oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Miniplacas permitem tratamento eficiente e eficaz da mordida aberta anterior
Faber, Jorge;Morum, Taciana Ferreira Araújo;Leal, Soraya;Berto, Patrícia Medeiros;Carvalho, Carla Karina dos Santos;
Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial , 2008, DOI: 10.1590/S1415-54192008000500015
Abstract: introduction: the treatment of facial deformities and malocclusions, such as anterior open bite, was one of the first applications of miniplates for orthodontic anchorage. the use of this treatment system reduces the number of patients referred to orthognathic surgery and simplifies many problems. this approach applies intrusive forces to posterior teeth, and the mandible undergoes counterclockwise rotation, which decreases lower facial height and advances the projection of hard and soft tissue pogonions. objective: this study describes the principles of orthodontic mechanics in the correction of anterior open bite and illustrates these principles with a series of cases.
Miniplacas de ancoragem no tratamento da mordida aberta anterior
Ramos, Adilson Luiz;Zange, Sabrina Elisa;Terada, Hélio Hissashi;Hoshina, Fernando Toshihiro;
Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial , 2008, DOI: 10.1590/S1415-54192008000500014
Abstract: introduction: the case report presented describes an orthodontic treatment supported by miniplates of an adult female patient who presented severe anterior openbite, clockwise rotation of the mandible, biprotrusion and the absence of labial sealing. after extraction of first molars and maxillary and mandibulary dental retraction, associated with vertical control provided by the miniplates, the anterior openbite was corrected with a little anti-clockwise rotation, resulting in a significant improve on facial appearance. aim: this case report confirms the efficiency of titanium miniplates as temporary anchorage, especially in situations where great corrections are needed, involving a vertical problem.
Má oclus o Classe I de Angle, com mordida aberta anterior, tratada com extra o de dentes permanentes Angle Class I malocclusion, with anterior open bite, treated with extraction of permanent teeth  [cached]
Mírian Aiko Nakane Matsumoto
Dental Press Journal of Orthodontics , 2011,
Abstract: A mordida aberta é uma anomalia com características distintas que, além da complexidade dos múltiplos fatores etiológicos, traz consequências estéticas e funcionais. Muitas alternativas têm sido utilizadas em seu tratamento, entre elas a grade palatina, for as ortopédicas, ajuste oclusal, camuflagem com ou sem exodontias, mini-implantes ou miniplacas e cirurgia ortognática. O diagnóstico preciso e a determina o da etiologia permitem estabelecer os objetivos e o plano de tratamento ideal para essa má oclus o. O presente relato descreve o tratamento de uma má oclus o Classe I de Angle, com padr o esquelético de Classe II e mordida aberta anterior, realizado em duas fases e que foi apresentado à diretoria do Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO), representando a categoria 2, como parte dos requisitos para a obten o do título de Diplomado pelo BBO. Open bite is an anomaly with distinct characteristics which, in addition to involving complex, multiple etiologic factors, entails aesthetic and functional consequences. Many alternative approaches have been employed to treat open bite, including palatal crib, orthopedic forces, occlusal adjustment, camouflage with or without extractions, mini-implants or mini-plates, and orthognathic surgery. By determining accurate diagnosis and etiology professionals can set the goals and ideal treatment plan for this malocclusion. This report, describing the two stages treatment of a Angle Class I malocclusion with Class II skeletal pattern and anterior open bite, was presented to the Brazilian Board of Orthodontics and Dentofacial Orthopedics (BBO), representative of category 2, as partial fulfillment of the requirements for obtaining the title of BBO Diplomate.
Orthodontic treatment of a midline diastema related to mesiodens and thumb-sucking habit =Tratamento ortod ntico de um diastema mediano relacionado a mesiodens e hábito de suc o digital  [PDF]
Machado, André Wilson et al.
