oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Efeito de uma interven??o cognitivo-motora sobre os sintomas depressivos de pacientes com doen?a de Parkinson
Christofoletti, Gustavo;Candido, Evandro Rocha;Olmedo, Larissa;Miziara, Suzi Rosa Barbosa;Beinotti, Fernanda;
Jornal Brasileiro de Psiquiatria , 2012, DOI: 10.1590/S0047-20852012000200004
Abstract: objective: to verify the effectiveness of a cognitive-motor intervention on depressive symptoms in idiopathic pd patients. methods: this longitudinal design study assessed 26 patients, divided into experimental and control groups. the subjects were evaluated by means of the geriatric depression scale, being, the experimental group, submitted to a six-month protocol of physiotherapeutic exercises on motor and cognitive functions. with respect to the data analysis, were applied the repeated measure analysis of variance, the contrast statistic and the student-t test for independent samples, with a significant level of 5%. results: the results showed homogeneity of the groups at baseline and the experimental group achieved a trend of significance in the interaction "moment of intervention versus group", as evidenced by the alpha error of 6% with a linear contrast data curve. conclusion: the proposed protocol has been well accepted by patients diagnosed with idiopathic pd. although we couldn't contemplate an interval of confidence of 95%, the significant trend obtained represents a potential of this protocol, but with a need of further corroborative studies.
Prevalência de sintomas depressivos em uma amostra de prostitutas de Porto Alegre  [cached]
Schreiner Lucas,Paim Leonardo Ludwig,Ramos Fabiano,Cunha Filho Edson Vieira
Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul , 2004,
Abstract: INTRODU O: a prevalência de transtornos depressivos na popula o feminina de Porto Alegre é estimada em 14,5%. N o existem relatos sobre a prevalência de sintomas ou transtornos depressivos entre as prostitutas, popula o de risco para transtornos mentais. OBJETIVOS: quantificar a prevalência de sintomas depressivos em amostra de prostitutas de Porto Alegre e fatores associados. MATERIAL E MéTODOS: uma amostra consecutiva e n o aleatória de 97 mulheres entre 18 e 60 anos, cadastradas na Organiza o N o Governamental Núcleo de Estudos da Prostitui o (NEP), de Porto Alegre, foi estudada. Após consentimento informado, as entrevistadas foram investigadas através do Inventário para depress o de Beck (BDI). O ponto de corte igual ou maior que 13 foi utilizado para detec o de sintomas depressivos. RESULTADOS: na amostra estudada, a idade média foi de 29,6 anos (dp 8,5 anos); 67% apresentaram sintomas depressivos (ponto de corte3 13) com escore médio no BDI de 19,1 (dp 10,9); 24,7% da amostra apresentava sintomas leves; 40,2% sintomas moderados e 7,2% sintomas graves. Houve associa o estatisticamente significativa entre a presen a de sintomas depressivos e uso de álcool, história de doen as sexualmente transmissíveis e ausência de prática religiosa (p<0,05). CONCLUS O: além de alta taxa de prevalência de sintomas depressivos (67%), 47,4% das mulheres avaliadas apresentaram níveis moderado e grave de sintomatologia. O uso de álcool, história de doen as sexualmente transmissíveis e ausência de prática religiosa surgiram como fatores associados à presen a de sintomas depressivos na amostra estudada.
Sintomas depressivos e ansiedade em pacientes com cefaléia do tipo tensional cr nica e episódica  [cached]
Matta André Palma da Cunha,Moreira Filho Pedro F.
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 2003,
Abstract: INTRODU O: A cefaléia do tipo tensional (CTT), dor cefálica mais comum, tem mecanismos fisiopatológicos, epidemiologia e apresenta o clínica pouco estudados. Depress o e ansiedade s o comorbidades especialmente enfocadas entre seus portadores. OBJETIVO: Estudar a ocorrência de sintomas depressivos e ansiedade entre portadores de CTT episódica (CTTE) e cr nica (CTTC). METODOLOGIA: Cinqüenta pacientes com CTTE e cinqüenta com CTTC preencheram os inventários de depress o e de ansiedade de Beck. Somente foram considerados aqueles com escores moderado ou grave. RESULTADOS: Entre portadores de CTTE, ansiedade e sintomas depressivos foram encontrados em 60 e 32 % dos pacientes, respectivamente. Em pacientes com CTTC, ansiedade foi detectada em 44 % e sintomas depressivos foram observados em 40 % da amostra. CONCLUS O: ambas as comorbidades s o importantes em pacientes com CTT. Negligenciá-las significa risco de falência no tratamento, contribuindo para queda na qualidade de vida .
