo s o analisadas as propostas de Dauer (1974) e Puntel (1990) de justifica o da concep o coerencial da verdade. O cerne das duas propostas é a passagem da coerência de um conjunto de proposi es para a verdade dessas proposi es. O objetivo desse trabalho é recusar essa explica o. Para isso, eu explicito os pressupostos semanticos das duas propostas para mostrar que ambas fazem colapsar a no o de realidade na de linguagem; por fim, eu argumento que a raz o formal da inadequa o está na incapacidade das teorias coerenciais de distinguir os aspectos inferenciais e referenciais da no o de proposi o verdadeira.
Entrevista: A bem da verdade  [cached]
Monica de Jesus Cesar,Ana Inês Sim?es Cardoso de Melo
Em Pauta : Teoria Social e Realidade Contemporanea , 2013,
Abstract: Entrevista com Sr. Claudio Lemos Fonteles Atual Coordenador da Comiss o Nacional da Verdade (CNV)
O conceito de paisagem na geografia e sua rela o com o conceito de cultura  [cached]
Leo Name
Geotextos : Revista da Pós-Gradua??o em Geografia da Universidade Federal da Bahia , 2011,
Abstract: O artigo objetiva realizar uma revis o bibliográfica do conceito de paisagem na Geografia e terá como foco a rela o que este conceito sempre manteve com o conceito de cultura. A partir de uma linha de tempo tradicional, a análise está dividida em três partes: na primeira, avalia-se a intera o entre paisagem e cultura na geografia clássica; na segunda parte, nas geografias modernas; e, na última, nas geografias pós-modernas.
SIGNIFICATIVIDADE, VERDADE E ONTOLOGIA  [cached]
Celso R. Braida
Problemata : International Journal of Philosophy , 2011, DOI: 10.7443/problemata.v2i1.10374
Abstract: O problema abordado é o da rela o entre linguagem e mundo cuja resposta desde Frege é uma teoria semantica que explicita o conteúdo das frases com valor de verdade determinado. O objetivo é explicitar a rela o de interdependência entre os conceitos de significatividade, entidade e verdade. Para isso faz--se uma exposi o crítica do composicionalismo e do contextualismo, bem como das posi es de Tarski, Davidson e de Dummett. A tese é que nessas teoriza es a ontologia é subsumida à emantica e os conceitos ontológicos s o relativizados à linguagem. A scila o entre os princípios do contexto e da composicionalidade acabou or fixar-se na extremidade contextualista, justamente o oposto da posi o inal adotada por Frege e Tarski. Todavia, o contextualismo n o consegue eduzir a remiss o a objetos à remiss o entre express es. Isso sugere a corrência de uma rela o direta entre linguagem e mundo, implícita na distin o básica da tradi o semantica entre sinal e objeto. The problem addressed here is the relationship between language and world, whose response since Frege is a semantic theory. The aim is to uncover the interdependence of concepts like significance, entity and truth. For this it is make a critical exposition of the compositionalism and contextualism, and the views of Tarski, Davidson and Dummett. The thesis is that in these theories the ontology is subsumed to semantics, and ontological concepts are relativized to a language. The oscillation between the principles of context and compositionality ends in contextualism and relativism, just the opposite of the position adopted by Frege and Tarski. However, contextualism fails to reduce the reference to object to the remission of expressions to expressions. This suggests a direct relationship between language and world that was implicit in the semantic tradition.
Estimando a necessidade: os oráculos de ifá e a verdade em Havana
Holbraad Martin
Mana , 2003,
Abstract: O objeto deste artigo é o conceito de verdade tal como se articula no oráculo de Ifá cubano; seu objetivo é ilustrar a fecundidade de um "método ontográfico" que procure mapear as premissas ontológicas do discurso nativo por meio da produ o de conceitos que, n o sendo os conceitos nativos eles mesmos, constituam equivalentes aproximados destes. Enfatizando a afirma o dos praticantes de que o Ifá é infalível, prop e-se que os vereditos divinatórios devem ser entendidos como verdades necessárias, isto é, como enunciados que n o poderiam n o ser verdadeiros. Em seguida, mostrando que, do ponto de vista das concep es comuns de verdade, a necessidade modal dos oráculos só pode parecer um absurdo dogmático, procura-se avan ar uma conceitualiza o alternativa que concorde com as convic es dos informantes, examinando um complexo de conceitos e práticas associados ao oráculo a fim de avaliar as premissas que garantem a verdade e sua emergência na prática do Ifá.
Notas sobre a idéia de 'justifica o pública'
Cláudio Reis
Philósophos : Revista de Filosofia , 2007, DOI: 10.5216/phi.v5i1.11322
Abstract: Neste artigo reflito sobre a idéia de justifica o pública para identificar os elementos mínimos que devem fazer parte de uma teoria adequada de justifica o pública.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.