Revista Odonto Ciência , 2010,
Abstract: Objetivo: A associa o de mesiodens com hábito de suc o digital como fatores etiológicos de diastemas medianos é uma situa o clínica incomum e, quando presente, provoca um comprometimento estético e funcional. O objetivo desse trabalho é descrever o caso clínico de um paciente, aos 9 anos de idade, com mordida aberta anterior e um diastema mediano de 9 mm. Descri o do Caso: Após o diagnóstico ortod ntico, a conduta terapêutica foi a exodontia do mesiodens e instala o de uma grade palatina fixa para controle do hábito de suc o digital. Em seguida, bráquetes ortod nticos foram colados nos incisivos centrais superiores e o diastema foi fechado possibilitando a irrup o espontanea dos incisivos laterais. Quando adequados níveis de trespasse vertical e horizontal entre os incisivos foi alcan ado e o hábito removido, o tratamento foi finalizado. Conclus o: é importante ressaltar que com o objetivo de alcan ar resultados estéticos e funcionais satisfatórios, minimizando seqüelas ao desenvolvimento da oclus o deve-se realizar o diagnóstico precoce e interven o imediata dos diastemas medianos patológicos.
Critérios para o diagnóstico e tratamento estável da mordida aberta anterior
Artese, Alderico;Drummond, Stephanie;Nascimento, Juliana Mendes do;Artese, Flavia;
Dental Press Journal of Orthodontics , 2011, DOI: 10.1590/S2176-94512011000300016
Abstract: introduction: anterior open bite is considered a malocclusion that still defies correction, especially in terms of stability. the literature reports numerous studies on the subject but with controversial and conflicting information. disagreement revolves around the definition of open bite, its etiological factors and available treatments. it is probably due to a lack of consensus over the etiology of anterior open bite that a wide range of treatments has emerged, which may explain the high rate of instability following the treatment of this malocclusion. objective: review the concepts of etiology, treatment and stability of anterior open bite and present criteria for diagnosing and treating this malocclusion based on its etiology, and provide examples of treated cases that have remained stable in the long term.
Sistema de Apoio ósseo para Mecanica Ortod?ntica (SAO?): miniplacas para ancoragem ortod?ntica. Parte I: tratamento da mordida aberta
Sakima, Maurício Tatsuei;Mendon?a, Armando Amorim de;Ocanha Júnior, José Miguel;Sakima, Tatsuko;
Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial , 2009, DOI: 10.1590/S1415-54192009000100010
Abstract: this paper describes the sao?, sistema de apoio ósseo para mecanica ortod?ntica (skeletal supported system for orthodontic mechanics), a new approach for anchorage by means of mini-plates. after the description of the system, treatment protocols for skeletal openbite cases are presented. the use of cantilevers and different spring configurations attached directly in the tubes of the anchorage system allows various approaches for vertical and sagittal discrepancies.
Diagnóstico e tratamento de epilepsia e crises pseudoepilépticas psicogênicas associadas: relato de caso  [cached]
Marchetti Renato Luiz,Kurcgant Daniela
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 2001,
Abstract: Relatamos o caso de uma paciente de 26 anos em que é evidenciada a importancia médica do diagnóstico diferencial entre epilepsia e crises pseudo-epilépticas psicogênicas (CPEP) e do seu tratamento. A paciente, uma professora desempregada, com crises desde os 13 anos, foi encaminhada ao PROJEPSI para diagnóstico e tratamento de CPEP. Seu diagnóstico inicial foi de epilepsia parcial sintomática por les o tumoral cística em regi o occipto-temporal esquerda, associada a CPEP. Submetida a craniotomia occipital com ressec o de processo expansivo em regi o de istmo do cíngulo, evoluiu com persistência das CPEP. Submetida a tratamento psicológico integrado envolvendo técnicas de condicionamento operante, manejo de ansiedade, sugest o e orienta o familiar, houve remiss o completa das CPEP após 4 meses de tratamento. O caso apresentado demonstra a necessidade de múltiplos procedimentos diagnósticos e terapêuticos e a participa o de equipe multidisciplinar especializada.
Rinoplastia aberta
Pizarro Gilberto U.,DeVuono Isabela M.,Moysés Márcia G.,Fujita Reginaldo R.
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2002,
Abstract: Introdu o: A rinoplastia aberta teve início na década de 1930; em 1956 Secer publicou pela primeira vez a técnica de rinoplastia aberta, porém esta ganhou crédito a partir de 1972 com Padovan na América do Norte. As indica es da rinoplastia aberta s o: nariz sem proje o da cartilagem da ponta ou que requer avan o funcional da cartilagem nasal; laterorinia; nariz traumático; casos de rinoplastia secundária; deformidades congênitas incluindo fenda labial; valvuloplastia nasal e aprendizado da rinoplastia. Forma de estudo: Clínico, retrospectivo. Material e método: Os autores realizaram um estudo retrospectivo de 16 pacientes submetidos à rinoplastia aberta, demonstrando suas indica es, vantagens e desvantagens. A rinoplastia aberta permite a manipula o global das estruturas nasais e suas corre es, demonstrando ser uma técnica de simples manipula o e fácil aprendizado. Conclus o: Neste estudo n o foram observadas complica es pós-operatórias relacionadas à técnica de rinoplastia aberta.
