oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Explicando o sistema CCR-ALADI: Um caminho possível para a integra o financeira e comercial e as inten es do Brasil.  [cached]
Rodrigo Maschion Alves
Meridiano 47 : Boletim de Análise de Conjuntura em Rela??es Internacionais , 2010,
Abstract: A política externa brasileira preza pela América do Sul. A concep o de integra o do governo Lula presume importancia para as políticas públicas de coopera o financeira regional. é necessário construir um arranjo institucional que preze pela transparência, garantias e regulamenta es financeiras. O sistema CCR-ALADI responde a esses anseios.
Media o da informa o no ambito do mercado de capitais Mediación de información en el ámbito del mercado de capitales  [cached]
Elaine Cristina Lopes,Marta Lígia Pomim Valentim
Informa??o & Informa??o , 2008, DOI: 10.5433/1981-8920.2008v13n0p
Abstract: Este artigo apresenta os modelos de gest o estratégica da informa o utilizados por analistas de mercado de capitais, identificando as origens das informa es utilizadas na elabora o de relatórios técnicos disponibilizados aos investidores. Tais modelos apresentam características que se baseiam na coleta, uso e dissemina o de informa es relevantes sobre empresas. Considera, também, os impactos da informa o no mercado de capitais, a importancia da transparência em rela o à divulga o de informa es sobre as empresas e as abordagens metodológicas empregadas no direcionamento da tomada de decis o.
A crise financeira e as economias emergentes  [cached]
Heitor Figueiredo Sobral Torres
Meridiano 47 : Boletim de Análise de Conjuntura em Rela??es Internacionais , 2008,
Abstract: O impacto da atual crise financeira sobre as economias emergentes e sobre a posi o desses países na economia mundial.
ORGANIZA ES INTERNACIONAIS DE INTEGRA O E COOPERA O ECON MICA: REVIS ES DE UMA TEORIA GERAL
Luís Rodolfo Cruz e Creuz
Revista da SJRJ , 2010,
Abstract: O objetivo deste estudo é realizar uma revis o da teoria geral das organiza es internacionais de integra o e coopera o econ micas, visando a compreender a aplica o de conceitos e elementos próprios do Direito Internacional nas quest es inerentes ao seus conceitos, natureza e modus operandi. Para tanto, investigamos quest es relativas aos processos de integra o e coopera o econ mica, analisando os diversos estágios evolutivos e possibilidades, dados os conceitos de integra o econ mica formulados por Bela Balassa. Desta forma, pudemos confrontar e verificar a compatibilidade dos conceitos e modalidades de entes de atua o internacional com a regula o e com o sistema GATT/OMC, diante da presen a das organiza es internacionais de integra o e coopera o econ mica em um mundo envolto e fortemente influenciado pelo fen meno da globaliza o.
Contexto das finan as comportamentais: anomalias e eficiência do mercado de capitais brasileiro Context of behavioral finance: anomalies and efficiency of the Brazilian capital market  [cached]
Rubens Famá,Patrícia Leite de Moraes Cioffi,Paula Augusta Rodrigues Coelho
Rege : Revista de Gest?o , 2008,
Abstract: A análise do panorama contextual ajuda no entendimento da evolu o das finan as: Finan as Antigas, de 1930 a 1950, Finan as Modernas, de 1950 a 1990 e Finan as Comportamentais, de 1990 em diante. A teoria e a identifica o de rea es comportamentais no mercado de capitais s o uma contribui o à melhor compreens o deste instrumento de capitaliza o que é a Bolsa de Valores. Neste trabalho, tem-se o objetivo de entender o ambiente que favoreceu o desenvolvimento das Finan as Comportamentais e verificar anomalias e eficiências no mercado de capitais brasileiro. Para análise do contexto, foi medida a volatilidade do índice Dow Jones nos diferentes períodos em que se desenvolveram as teorias de finan as, bem como a evolu o da globaliza o (correla o) dos principais mercados de capitais do mundo. A fim de qualificar o nível de eficiência do mercado de capitais brasileiro, foram analisados vários artigos científicos e identificado o seu grau de consenso na constata o de anomalias. A conclus o foi de que o ambiente de maior volatilidade e globaliza o dos mercados favoreceu as sobre-rea es, n o apoiadas na racionalidade do investidor. Mas os fundamentos das Finan as Modernas n o podem ser descartados, pois explicam parte do mercado de capitais brasileiro, que apresenta anomalias, bem como eficiências. Analysis of context helps to understand periods of evolution in finance such as Old Finance from 1930 to 1950, Modern Finance from 1950 to 1990 and Behavioral Finance after 1990. The theory and identification of reaction attitudes in capital markets contribute to better comprehension of market capitalization mechanisms. This study sought to understand the environment that favored development of Behavioral Finance and to verify anomalies and the efficiency in Brazilian capital market. In order to contextualize this evolution, volatility of the Dow Jones Index was determined and correlated with indices of important markets worldwide. Numerous Brazilian studies were included in the academic analysis of these anomalies and efficiency. The conclusion was that increased market volatility and globalization favored exaggerated reactions, not supported by investor rational. However the foundation of Modern Finance cannot be overlooked because it helps to explain some aspects of the Brazilian capital market characterized by anomalies as well as efficiency.