Avalia o do Processamento Auditivo Central em Pacientes com Doen a de Parkinson
Zeigelboim, Bianca Simone,Klagenberg, Karlin Fabianne,Mu?oz, Monica Barby,Gorski, Leslie Palma
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2011,
Abstract: Introdu o: A doen a de Parkinson (DP) trata-se de uma doen a degenerativa de caráter insidioso, que acomete o sistema nervoso central trazendo mudan as biológicas, psicológicas e sociais. Apresenta sinais e sintomas motores, caracterizados por tremor, instabilidade postural, rigidez e bradicinesia. Objetivo: Avaliar a fun o auditiva central em pacientes com DP. Método: Estudo descritivo, prospectivo e transversal em que foram estudados 10 indivíduos com diagnóstico de DP, denominado grupo estudo (GE) e 10 indivíduos normo-ouvintes denominado grupo controle (GC) com média de 63.8 anos e (±SD) 5.96. Ambos os grupos realizaram avalia o otorrinolaringológica, avalia o audiológica convencional e o teste dicótico de dissílabos alternados (SSW). Resultados: Na análise quantitativa, o GC apresentou 80% de normalidade na escuta direita competitiva (DC) e 60% na esquerda competitiva (EC) em rela o ao GE que apresentou 70% na DC e 40% na EC. Na análise qualitativa, o maior percentual de erros foi evidenciado no GE no efeito ordem. Os resultados demonstraram dificuldade na identifica o de um som na coexistência de outro competitivo e na habilidade de memória. Conclus o: Observou-se diferen a qualitativa e quantitativa no teste SSW entre os grupos estudados apesar dos estudos estatísticos n o demonstrarem diferen as significativas. Ressalta-se a importancia da avalia o do processamento auditivo central na contribui o dos procedimentos a serem realizados no acompanhamento terapêutico.
Memória episódica e fun es executivas em idosos com sintomas depressivos  [PDF]
Hamdan, Amer Cavalheiro,Corrêa, Priscila Hollveg
Psico , 2009,
Abstract: Vários estudos têm evidenciado que sintomas depressivos entre idosos est o relacionados com comprometimento de diferentes fun es cognitivas, entre elas a memória e as fun es executivas. O presente estudo teve por objetivo analisar e comparar padr es de desempenho de idosos com sintomas depressivos em diferentes testes de memória episódica e fun es executivas. Participaram do estudo 56 idosos, de ambos os sexos, deivididos em dois grupos: idosos sem sintomas depressivos (n=35) e idosos com sintomas depressivos (n=12). No teste de memória episódica imediata, o grupo dos idosos sem sintomas depressivos apresentou desempenho significativamente melhor do que idosos com sintomas depressivos. Em rela o aos testes de fun es executivas, a análise estatística n o revelou diferen as significativas entre os grupos. Esses dados sugerem que idosos com sintomas depressivos apresentam prejuízos na capacidade de memória episódica, mas sem comprometimento das fun es executivas.
Estimula o cerebral profunda no núcleo subtalamico para doen a de Parkinson
Nasser José Augusto,Falavigna Asdrubal,Alaminos Armando,Bonatelli Ant?nio
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 2002,
Abstract: OBJETIVO: Apresentamos os resultados preliminares da estimula o cerebral profunda cr nica no núcleo subtalamico para os sintomas motores da doen a de Parkinson. MéTODO: 8 pacientes com doen a de Parkinson há mais de 5 anos, apresentando tremor incapacitante, oligocinesia e rigidez acentuada com predomínio unilateral, 3 à direita e um à esquerda, refratários à medica o adequada, foram submetidos ao implante bilateral de eletrodo cerebral profundo permanente subtalamico, Itrell 2. Estes pacientes foram avaliados segundo as escalas: UPDRS, Schwab e England. RESULTADOS: Os resultados preliminares (6 meses), mostraram melhora significativa dos sinais e sintomas avaliados pelas escalas acima. N o houve complica es com os procedimentos. CONCLUS O: Os resultados preliminares indicam que a estimula o subtalamica é uma boa op o terapêutica, estando de acordo com os resultados da literatura.