Tratamento cirúrgico da litíase vesicular no idoso: análise dos resultados imediatos da colecistectomia por via aberta e videolaparoscópica  [cached]
Rêgo Ronaldo Elias Carnut,Campos Tércio de,Moricz André de,Silva Rodrigo Altenfelder
Revista da Associa??o Médica Brasileira , 2003,
Abstract: O aumento da expectativa de vida faz com que os idosos sejam a faixa etária com maior crescimento. A colecistectomia é a cirurgia abdominal mais comum neste grupo. A associa o de doen as cr nicas e formas complicadas implica em preconizar o tratamento operatório eletivo nos idosos sintomáticos. Os bons resultados obtidos com a colecistectomia laparoscópica determinaram o surgimento de estudos comparando a cirurgia convencional com a videocirurgia, entretanto, nos idosos há poucas casuísticas analisadas, principalmente no nosso meio. OBJETIVOS: Analisar os resultados imediatos da morbidade da colecistectomia eletiva em doentes idosos, por duas vias de acesso. MéTODOS: Estudamos, retrospectivamente, doentes com idade > 65 anos operados por incis o subcostal (grupo I) e videolaparoscópica (grupo II). Os grupos foram comparados em rela o à presen a de complica o até 30 dias e nas suas formas de apresenta o: cirúrgica, cirúrgicas (intra e pós-operatórias) e sistêmicas e, posteriormente, com as variáveis sexo, faixa etária, doen a associada, cardiovascular, metabólica, pulmonar e ASA. Na análise estatística, empregou-se o teste t de Student e a correla o de Spearman, considerando p < 0,05 como significancia estatística. RESULTADOS: Foram 246 doentes distribuídos em dois grupos, sendo 120 no grupo I e 126 no grupo II. A média de idade foi de 71 anos em ambos os grupos. As doen as associadas estiveram presentes em 155 doentes (63%), destacando-se as cardiovasculares, com distribui o semelhante nos grupos I e II. A convers o ocorreu em 10 doentes (8,3%). O tempo cirúrgico médio foi de 133 minutos no grupo I e de 112 minutos no grupo II (p=0.001). A permanência hospitalar em dias foi semelhante entre os grupos I (3,3) e II (3,2) p=0,698. A morbidade foi semelhante nos grupos I (10,8%) e II (10,3%), p=0,896. N o houve diferen a estatística em rela o à presen a de complica o e de suas formas de apresenta o entre os grupos. A presen a de complica o pós-operatória no sexo feminino no grupo II (p=0,026) foi a única variável com significancia estatística. A mortalidade ocorreu em dois doentes 1,6% ambos do grupo II (p=0,158). CONCLUS ES: O doente idoso portador de litíase vesicular sintomática e clinicamente compensado pode ser submetido à colecistectomia de forma eletiva, com baixos índices de morbimortalidade e resultados semelhantes, independente da via de acesso empregada.
Tratamento da hipertens o intracraniana  [cached]
Giugno Katia M.,Maia Tania R.,Kunrath Cláudia L.,Bizzi Jorge J.
Jornal de Pediatria , 2003,
Abstract: OBJETIVO: revisar a abordagem terapêutica atual nos pacientes pediátricos com hipertens o intracraniana, internados em unidade de terapia intensiva. FONTE DE DADOS: revis o bibliográfica sobre o tema, utilizando como base de dados o Medline. SíNTESE DOS DADOS: a partir da literatura levantada pode-se observar a existência de medidas de monitoriza o e tratamento da hipertens o intracraniana aceitas como consenso pelos diferentes autores, assim como abordagens que ainda motivam controvérsias. CONCLUS ES: os objetivos no manejo do paciente pediátrico com hipertens o intracraniana incluem a normaliza o da press o intracraniana, a otimiza o do fluxo sangüíneo cerebral e press o de perfus o cerebral, prevenindo o segundo insulto que exacerba a les o secundária, evitando as complica es associadas com as várias modalidades de tratamento empregadas.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.