oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Funcionalidade familiar de idosos com altera es cognitivas em diferentes contextos de vulnerabilidade social  [PDF]
Ariene Angelini dos Santos,Sofia Cristina Iost Pavarini
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2011,
Abstract: O objetivo deste estudo realizado em S o Carlos/SP em 2009 foi avaliar a funcionalidade familiar de idosos com altera es cognitivas, cadastrados em Unidades de Saúde da Família, residentes em diferentes contextos de vulnerabilidade social. A funcionalidade familiar foi avaliada utilizando o instrumento APGAR de Família, durante entrevista domiciliar (n=88). Os resultados mostram que a maioria dos idosos (97% dos homens e 74% das mulheres) apontou boa funcionalidade familiar. Houve predomínio de boa funcionalidade familiar em todas as faixas etárias. Dos idosos pobres, 78% relataram boa funcionalidade familiar. A maioria dos idosos n o pobres (86%) apresentou boa funcionalidade familiar. N o houve correla o significativa entre idade, sexo, diferentes grupos de vulnerabilidade social e o APGAR de Família dos idosos participantes (p>0,05). A funcionalidade familiar deve ser avaliada a fim de melhorar o atendimento ao idoso no domicilio e planejar o cuidado, direcionando as a es à realidade das famílias.
Camptocormia in Parkinson's Disease  [PDF]
Kazuo Abe,Yutaka Uchida,Masaru Notani
Parkinson's Disease , 2010, DOI: 10.4061/2010/267640
Abstract: Objectives. Abnormalities of posture represent one of the main features of Parkinson's disease (PD). Among them, camptocormia has been considered as rare in PD. We investigated frequency and clinical features of camptocormia in PD patients. Methods. 153 PD patients (mean 6 8 . 5 ± 1 0 . 7 years old, duration 5 . 9 ± 2 . 4 years) outpatiently recruited. After neurologic examination, patients were rated on the Unified PD Rating Scale motor scale (UPDRS Part III), minimental state examination (MMSE). Also we evaluated patients with camptocormia by MRI. Of the 153 PD patients, 27 had camptocormia (mean age, 6 7 . 9 ± 7 . 9 years old; disease duration, 6 . 1 ± 3 . 9 years). For further evaluation, we recruited age- and sex-matched 27 PD patients without camptocormia (11 men and 16 women; mean age ± S D , 6 9 . 2 ± 1 0 . 1 years, duration 6 . 0 ± 2 . 7 years) These selected 54 patients completed several self-assessments. Lumbar and thoracic paraspinal muscles were studied by EMG. Results. There were no significant differences in age, duration, severity, and drug dose between patients with and without camptocormia. Analysis of NMSS subitems indicated that PD patients tended to show lower scores for sleep/fatigue, attention/memory, and miscellaneous items. Conclusions. We found significant differences concerning nonmotor signs and symptoms evaluated by FAB, PDQ-8, FSQ, VAS-F, and NMSS between patients with and without camptocormia. Our findings indicate that camptocormia is a relatively common sign in PD and that patients with camptocormia scores on the PDQ-8 compared with PD patients without camptocormia. This suggests that improvements in camptocormia of PD patients may improve their QOL. 1. Introduction Parkinson’s disease (PD) may involve skeletal abnormalities including extreme neck flexion (“dropped head") and truncal flexion (camptocormia) [1]. Camptocormia in PD is defined by marked anteroflexion of the trunk, which abates in the recumbent position, with no or minimal response to levodopa [1–4]. The condition is exacerbated by walking and is relieved by sitting, lying in the supine position or by volitionally extending the trunk when the patient leans against a wall or a table. Although early reports often attributed camptocormia to a conversion disorder, it is now accepted as an axial feature of Parkinson’s disease [5–7]. However, previous studies found no differences between the parkinsonian clinical signs of PD patients with and without camptocormia, but Bloch et al. and Tiple et al. reported that there were differences in terms of disease duration
Intersetorialidade na política de saúde do idoso  [PDF]
Grossi, Patricia Krieger,Guilamelon, Lucimari Frankenberg
Textos & Contextos (Porto Alegre) , 2006,
Abstract: Este artigo versa sobre a intersetorialidade na política de saúde do idoso. Apresenta uma discuss o referente à conceitua o e à constru o da intersetorialidade. Aborda a saúde do idoso nos aspectos conceituais, legais e no enfrentamento de problemas concretos.
