oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
MAPEAMENTO DA PRECIPITA O PLUVIOMéTRICA NO BIOMA CERRADO DO ESTADO DO MATO GROSSO  [cached]
Francisco Fernando Noronha Marcuzzo,Hudson Moraes Rocha,Denise Christina de Rezende Melo
Boletim Goiano de Geografia , 2011,
Abstract: A análise do comportamento das chuvas se torna importante, uma vez que possibilita detectar tendênciasou altera es no clima, em escalas local, regional ou global. O presente trabalho mapeou a distribui o daprecipita o pluviométrica no bioma Cerrado do estado do Mato Grosso. Utilizaram-se dados de 33 esta espluviométricas distribuídas no bioma do Cerrado mato-grossense, com dados de 30 anos, de 1977 a 2006.Foram elaborados mapas de chuvas com o auxílio de isoietas e aplicado o cálculo do índice de Anomalia deChuva (IAC) para a classifica o dos períodos secos ou úmidos, de acordo com a média local, organizadas emmédias temporais mensal, anual e sazonal da precipita o. O método de interpola o utilizado foi o Topo toRaster, em que se utiliza o método multigrid simples para minimizar a equa o em resolu es cada vez melhores,respeitando restri es dos elementos físicos. Os resultados da distribui o pluviométrica mostram uma grandevaria o nos índices precipitados, sendo que o extremo noroeste e norte têm os maiores volumes de chuvase o sul da área de estudo apresenta os menores índices pluviométricos. Com a análise do IAC para o períodode estudo, verificou-se que existe um maior número de anos secos que anos úmidos para o período estudado.
Mapeamento do Crime e Análise Criminal: A Experiência do Estado do Paraná  [cached]
Marcelo Bordin,Rodrigo Perim de Lima
Geografares , 2012,
Abstract: O Brasil tem apresentado nas últimas três décadas alarmantes índices de violência e criminalidade, especialmente nas capitais e suas regi es metropolitanas. Com base nesse aspecto, alguns governos estaduais buscaram implementar políticas públicas no sentido de gerenciar e melhor aplicar os recursos destinados à seguran a pública de forma racional e com mais efetividade. O Estado do Paraná buscou implementar a partir do ano de 2003 um programa de acompanhamento e mapeamento da criminalidade por meio da análise criminal, promovendo o mapeamento das ocorrências policiais com a utiliza o de um boletim unificado de ocorrências, colocando fim à duplicidade dos registros das polícias civis e militares. Este trabalho pretende verificar os avan os e as dificuldades encontradas para a sistematiza o e implementa o de um sistema de acompanhamento das ocorrências policiais registradas e, consequentemente, o uso da análise criminal como ferramenta de gest o do trabalho policial, sejam eles operacionais, táticos ou estratégicos.
íNDICE DE SíTIO PARA Pinus elliottii Engelm, EM TRêS UNIDADES DE MAPEAMENTO DE SOLO, NAS REGI ES DA SERRA DO SUDESTE E LITORAL, NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL
Helio Tonini,César Augusto Guimar?es Finger,Paulo Renato Schneider,Peter Spathelf
Ciência Florestal , 2002,
Abstract: Realizou-se um estudo do crescimento em altura dominante de Pinus elliottii em povoamentos com idades entre 18 e 21 anos, localizados em três Unidades de Mapeamento de Solo, em quatro municípios, nas unidades de relevo Serra do Sudeste e Planície Gaúcha, no estado do Rio Grande do Sul. Os pares de dados altura e idade, oriundos de análise de tronco, foram ajustados pelo modelo de Richards. A constru o de curvas de índice de sítio para cada local, indicou que a tendência de crescimento entre os locais estudados foi semelhante, o que permitiu o seu agrupamento e a gera o de um único conjunto de 9 curvas monomórficas para os índices de sítio de 6 a 30 m, tendo como idade de referência 18 anos.
Características de plasticidade de argilas para uso em ceramica vermelha ou estrutural  [cached]
Campos L. F. A.,Macedo R. S. de,Kiyohara P. K.,Ferreira H. C.
