oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Fantasia e teorias da sedu o em Freud e em Laplanche  [cached]
Sales Lea Silveira
Psicologia: Teoria e Pesquisa , 2002,
Abstract: Os elementos fornecidos por Freud ao teorizar sobre as fantasias inevitavelmente conduzem a dúvidas e obscuridade. O objetivo do presente artigo foi percorrer as indaga es decorrentes do tratamento freudiano do problema, tomando como base, além de seus próprios textos, o desenvolvimento sugerido por Pontalis e, principalmente, por Laplanche na constru o de sua teoria da sedu o generalizada, que se desdobra especialmente nos conceitos significante enigmático e objeto-fonte da puls o. Com isso, Laplanche torna possível a argumenta o de que a sedu o n o é apenas um acontecimento pontual, mas aquilo que permite pensar as origens do sujeito psíquico no que ele possui de universal.
A SEDU O DA LUZ: ELETRIFICAC O E IMAGINáRIO NO RIO DE JANEIRO DA BELLE èPOQUE.
Amara Silva de Souza Rocha
Revista de História Regional , 2007,
Abstract: As representa es da cidade do Rio de Janeiro produzidas na virada para o século XX possuem como um de seus símbolos recorrentes a eletrifica o. Ricas em significados e portadoras de um sentido histórico social, estas imagens est o ligadas a um imaginário coletivo que tem no processo da moderniza o uma de suas corporifica es mais importantes. O objetivo do presente estudo é analisar este processo, a partir de uma abordagem do imaginário que ele revela. Será examinado em que medida esta sedu o da modernidade, expressa aqui como sedu o da luz, implica num conjunto de valores capazes de ordenar a vida em sociedade. One of the recurent symbols wich represents the city of Rio de Janeiro at the turn of the 20th century was electrification. These representations were rich in meaning and they also had a social and historical sense besides being linked to a collective imaginary, wich has one of the most important embodiment in the modernisation process. Só, the aim of this study is to analyse this process, based on an approach from the imaginary. Our intention is to examine the way wich the modernity seduction - or the light seduction - implies in a set of values which are able to organize life in society.
Contribui o ao estudo da vitimologia o papel da vitima no crime de sedu o Contribui o ao estudo da vitimologia o papel da vitima no crime de sedu o  [cached]
Luiz Alberto Alves Nunes
Semina : Ciências Sociais e Humanas , 2010, DOI: 10.5433/
Abstract: Focus on seduction in the light of victimology. Survey, realized in the judicial districts of Presidente Prudente in the state of Sao Paulo and Londrina in the state of Parana, of the trial proceedings dealing with seduction, examining the results of these proceedings (number of convictions, aquittals and deferments). Data about the victims, htier relationships with the defendents and conclusions about their portion of guilt in the act of seduction and the need for revision of the concept of seduction and of the legislation relevant to this matter. Enfoque da sedu o à luz da Vitimologia. Levantamento efetuado nas Comarcas de Presidente Prudente, Estado de S o Paulo e Londrina, Estado do Paraná, dos processos de sedu o ajuizados, abordando os resultados desses processos (números de condena es, absolvi es e arquivamentos). Dados sobre as vítimas, seu relacionamento com os agentes e conclus es sobre sua parcela de culpa no ato de sedu o e necessidade de revis o do conceito de sedu o e da legisla o atinente ao assunto.
Edgar Allan Poe e Machado de Assis: estranhamento e sedu o da cidade
Mello, Ana Maria Lisboa de
Letras de Hoje , 2009,
Abstract: A cidade, principalmente no século XIX, deixa de ser apenas cenário de textos ficcionais e passa a ser tema das produ es literárias. “O homem da multid o”, de Edgar Allan Poe, é precursor no que diz respeito a esse novo olhar sobre a cidade. Este ensaio prop e o diálogo entre o texto de Poe e o conto “Só!” de Machado de Assis.
ILUS O E REFERENCIALIDADE: TENDêNCIAS DA NARRATIVA BRASILEIRA CONTEMPOR NEA  [cached]
REGINA DALCASTAGNè
Signótica , 2007, DOI: 10.5216/sig.v19i1.2848
Abstract: A literatura brasileira contemporanea é heterogênea e de difícil defini o. Ainda assim, algumas tendências s o claras em seu interior. Ao lado de um conjunto majoritário de obras que se mantêm presas à ambienta o e às preocupa es mais tradicionais da narrativa no país – isto é, assuntos da esfera privada, envolvendo personagens de classe média, brancas e freqüentemente intelectualizadas –, há um foco renovado nas periferias e na marginalidade, refor ado pela visibilidade que o cinema nacional tem dado a essas quest es. Existe um terreno comum, entretanto, sobre o qual todos (ou praticamente todos) se movem: o realismo. Este artigo discute, a partir de ampla pesquisa realizada na UnB sobre as personagens do romance contemporaneo, as conseqüências desse efeito de realidade que a narrativa busca produzir em seus leitores.
Persuas o, erotismo e sedu o  [cached]
Adair C. Peruzzolo
Comunica??o, Mídia e Consumo , 2010,
Abstract: O intuito básico deste texto é pensar as inter-rela es conceptuais existentes entre persuas o, erotismo e sedu o, quando consideradas em seus usos midiáticos. Desenvolve-se a ideia de que a persuas o é atributo de todo discurso; o erotismo, um valor de cultura; e a sedu o, a dinamica emocional das rela es humanas.