Sintomas depressivos e fatores associados em popula o idosa no Sul do Brasil  [cached]
Gazalle Fernando Kratz,Lima Maurício Silva de,Tavares Beatriz Frank,Hallal Pedro Curi
Revista de Saúde Pública , 2004,
Abstract: OBJETIVOS: Determinar a freqüência de alguns sintomas depressivos em idosos, construir um escore de sintomas depressivos, e avaliar a associa o entre a média de sintomas depressivos e variáveis demográficas, socioecon micas e comportamentais. MéTODOS: Delineamento transversal de base populacional incluindo indivíduos com 60 anos ou mais residentes na zona urbana da cidade de Pelotas, RS. A amostragem foi realizada em múltiplos estágios, tendo por base os setores censitários do município. Utilizou-se um instrumento com oito sintomas comumente incluídos em questionários e escalas de depress o e específicos de eros o afetiva (forma esta mais comum de manifesta o depressiva entre idosos). A análise foi feita por regress o linear múltipla e se baseou em um modelo conceitual de determina o do desfecho. RESULTADOS: Foram entrevistados 583 sujeitos, sendo que o percentual de perdas e recusas foi de 4,7%. A média dos sintomas depressivos por participante foi de 3,4 (dp=2,1). A ausência de disposi o para realizar as atividades habituais foi o sintoma mais freqüente (73,9%). Na análise ajustada, os seguintes grupos apresentaram médias estatisticamente maiores (p<0,05) de sintomas depressivos: mulheres, indivíduos mais velhos, com menor escolaridade, sem trabalho remunerado, tabagistas atuais e que tiveram morte de familiar ou pessoa importante no último ano. CONCLUS ES: Tanto os sintomas depressivos isoladamente quanto a média desses sintomas encontrados na amostra de idosos foram altos, ressaltando a importancia da avalia o da sintomatologia específica dos idosos, que parece diferente daquela verificada nos adultos jovens.
Efeitos de um programa de atividade física sobre os sintomas depressivos e a qualidade de vida de idosos com demência de Alzheimer Efectos de un programa de actividad física en los síntomas depressivos y la calidad de vida del ancianos con demencia de Alzheimer Effects of a physical activity program on depressive symptoms and quality of life of elderly with Alzheimer's dementia  [cached]
Heloisa Schievano Groppo,Carla Manuela Crispim Nascimento,Florindo Stella,Sebasti?o Gobbi
Revista Brasileira de Educa??o Física e Esporte , 2012, DOI: 10.1590/s1807-55092012000400002
Abstract: O objetivo do estudo foi analisar os efeitos de um programa de exercícios físicos sobre os sintomas depressivos e a percep o da Qualidade de vida (QV) de pacientes com Doen a de Alzheimer (DA) e de seus cuidadores. Seis idosas realizaram um programa de exercícios físicos durante seis meses, outras seis compuseram o grupo controle. O Mini-Exame do Estado Mental, a Escala de Qualidade de Vida e a Escala de Depress o em Geriatria foram aplicados para avalia o das variáveis. Os dados foram analisados através de uma ANOVA "two-way" e correla o de Pearson, com nível de significancia de 5% (p < 0,05).Os resultados mostraram que o programa proposto pode auxiliar na redu o dos sintomas depressivos de pacientes com DA, mas n o promoveu melhoras significativas na percep o da QV destes pacientes e nem de seus cuidadores. Entretanto menores comprometimentos da percep o da qualidade de vida foram observados em pacientes e cuidadores que eram fisicamente ativos. El objetivo del estudio fue analizar los efectos de un programa de ejercicios en los síntomas depresivos y la percepción de calidad de vida (CV) de los pacientes con Demencia de Alzheimer (DA) y sus cuidadores. Seis personas ancianas realizaran un programa de ejercicio físico por un periodo del seis meses, otro grupo estaba formado por el grupo de control. El Mini Examen del Estado Mental, la Escala de Calidad de Vida y la Escala de Depresión Geriátrica fueran utilizados para evaluar las variables. Los datos fueron analizados por análisis de varianza de dos entradas (ANOVA de dos vías) y la correlación de Pearson, con un nivel de significancia de 5% (p < 0,05). Los