Ceramica , 1999,
Abstract: Nos estudos de caracteriza o de argilas plásticas para uso em ceramica vermelha é usual a determina o das características mineralógicas por ATD e de plasticidade através dos índices de Atterberg. Os métodos convencionais utilizados para determina o do LL, LP e IP merecem muita aten o por apresentarem alguns inconvenientes. No caso específico da tecnologia ceramica para moldagem de tijolos furados por extrus o poucos dados s o encontrados, relativos à faixa de plasticidade adequada. Pretende-se neste trabalho estudar a mineralogia de 15 amostras de argilas plásticas usadas na indústria de ceramica vermelha do estado da Paraíba, pelo método de ATD, bem como sua faixa de plasticidade por meio dos índices de Atterberg determinados pelo método de Casagrande e cone de penetra o. Os resultados obtidos indicam tratarem-se de argilas quaternárias recentes cauliníticas com matéria organica e com LP variando de 15,42% a 36,72%, LL variando de 24,70% a 71,00% e IP variando de 6,82% a 34,28% pelo método de Casagrande e LP variando de 6,60% a 47,70%, LL variando de 26,50% a 71,60% e IP variando de 4,00% a 47,70% pelo cone de penetra o, que s o faixas de plasticidade recomendadas para argilas plásticas para utiliza o na indústria de ceramica vermelha.
Comportamento de expans?o de argilas bentoníticas organofílicas do estado da Paraíba
Menezes, R. R.;ávila Júnior, M. M.;Santana, L. N. L.;Neves, G. A.;Ferreira, H. C.;
Ceramica , 2008, DOI: 10.1590/S0366-69132008000200004
Abstract: organoclays are used in a wide range of industrial applications, from the petroleum to the pharmaceutical and cosmetic industry, reaching the waste adsorption applications and production of polymer-clay nanocomposites. this work has as aim study the influence of the amount of quaternary ammonium salts in the organophilization of bentonite clays. the used clays were characterized by chemical composition, particle size distribution and cation exchange capacity determination. the organoclays were prepared using two quaternary ammonium salts: alkyl dimethyl benzyl ammonium chloride (dodigen) and cetyl trimethyl ammonium bromide (cetremide). the organoclays were characterized by x-ray diffraction and ir spectroscopy. the results showed that the interlayer spacing increase with the rise in the amount of salt used for the organophilization, and that this behavior varied according to the salt and clay used, the interlayer spacing increasing behavior is linear when the dodigen salt was used and varied according to the bentonite clay when the cetremide salt was used.
Northern Paraná under surveilance: searching and digitalization of photographs produced by the Paraná State Investigation Office of Social and Political Order (DOPS/PR) related with the North region Norte do Paraná Sob vigilancia: mapeamento e digitaliza o de fotografias produzidas pela DOPS-PR referentes à regi o Norte do Estado
André Porto Ancona Lopez,Matheus Vinicius Penteado,Luiz Miguel do Nascimento
Revista de História Regional , 2008,
Abstract: The present article aims to present some results of the PIBIC-CNPq (Scientific Initiation Institutional Program/National Council of Scientific and Technological Development) research Northern Paraná under surveillance: photograph mapping of DOPS/PR about Paraná northern region. That region, during the military dictatorship period was the stage of important events related to the contend of conflicting political projects, many times registered by the Paraná State Political and Social Order Division (DOPS/PR). The photograph singularity, as a historical document, was our main analysis source. O presente artigo tem como objetivo apresentar alguns resultados da pesquisa PIBIC-CNPq Norte do Paraná sob vigilancia: mapeamento de fotografias da DOPS/PR referentes à regi o norte do Paraná. Esta regi o, durante a ditadura militar, foi palco de importantes eventos ligados ao embate de projetos políticos antag nicos, muitas vezes registrados pela Delegacia de Ordem Política e Social do estado (DOPS/PR) A singularidade da fotografia, enquanto documento histórico, foi nossa principal fonte de análise
Comportamento reológico de dispers es de argilas bentoníticas: efeitos do tipo de ferramenta, velocidade e tempo de agita o  [cached]
Amorim L. V.,Gomes C. M.,Silva F. L. H.,Ferreira H. C.