Imagens de sedu o na pedagogia. "A sedu o como estratégia profissional"
Gauthier Clermont,Martineau Stéphane
Educa??o & Sociedade , 1999,
Abstract: Este texto tem por objetivo responder a uma quest o por muito tempo oculta em educa o, a saber, se é possível pensar a sedu o como uma estratégia profissional na rela o pedagógica. Para tanto, analisamos seis figuras de grandes sedutores da literatura: Sócrates, Casanova, Dom Juan, Valmont, Johannes e Xerazade. Essa análise permitiu compreender que se a sedu o, às vezes, está relacionada com o engodo, por outro lado, ela está longe de ser sempre negativa. Dessa maneira, depreendem-se algumas características de uma sedu o positiva, isto é, identificam-se condi es de um uso ético da sedu o no ensino.
Instauration of the polemical meaning in the instances of the narrative syntax and enunciation in "The Outstation" A instaura o do sentido polêmico nas instancias da sintaxe narrativa e da enuncia o no conto "The Outstation”  [cached]
Regina Maria Guarnier Domiciano
Semina : Ciências Sociais e Humanas , 1990, DOI: 10.5433/
Abstract: An attempt is made to make a narrative and enunciative analysis of W.S. Maugham's short story "The "Outstation' The aim is to observe how the polemical meaning is textualized on the instance of narrative syntax, and on the instance of enunciation. Este trabalho visa apresentar uma proposta de análise do conto “The Outstatíon" de W.S. Maugham em duas instancias: da sintaxe narrativa e da enuncia o. No processo de análise prop e-se focalizar programas narrativos e posi es enunciativas para a instaura o do sentido polêmico no conto.
GON ALVES DIAS E A SE O ETNOGRáFICA E NARRATIVA DA COMISS O CIENTíFICA DE EXPLORA O (1859-1861)  [cached]
EDUARDO HENRIQUE BARBOSA DE VASCONCELOS
Espa?o Ameríndio , 2012,
Abstract: Brazil should be known and studied by the Brazilians. This idea was the force that justified the constitution of the Comiss o Científica de Explora o (CCE), founded by members of the Brazilian Historic and Geographic Institute and supported by the Brazilian imperial government, in order to motivate research on the “young” country. Within this ambitious scientific and political project, ethnographic knowledge and practices were embraced in the deeds assigned to the scientist and poet Gon alves Dias, chief of the section of ethnography and travel narrative, whom should have performed his activities in Ceará province throughout 3 years (1859-1961). To reflect on the deeds of the mentioned section during its execution is the goal of this paper.O Brasil deve ser conhecido e estudado pelos brasileiros. Essa ideia foi a for a que gestou e legitimou a cria o da Comiss o Cientifica Explora o (CCE), criada pelos membros do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro com o apoio e o financiamento do governo imperial brasileiro para estimular as pesquisas sobre o “jovem” país. Dentro desse audacioso plano político-científico, o saber e o fazer etnográficos também se fizeram presentes nas a es atribuídas ao poeta/cientista Gon alves Dias, chefe-responsável das atividades da se o etnográfica e narrativa da CCE e que deveria ter desenvolvido suas atividades na província do Ceará durante 03 anos (1859-1861). Pensar as a es da se o etnográfica e narrativa durante o período de atua o na província cearense é o objetivo deste trabalho.
Lousa Digital Interativa: avalia o da intera o didática e proposta de aplica o de narrativa audiovisual / Interactive White Board – IWB: assessment in interaction didactic and audiovisual narrative proposal  [cached]
Francisco García García,Rogério Garcia Fernandez,Karla Isabel de Souza
ETD : Educa??o Temática Digital , 2011,
Abstract: O uso de audiovisual em sala de aula n o garante uma eficácia na aprendizagem, mas para os estudantes é um elemento interessante e ainda atrativo. Este trabalho — uma aproxima o de duas pesquisas: a primeira apresenta a importancia da intera o didática com a LDI e a segunda, uma lista de elementos de narrativa audiovisual que podem ser aplicados em sala de aula — prop e o domínio de elementos da narrativa audiovisual como uma possibilidade teórica para o professor que quer produzir um conteúdo audiovisual para aplicar em plataformas digitais, como é o caso da Lousa Digital Interativa - LDI. O texto está divido em três partes: a primeira apresenta os conceitos teóricos das duas pesquisas, a segunda discute os resultados de ambas e, por fim, a terceira parte prop e uma prática pedagógica de intera o didática com elementos de narrativa audiovisual para uso em LDI. AbstractThe audiovisual use in classroom does not guarantee effectiveness in learning, but for students is an interesting element and still attractive. This work suggests that the field of audiovisual elements of the narrative is a theoretical possibility for the teacher who wants to produce an audiovisual content to apply to digital platforms, such as the Interactive Digital Whiteboard - LDI. This work is an approximation of two doctoral theses, the first that shows the importance of interaction with the didactic and the second LDI provides a list of audiovisual narrative elements that can be applied in the classroom. This work is divided into three parts, the first part presents the theoretical concepts of the two surveys, the second part discusses the results of two surveys and finally the third part, proposes a practical pedagogical didactic interaction with audiovisual narrative elements to use in LDI.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.