resultados muestran que el programa propuesto puede ayudar en la reducción de los síntomas depresivos en pacientes con DA, pero no promove mejoras significativas en la percepción de la calidad de vida de estos pacientes ni sus cuidadores. Sin embargo menos da os de la percepción de calidad de vida se observaron en los pacientes y los cuidadores que eran físicamente activos. The aim of the study was to analyze the effects of a physical exercises' program on depressive symptoms and quality of life (QL) in elderly with Alzheimer's Disease (AD) and QL of their caregivers. Six elderly women performed a physical exercises' program with six months of duration, and the other six composed the control group. The Mini-Mental State Examination, the Quality of Life Scale and the Geriatric Depression Scale were applied to evaluate the variables. Data were analyzed by Analyze of Variance (Two-way) and Pearson's correlations. The level of significance was set
Achados otoneurológicos em pacientes com doen?a de Parkinson
Bassetto, Jackeline Martins;Zeigelboim, Bianca Simone;Jurkiewicz, Ari Leon;Klagenberg, Karlin Fabianne;
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2008, DOI: 10.1590/S0034-72992008000300007
Abstract: the number of elderly people is increasing considerably in our settings, and with that we have a matching increase in chronic-degenerative diseases - such as parkinson's disease (pd), which has balance-related symptoms associated and is increasingly more prevalent in the elderly population. aim: study labyrinth exams in pd patients and associate them with vestibular disorders. study design: contemporary cross-sectional cohort. materials and methods: thirty patients were assessed, twenty females and ten males, at the age range of 48 - 84 years. procedures: anamnesis, ear inspection and vestibular assessment by means of a vecto-electronystagmography (veng). results: a) as to the neurotological complaints reported in the anamnesis, there was a prevalence of: tremor (100.0%), dizziness (43.3%), tinnitus (40.0%), gait unbalance and falls (36.6%) in each; b) in assessing the vestibular function, there was a significant difference in the rate of altered exams (p=0.0000); c) most alterations happened in the peripheral vestibular system (93.3%) and the caloric test, with a predominance of bilateral labyrinth hyporreflexia (30,0%); d) the exam results were correlated with the vestibular symptoms and we noticed that there were no significant differences. conclusion: this study showed us a significant number of altered exams, unrelated to symptoms.
Tratamento dos transtornos do comportamento de pacientes com demência  [cached]
Tamai Sérgio
Revista Brasileira de Psiquiatria , 2002,
Abstract: No curso da demência, transtornos n o-cognitivos comportamentais s o altamente prevalentes. Esses sintomas psicológicos e comportamentais da demência (SPCD) s o mais importantes no dia-a-dia do que os déficits cognitivos, tanto para o paciente quanto para o cuidador, em termos de angústia e incapacita o causadas. Os SPCD freqüentemente levam à institucionaliza o. O raciocínio para o uso de drogas psicotrópicas está parcialmente baseado nas semelhan as fenomenológicas entre alguns comportamentos observados em pacientes idosos dementados e sinais e sintomas de transtornos psiquiátricos, como os transtornos depressivos, psicóticos ou ansiosos, em pacientes n o-dementados. Na realidade, os SPCD s o, com freqüência, qualitativamente diferentes daqueles que caracterizam os transtornos psicóticos, depressivos ou ansiosos. Os estudos de seguimento de tratamento sugerem que as drogas antipsicóticas s o menos eficazes em pacientes com doen a de Alzheimer ou demência de lobo frontal do que em pacientes com transtornos psiquiátricos. Abordagens n o-farmacológicas s o a primeira escolha no tratamento dos SPCD. Os inibidores da colinesterase no tratamento dos SPCD na doen a de Alzheimer e na demência cortical difusa por corpos de Lewi representam uma abordagem terapêutica promissora.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.