Ceramica , 2002,
Abstract: Este trabalho teve como objetivo estudar a influência do tipo de ferramenta, da velocidade e do tempo de agita o nas propriedades reológicas de dispers es de quatro amostras de argilas bentoníticas sódicas industrializadas no Estado da Paraíba, Brasil. Foi realizado um planejamento fatorial do tipo 23 para avaliar os fatores de entrada (tipo de ferramenta, velocidade e tempo de agita o) sobre as viscosidades aparente e plástica e o volume de filtrado. As dispers es foram preparadas na concentra o de 4,86% em massa de argila (24,3 g de argila em 500 mL de água deionizada) utilizando ferramentas do tipo palheta corrugada e em forma de borboleta, duas velocidades (10.000 rpm e 17.000 rpm) e dois tempos de agita o (10 e 20 min). As viscosidades aparente e plástica foram determinadas em viscosímetro Fann 35A, e o volume de filtrado, em filtro prensa Fann. Através da regress o dos dados experimentais, verificou-se que as variáveis de entrada n o apresentam influências estatisticamente significativas nas propriedades reológicas das dispers es estudadas, bem como, que dentre as quatro argilas estudadas apenas uma apresenta comportamento reológico de acordo com as normas vigentes para uso como agente tixotrópico para fluidos de perfura o à base de água doce.
Profissionais da informa o e o mapeamento do conhecimento nas organiza es: o caso da kpmg Brasil
Nadia M.S. Hommerding,Waldomiro Vergueiro
Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informa??o , 2004,
Abstract: Análise e descri o da gest o da Informa o nos processos de Gest o do Conhecimento da empresa KPMG Brasil, com ênfase no mapeamento do conhecimento tácito e explícito, buscando disponibilizar/compartilhar as informa es mapeadas, por meio da Intranet, ferramenta facilitadora para o compartilhamento e divulga o da informa o. Conclui que os Profissionais da Informa o têm potencial para liderar e administrar processos de mapeamento do conhecimento nas organiza es, principalmente porque possuem especializa es inerentes à sua forma o, no que concerne a localiza o, organiza o, estrutura o e disponibiliza o de dados e informa es que, posteriormente, ser o transformados em conhecimento. Outra conclus o positiva refere-se ao uso da Tecnologia da Informa o, neste caso específico, a Intranet, como aliada no trabalho do bibliotecário.
Cor e propriedades mecanicas de algumas argilas do Rio Grande do Norte para uso em ceramica branca  [cached]
Melo M. A. F.,G. Neto S.,Melo D. M. A.,Carvalho L. P.
Ceramica , 2002,
Abstract: O interesse crescente no uso de argilas para a produ o de ceramica no Rio Grande do Norte requer a caracteriza o técnica das matérias primas. Este trabalho mostra algumas propriedades de cinco argilas encontradas nesta regi o, tais como colora o após queima a 950 masculineC, 1250 masculineC e 1450 masculineC, retra o linear e resistência à flex o. A queima de argilas regionais resultaram em uma variedade de faixas de tonalidades do branco ao creme. As propriedades gerais dos produtos da queima s o melhores que as reportadas na literatura, demonstrando o potencial tecnológico das argilas da regi o estudada.
ESTRUTURA FUNDIáRIA DO ESTADO DE GOIáS – 2003  [cached]
Ant?nio Teixeira Neto
Boletim Goiano de Geografia , 2011,
Abstract: O artigo tece considera es acerca da estrutura fundiária do estado de Goiás tendo como foco dados secundáriose o mapeamento dos módulos fiscais na escala municipal. Tal estrutura fundiária n o é muito diferente do queocorre em regi es e municípios pouco povoados em que a grande propriedade, apesar de pouco numerosa,ocupa a maior parte das áreas rurais estaduais.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.