Cuidado do idoso dependente no contexto familiar: uma revis o de literatura  [cached]
Marina Jede,Mariana Spuldaro
Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano , 2009,
Abstract: A família é considerada o habitat natural da pessoa. é nela que somos conhecidos pelos nossos defeitos, qualidades e necessidades. Nesse sentido, podemos considerar importante o relacionamento do idoso com a família em qualquer fase da vida, em especial quando eles se tornam dependentes física e psicologicamente. Diante disso, objetivou-se verificar de que forma está ocorrendo o cuidado do idoso dependente no contexto da família. Trata-se de um estudo de revis o bibliográfica utilizando os artigos nacionais da base de dados Scielo, empregando-se os descritores cuidado, idoso dependente, família, envelhecimento, saúde do idoso. Também foram usados teses, disserta es e capítulos de livros de gerontologia publicados no período de 1987 a 2007.Emergiram as seguintes categorias temáticas: necessidades do idoso dependente do cuidado familiar, disponibilidade da família para realizar o cuidado do idoso dependente. O grau de dependência influencia diretamente na vida do idoso e de sua família, pois a dificuldade de realizar as atividades da vida diária gera impacto na estrutura familiar. A assistência no domicilio contribui para humaniza o do cuidado de forma mais efetiva e participativa. O apoio ao cuidador e a educa o em saúde s o fundamentais para orientá-lo e auxiliá-lo nas situa es mais difíceis do cuidado.
Association between childhood trauma and loss of functionality in adult women with fibromyalgia Associa o entre trauma na infancia e perda de funcionalidade em mulheres adultas com fibromialgia
Ana Paula Mezacaza Filippon,Diego Garcia Bassani,Rogério Wolf de Aguiar,Lúcia Helena Freitas Ceitlin
Trends in Psychiatry and Psychotherapy , 2013,
Abstract: OBJECTIVE: To investigate whether history of childhood trauma is associated with loss of functionality in adult women with fibromyalgia (FM). A secondary objective was to assess the presence of differences between depressed and non-depressed adult women with FM in a regression model for functionality. METHODS: A total of 114 adult women with FM according to the American College of Rheumatology diagnostic criteria answered the Childhood Trauma Questionnaire and the Fibromyalgia Impact Questionnaire. All subjects were interviewed by trained psychiatrists and evaluated for depression using the Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI) - Brazilian version 5.0.0. Correlation and regression models were used to investigate associations between childhood trauma and loss of functionality among patients with FM. The sample was stratified by presence and absence of clinical depression. RESULTS: Overall, childhood trauma was associated with of loss of functionality in adult women with FM. When stratified by depression, the regression model significantly increased the association among non-depressed patients, even after adjustment for age and use of psychotropic medications. CONCLUSIONS: Childhood trauma showed a clinically important association with loss of functionality among adult women with FM. The associations were more pronounced among subjects without comorbid depression. OBJETIVO: Investigar se a presen a de história de trauma na infancia está associada com perda de funcionalidade em mulheres adultas com fibromialgia (FM). Um segundo objetivo foi avaliar a presen a de diferen as entre mulheres adultas deprimidas e n o deprimidas com FM utilizando um modelo de regress o para funcionalidade. MéTODOS: Um total de 114 mulheres adultas com FM de acordo com os critérios diagnósticos do American College of Rheumatology responderam o Childhood Trauma Questionnaire e o Questionário de Impacto da Fibromialgia. Todos os indivíduos foram entrevistados por psiquiatras treinados e avaliados para depress o utilizando o Mini International Neuropsychiatric Interview (MINI) - vers o brasileira 5.0.0. Modelos de correla o e regress o foram utilizados para investigar associa es entre trauma na infancia e perda de funcionalidade em pacientes com FM. A amostra foi estratificada pela presen a e ausência de depress o clínica. RESULTADOS: Em geral, o trauma na infancia esteve associado com perda de funcionalidade em mulheres adultas com FM. Quando estratificadas por depress o, o modelo de regress o aumentou significativamente a associa o em pacientes n o deprimidos, me
Envelhecimento e quedas: a fisioterapia na promo o e aten o à saúde do idoso  [cached]
Alessandra Ritzel dos Santos Schneider
Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano , 2010,
Abstract: Segundo proje es demográficas, a popula o idosa vem crescendo intensamente. Este fato possibilita a aquisi o e desenvolvimento de patologias que podem vir a comprometer a autonomia e independência do idoso interferindo, principalmente, em seu contexto psicológico, social e familiar. As altera es que se instalam podem prejudicar a funcionalidade global do idoso, vindo a gerar acometimento dos padr es de postura e de equilíbrio e, posteriormente, exposi o a quedas. Esse artigo prop e-se, através de um ensaio teórico, estudar o processo de envelhecimento e compreender o acometimento das fun es neuromotoras que interferem na mobilidade e flexibilidade do idoso, podendo proporcionar a ocorrência de quedas. Enfatizam-se as diferentes dimens es que est o envolvidas nesse processo e como esse acometimento interfere na qualidade de vida do idoso, ressaltando o papel do Fisioterapeuta, enquanto promotor de saúde nesse processo.