Integra o financeira e crescimento econ mico: teoria, evidência e política Financial integration and economic growth: theory, evidence and policy
Aderbal Oliveira Damasceno
Economia e Sociedade , 2012,
Abstract: Este trabalho desenvolve uma análise teórica e empírica sobre as rela es entre integra o financeira e crescimento econ mico. Utilizando dados para 105 países durante o período 1980-2004, ser o estimadas equa es de crescimento especificadas na forma de um modelo dinamico de dados em painel. A análise da literatura teórica explicita a fragilidade do arcabou o teórico que fundamenta a hipótese de que a integra o financeira estimula o crescimento econ mico de longo prazo. As evidências econométricas apresentadas n o corroboram a hipótese de que a integra o financeira estimula o crescimento econ mico de longo prazo mesmo em países com alto nível de desenvolvimento institucional, de desenvolvimento financeiro, de abertura comercial, de estabilidade macroecon mica e de flexibilidade do regime cambial. Esses resultados questionam os fundamentos subjacentes às recomenda es de políticas para elimina o de controles de capitais. This paper develops a theoretical and empirical analysis regarding the relationship between financial integration and long-run economic growth. Using data for a sample of 105 countries over the period 1980-2004, will be estimated growth equations specified in the form of a dynamic panel data model. The theoretical literature analysis clarifies the fragility of the theoretical framework that fundaments the hypothesis that financial integration stimulates long-run economic growth. The econometrical evidences presented do not corroborate the hypothesis that financial integration stimulates the long-run economic growth, even for countries with high levels of institutional development, of financial development, of trade openness, of macroeconomic stability and of exchange rate arrangement flexibility. These results question the rationale underlying the policy recommendations for the elimination of capital controls.
A emergência de um mercado educativo no planejamento da rede escolar: de uma regula o pela oferta a uma regula o pela procura
Barroso Jo?o,Viseu Sofia
Educa??o & Sociedade , 2003,
Abstract: O presente artigo visa a reflectir sobre a emergência de lógicas de mercado na regula o da oferta educativa, nomeadamente a partir de processos formais e informais de "escolha da escola" pelos alunos e suas famílias. Com base numa investiga o em curso no Centro de Estudos da Escola da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educa o, da Universidade de Lisboa, foi possível identificar "desvios" às normas da "carta escolar" (que estabelece, em Portugal, a obrigatoriedade da frequência de uma determinada escola em fun o da residência dos alunos). Esses desvios configuram uma evolu o, no planeamento da rede escolar, de "uma regula o pela oferta" para "uma regula o pela procura" e p em em evidência o aparecimento de novos espa os de interdependência/concorrência entre as escolas, com visível efeito sobre o modo como é (ou n o) garantida a igualdade de oportunidades.
Folga Financeira Avaliada como Endividamento Relativo e Estrutura de Capital  [cached]
Anderson Campos,Wilson Toshiro Nakamura
Revista de Finan?as Aplicadas , 2013,
Abstract: A folga organizacional potencial tem como proxy o uso de medidas tradicionais de endividamento e qualquer tentativa de utilizar este conceito em amostras n o circunstritas a um mesmo setor n o produzirá resultados consistentes devido a relevancia do setor como determinante do endividamento. Prop em-se uma proxy para folga financeira de longo prazo como uma medida de endividamento relativo a partir da distancia do endividamento mediano do setor. A amostra utilizada neste estudo abrange o período de 1990 até 2009 (20 anos) e é composta por empresas americanas de 65 setores diferentes, considerando a classifica o SIC com 3 algarismos, e dados oriundos da base Compustat. Os resultados obtidos através de painel de dados e considerando como base de um modelo de estudo de estrutura de capital s o bastante encorajadores sobre a capacidade da proxy em avaliar a folga financeira de longo prazo e ainda sugerem a sua implementa o em estudos futuros sobre o rebalanceamento da estrutura de capital. Os resultados s o robustos mesmo quando avaliados por endividamento contábil ou a valor de mercado e considerando diferentes regimes de ajuste da estrutura de capital.
Globaliza??o financeira e volatilidade de capitais: a busca de uma alternativa racionalista
Dalcero, Pedro Luiz;
Revista Brasileira de Política Internacional , 1997, DOI: 10.1590/S0034-73291997000200006
Abstract: this article discusses how some authors understand the process of financial globalization. the emphasis is in power relations which occur within financial globalization. the tobin proposal, a tax on international financial transactions, is considered, at the end, as a "rationalist" alternative for financial globalization.
Organiza o e regula o dos ensinos básico e secundário, em Portugal: sentidos de uma evolu o
Barroso Jo?o
Educa??o & Sociedade , 2003,
Abstract: No presente artigo proponho-me caracterizar a evolu o recente do sistema educativo português (no nível dos ensinos básico e secundário) tomando como referência as transforma es ocorridas nos processos de organiza o e regula o dos seguintes domínios: currículo, oferta escolar, recrutamento e forma o de professores, gest o escolar e recursos financeiros, partenariado socio-educativo. Como eixo central de análise utiliza-se o conceito de "regula o institucional" como interven o das autoridades públicas para introduzir "regras" e "constrangimentos" no mercado ou na ac o social. O objectivo do presente texto consiste, por isso, em utilizar a evolu o dos modos de regula o como analisador das transforma es recentes do sistema educativo português, pondo em destaque a coexistência de medidas de refor o da autonomia das escolas e de novas formas de controlo, bem como a sua inser o nas políticas de combate às desigualdades escolares. Ser o analisados, igualmente, os sentidos que essas medidas assumem num contexto de mudan a global dos modos de regula o da educa o, que ocorre em vários países, tendo em vista a redefini o do papel do "Estado educador" e a emergência de uma "regula o pelo mercado".
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.