Cuidador do idoso com cancer avan ado: um ator vulnerado  [cached]
Floriani Ciro Augusto,Schramm Fermin Roland
Cadernos de Saúde Pública , 2006,
Abstract: O cancer é uma doen a com altas taxas de prevalência e de mortalidade entre os idosos em nosso meio, com substancial transferência de cuidados deste idoso à família, especialmente nas fases avan adas da doen a. Com base na revis o de literatura s o enfocados o impacto do cancer na família e a sobrecarga física, psíquica, social e econ mica do cuidador familiar do idoso com cancer avan ado, além de serem apresentadas algumas propostas de interven es. Conclui-se pela necessidade de maiores estudos em nosso meio com respeito à sobrecarga do cuidador familiar do idoso com cancer avan ado, com a implanta o de programas que protejam esse importante ator social.
Abordagem do idoso em programas de saúde da família  [cached]
Silvestre Jorge Alexandre,Costa Neto Milton Menezes da
Cadernos de Saúde Pública , 2003,
Abstract: Discorre-se sobre a Política Nacional de Saúde do Idoso cujo propósito basilar reside na promo o do envelhecimento saudável, na manuten o e melhoria, ao máximo, da capacidade funcional dos idosos, na preven o de doen as, na recupera o da saúde dos que adoecem e na reabilita o daqueles que venham a ter a sua capacidade funcional restringida, de modo a garantir-lhes permanência no meio em que vivem, exercendo de forma independente suas fun es na sociedade. O cuidado do idoso deve basear-se, fundamentalmente, na família com o apoio das Unidades Básicas de Saúde sob a Estratégia de Saúde da Família, as quais devem representar para o idoso, o vínculo com o sistema de saúde. Após, s o listados alguns dos problemas de saúde do idoso em que os programas de saúde da família podem causar um impacto importante. Se analisa a Estratégia de Saúde da Família no Brasil em rela o à aten o ao idoso, além das competências, habilidades e atribui es necessárias da equipe.
Forma o de recursos humanos na área da saúde do idoso  [cached]
Diogo Maria José D'Elboux
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2004,
Abstract: O texto aborda as quest es vinculadas à forma o de recursos humanos especializados e informais na área da saúde do idoso, com base na Política Nacional de Saúde do Idoso. Aponta para as dificuldades na forma o desses recursos e as recomenda es da Segunda Assembléia Mundial sobre o Envelhecimento.
Camptocormia: una enfermedad muscular infrecuente
Jiménez González,Ma. M.; Pons Serra,M.; Casta?o Moreno,C.; Monés Jiménez,L.; Martínez Rodenas,F.;
Anales de Medicina Interna , 2002, DOI: 10.4321/S0212-71992002000900009
Abstract: the camptocormia is an entity characterized by a kyphosis lumbar reductible in supine decubitus, associated to dysfunctions in computed tomography scans and histologics in the paravertebrals muscles of the lumbar segment. we contribute a new case corresponding to a 70 year-old woman with chronic lumbar pain and kyphosis dorsolumbar reductible, in who the on-line tomography showed compatible images with fatty degeneration and atrophy of the lumbar musculature, discoveries that were confirmed in the histologic study.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.